Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Resposta de segurança da Microsoft à Operação Aurora sai nesta quinta

20 de janeiro de 2010 1
The following two tabs change content below.

Guilherme Neves

Jornalista, fã de gadgets e traquinanas tecnológicas em geral. Linux user convicto, mas não xiita.

Noticiamos recentemente que França e Alemanha aconselharam seus usuários a não utilizar o Internet Explorer. Migar para a concorrência e tentar passar sem maiores problemas pela neura da segurança despertada pela Operação Aurora. O que a MS tem a dizer sobre o assunto?
          
Fiz esta pergunta nesta tarde a Marines Gomes, gerente de segurança da Microsoft Brasil:
              
– Eu acho que é muito difícil opinar em cima da posição de qualquer governo. O que a gente pensa é que foi uma medida meio impensada, intempestiva. Todos os softwares têm problemas. O que a gente tenta é fazer os produtos ficarem mais seguros. Não sei que embasamento eles tiveramm mas foi uma análise intempestiva, sem pensar.
                   
Enquanto isso, quebrar a cabeça é a regra nos laboratórios da Microsoft. No The Microsoft Security Response Center (MSRC), o foco é a atualização fora de época que apague de vez a Operação Aurora.
              
Nesta tarde, Jerry Bryant, da MS, postou no blog do MSRC dia e hora da atualização: quinta-feira, 21 de janeiro, por volta das 10h (16h, horário de Brasília).
              
Além do cuidado específico com a operação Autora, outros atualizações fazem parte do pacote.

Comentários

comentários

Comentários (1)

  • Guilherme diz: 20 de janeiro de 2010

    Na minha opinião, todos os programas tem problemas com disse a mulher ali. Ja foi publicado aqui um post que mostrava que quase 90% dos chineses usam o IE. Se pararmos pra pensar uma pessoa, um grupo de pessoas ou o proprio governo chines se lá o que for, quem faz um ataque desse tipo concerteza queria que ele fosse grande então obviamente buscaria por vunerabilidades do IE, afinal, porque perder tempo atacando outro navegador, se existe um IE com com 90% dos usuarios. Alguns podem alegar que o ataque foi ao Google, mais imaginem o numeros de informações que eles poderiam ter acesso achando vunerabilidades do IE.
    não sei se falei besteria, mas acredito que não. =)

Envie seu Comentário