Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Games memória na Copa do Mundo: a história dos games de futebol #2 - NES e a minissaia salvadora

16 de junho de 2014 5
The following two tabs change content below.

Games memória - história dos games de futebol

Seguindo com a série Games memória especial Copa do Mundo sobre a história dos games de futebol, chegou a vez do NES, o Nintendinho 8-bits. Embora não tenha feito nenhum superclássico no gênero, o console, pelo menos, trouxe gráficos que lembravam um pouco mais um jogo de verdade. Também apareceu a possibilidade de editar formações, esquemas, posicionamento dos atletas e até escolher campos de jogo. Dividi o NES em duas partes.

Nessa primeira metade, começo com os jogos que considero piores. Logo que iniciei minha revisita a esses games pensei “como eles podiam ser tão ruins!”. Gráficos, em geral, precários, som sofrível, lentidão angustiante. A jogabilidade, quase questão de sorte: nas partidas contra o videogame (“contra a máquina”, como eu costumo dizer), havia a grande desvantagem de o game saber o que estava fazendo, enquanto o player apertava os botões e torcia para acontecer algo de bom.

Vale sempre lembrar, a série lista os games de futebol pela perspectiva da minha vivência pessoal. Se você tem outros jogos memoráveis, comente!

>> Parte 1: Elifoot e o jogo do Pelé

>> Spin-off: jogos oficiais da Copa do Mundo

Goal! e Goal!!

A franquia Goal (a única diferença no nome dos games era uma “!” a mais) tem elementos que podem ter inspirado dois clássicos dos 16-bits: Fifa e International Superstar Soccer. No caso de Fifa, a perspectiva “diagonal” de câmera. Para o ISS, o “cara e coroa” decidindo quem sai com a bola (coisa esquecida nos games atuais). Também merecem menção a visão que se afasta do gramado quando alguém dá um balão (só no Goal!!) e a animação na hora de comemorar o tento.

Goal!! game

Konami Hyper Soccer

A Konami era nossa amada nos NES, com games como Castlevania e Tartarugas Ninja. Em termos de futebol, atualmente é responsável pela franquia PES, e no SNES lançou nada menos do que o ISS. Mas esse game do Nintendinho é complicado. Acho que nunca joguei algo tão difícil de fazer gol, ou mesmo de tomar um. Nem de pênalti a bola entra. De positivo, as figurinhas que aparecem durante o intervalo do jogo.

Konami Hyper Soccer

Power Soccer | Soccer

Análise rápida 2 em 1. Power Soccer tem de curioso (não necessariamente de bom) a mudança para uma câmera aproximada quando o ataque se aproxima da goleira. Bonito. Já o destaque de Soccer (última imagem) é a bagunça em campo. Reparem que o goleiro está dando uma banda lá perto da trave enquanto esquece a meta totalmente escancarada.

Power Soccer / Soccer

Ultimate League Soccer

Não que esse seja bom de jogar, mas, em se falando de opções, tem novidade. Os times são diferenças não apenas nas cores, mas nas habilidades (pelo menos em teoria): uns correm mais, outros chutam melhor, outros são mais defensivos… Estranho que, independentemente da seleção escolhida, depois você pode escolher a cor do uniforme – pode, por exemplo, jogar com o Brasil de vermelho. O ponto que, acredito, tenha mais marcado a gurizada é a gostosa que aparece de minissaia dançando no intervalo de jogo. Pode não parecer nada hoje, mas vai dizer isso pra turminha lá daquela época.

>> ATUALIZAÇÃO: os leitores me lembraram de mais um detalhe interessante sobre esse jogo. No Brasil, houve um “hack” oficialmente lançado em fita pela Milmar, que introduzia clubes nacionais. O nome era simplesmente “Futebol”, e tinha o Inter – talvez por não ter o Grêmio é que acabei apagando essa informação da minha memória.

Futebol - Milmar

Ultimate League Soccer

Nenhum desses games te deixou louco pra jogar? Só a minissaia salvou? Então, no capítulo seguinte, os games de futebol realmente bons do Nintendinho. Você vai soprar o pó das fitas!

Comentários

comentários

Comentários (5)

  • Gabriel diz: 16 de junho de 2014

    Aeee! Tá aí, então o nome do jogo que eu tinha, era Ultimate League Soccer, valeu cara!

    André, vou te contar uma que tu não vai acreditar cara, o Ultimate League que eu tinha, para o NES-8bits, era um jogo “adulterado”, tipo os Winnig Eleven em que a gente encontrava nos camelôs o Campeonato Brasileiro, Gauchão, etc.
    Então, o meu Ultimate League era “adulterado” com times brasileiros (aparecia o escudo dos clubes ao invés da bandeira dos países), me lembro que tinha Vasco, São Paulo, Corinthians, Palmeiras, os outros dois não me lembro!!!

    Que saudades!
    Os jogos mais desafiadores eram do nitendinho (Battletoads, Megaman, Darkman, etc)
    Eu era bem pequeno, meu irmão um pouco maior e jogava bem melhor qeu eu! Kkkkk

    Abraço!

  • Ronan diz: 17 de junho de 2014

    Esse “Ultimate League Soccer” teve uma versão brazuca com 8 times daqui (vendida em lojas inclusive). Foi nesse jogo que apliquei um recorde pessoal: 74 a 2.

  • Ronan diz: 11 de julho de 2014

    Opa André,
    Faz tempo que escrevi, mas nas lojas era vendido simplesmente como “FUTEBOL”. No fundo, era um “pirata”, tipos esses bootlegs que encontramos pra vender na Multisom…
    Aqui seguem mais informações sobre ele:

    http://forum.jogos.uol.com.br/primeiro-game-de-futebol-com-clubes-brasileiros-review_t_1632403

Envie seu Comentário