Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Anatel prorroga consulta pública sobre qualidade da banda larga móvel

24 de agosto de 2010 2
The following two tabs change content below.

Guilherme Neves

Jornalista, fã de gadgets e traquinanas tecnológicas em geral. Linux user convicto, mas não xiita.


Quem quiser participar na Consulta Pública nº 27, que vai reestruturar o processo de avaliação da qualidade do serviço de banda larga móvel – feita pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), terá até as 18h do dia 15 de setembro. A agência prorrogou o prazo original, dia 26 de agosto, a pedido de duas entidades de defesa do consumidor: a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/PR) e o Comitê de Defesa dos Usuários de Serviços de Telecomunicações (CDUST).

A consulta também procura incluir indicadores para avaliação da qualidade, além da modernizar os indicadores em vigor atualmente. A proposta que está em consulta pública, sugere, entre outras inovações:

• A relação entre o número total de reclamações recebidas na Anatel, em desfavor da prestadora, e o número total de reclamações recebidas em todos os canais de atendimento da prestadora, no mês, não deve ser superior a dois por cento;

•As tentativas de conexão à banda larga utilizando a rede do SMP devem ser estabelecidas em 98% dos casos, no mês;a taxa de queda do acesso a banda larga utilizando a rede do SMP da prestadora deve ser inferior a 5%, no mês;

• Em horários de maior uso, a prestadora deve garantir uma velocidade de conexão à banda larga, tanto no download quanto no upload, de, no mínimo: 30% do valor máximo previsto no Plano de Serviço do usuário, a partir da entrada em vigor deste Regulamento; e de 50% do valor máximo previsto no Plano de Serviço do usuário, a partir de 12 meses da entrada em vigor deste Regulamento.

• Nos demais horários, a prestadora deve garantir uma velocidade de conexão à banda larga de, no mínimo: 50% do valor máximo previsto no Plano de Serviço do usuário, a partir da entrada em vigor deste Regulamento; e de 70% do valor máximo previsto no Plano de Serviço do usuário, a partir de 12 meses da entrada em vigor deste Regulamento.

Comentários

comentários

Comentários (2)

  • Gilmar Soares diz: 24 de agosto de 2010

    Na teoria esta lindo, vamos ver na prática!!! há sair em jornal, na primeira página que a Anatel multou uma empresa é legal, agora vai ficar melhor quando essa multa for recolhida, pois nem sempre é recolhida e também deveria punir a empresa isentando os usuários de pagar, pois pagar por algo de péssima qualidade é complicado, reclama e continua, tem que se parar de aplicar multa em favor do governo e os usuários ficarem se phudendo….

  • nirton vicente scherer diz: 24 de agosto de 2010

    Banda larga neste país é utopia e demagogia: Somente tem acesso que reside em grandes centros, nos arredores, ADSL. As atuais prestadoras de internet somente operam onde há antigas estruturas das estatais de telefonia. O resto é conversa fiada.

Envie seu Comentário