Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Facebook prepara terreno para recursos de geolocalização

08 de julho de 2010 1
The following two tabs change content below.

Guilherme Neves

Jornalista, fã de gadgets e traquinanas tecnológicas em geral. Linux user convicto, mas não xiita.


Para não ficar de fora da onda da geolocalização, o Facebook adquiriu nesta quinta-feira o NextStop, um site de geolocalização que utiliza conteúdos livres (sob a licença Creative Commons) e associa a locais próximos do usuário. A empresa é de ex-funcionários do Google, e deve ditar parte do uso que o Facebook fará da geolocalização.

O Facebook, na verdade, tem geolocalização, mas à moda antiga, inserida na mão pelos usuários.

Parece que Mark Zuckerberg não quer lançar só mais um serviço que se vale das coordenadas geográficas do GPS para dizer onde foi enviado determinado post. Nas pisadas do Foursquare, qualquer um que quiser oferecer sociogeolocalização atualmente precisa trazer atrativos similares.

No Foursquare, a geolocalização é quase um game, com distinções entre os usuários – prefeitos e outras medalhinhas nos perfis. É uma forma de estimular o uso, premiando o cadastrado. No blog do Foursquare, relatos comprovam que um distintivo neste site rende mais do que status. Restaurantes nos Estados Unidos dão capucinos, hambúrgueres e outros brindes para seus prefeitos.

Com 2 milhões de usuários desde a sua fundação, em março de 2009, o Foursquare chamou a atenção do mercado de redes sociais para mais um nicho. Mais há de vir. Aplicações com realidade aumentada podem aumentar ainda mais a graça desta brincadeira.

Se o Facebook vai entrar bem nessa não se sabe, mas que está se preparando, não há dúvidas.

Em junho, Mark Zuckerberg anunciou que a ferramenta de geolocalização do site estava em fase final de desenvolvimento. Na época, não foram dados prazos de implementação dos recursos, desenvolvidos em parceria com empresas como a TomTom (fabricante de GPS) e Lozaleze. O FB deve oferecer integração com o próprio Fousquare e o Gowalla.

Comentários

comentários

Comentários (1)

  • Paulo Silva diz: 10 de julho de 2010

    Ainda bem que o Brasil começou a utilizar esta ferramenta e está deixando de lado o Orkut. Não há comparação….

Envie seu Comentário