11 jun10:58

Univali disputa Brasileiro de Handebol Juvenil, em Goiás

Começa nesta segunda-feira, em Anápolis, Goiás, o Campeonato Brasileiro de Handebol Juvenil. Depois do título nacional na categoria Júnior, chegou a hora do time juvenil (até 16 anos) da Univali disputar o ouro brasileiro. A equipe viajou fim de semana e a primeiro jogo será na terça-feira, contra o Mega Alfa Krista/P. Sul, do Distrito Federal.

A equipe é comandada pelos técnicos Drean Farencena Dutra e Luiz Carlos. 

O Campeonato reunirá 16 times, de dez estados. O Univali, que representa o município de Itapema, entra com força na competição e é considerado um dos favoritos. No ano passado, o time chegou bem perto do título, e trouxe para casa a medalha de prata.

Confira a tabela:

Segunda-feira (11/06)
13h – Mega Alfa Krista/P. Sul (DF) x Asbec (MG)
14h30min – Hebraica (SP) x Vila Olímpica M. Tubino (RJ)
16h – Pref. Munic. De Betim (MG) x Handsv/Asvelc (MG)
17h30min – ADI/Slice/Itajaí (SC) x Assoc. Cariaciquense Esp. (ES)
19h – Handesfa/PM Anapolis/EC R.Verde (GO) x Mega Alfa Krista/P. Sul (DF)
20h30min – Pref. Munic. F. Alves (PR) x Santa Monica/Beija Flor (RJ)

Terça-feira (12/06)
13h – ADI/Slice/Itajaí (SC) x Handsv/Asvelc (MG)
14h30min – Pref. Munic. De Betim (MG) x Assoc. Cariaciquense Esp. (ES)
16h – Itapema/Aceu/Univali (SC) x Mega Alfa Krista/P. Sul (DF)
17h30min – Hebraica (SP) x Asbec (MG)
19h – Fecam/Ahandecam (PR) x Vila Olímpica M. Tubino (RJ)
20h30min – Pinheiros (SP) x Pref. Munic. F. Alves (PR)

Quarta-feira (13/06)
13h – Handsv/Asvelc (MG) x Assoc. Cariaciquense Esp. (ES)
14h30min – ADI/Slice/Itajaí (SC) x Pref. Munic. De Betim (MG)
16h – Asbec (MG) x Vila Olímpica M. Tubino (RJ)
17h30min – Hebraica (SP) x Fecam/Ahandecam (PR)
19h – Handesfa/PM Anapolis/EC R.Verde (GO) x Itapema/Aceu/Univali (SC)
20h30min – Pinheiros (SP) x Santa Monica/Beija Flor (RJ)

Quinta-feira (14/06)
13h – 3º colocado Chave B x 3º colocado Chave C
14h30min – 3º colocado Chave A x 3º colocado Chave D
16h – 2º colocado Chave B x 2º colocado Chave C
17h30min – 2º colocado Chave A x 2º colocado Chave D
19h – 1º colocado Chave B x 1º colocado Chave C
20h30min – 1º colocado Chave A x 1º colocado chave D

Sexta-feira (15/06)
9h – 4º colocado Chave C x 4º colocado Chave D
10h30min – Definição 11º e 12º 
13h – Definição 9º e 10º
14h30min – Definição 7º e 8º
16h – Definição 5º e 6º
17h30min – Definição 3º e 4º
19h – Definição 1º e 2º
20h30min – Premiação e encerramento

Comente aqui
11 jun09:31

Partidos têm desafio de cumprir lei sobre candidaturas femininas

A regra que exige a participação de pelo menos 30% de mulheres nas chapas para eleições proporcionais levou às urnas em 2010 uma série de candidatas “laranjas”, aquelas que emprestaram seus nomes ao partido apenas para cumprir a legislação. Nas eleições municipais, esta será a primeira em que a norma será aplicada, e o desafio dos partidos de preencher a lista feminina deve ser ainda maior, especialmente em cidades pequenas. 

Candidata a deputada estadual em 2010 e presidente do PSD Mulher, Rose Bartucheski admite que há dificuldades em encontrar mulheres que tenham interesse em participar da vida pública. 

— As mulheres não estão mais aceitando preencher cotas, elas querem seu espaço com dignidade. 

