Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Microsoft quer colocar games do Xbox Live no Windows Mobile

30 de dezembro de 2009 0
The following two tabs change content below.

Guilherme Neves

Jornalista, fã de gadgets e traquinanas tecnológicas em geral. Linux user convicto, mas não xiita.

O blog Engadget publica nesta quarta o trecho de um anúncio de emprego da Microsoft dando um claro indicativo de uma aproximação entre o Xbox Live (serviço de jogos online do console da MS) e o Windows Mobile (plataforma para smartphones da empresa).
             
A empresa procura um gerente de programas que seria responsável por trazer “jogos do Xbox Live para o Windows Mobile”. O interesse especial está focado em integração de avatares, interação social e experiências em múltiplas telas.
             
Será uma tentativa de competir com o iPhone nos games?
             
Penso que a tarefa não será das mais fáceis. Enquanto usuário, acho o Windows Mobile mais corporativo do que “divertido”. O potencial me parece muito aquém de iPhone OS e Android – inclusive dos aparelhos da Nokia. Mas, sabe-se lá.
             
Outra questão que me ocorre é a do hardware. Já existe uma padronização no Android (maioria dos dispositivos com tela sensível ao toque e acelerômetro, além disso, o Google deve começar as vendas do Nexus One em 2010) e o iPhone é fiel ao casamento software e hardware “feitos um para o outro”.
             
Como ficaria o Xbox Live Mobile com a variedade de smarts com WinMo?
             
Meu palpite é que tudo se resolve com o Windows Mobile 7, que deve ser exibido para desenvolvedores em março de 2010. Um padrão de hardware mais específico criaria a previsibilidade necessária para qualquer aplicação nos aparelhos.
             
De qualquer forma, a Microsoft está claramente aproveitando a integração nas diferentes áreas em que atua para tentar um diferencial ou uma equiparação com a concorrência. Será que o Google ainda vai lançar um videogame?
         
Leia mais sobre games no blog Canal dos Games.

Comentários

comentários

Envie seu Comentário