Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

SoundCloud quer mostrar que o som pode valer mais que uma imagem

11 de abril de 2012 6

“SoundCloud is the world’s leading social sound platform where anyone can create sounds and share them everywhere. Recording and uploading”.

Depois de conquistar músicos profissionais e amadores, DJs e ouvintes, a rede de compartilhamento de áudios quer ir além. O SoundCloud caminha para se tornar tão popular quanto Facebook, YouTube e Twitter.

Desde sua inauguração há mais de 4 anos, o site de compartilhamento de músicas já conquistou 11 milhões de usuários em todo o mundo. O número parece pequeno se comparado com o de grandes redes sociais como o Facebook, que tem cerca de 800 milhões de usuários, mas pela proposta tão específica a soma se torna expressiva. O SoundCloud, inclusive, já desbancou o MySpace como canal preferido pelos músicos para interagir com parceiros e fãs, além de promover novos trabalhos e ainda contar com um feedback instantâneo do público. Os usuários também podem participar de “comunidades” ou criar seus próprios grupos conforme a afinidade musical e “seguir” quem mais tiver conta por lá.

E seguindo a tendência de sincronia com outras plataformas on-line, os usuários também podem gerar widgets e compartilhar as músicas em contas de blogs e em outras redes sociais, além de promover competições.

O serviço criado por Alexander Ljung e por Eric Wahlforss “nasceu” na Suécia, mas logo foi transferido para Berlim, na Alemanha. Inicialmente, o objetivo era facilitar a interação entre músicos, para compartilhar gravações de voz, e instrumentistas, que poderiam criar e acrescentar o acompanhamento do vocal.

Hoje, além dos artistas, políticos usam o serviço para divulgar discursos; a imprensa, para compartilhar notícias, análises e comentários e podcasts; professores para postar aulas e palestras; empresas para gravar reuniões corporativas; pais para registrar memórias dos filhos. Cada arquivo gerado tem um endereço próprio para acesso dentro do SoundCloud, o que facilita na hora de divulgar um determinado link ou compartilhá-lo em outra rede. O conteúdo também pode ser restrito somente a pessoas autorizadas.

Outra aposta do SoundCloud está no desenvolvimento de aplicativos para smartphones, tablets e computadores. Um deles é o Instasound, que permite o acréscimo de efeitos especiais no áudio da mesma forma que o Instagram nas fotos. Os mais de 10 mil apps integrados podem ser utilizados para criar ou até mesmo gravar uma música. Há uma área do menu para contemplar todos os desenvolvedores interessados no serviço.

No início do ano, o vice-presidente de desenvolvimento de negócios do SoundCloud esteve no Brasil pela primeira vez, onde participou de uma das maiores feiras ligadas à tecnologia: a Campus Party. Na ocasião, Dave Haynes, destacou o potencial de uma plataforma que permite o compartilhamento de som, sem contar com imagens.

- O som permite atividades paralelas. Quando vemos um vídeo, nossa atenção fica concentrada nele. Já uma música pode ser ouvida enquanto se realiza outra tarefa – explicou.

Esta é uma questão que coloca em xeque o serviço oferecido pelo YouTube. Por maior que seja a popularidade do canal, ao acessá-lo, a navegação na web se torna restrita, porque o foco, além do som, fica concentrado na imagem. Como leio e pesquiso muito sobre músicas e novas tendências da área, costumo acessar as duas redes, mas em grande parte do tempo fico mais conectada ao SoundCloud ou a outros sites ligados a compartilhamento de áudio, como o 4Shared, para poder me dedicar a atividades paralelas.

- A primeira ideia que tínhamos em mente quando começamos o SoundCloud era, logicamente, música. Mas depois percebemos que o som era muito mais que isso. Quando você joga videogame, é o som que faz com que você se mantenha concentrado no game. O mesmo vale para o cinema – disse Haynes.

Por falar em games, este é outro bom exemplo. A trilha sonora age quase que como um protagonista à parte, envolvendo os jogadores na cena, mexendo com emoções e inspirando muitos músicos. Grande prova disso é o Video Games Live, concerto formado por uma verdadeira “orquestra de joysticks”, com direito ao mix de instrumentos de corda a batidas mais fortes de bateria, só para citar uma pequena parcela do que compõe o evento.

