Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Eletrônicos verdes: Nokia é a melhor e Nintendo a pior na classificação do Greenpeace

03 de novembro de 2010 10
The following two tabs change content below.

O Greenpeace divulgou a versão mais recente do seu Guide to Greener Electronics. O guia, em sua 16ª edição, indica as empresas mais verdes na classificação da ONG. São analisadas fabricantes de celulares, computadores pessoais, televisores e videogames. Nokia é a melhor e Nintendo a pior na lista, que conta com 18 nomes.

As duas empresas repetem as posições ocupadas na 15ª versão do guia. Confira o ranking completo:

Nokia = 7.5 pontos

Sony Ericsson = 6.9 pontos

Philips = 5.5 pontos

HP = 5.5 pontos

Samsung = 5.3 pontos

Motorola, Panasonic e Sony (empatadas) = 5.1 pontos

Apple = 4.9 pontos

Dell = 4.9 pontos

Sharp = 4.7 pontos

Acer = 4.1 pontos

Fujitsu = 3.9 pontos

LG e Lenovo (empatadas) = 3.5 pontos

Toshiba = 2.3 pontos

Microsoft = 1.9 pontos

Nintendo = 1.8 ponto]

A lista do Greenpeace avalia as políticas das empresas quanto ao uso de produtos químicos tóxicos, reciclagem e mudanças climáticas. As metas indicadas pela ONG ambientalista eliminar o uso de elementos nocivos, recolher e reciclar equipamentos que ser tornem obsoletos e reduzir os impactos climáticos.

Envie TECNO para 46956 e receba as últimas novidades do mundo tecnológico. O custo por mensagem recebida é R$ 0,31 para todas as operadoras.

Comentários

comentários

Comentários (10)

  • Cassiano diz: 3 de novembro de 2010

    Obviametne a nintendo está muito preocupada com o que o greenpeace pensa dela….para comemorar eu vou lá jogar um pouco de NINTENDO WII em celebração ao greenpeace….

  • *cassii* diz: 3 de novembro de 2010

    Bah,tchê não sabia que a nokia era tão boa assim mas já tinha mais ou menoos uma idéia de que era a melhor.Meu celular é da nokia e ele não estragou ainda acho que vai durar mais um bom tempo!

  • Antonio diz: 3 de novembro de 2010

    Está aí uma grande razão para eu consumir mais Nintendo e menos Nokia. Se o Gr$$n P$ace acha isso, então é melhor aquilo. Chega desses babacas caça-níqueis, politiqueiros de quinta ficaem dizendo o que devo ou não devo fazer.

  • maustar diz: 3 de novembro de 2010

    tem gente q se criou lambendo bateria vazada….

  • LUCAS diz: 3 de novembro de 2010

    opa ta bom agora so vou jogar nintendo e colocar no lixo meu celular nokia este green seila o que so perturba compro o que eu quero sem ninguem me colocar boca a baixo

  • Igor diz: 3 de novembro de 2010

    Comentários de alto nível esses do Cassiano e do Antônio. É por isso que a questão ambiental é cada vez mais grave. Para cada pessoa consciente, aparecem pelo menos dois alienados, interessados só na própria satisfação e em resultados imediatos. É mais fácil atacar o Greenpeace, o WWF e o PETA do que ter algum compromisso com o futuro.

  • INACIO diz: 3 de novembro de 2010

    ENQUANTO QUE A GREENPEACE FAZ BADERNA, EU CUIDO PARA SEPARAR CERTINHO O MEU LIXO, RECOLHER LIXO JOGADO NA BEIRA DE RIOS E PLANTAR ÁRVORES. SE CADA UM FIZER A SUA PARTE, NÃO PRECISA EXISTIR NENHUMA ORGANIZAÇÃO INTERNACIONAL PARA VIVER DO SUOR DOS OUTROS.

  • Antonio diz: 3 de novembro de 2010

    Ao Igor, em especial.
    Alienado aqui talvez seja tu. O cuidado com o meio ambiente não depende de organizações caça-níqueis, como todas essas que citastes. Isso é um compromisso individual e que ninguém é obrigado a assumir. As pessoas que querem devem fazer sua parte, mas tuteladas por extremistas, baderneiros, preguiçosos e presunçosos, como esse pessoal todo que tu adoras.

  • Paula diz: 3 de novembro de 2010

    Muito legal, ótima reportagem. É bom saber coisas desse tipo. Dessa maneira posso fazer escolhas consciente.

  • Igor diz: 4 de novembro de 2010

    Antonio, tua resposta só confirma o alto nível que comentei. Primeiramnte, não manifestei adoração alguma. Em segundo lugar, se queres dizer que uma ONG é isso ou aquilo, deves pelo menos dar alguma razão para isso. Por fim, compromissos individuais são inócuos quando estão em jogo políticas públicas ou medidas empresariais. ONGs têm papel importante ao pressionar governos e empresas a também se comprometer com a sustentabilidade. Isoladamente, conseguimos muito pouco.
    Resposta: Metendo o bico na história, quero dizer que as duas coisas são importantes. As atitudes individuais têm muita força, mas acho muito válido também entidades que tenham atuação no nível “macro”, sejam ONGs, partidos políticos ou o que quer que seja. Acredito que haja espaço – e muito trabalho – para todos no plano ambiental.

Envie seu Comentário