Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

iPad: 70% dos games e 75% dos vídeos online estão fora, diz Adobe

30 de janeiro de 2010 6
The following two tabs change content below.

Guilherme Neves

Jornalista, fã de gadgets e traquinanas tecnológicas em geral. Linux user convicto, mas não xiita.

Um dos “defeitos” apontados no iPad, lançado na última quarta-feira, é a ausência de suporte ao flash. O formato, presente na maioria das animações da internet, e fundamental para rodar de vídeos e games casuais, é o alvo de um leve atrito entre a Adobe (desenvolvedora do flash) e a Apple (fabricante do iPad).

No blog oficial, Adrian Ludwig, da equipe Adobe, indica que 70% dos games e 75% dos vídeos na internet são dependentes do flash. Alguns serviços que ficariam de fora: Hulu (site de vídeos) e Farmville (jogo social no Facebook).

O próprio YouTube usa flash, mas poderá ser acessado no iPad por uma aplicação específica.

– Adobe e mais de 50 parceiros no projeto Open Screen estão trabalhando para dar aos desenvolvedores e produtores de conteúdo um meio para publicação em qualquer dispositivo, assim os consumidores terão acesso à sua mídia interativa favorita, conteúdo e aplicações em múltiplas plataformas independente do dispositivo que escolham utilizar – escreve Ludwig.

Conversando com um usuário Apple há anos no Rio Grande do Sul, nessa sexta-feira, ouvi uma explicação interessante para não ter flash no iPhone – de onde vem a plataforma o iPad. A ideia, disse o professor Eduardo Campos Pellanda, da PUCRS, é que o flash light é pouco, e o full é muito, o que ou dificultaria a vida do usuário, ou simplesmente não entregaria um serviço completo.

Há alternativas. Assim como o YouTube mereceu uma aplicação própria, outros conteúdos também podem ter. A Zynga, que faz o Farmville, citado acima, tem games para o iPhone. Por que não ter este também?

Outra aposta é o HTML5, versão do padrão que deve chegar em 2012 e promete ser um flash-killer.

Apesar das limitações, os 140 mil apps do iPhone devem entreter o suficiente para que o usuário nem lembre do que está perdendo.

Ainda assim, para Ludwig, a falta de flash no iPad é o “link quebrado” do poduto.

Comentários

comentários

Comentários (6)

  • Ismael diz: 30 de janeiro de 2010

    Não ter flash eu prefiro não interpretar como defeito e sim como

    Valorosa contribuição, voluntária ou não, para um bem maior, acabar com o Flash.

    A Adobe tem seu produto instalado em milhões de computadores e não se digna a criar versão 64 bits ? Demora um monte para consertar bugs, inclusive graves quando reportados.

    Além disso, uma coisa assim que se tornou tão essencial na web, é natural que entre para o padrão e não seja mais necessário depender de plugin de uma empresa desleixada.

  • Sergio Vicente diz: 31 de janeiro de 2010

    Defeito?? hehehe, santa ignorância !! Vai ser tendencioso assim lá na China meu amigo. Anos atrás não tinhamos animação alguma nos websites, daí surge a Adobe com o flash que tranformou aS páginas da web. Ano após ano flash tem melhorado e tornado a vida muito mais colorida, animada e profissional. Agora vem essa turma idiota da Apple, lançando seus produtinhos PELADOS na primeira versão (como sempre), para depois lançar a versão com uma pintinha no canto direito, depois uma com um botãozinho no lado esquerdo, depois com camera, depois flash, depois rádio fm, e por aí afora. Só para enganar o público e vender seus produtos como água para um bando de consumidores compussivos sem miolos. Oque acontece com vcs macmaniácos ? Oq vcs bebem que os deixam cegos para essa estratégia de venda SACANA da Apple? ACORDEM !!!!!!!

  • Ricardo Luis Pilatti diz: 31 de janeiro de 2010

    Falando do iPad mas com imagem do iPod touch? :/ eu hein…

  • leandro diz: 1 de fevereiro de 2010

    Te informa antes… youtube ja ta usando Html5 em alguns videos!!! muito mais rápido e não precisa de flash!!!

  • Twitter Trackbacks for Infosfera » Blog Archive » iPad: 70% dos games e 75% dos vídeos online estão fora, diz Adobe [clicrbs.com.br] on Topsy.com diz: 1 de fevereiro de 2010

    [...] Infosfera » Blog Archive » iPad: 70% dos games e 75% dos vídeos online estão fora, diz Adobe wp.clicrbs.com.br/infosfera/2010/01/30/ipad-70-dos-games-e-75-dos-videos-online-estao-fora-diz-adobe/ – view page – cached Um dos “defeitos” apontados no iPad, lançado na última quarta-feira, é a ausência de suporte ao flash. O formato, presente na maioria das animações da internet, e fundamental para rodar de vídeos e games casuais, é o alvo de um leve atrito entre a Adobe (desenvolvedora do flash) e a Apple (fabricante do iPad). [...]

  • Ronaldo Arruda diz: 9 de março de 2011

    Sergio Vicente diz:
    Defeito?? hehehe, santa ignorância !!

    - Sergio, infelizmente o flash é um gargalo de processamento. Pode ser interessante em PCs, mas para dispositivos móveis, cuja finalidade é não estarem ligados na tomada(o conceito de móvel é móvel mesmo né), não comportam com eficiencia a execução de arquivos nesse formato, ou se o suportarem, a bateria tem a sua autonomia reduzida. O HTML 5 oferece muitas das funcionalidades interessantes e sem o processador, tão pouco a sua bateria. Se a Adobe quer que o flash tenha vida longa, que otimizem o player para dispositivos móveis com chips superiores a 500 mhz. Caso contrário, a Apple está mais do que certa em preservar o produto deles em que o OS não de suporte para Flash.

Envie seu Comentário