21 mai10:05

Volvo Ocean Race parte rumo a Lisboa

A classificação geral da Volvo Ocean Race ficou ainda mais equilibrada depois da Regata do Porto de Miami, disputada no último sábado.

O Abu Dhabi terminou em primeiro, mas o que chamou atenção foi outra jornada irregular do Telefónica, que tem o brasileiro Joca Signorini como chefe de turno. Os espanhóis, líderes da Volta ao Mundo, ficaram em último lugar novamente e viram a diferença para o quarto colocado, o Puma, cair para 14 pontos.

Ainda estão na briga pelo título o Groupama (sete atrás) e o Camper (13 atrás), o que faz da perna que começou neste domingo, até Lisboa (Portugal), mais decisiva. O percurso até a capital portuguesa será de quase sete mil quilômetros.

- Todo mundo está navegando muito bem. Tentamos fazer o melhor possível, mas não deu. A competição será apertada até o final em Galway e tudo pode mudar – explica Iker Martínez, do Telefónica.

O Abu Dhabi marcou mais seis pontos ao cruzar a linha de chegada em primeiro.

- Foi uma corrida muito disputada. Conseguimos uma recuperação no final e tenho que agradecer todo o trabalho da tripulação, já que não tivemos muito tempo para treinar – relata Ian Walker, que fez o trecho em uma hora e 14 minutos.

O percurso teve quase 15 quilômetros e contou com um final bastante disputado, com Groupama em segundo (30 segundos atrás), Puma em terceiro, e Camper em quarto. A equipe do Sanya voltou a correr uma prova após dois meses fora. O Telefónica errou mais uma vez e acabou em último, assim como em Itajaí, no mês passado. Desta vez, os espanhóis escolheram uma rota quase sem vento e foram ultrapassados por toda flotilha.



Classificação geral da Volvo Ocean Race:

1º – Telefónica – 165 pontos
2º – Groupama – 158 pontos
3º – Camper – 152 pontos
4º – Puma – 151 pontos
5º – Abu Dhabi – 74 pontos
6º – Sanya – 27 pontos

Por

Comentários