10 jun09:11

Curiosidades sobre Lisboa, sede da 8ª parada da Volvo Ocean Race

Dagmara Spautz – Enviada especial, Portugal

Lisboa, sede da 8ª parada da Volvo Ocean Race, guarda muita história e belezas especiais. Confira algumas curiosidades que a repórter Dagmara Spautz, enviada especial a Portugal, observou em meio a etapa:

- A sede da Volvo Ocean Race fica na Doca de Pedrouços, na região de Algés. Assim como no Brasil, o local precisou ser revitalizado para receber a Regata Volta ao Mundo. O Ministério do Turismo de Portugal e a Secretaria do Mar já manifestaram interesse em manter Lisboa como sede das próximas edições da competição.

- Em Portugal, a regata ocorre no Rio Tejo, lendário palco das grandes navegações. Os lisboetas podem assistir às manobras dos barcos ao longo de todo o rio. Durante as regatas, os velejadores passam por alguns dos mais importantes monumentos de Lisboa, como a Torre de Belém e o Monumento aos Descobridores, que homenageia os maiores navegadores portugueses e suas conquistas.

- Além dos monumentos, a Vila da Regata também está próxima de outro patrimônio de Portugal: a fábrica dos pastéis de Belém. O doce, vendido em confeitarias e padarias por toda cidade, é considerado uma herança cultural, assim como o fado e a navegação.

- Falando em doces, não é à toa que os dos portugueses são tão famosos. Macios e saborosos, derretem na boca – e pouco lembram os similares vendidos no Brasil.

- Lisboa está repleta de prédios históricos – a maioria, muito bem conservados. Caminhar pelas ruas mais antigas é como voltar no tempo. É primavera, e algumas delas ganharam um colorido arroxeado com o florescer dos ipês. As árvores trazem sombra e um agradável perfume à capital portuguesa.

- Nesta época do ano, o clima é agradável e anoitece tarde. O sol só se põe depois das 21h, o que garante mais tempo para conhecer a cidade.

- O resgate das heranças está evidente em Portugal. Em parte, devido à crise que se instalou na Europa, causando desempregos. Por toda Lisboa veem-se faixas e pichações de revolta contra a atual situação do país. 

- Em momento de crise, o esporte parece ter sido visto pelos governantes como uma boa forma de unir os portugueses. Propagandas na TV estimulam o amor à Seleção Portuguesa de Futebol, preparando a torcida para a próxima Copa do Mundo.

- Em geral, os portugueses sabem muito do Brasil. Conhecem nossa história política e enumeram com facilidade as regiões do país. O Brasil também é uma fonte inesgotável de nomes para cafés e restaurantes pela cidade de Lisboa – Guanabara, Café Leblon, Brasileiras e Ipanema são alguns deles.

JORNAL DE SANTA CATARINA

Por

Comentários