Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Dia Mundial do Rock: pauleira em cinco games roqueiros

12 de julho de 2013 6
The following two tabs change content below.

O Dia Mundial do Rock é comemorado em 13 de julho – ou seja, neste sábado. Para marcar a data, aí vai uma seleção dos meus cinco games roqueiros. Não é um “melhores” ou algo do tipo, mas jogos que eu – e muita gente, certamente – jogou muito em algum momento da vida.

Mega Man 3

Mega Man sempre teve um som legal. Também pudera, em japonês o jogo tem “rock” no nome (é Rock Man lá naquelas bandas). Só por homenagem vou citar o Mega Man 3, que me arrancou horas de vida no meu amado Nintendinho 8-bits. Mas poderia também lembrar a versão Mega Man X, do SNes.

Rock ‘n Roll Racing (óbvio)

Um dos jogos de corrida mais amados de todos os tempos. A trilha são clássicos de verdade do rock, incluindo Paranoid, do Black Sabbath, e Born To Be Wild, do Steppenwolf. A versão do Super Nes era mais legal, a do Mega Drive tinha um som esquisitão.

Wayne’s World

Esse é um game meia boca do Super Nintendo sobre o filme conhecido no Brasil como “Quando mais idiota melhor“. Entra na lista porque Wayne é doido por rock, usa uma guitarra como arma e dispara ao tocar as cordas. O cenário da primeira fase é cheio de caixas de som e outras referências musicais.

Guitar Hero

Não precisa de apresentação essa série, na qual o jogador toca músicas de verdade e, usando os periféricos do videogame pode se sentir um verdadeiro rockstar (no mesmo balaio pode entrar o Rock Band, mas esse não jogo tanto). Minha mulher e minha cunhada são viciadas nesse, e quase fico sem videogame quando resolvem jogar. Legal era jogar os “mods” para PlayStation 2, com bandas brasileiras.

Battletoads in Battlemaniacs

Battletoads é um game todo f#da. Difícil pacas, com sapos cujos membros ficam gigantes ao desferir um golpe (os membros que me refiro são mãos e pés, só para esclarecer) e trilha sonora marcante. A da primeira fase do jogo de Super Nes é para matar. E não posso deixar de lembrar a batida do Nintendinho quando o jogo fica “pausado” (ouça no último vídeo).

Comentários facilitados: para quem ainda não percebeu, o blog não está mais exigindo cadastro para comentar. Deixe sua opinião!

Twitter: receba as atualizações do blog. Sigam-nos os bons no @crespani

Comentários

comentários

Comentários (6)

  • Vitor diz: 12 de julho de 2013

    Cara, outro game obrigatório:
    http://pt.wikipedia.org/wiki/Br%C3%BCtal_Legend

  • lol diz: 12 de julho de 2013

    cara o Wayne’s World não é mais ou menos, ele é considerado um dos piores jogos que existe. não merece entrar para a lista.

  • felipe paim diz: 12 de julho de 2013

    por que não colocou o brutal legend de ps3? é perfeito pra quem curte rock, tem até o ozzy no jogo

  • Francisco diz: 12 de julho de 2013

    Mega Man rocks! E não só no nome! É o 2º jogo de videogame que eu mais gosto, já que sou old school, perdendo apenas pra Zelda: Ocarina of Time. Rock ‘n’ Roll Racing também é foda e marcou minha infância de certa forma, especialmente pelas músicas, mas não chegou a marcar minha vida. Battletoads é outro clássico que marcou minha infância.

  • Pedro diz: 13 de julho de 2013

    Sei que a lista é tua, mas passei pra aderir à massa te indicando o Brutal Legend…
    Outros com som irado foram o novo Devil May Cry “DmC” e o Quake (que vinha com trilha do Nine Inch Nails, e o CD do jogo podia ser tocado como um CD em qualquer aparelho).

  • Glauber diz: 14 de agosto de 2013

    Lá vai mais uma sugestão: Formula 1 (Psygnosis), do PS1. A trilha sonora é muito boa, entre as músicas, temos: Steve Vai (Juice) e Satriani (Summer Song).

Envie seu Comentário