Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Sucesso da rede social Ello levanta debate: você pagaria para não ver mais publicidade?

12 de outubro de 2014 1
The following two tabs change content below.
Luan Santos

Luan Santos

Dançarino, editor, produtor e âncora do Infosfera, da Rádio Atlântida. E agora, colaborador da Rádio Farroupilha <3

ellorede

Nas últimas semanas uma rede social vem ganhando força, a Ello. Uma rede simples, bonita e totalmente livre de anúncios, ela é uma plataforma gratuita. Porém, os criadores precisam ganhar dinheiro e pra isso criaram aplicações e funcionalidades especiais que precisam ser pagas.

Pra ingressar nessa nova rede é necessário convite (igual aos primórdios do falecido Orkut). E quando você entra nessa rede, você tem uma conta com recursos simples, para ter acesso a todas funcionalidades da rede é necessário pagar. A Ello foi criada por um grupo de sete artistas e programadores. Originalmente, o site foi construído para ser uma rede social privada. À medida que mais pessoas quiseram fazer parte, ganhou versão pública.

Os criadores da rede tem uma filosofia e acreditam muito nela:

- Nós acreditamos que há um caminho melhor. Acreditamos na ousadia. Acreditamos na beleza, simplicidade e transparência. Acreditamos que as pessoas que fazem coisas e as pessoas que as usam devem estar em parceria.
Acreditamos que uma rede social pode ser uma ferramenta para empoderamento. Não uma ferramenta para enganar, coagir e manipular – mas um lugar para se conectar, criar e celebrar a vida. Você não é um produto.

ello

Seguem algumas ferramentas que a Ello já disponibiliza:

- Mencionar pessoas a partir da simples inserção de @ antes do nome;
- Localização de usuário;
- Visualização fluida do grupo “Noise” (onde estão as pessoas com as quais o usuário se interessa menos, em oposição aos amigos, que são classificados como “Friends”);
- Visualização por post;
- Arrastar pessoas entre os grupos “Friends” e “Noise” (apresenta erro);
- Notificações via e-mail (seguidores/convites aceitos/menções);
- Notificações de fluxo contínuo (seguindo/convite aceito);
- Sistema de convite e capacidade de convidar amigos;
- Javascript refactor = Uma Aplicação Página (OPA)
- Integração com Emoji;
- Visualização de seguidores e seguir listas;
- Post de bem-vindo e breve tutorial de uso;
- Reordenar campos dentro do Omnibar;
- Seção WTF (ajuda, informações sobre o serviço e políticas);
- Uso de hashtags (#) em posts, seguidores e em quem está seguindo;
- Alternância entre visualização em lista ou grade com atalho Shift + 5;
- Modo de publicação em tela cheia, que pode ser acessado a partir de setas;
- Capacidade de tornar o perfil visível apenas na Ello;
- Compressão da imagem;
- Seguir (“Friends” e “Noise”);
- Deixar de seguir (“Friends” e “Noise”);
- Post de texto (básico e avançado) pela Omnibar;
- Post de imagens pela Omnibar;
- Post de gifs animados pela Omnibar;
- Post de Emojis pela Omnibar;
- Deletar posts pela Omnibar;
- Recurso “Time stamp”, que mostra detalhes e permalink do post;
- Opção ligar e desligar o Google Analytics;
- Respeita configuração DNT dos navegadores;

E aqui, algumas que ainda estão por vir:

- Bloqueio de Usuário;
- Sinalização de conteúdo impróprio;
- Integração com áudio (SoundCloud);
- Contas privadas;
- Comentários com gráficos e rich media;
- Melhorias na versão web móvel;
- Uso de w/ para atribuir autoria a um post compartilhado;
- Central de notificações;
- Marcar um item favorito através da função “Love”;
- Índice de Emojis;
- Integração com vídeo (YouTube, Vimeo, Instagram e Vine);
- Mensagens privadas;
- Publicação de posts em outras redes sociais;
- Apps para iOS e Android.

Como disse anteriormente você só terá acesso a todas as funcionalidades se pagar por elas, assim você terá uma rede social completa e totalmente livre de anúncios.

Agora o questionamento que fica é: você pagaria para não ter mais publicidade indesejada?

Chancela - Logo Digímer

Comentários

comentários

Comentários (1)

  • best colleges marketing|digital marketing diz: 13 de outubro de 2014

    divulgações em todos os grupos que você participa no facebook.

Envie seu Comentário