No âmbito profissional, vale destacar que a revista “New Yorker” mantém um dos canais mais populares do SoundCloud, com áudios que trazem comentários sobre política e variedades. A plataforma também já é vista como uma extensão do radiojornalismo.

No campo da política, a deputada Gabrielle Giffords apostou no meio para deixar uma mensagem aos seus seguidores, enquanto se recuperava de um ataque que sofreu em janeiro de 2011, ao ser baleada na cabeça.

Embora o número de profissionais e público em geral que aderem ao serviço cresça, o grande nicho ainda está concentrado em cantores famosos, bandas, artistas independentes, produtores musicais e DJs.

Uma das inovações que mais chama a atenção é a possibilidade de inserir comentários ao longo de uma faixa, exibida em forma de espectro. Ou seja, os usuários podem escolher um determinado trecho de uma música e opinar sobre o som, efeito ou batida que gostou ou não. Cada risco azul que aparece na imagem acima equivale a uma opinião. Outro lance que vale destacar é o “bom e velho” ‘networking’, que atua como complemento para contatos e para levar a música até as massas.

A simplicidade e a qualidade do som também são atrativos. A interface principal dos aplicativos conta apenas com um grande botão vermelho para gravações. Aliás, estes são quesitos considerados essenciais para popularizar a rede e tornar o processo tão natural como tirar fotos.

Entre os formatos compatíveis para upload estão o MP3, WAVE, AAC, FLAC, OGG e IFF. Não há restrição para o tamanho de cada arquivo.

Para utilizar o serviço, basta preencher um pequeno formulário, escolhendo usuário, e-mail válido e senha. Após receber um e-mail de confirmação, o login já estará ativo. Aí é só personalizar sua ‘Dashboard’ (tela principal), escolhendo seu “nome artístico”, endereço do seu perfil, foto e mais alguns dados. Quem tem Facebook, pode utilizá-lo para ter uma conta associada ao SoundCloud.

Você também pode pular essa etapa de personalização (para completá-la depois) e ir direto para a tela de upload. haverá duas opções: gravar ou selecionar arquivos. Na primeira, clique em ‘rec’ e depois de cantar ou tocar, em ‘stop’. Em seguida, basta fazer o upload. Na segunda, enquanto o sistema carrega o som, você pode preencher os campos para título, tipo de gravação, gênero e tags. No final, você poderá compartilhar o link com amigos ou parceiros profissionais.

Assim como o Flickr, por exemplo, há planos de acordo com o bolso de cada um. Dois deles estão entre os mais populares: a conta “free”, ou seja, um serviço totalmente gratuito, mas com algumas limitações e a conta “lite”, considerada top pelo site, que custa cerca de R$ 69 ao ano. O pacote mais caro, o “pro plus”, oferece acesso ilimitado por quase R$ 2 mil ao ano. Mais informações neste link.

Você utiliza algum site semelhante? Conte para nós!

Comentários

comentários

Comentários (6)

  • Vinny diz: 11 de abril de 2012

    Nossa… que show de bola… sou membro do Flickr já, pois sou fotógrafo freelancer e tenho facebook e ainda mantenho meu orkut…

    Mas eu realmente adorei esse SoundCloud pois sou metido a “Pseudo-Músico” e até agora só conhecia os já citados MySpacee semelhantes…

    Gostei muito da idéia… mas pagar 2000 dolares por ano… não tenho condições ainda… hehehehe :P

    Mas curti muito a iniciativa desses caras. Já era hora dos músicos terem sites decentes de gravação, upload e compartilhamento de músicas.

  • mateus da silva diz: 2 de setembro de 2012

    parabéns pelo site vcs superaram o wikipedia ois fui procurar o significado de SOUND CLOUD E NAO ACHE VLWWWW

  • djmikewantynes diz: 22 de janeiro de 2013

    quéro colocar minhas musicas

  • mikewantynes diz: 22 de janeiro de 2013

    gosto do projeto soundcloud
    top de linha

  • mikewantynes diz: 22 de janeiro de 2013

    GOSTO DO PROJETO

  • Luis jr diz: 4 de outubro de 2014

    O Soundcloud é uma excelente plataforma para músicos !

Envie seu Comentário