Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Artista usa anéis de troncos de árvores como se fossem discos de vinil para criar músicas. Ouça!

30 de maio de 2014 2
The following two tabs change content below.

Years toca som de troncos de árvore como se fossem discos de vinil

Anéis de crescimento são aqueles círculos que podem ser vistos em um tronco de árvore cortado. Eles ajudam a determinar a idade da árvore, já que, de dentro para fora, surgem com os anos de vida da planta. Mas o artista alemão Bartholomäus Traubeck encontrou uma nova aplicação: fazer música.

Com um gravador especial, Traubeck converteu os círculos internos dos troncos em faixas musicais. Ele usou troncos de sete árvores diferentes, de espécies como carvalho e nogueira. O resultado do projeto, nomeado Years, é parecido com um disco de vinil, com músicas diferentes para cada árvore.

Ouça abaixo o mais profundo som da natureza. Só as árvores não devem ter gostado, por motivos óbvios.

Comentários

comentários

Comentários (2)

  • Marcos Zanetta diz: 30 de maio de 2014

    Parabens pro Cara que corta arvores para fazer musicas achava mais legal sangrar ele até a morte fazer cair os pingos de sangue no chão cada pingo que cai é um BPM agora é só joga a batida e fazer um Rap ,nossa sera que apelei.heheh

  • nandowski diz: 30 de maio de 2014

    Para o pessoal que não está entendendo: ele retirou estes discos das árvores, mas a sacada foi a adaptação do tocador. Não há uma agulha, como no toca discos tradicional, e sim um laser que lê as ranhuras, como em um vinil. O braço está programado para avançar a uma velocidade determinada, já que fisicamente não há contato (lembrem-se que o vinil é uma espiral que corre para o centro, “puxando” o braço e a agulha para o fim dele). Já o som que estamos ouvindo é a transformação das vibrações detectadas para um som de piano, através de tecnologia MIDI de conversão de áudio. É inconstante, imprevisível e o resultado ficou muito interessante.

Envie seu Comentário