Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Entidades defendem banda larga como serviço público e direito fundamental

12 de maio de 2010 12
The following two tabs change content below.

O acesso à banda larga deve ser universalizado no Brasil. Além disso, precisa ser considerado serviço público e direito fundamental. Esses são alguns dos pontos defendidos por diversas entidades que enviaram ao governo federal uma carta apoiando – e também apontando carências – no Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), lançado na última semana.
 
Órgãos como o Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), Central Única dos Trabalhadores (CUT) e Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) assinam o documento. O fortalecimento da Telebrás é apontando como ponto positivo para a democratização do acesso no país.
 
- O acesso à internet em alta velocidade é hoje essencial para a efetivação dos direitos humanos e da democracia – diz a carta, ressaltando que apenas 20% das residências têm banda larga.
 
O controle sobre as tarifas é outra questão indicada como outra diretriz importante para garantir o sucesso do PNBL. Leia a íntegra aqui.

Comentários

comentários

Comentários (12)

  • Daniel diz: 12 de maio de 2010

    Tem gente que é louca e se acha normal. Banda larga direito fundamental o que esses caras não dizem para apoiar o seu partido…

  • Deisi diz: 12 de maio de 2010

    Se o serviço for bom ja melhora muito o que andamm oferecendo por ai…..espero que as tarifas sejam razoaveis é incrivel o que surge em periodo eleitoral…………

  • João B Santos diz: 12 de maio de 2010

    Banda larga fundamental??? -Jóia esta.
    Enquanto um doente precisa esperar meses ou anos para conseguir um exame especializado ou mesmo uma cirurgia para sobreviver, esses políticos pensam em nos engambelar com banda larga. Larga disso, e pensem na vida e saúde da população em primeiro lugar. A banda larga pode ficar para depois.

  • Tamires diz: 12 de maio de 2010

    Tudo que é feito para minimizar a desigualdade social é bem vindo! É exatamente isso que o país precisa sim, o acesso a internet “usável” é só um dos componentes para melhorar essa situação, claro que é algo secundário comparado ao acesso ao serviço de saúde digno, por exemplo, mas de qualquer forma é válido, aos poucos vamos “igualar” as oportunidades, o acesso a informação e a tecnologia propiamente dita. Além disso já estava na hora de, de uma certa forma, fiscalizarem esse serviço podre de internet banda larga que é nós oferecido pelas empresas privadas.

  • João diz: 12 de maio de 2010

    E “Banda larga” de 500 kbps a R$ 60,00 é normal, Daniel?
    Se considerarmos que a banda larga significa acesso à internet, que quer dizer também acesso à informação, pode-se inferir que é um direito fundamental.

  • Roberto diz: 12 de maio de 2010

    Daniel você é n00b, por isso não concorda.

  • Alex Abreu diz: 13 de maio de 2010

    Cara hoje quase tudo é feito via internet, extratos bancários, Consulta do Detran, Emissão de alguns dados importantes, notícias, agendamento de consultas entre muitas coisas que são fundamentais hoje é tudo via internet, até consulta de horário de ônibus e passagens é por esse meio, eu concordo que a Internet é um Serviço Fundamental para nós, pois evita filas, agilizada uma pancada e meia de coisas, que antes dela demorava séculos para serem feitas. Claro que 1% sabe realmente usar a internet para os fins que citei, pois 99% só sabe usar Orkut e msn.

    PS: Não generalizo ninguém, mas me baseio nas pesquisas mesmo

  • Infosfera » Blog Archive » #79 – Bug dos zero seguidores no Twitter e banda larga como direito fundamental diz: 14 de maio de 2010

    [...] Facebook.   O Plano Nacional da Banda Larga (PNBL) segue em discussão, com a proposta de tornar a internet um direito fundamental e serviço público. E também o teste do serviço em diversas capitais do país.   O universo paralelo Apple é [...]

