Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Dicas para começar a planejar o intercâmbio em 2013

02 de janeiro de 2013 4

Se  fazer um intercâmbio é um dos itens que está na sua lista de projetos para realizar em 2013, o início do ano é um ótimo período para começar a planejar. Muitos dos cursos mais longos começam só em setembro ou outubro, o que facilita o planejamento para embarcar sem maiores percalços.

Mesmo que seu objetivo seja viajar antes e por pouco tempo, também é interessante aproveitar a temporada de férias para botar no papel o passo a passo e ver o que ainda falta para realizar o sonho. Por isso, ficam aqui umas perguntinhas básicas para ajudar a planejar a vida de quem quer estudar fora em 2013 e não sabe sequer por onde começar.

Qual o objetivodo intercâmbio?
Esta é a primeira pergunta que quem busca um programa de intercâmbio deve se fazer. Hoje, as opções de cursos são as mais variadas. As agências especializadas oferecem cursos de idioma, técnico, de pós-graduação, arte, culinária, maquiagem e cinema. Também é possível passar um ano em um programa de High School  (o equivalente ao Ensino Médio no Brasil) ou cursar um semestre em uma universidade estrangeira.
Se a ideia é ganhar experiência profissional, há programas de trabalho remunerado ou voluntário nos países mais diversos. Converse com agentes de viagem e com pessoas que já passaram pela experiência e veja o que é mais adequado a sua proposta. No blog, há uma lista com as principais agências do Estado, além de depoimentos de gente que fez todo tipo de intercâmbio em diferentes cantos do mundo.

Qual o nível do meu conhecimento do idioma?

Você é daqueles que já se vira no inglês ou só fica no “the book is on the table”? Muitos especialistas acreditam que o ideal é que o intercambista tenha um conhecimento intermediário do idioma antes de viajar, mas não é uma regra. É possível tirar muito proveito da oportunidade mesmo com poucos conhecimentos. De qualquer maneira, é interessante estudar o idioma que você quer aprender por um tempinho. Assim, você chega sabendo pelo menos o inicial. Em intercâmbios de Ensino Médio ou Superior, o conhecimento do idioma facilita (muito) a adaptação e propicia aprendizagem desde o início do curso, mas, muito mais importante do que o conhecimento prévio, é a vontade de aprender quando você estiver lá.
Vale lembrar que conhecimento intermediário de inglês é muito importante especialmente quando se vai para países onde a língua não é o inglês e cujo idioma você ainda não fala. Isso vai dar uma boa ajuda na adaptação, só é preciso cuidado para não cair na preguiça e desistir de aprender o idioma local.

Quanto tempo tenho disponível?

Não importa de quanto tempo você dispõe, se fazer intercâmbio está na suas prioridades para 2013, tem um jeito de ir. Além de programas mais longos, de seis meses em diante, hoje o mercado oferece cursos intensivos que duram a partir de duas semanas, para caber nas férias até dos executivos mais ocupados. Não há regra, no entanto. Por uma questão de adaptação, os cursos curtos são interessantes para quem já tem um certo conhecimento do idioma, já que a imersão se dá muito mais rápido nesses casos.   

Para onde quero ir?
Antes de considerar suas opções é importante ser honesto consigo mesmo e identificar se você quer visitar um país com cultura e clima parecidos com o seu ou se a proposta é justamente estar em um contexto completamente diferente. Isso é fundamental, especialmente se a intenção for permanecer por um período longo. Vale pesquisar na internet, conversar com quem já morou ou estudou lá. O importante é ter bem claro que tipo de experiência você busca. Informe-se sobre a sua instituição de ensino e sobre hábitos e particularidades do país.

Já tenho todos os documentos necessários?
Se você quer viajar, é indispensável dar entrada no passaporte o quanto antes. Ele é o documento oficial de identificação do intercambista. Se você já o possui, confira o prazo de validade para não correr o risco de ele expirar durante a viagem. Quem precisa obter o documento pela primeira vez ou renovar o antigo deve fazer o agendamento no site da Polícia Federal (www.dpf.gov.br), órgão responsável pela emissão, onde se deve preencher um formulário de requerimento. No site, também está a relação de documentos necessários. Outro ponto importante é ver se o seu destino exige visto pelo tempo em que você deseja ficar fora do país. A exigência varia de acordo com o país e com o tempo de viagem. Consulte sites da embaixada ou do consulado no país. Se você vai fazer o curso com uma agência de viagem, a empresa fornece essas informações.

Comentários (4)

  • Jeane diz: 2 de janeiro de 2013

    Olá. Na coluna da ZH da semana passada havia um informe de que no blog constava uma lista com agências que oferecem pós graduação no exterior. Onde acho essa lista? Não estou encontrando. Obrigada

  • Jeane diz: 2 de janeiro de 2013

    Valeuuuu!!!!

  • R.HS diz: 22 de janeiro de 2013

    Adorei as dicas sobre intercâmbio. Estou buscando algumas informações a respeito de como é realmente estar em um programa de intercâmbio no exterior pois eu já fiz a minha reserva de intercâmbio de inglês nos Estados Unidos onde irei tomar um curso de inglês em Miami e irei estudar na escola de idiomas Sprachcaffe Languages Plus. Essas informações me ajudaram bastante a esclarecer algumas dúvidas sobre intercâmbios no exterior. Deixo tb uma dica do site escola de idiomas http://www.sprachcaffe.com/portuguese/study_abroad/language_schools/miami/main.htm

Envie seu Comentário