Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Governo chinês nega autoria do ataque de crackers à Google

19 de janeiro de 2010 4
The following two tabs change content below.

O governo chinês negou nesta terça-feira a autoria do ataque de crackers à Google no país. Segundo o porta-voz do Ministério de Assuntos Exteriores, Ma Zhaoxu, o próprio governo é vítima de investidas cibernéticas e, segundo ele, a China se opõe firmemente a esse tipo de ação.
 
Zhaoxu também ressaltou que a Google não é exceção quando o assunto é cumprir as leis do país. Segundo o “China Daily“, ele garantiu que o governo encoraja o uso e desenvolvimento da internet, mas lembrou que a Google deve respeitar a cultura e costumes da China.

Comentários

comentários

Comentários (4)

  • Fernando diz: 19 de janeiro de 2010

    Tá certo! Aqui no Brasil é que as empresas estrangeiras deitam, rolam e nos lesam, mas com o aval das nossas autoridades.

  • rita diz: 20 de janeiro de 2010

    Amei a iniciativa do Google. Desrespeito a liberdade de expressão, aos direitos humanos e outras tantas crueldades cometidas pelos governantes deste país, incluindo os animais não pode ser chamado de cultura. Se assim fosse a humanidade ainda estaria vivendo em cavernas e atritando pauzinhos para acender fogo.

  • Infosfera » Blog Archive » Google adia lançamento de smartphones com Android na China diz: 20 de janeiro de 2010

    [...] não haja uma explicação oficial da empresa para a decisão, ela pode ser reflexo do recente perrengue envolvendo Google e o governo chinês sobre a censura de conteúdo na internet.   O porta-voz da Google não especificou quais celulares [...]

  • Andre diz: 21 de janeiro de 2010

    Aff fernando, o que você disse? O que o Brasil tem haver com isso?
    As empresas nos lesam por vários outros motivos. O principal é a falta de habilidade do brasileiro sair da cadeira e correr atrás dos seus direitos, ou seja, o pior na história toda é você.

Envie seu Comentário