Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Bill Gates: se o Google resolver sair dos EUA, dou crédito a eles

27 de janeiro de 2010 10
The following two tabs change content below.

Guilherme Neves

Jornalista, fã de gadgets e traquinanas tecnológicas em geral. Linux user convicto, mas não xiita.

Desde sua insurreição contra a China a Google ficou meio sozinha no meio corporativo. Empresas que detectaram a Operação Aurora antes da gigante das buscas não se manifestaram no assunto e, provavelmente, outras companhias também optaram por não alardear nem romper com um mercado tão promissor como o chinês.

Porém, Bill Gates, o cofundador da Microsoft e ainda detentor da maioria das ações da empresa se posicionou a favor da concorrência, e defendeu o Google em entrevista ao New York Times. Também deu sua alfinetada, claro:

– Eles não fizeram nada (para evitar a censura) e merecem bastante crédito por ela.

Sobre a ameaça da empresa de deixar a China, Gates foi irônico, destacando que qualquer nação tem suas regras para a rede, incluindo os Estados Unidos.

– Se o Google escolher deixar os Estados Unidos, dou a eles o crédito.

Comentários

comentários

Comentários (10)

  • Eduardo kraus diz: 27 de janeiro de 2010

    Bill Gates: se o Google resolver sair dos EUA, dou crédito a eles

    por acaso não seria china?????]

    Não, são os EUA mesmo. (Guilherme Neves – redator clicRBS)

  • Schilling diz: 27 de janeiro de 2010

    Bill Gates Bobinho Terceiro, fica quieto meu, vai falar menos asneiras…

  • João diz: 27 de janeiro de 2010

    Se o Sr. Bill resolver abrir o código dos softwares da MICOsoft, dou crédito a ele…

  • Edson Zabot diz: 27 de janeiro de 2010

    Meu Deus, tem gente que não sabe ler ou só lê o título do post…

  • Daniel diz: 27 de janeiro de 2010

    Jõao, se a comunidade Linux fizer um SO tão simples e fácil de usar até para um leigo, dou crédito a ela.

  • Luis Fernando de Almeida diz: 27 de janeiro de 2010

    Concordo com a ironia de Bill Gates! A google já sabia há muito tempo sobre as regras vigentes na China. Ou a Google imaginou q conseguiria mudá-las usando armas próprias do capitalismo na China?

  • Rafael diz: 28 de janeiro de 2010

    Se o Bill Gates ficar de bico fechado dou crédito a ele.

  • valerio diz: 28 de janeiro de 2010

    edson zabot ,nao e que a gente nao sabe ler e voces que nao sabe escrever

  • George Bentovich diz: 31 de janeiro de 2010

    Parabéns Bill Gates por dar apoio à Google, uma empresa que, como a Microsoft, possui a devida seriedade e expertise para desenvolver softwares, sistemas operacionais e prestar serviços de alta qualidade. Graças ao esforço conjunto destas duas companhias americanas é que hoje o uso de PCs e internet está tão difundido. Nada mais justo do que Bill Gates, Larry Page e Sergey Brin serem bilionários, afinal suas empresas estão em uma constante busca para trazer melhorias e facilidades para as vidas dos usuários.

  • thiago diz: 21 de dezembro de 2010

    Se metade dos que falam por essas bandas aqui tivessem o mínimo de conhecimentos para tentar dialogar algo que à respeito do tema, dou crédito aos mesmos.
    Na web está cheio de diplomados, graduados, MBAs, Doutores, etc….

Envie seu Comentário