Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Homem tenta usar informações do GPS para reverter multa de trânsito

29 de março de 2010 9
The following two tabs change content below.

Guilherme Neves

Jornalista, fã de gadgets e traquinanas tecnológicas em geral. Linux user convicto, mas não xiita.


Um homem em Ohio (Estados Unidos) quer escapar de uma multa de trânsito usando os registros do GPS do celular para provar que ele não estava dirigindo acima do limite de velocidade permitido. Ele recebeu dois pontos na carteira e uma multa de US$ 35 por andar a 84 milhas por hora (mph) numa rodovia interestadual em que o limite é de 65 mph.

Em sua defesa, Jason Barnes apresentou os dados armazenados do seu GPS no celular pela operadora de telefonia Verizon.

Segundo o site CNet, o motorista não convenceu o juiz, e vai ter que pagar a multa.

O juiz disse que não havia nenhuma evidência do funcionamento do sistema de GPS em questão que comprovasse a confiabilidade das provas apresentadas por Barnes. Como comenta Declan McCullagh, se o réu tivesse contratado um advogado e um perito que explicasse o funcionamento do GPS, provavelmente teria conseguido reverter a multa, já que a velocidade apontada pelo rastreamento do celular era de 50 mph – não utilizado radar para aplicar a multa.

Motoristas já obtiveram resultados favoráveis em casos similares na Austrália e na Inglaterra.

Além de servir como defesa contra multas mal aplicadas, um sistema de controle de velocidade pelo GPS tem outras utilidades, como indicar ao motorista quando ele estiver próximo demais do limite estabelecido para a via trafegada.

Comentários

comentários

Comentários (9)

  • Homem tenta usar informações do GPS para reverter multa de trânsito | Notícias Segundo a Segundo diz: 29 de março de 2010

    [...] Leia mais aqui…. [...]

  • henrique villas boas neves diz: 29 de março de 2010

    Certamente o uso da tecnologia pode coibir abusos por parte da autoridade, mas acredito que seu uso pode se tornar uma “faca de dois gumes”, pois se serve para comprovar que nao se estava acima do limite permitido naquele momento e trecho especificos, pode vir a comprovar as quantas vezes que estavamos acima destes limites sem sermos flagrados pela autoridade. Ou seja, se serve para aliviar, pode servir tambem para punir inferiria o tal juiz, afinal, quem nao anda acima dos limites pelo menos vez ou outra…

  • Fabio Negrini diz: 29 de março de 2010

    O problema e que:
    Primeiro: o GPS nao te da Exatamente a velocidade aplicada…
    Segundo: com um equipamento profissional medi a velicidade do meu carro
    Terceiro: a pistola da policia da velocidade inferior a do equipamento profissional

    meu GPS marcava 90Kms/h enquanto no equipamento profissional estava a 97kms H. e no marcador do meu carro a 100 kms/h

    OU seja… concluimos que o GPS nao te da a velocidade Correta aplicada.

  • Adriano diz: 29 de março de 2010

    Achei barata a multa, apenas us$ 35,00.
    Ele estava mais de 20% acima do limite, aqui no Brasil seria bem mais caro.

  • Laryukov diz: 29 de março de 2010

    Ao amigo Fabio Negrini, reveja seu GPS, pois o meu marco com erro de apenas 2km/h em relação as lombadas eletrônicas e ao radar móvel da polícia, já o painel do carro mostra um pouco maior a diferença. A precisão por GPS é muito grande se tiver um número de satélites suficientes, quanto mais melhor, como no meu gps sempre tem 5 ou mais sendo captados, tanto GPS do carro quanto do celular que chega a captar 8 a 9.

  • Leandro diz: 29 de março de 2010

    Hoje os picaretas mexem em odometro digital para reduzir a km em veiculos usadospara vender mais caro, mexer no historico de um gps não deve ser nada… um dia ainda teremos um gps em cada carro este online no sistema da PF e a multa vai ser dinamica para cada vez que o individuuo exceder a velovidade da via … isso mais um bafometro em cada carro quem sabe acabamos com a carnificina no transito.

  • Guilherme diz: 29 de março de 2010

    Temos de alguma forma criar alguma coisa em que a versão pura e simples do agente de transito não seja definitiva.Por varias vezes já vi viaturas da EPTC transitando pelos corredores de transito em velocidades absurdas.Ja vi viaturas da EPTC transitando na av.sertorio pela via da esquerda em velocidade abaixo da media da av.não sabem que tem que andar pela direita em pista dupla?se nos fizermos a ultrapassagem pela pista da direita seremos punidos.Com o uso do gps e cameras nestas viaturas (e que gravem)teremos a credibilidade que hoje falta.Dinheiro nos cofres tem tanto que somem e não deixam rastros.

  • J. diz: 29 de março de 2010

    O velocímetro do carro vem de fábrica com quase 10% de velocidade superior à real, para justamente dar segurança. A velocidade marcada pelo veículo e a velocidade de deslocamento, também têm suas diferenças, pois não são absolutas. GPS do telefone dá uma triangulação, ele mostra com base em quanto o fone se afasta de um ponto, e se aproxima dos outros dois, ou seja, também pode ter atraso.
    Não tem como fazer um histórico e comprovar veracidade do veículo percorrendo o trecho em um tempo tal.
    Ou seja, é típico americano este papo.. querem se fiar no Governo, e os outros que paguem…
    isso vai no efeito dominó, que está trazendo o desemprego ao país, pois é tudo na base da hipoteca..
    neguinho não tem sequer apartamento lá..
    se pensa que eles têm dinheiro, mas só tem eletrônicos, conta de aluguel, carro novo pois é produzido lá ou fora, e todo o resto do mundo quer vender pra eles..
    Vai pagar a multa, parasita…rsss

  • charles diz: 29 de março de 2010

    sem comentarios …
    se o cara tem que pagar um advogado e um perito pra provar que é inocente
    torna-se mais barato pagar a multa …
    é a mesma coisa aqui no Brasil quando alguém é multado

    Autoridades, policia, auditor, fiscal de qualquer espécie não estão nem aí pra você
    eles são pagos pra te fiscalizar e te punir, esteja certo ou não.
    eles não estão preparados para educar e orientar o povo.

Envie seu Comentário