Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Twitter e Facebook resgatam Guerra das Malvinas

29 de março de 2012 5

Futuro e passado andam cada vez mais próximos quando se trata do resgate de um dado histórico através das possibilidades que a web oferece. A partir desta quinta-feira, 29, a batalha travada entre Reino Unido e Argentina em 1982 poderá ser acompanhada através do Twitter e do Facebook.

Para traçar a linha do tempo e contar por meio de uma ordem cronológica os principais acontecimentos marcados por 74 dias de conflito e mortes de habitantes da ilha, britânicos e argentinos, especialistas do Museu Nacional da Marinha Real, em Portsmouth, do Museu Submarino da Marinha Real, em Gosport, do Museu de Marines, do Museu da Frota Aérea britânica, entre outros, contribuíram para o desenvolvimento dessa nova perspectiva através das redes sociais.

A reconstrução histórica da Guerra das Malvinas tem o intuito de marcar o 30º aniversário da disputa e, além do conflito, recontar os antecedentes à invasão do arquipélago no dia 2 de abril e o desfecho que termina com a rendição do país em 14 de junho.

Você pode acompanhar os eventos no Twitter através da hashtag #Falklands30.

* Com informações do Royal Navy Submarine Museum.

Comentários

comentários

Comentários (5)

  • Chico diz: 29 de março de 2012

    Qual o @ para seguir??

  • Gabriel diz: 30 de março de 2012

    Notícia legal, mas cade a fonte?
    Como eu faço para acompanhar?

  • Ramão Corso diz: 30 de março de 2012

    Informação incompleta. qual o usuário a seguir para acompanharmos ????

  • Deco diz: 30 de março de 2012

    Que artigo inútil. Não tem nenhuma informação relativa a como podemos acompanhar os fatos.
    Parabéns a quem escreveu. Terá um futuro brilhante no jornalismo…

  • Vinícius diz: 30 de março de 2012

    O correto é Falklands. Malvinas é o nome que o país perdedor chama as, legitimamente britânicas, Falklands.

Envie seu Comentário