Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Buscar por "grátis" aumenta risco de infecção no computador

17 de setembro de 2010 1
The following two tabs change content below.

O velho ditado “o barato sai caro” se aplica à internet, segundo um relatório da McAfee divulgado nessa semana. O documento, chamado “Digital Music & Movies Report: The True Cost of Free Entertainment”, conclui que adição do termo “free” (grátis, em inglês) em uma busca aumenta consideravelmente os riscos de o usuário ser direcionado para um conteúdo que infecte o computador.

A pesquisa observou principalmente ameaças virtuais associadas a músicas em mp3, streaming de vídeos e publicidade maliciosa introduzida em sites confiáveis. Nas músicas, por exemplo, a palavra “free” aumenta os riscos de ser atacado por um malware em 300%, segundo o “Tom’s Guide“.

O relatório diz ainda que palavras equivalentes a “free” em outras línguas têm efeito semelhante. A recomendação é que o usuário evite usar o termo em suas pesquisas, e também não clique em anúncios e banners suspeitos, mesmo em sites tradicionais.

Envie TECNO para 46956 e receba as últimas novidades do mundo tecnológico. O custo por mensagem recebida é R$ 0,31 para todas as operadoras.


Comentários

comentários

Comentários (1)

  • Ronaldo Costa diz: 17 de setembro de 2010

    Gostaria de iniciar colocando sob suspeita a empresa que publicou o relatório. Nos mais de quinze anos em que possuo computador doméstico utilizei os serviços da proteção do software da citada e odiei pois sua capacidade de discriminação é péssima enquadrando como vírus qualquer arquivo que não se enquadre em suas diretivas e assim costuma destruir bons programas. Existem na atualidade anti-vírus gratuitos bem melhores.
    Posso assegurar, sem medo de estar comentendo leviandades blogueiras que apenas os sites de material imoral ou ilegal oferecem reais riscos de contrair viroses a quem os acessa o que constitui um justo castigo para o tipo de internauta que os frequenta. Os softwares gratuítos disponibilizados, em sua grande maioria, estão hospedados em sites seguros, funcionam muito bem e ainda que num caso de muito azar algum pilantra mal intencionado esteja migrando da pornografia para a gratuidade na tentativa de infectar computadores, não conheço nenhum vírus, malware, spyware ou qualquer outra babaquice inventada por safado que resista a uma formatação de Disco Rígido, ou seja, o risco é aceitavel pois os gratuítos são ótimos.

Envie seu Comentário