clicRBS
Nova busca - outros
01 jun08:43

PMDB e PSDB devem polarizar a disputa em Balneário Camboriú

O cenário pré-eleitoral de Balneário Camboriú conta com dez nomes na corrida pela prefeitura, mas a principal disputa no município deve ser polarizar entre PMDB e PSDB. O atual prefeito, Edson Renato Dias (PMDB), o Piriquito, vai tentar a recondução ao cargo. No lado dos tucanos, o nome ainda não está definido. Embora o ex-secretário de desenvolvimento regional de Itajaí, Fabrício Oliveira, seja considerado o pré-candidato “oficial”, o ex-prefeito e ex-governador Leonel Pavan ainda é considerado, nos bastidores, um nome provável.

Outros partidos que também possuem nomes para a prefeitura ainda estão em negociação para formar coligações. Os apoios de DEM, PR, PT e PDT são cobiçados pelo PMDB. Claudio Dalvesco, atual vice-prefeito, é pré-candidato pelo PR. O PT está entre o ex-ministro da Pesca, Altemir Gregolin, e a doutora em educação Marisa Zanoni Fernandes. Pelo DEM, está no páreo o vereador Orlando Angioletti.

O PSD poderá representar uma terceira via na disputa. Os vereadores Dão Koeddermann e Claudir Maciel são pré-candidatos do partido, mas a sigla conversa com o PSDB e pode apoiar o tucanato caso se confirma a candidatura de Pavan. O PP também conversa com o PSDB. Fábio Flor, atual secretário municipal da Fazenda, é o pré-candidato da legenda.

:: Assuntos que serão pauta na campanha

Saúde

Todos os partidos consideram a saúde prioridade em Balneário Camboriú. O único hospital público da cidade, o Ruth Cardoso, está sob intervenção municipal desde o mês de abril. As suspeitas de irregularidades na administração da unidade hospitalar _ de responsabilidade da ONG Cruz Vermelha desde quando abriu, em outubro de 2011 _ viraram motivo de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) na Câmara de Vereadores.

Turismo

Os pré-candidatos falam em planejar melhor o turismo de Balneário Camboriú, que é atualmente a base da economia da cidade. A Praia Central, com a orla repleta de restaurantes, bares e casas noturnas, atrai milhares de visitantes na temporada de verão. Os partidos querem buscar novos atrativos turísticos e tornar Balneário Camboriú foco dos turistas também na baixa temporada.

Educação

Assim como a maioria das cidades da região, Balneário Camboriú também sofre com a falta de vagas em escolas públicas, especialmente nas creches, que compreende o ensino de crianças de zero a seis anos. A educação é tema de campanha dos partidos políticos municipais, que prometem investir na melhoria e ampliação do ensino fundamental da cidade.

>>> VEJA AQUI TODOS OS PRÉ-CANDIDATOS

Por

Comentários