Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Empresa quer retirar o Sky do Skype em briga judicial

11 de agosto de 2010 3
The following two tabs change content below.

Guilherme Neves

Jornalista, fã de gadgets e traquinanas tecnológicas em geral. Linux user convicto, mas não xiita.


De tempos em tempos surgem brigas por marcas no universo da tecnologia. Um exemplo de que me lembro agora, dando uma busca no blog, envolvia o Android e a família do autor de Blade Runner. A nova opõe o “mogul” (magnata) da mídia norte-americano Rupert Murdoch. O dono da Fox, Wall Street Journal e MySpace está querendo que o Skype – bom conhecido de todos nós, usuários de VoIP – mude de nome.

O motivo: as três letras iniciais do serviço de comunicação são idênticas às da empresa BSkyB.

Segundo o site The Telegraph, da Grã-Bretanha, a marca Skype, e o logo da empresa de TV por assinatura Sky são muito parecidos.

Pesquisas com consumidores comprovariam a confusão. O processo, por infração de marca, tem como objetivo principal evitar que o Skype seja vinculado à venda de produtos sobre internet e comunicação – consumidores poderiam pensar que Skype faz parte da Sky.

E aí, será que Murdoch, dono de quase 40% da Sky, tem razão?

Só para relembrar, o Skype está há cinco anos no mercado, oferecendo um serviço intimamente ligado à internet e útil para muitos usuários. Obviamente, uma mudança agora traria prejuízos ao serviço. No Brasil, por exemplo, existe a Sky TV por Assinatura. Alguém pensa que o Skype é um serviço deles?

Não duvido que a confusão já tenha ocorrido, mas não me parece ser algo tão comum quanto se presume.

Recentemente o Skype fez uma oferta inicial de ações (IPO, em inglês) para levantar US$ 100 milhões. O Skype, que oferece serviços de voz, vídeo e texto para consumidores individuais e empresas, tem crescido rapidamente desde que foi fundado, em 2003.

Em 30 de junho, o número de usuários registrados era de 560 milhões, 41% maior do que um ano atrás. No segundo trimestre, a média de usuários pagantes aumentou 23%, para 8,1 milhões. No primeiro semestre de 2010, o lucro do Skype caiu 42%, para US$ 13,1 milhões, devido a encargos com os custos da compra pela Silver Lake. Mas a receita subiu 25%, para US$ 406,2 milhões. Os bancos Goldman Sachs, JPMorgan e Morgan Stanley estão coordenado a oferta.

Comentários

comentários

Comentários (3)

  • loko diz: 12 de agosto de 2010

    ki babaquisse

  • Fernando diz: 12 de agosto de 2010

    Bom, o mundo é cheio de estranhas ações judiciais… duvido muito que haja alguma tendência à confusão só por causa do nome das empresas… e só agora que repararam nisso? Com certeza vai dar em nada. Mas uma pequena correção… o Skype não “está há cinco anos no mercado”. Se foi fundado em 2003, está há sete, não há cinco. :)

  • Ricardo diz: 19 de setembro de 2010

    Acho o Skype um programa fantástico e na minha opinião não tem nada que confunda com a outra empresa. Acho que a outra empresa ta querendo e aparecer.

Envie seu Comentário