  • joao dinaldo kzam gama diz: 16 de maio de 2010

    Não acredito que estejam colocando a banda larga comoalgo que pode ficar pra depois, não acredito. As pessoinhas que estão dizendo isso eu digo: com banda larga vc tem acesso aos serviços do governo, ao hospital, a escola, a saúde, ao transporte. Só pra se ter uma idéia da importância da banda larga: HÁ CONCURSOS PÚBLICOS QUE SÓ SE FAZ INSCRIÇÃO POR INTERNET. Gente vamso parar de brigar por besteira, vamos brigar pra que a internet seja prioridade, vamos brigar para que o hospital seja prioridade, a escola tem que ser prioridade, o essencial para a dignidade humana, e que inclusive está na constituição, o fundamental, e que o estado deve oferecer aos seus filhos, isso deve ser prioridade. Ficjha Limpa é prioridade.

  • João B Santos diz: 18 de maio de 2010

    Continuo insistindo que a prioridade é saúde, segurança e educação. Banda larga pode vir depois. Hoje, a única vantagem de você dispor da banda larga é saber bem rapidinho que sua perícia foi marcada para o ano 2014, que sua cirurgia de urgência foi protelada para daqui há 8 meses, que sua casa está em perigo e você acessa rapidinho a segurança pública e consta no site que as viaturas estão estragadas, que, consultando sua posição no vestibular sua vaga foi ocupada por uma quota racial, que nos trilhões que o governo arrecada estão sendo desviados e assim por diante. Poderemos ter acesso rápido quando os outros serviços essenciais também funcionem rápido. Hoje só teremos acesso a um universo de adversidades e descasos do poder público, que é bem melhor ignorar.

  • João Dinadlo Kzam Gama diz: 18 de maio de 2010

    João (xará) B Santos, discordo de você, sabe pro que? Por que a melhoria desse serviço só vai acontecer dependendo dos políticos que estão lá. Mas a banda larga meu irmão, já vi esposas se unirem pra pegar na internet simples receitas de comida e fazerem um grupo pra produzir as marmitas que alimentam trabalhadores simples, que ganham pouco, e até conseguirem formar uma cooperativa, terem mais receita que os próprios maridos e ainda chamarem os maridos pra distribuírem marmitas, bolos, doces, pãos, etc… Com banda larga ´poderemos oferecer instrumentos para que as pessoas melhorem suas rendas e possam pagar planos de saúde, sabe por que meu amigo, por que a saúde é maior poço sem fundop do governo. Sabe por que amigo, por que o INSS é a maior enrolada, por conta de salários exorbitantes dos políticos desse nosso pais, sabe por que irmão, por que educação é moeda de troca. Verifique: quem são os donos das faculdades ou quem saõ ligados a elas? Por isso amigo, educação, saúde, segurança e etc… os políticos só desviam o dinehrio dos altos impostos que pagamos e nada se resolve. Agora, com banda larga, você pode prestar serviços, pode exportar produtos, aumentar tua renda pra que isso ocorra. Só precisa de uma coisa…vontade de trabalhar, só. E se vc conseguir desenvolver uma atividade e depois quiser tranformar ela em uma fonte de acúmulo de riquesa e não de trabalho, então a gente vai cair de novo no mesmo problema do político. vejo muita gente inclusive, reclamando disso e daquilo, mas queria ver realmente essas pessoas chegarem lá e fazer algfuma coisa, pois a política tá cheia disso, de pessoas que estão aqui reclamdno de tudo e depois que chegam lá se mantém no sistema corrupto. Abraços.

  • João diz: 18 de maio de 2010

    Mas ninguém discordou da tua opinião, João B. Santos. A pessoa que considerar que banda larga é mais importante que saúde, segurança e edução só pode estar maluca!
    A banda larga pode ser útil agregada a essas três necessidades para acesso à informação. Pensar hoje que uma sociedade de características ocidentais e capitalista existe sem Internet é, no mínimo, algo equivocado.

Envie seu Comentário