clicRBS
Nova busca - outros
25 abr10:41

Atletas de Balneário Camboriú disputam Mundial de Bumerangue

Texto compartilhado pelo jornalista Deivid Couto

Você sabia que dois atletas de Balneário Camboriú irão disputar, em outubro, o Mundial de Bumerangue, realizado pela primeira vez no Brasil? Aliás, eles já disputaram outros dois mundiais – 2008 em Seatle (USA) e 2010 em Roma (Itália).

No anonimato, os atletas treinam em dois lugares (sem estrutura adequada): um fundo de campo em Camboriú (localidade Barranco) e na orla da praia central. Jerri Leu, 48 anos, natural de Joinville (SC) é praticante do esporte  desde 2000 e ja esteve em dois mundiais (Seatle e Roma). Giossér Braga, 36, gaúcho de Porto Aelgre (RS), começou mais tarde, em 2008, entretanto, em 2009 iniciou a competir junto ao amigo e já em 2010, disputou com Leu o Mundial de Roma.

Mas o que é um Bumerangue?

Bumerangue (em inglês: boomerang) é um objeto de arremesso e foi criado para voltar à mão do arremessador. Ele pode variar de formato e de número de asas: 2, 3, 4, 5, 6 asas ou mais (dependendo da criatividade do designer.

Giósser e Jerri fabricam suas próprias peças. São bumerangues de tudo que é tipo, com diferentes números de asas, designers e material. Da madeira até o Carbono, tudo depende da preferência do praticante.

Em média, um bumerangue custa R$ 25, ou seja, um valor baixo para começar a praticar o esporte.

- Eu fazia prancha de surfe. Um dia um amigo me deu um livro de como fazer um bumerangue, desde aí não parei mais – lembra Leu.

Como é praticado?

As disputas nacionais, seguindo a regra da International Federation of Boommerang Association (IFBA) acontecem desde 2005. As competições e o maior número de competidores estão no eixo de São Paulo.

- Atualmente somos em cerca de 100 atletas no país, sendo que as disputas acontecem apenas entre 20 (em média) competidores – conta Giossér.

Os campeonatos são disputados por equipe e individualmente. As provas individuais:

- Precisão (Accuracy): não se deve pegar o bumerangue na volta e ele deve cair o mais próximo do primeiro círculo (marca de 2 metros). São feitos 5 lançamentos e somados os pontos obtidos em cada jogada.

- Enduro (Endurance): são feitos arremessos por 5 minutos, sem interrupção. Vence o jogador que fizer o maior número de pegadas nesse tempo.

- Pegada Rápida (Fast Catch): deve se arremessar e pegar o bumerangue 5 vezes seguidas. Vence o jogador que fizer no menor tempo.

- Trick-Catch: São feitos 10 arremessos com pegadas diferentes. Conforme o tipo de pegada, é estabelecida a pontuação:

- Trick-Catch Dobler: arremessam-se dois bumerangues ao mesmo tempo. Deve-se pegar cada bumerangue de uma maneira, em 5 jogadas com sequência pré definida.

- MTA – Máximo Tempo no Ar (Maximum Time Aloft): é usado um bumerangue desenvolvido para ter muita flutuação. Deve ficar o maior tempo possível em vôo e ser pego no retorno, não importando onde caia.

- Aussie Round ou Australian Round: considera-se a distância atingida e a precisão no retorno.


- Longa Distância (LD – Long Distance): o bumerangue deve ser lançado e atingir a maior distância possível, sendo que a mínima é de 50 metros.

Já por equipe, seis atletas fazem parte do time, mas apenas quatro atuam em cada modalidade na competição. No caso das competições por equipe as modalidades sào as seguintes: Super-Catch; 30 Relay; Endurance; Precisão; MTA; Aussie Round; Trick-Catch/Doubler. Em ambas as categorias, os próprios jogadores são os árbitros.

Quer ver como se joga?

Veja no vídeo abaixo, feito pelo jornalista Deivid Couto, como é praticado o esporte e quais as dicas de Braga e Leu sobre a modalidade:




Por

Comentários