Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Guia do Gamer Pobre: física, explosões e Worms

24 de junho de 2014 1
The following two tabs change content below.

Arthur Gubert

Poeta, ex-BBB e compositor. Apaixonado por música, games, desenhos animados e jesus luz.

Essa é pra acender a memória dos saudosistas: Worms 2 é uma das melhores coisas que já surgiram nesse mundo de Deus. Nunca na minha limitada criatividade juvenil imaginei que estaria comandando um exército de minhocas com bazucas, granadas e todos os tipos de aparato militar disponível para ganhar de outro time de minhocas igualmente armadas. (UFA!)

worms1

O mais legal do Worms era a riqueza de detalhes. Era possível customizar PRATICAMENTE TUDO dentro do game. Desdo o nome das minhocas até o próprio cenário. Para um jogo lançado em 1997 isso significava muita coisa. Além disso foi um dos primeiros games que a galera jogava online. Os mais ricos que tinham internet gastavam sua conexão 56kbps em batalhas intermináveis.

worms2

Mas a coisa mais legal do Worms eram as armas. Carneiros explosivos, bananas explosivas, taco de baseball, machado e a maravilhosa GRANADA SANTA. E não era só atirar pra frente, era preciso pensar na questão física da coisa. Se você atirar reto o tiro cairá logo ali na frente, de modo que se você atirar muito pra cima pode perder o alvo. Era bem complexo de uma forma divertidíssima.

Os requisitos mínimos são RIDÍCULOS:

Processador: Pentium 75 MHz ou Athlon equivalente
Velocidade do processador: 75 MHz
Memória RAM: 16 MB
Memória de vídeo: 1 MB
Direct3D: Sim
Sistemas Operacionais: Windows 95, Windows 98
Espaço: 50 MB livres em disco

Comentários

comentários

Comentários (1)

  • Fabio – “Gavião Arqueiro” diz: 25 de junho de 2014

    AAAAAALELUIA!!!

Envie seu Comentário