No PSD, de acordo com o presidente estadual da sigla, deputado Gelson Merisio, há também o agravante de o partido ser recém-criado e ainda ter poucos filiados. 

— A participação da mulher na política ainda é um fato que é novo, de 10, 15 anos. Houve um aumento, mas ainda é bem aquém do que deveria ser — avalia Merisio. 

Para a deputada estadual Ada de Luca, terceira vice-presidente do PMDB, todos os partidos terão dificuldades nesta eleição porque dentro das próprias siglas as mulheres ainda precisam “travar lutas” para conseguir espaço. Ada acredita que a cota foi uma vitória feminina. 

Assim como ela, a pré-candidata a prefeita da Capital e presidente do PC do B, deputada Angela Albino, acredita que as cotas podem ajudar a aumentar a participação feminina na política, mas diz que essa precisa ser uma medida transitória. Angela afirma que vai conseguir cumprir a lei e que tem a preocupação de não usar “laranjas”. 

Mas a eficiência da medida de cotas é questionada inclusive por mulheres. A presidente nacional do PP-Mulher, Beth Tiscoski, diz que é contra e acredita que é preciso motivar as mulheres nos partidos. Ela disse que a sigla incentiva a participação feminina, mas que tem dificuldades em encontrar mulheres que queiram ser candidatas. 

A prefeita de Camboriú e secretária-geral do PSDB, Luzia Coppi, também concorda que os partidos devem aumentar a adesão das mulheres não apenas em ano eleitoral. 

— Tem que ser feita política partidária para chamar as mulheres, fomentar mais a participação das mulheres nos diretórios, chamá-las para as decisões e não lembrar só na época de campanha — afirma. 

A ministra Ideli Salvatti (PT) defende as cotas, mas acredita que a medida não é suficiente para garantir a participação. Mesmo reconhecendo que diversos partidos têm candidatas apenas para preencher a exigência legal, ela diz que já conheceu mulheres que aproveitaram a brecha e foram eleitas. 

— Muitas vezes isso pode acontecer e acontece (laranjas). Mas ao fazer isso, muitos permitiram que mulheres que sequer tinham possibilidade de participar da política pudessem surpreender.

DIÁRIO CATARINENSE

1 comentário
11 jun08:12

Defesa Civil de Itajaí promove capacitação

A Coordenadoria Municipal de Defesa Civil de Itajaí realizará, nos dias 15 e 16 (sexta e sàbado), um Curso de Radioamador no auditório da Prefeitura. A capacitação será dividida em duas partes. No primeiro dia, das 17h às 20h, será ministrado o primeiro módulo do curso de Emergência para Radioamadores – CAER, onde toda a comunidade pode participar.

Já no dia 16, o curso será específico para pessoas que possuem conhecimento e habilitação nesta área. O horário será das 13h às 17h.

Os interessados devem confirmar presença até o dia 14 de junho, enviando o nome completo, número do CPF, endereço, cidade e o dia do curso que vai participar para o e-mail dcprevencao@itajai.sc.gov.br.

Comente aqui
11 jun08:04

Secretaria de Saneamento Básico de Navegantes sem atendimento ao público nesta segunda-feira

A Secretaria de Saneamento Básico de Navegantes (Sesan) comunica que devido à realização de melhoria e manutenção na rede elétrica pela Celesc, haverá interrupção de energia na próxima segunda-feira (11), das 13h30min às 17h30min, na região onde funciona a Sesan.

Por este motivo, a Secretaria não estará atendendo ao público durante este período, somente com expediente interno. Já os serviços de manutenção permanecem normalmente sem interrupção. Vale ressaltar ainda que este desligamento poderá ser cancelado, sem prévio aviso por motivo de força maior.

Com informações da Prefeitura de Navegantes

Comente aqui
10 jun09:33

Itajaí Pró Vôlei é vice-campeã da 3ª Copa Itajaí de Vôlei

Cerca de 400 pessoas prestigiaram no Ginásio Ivo Silveira, no Bairro Fazenda, os três dias de competição da 3ª Copa Itajaí de Vôlei – SUB 19, que recebeu atletas do Sesi-SP, Jaraguá do Sul, Joinville, Sogipa- RS e a equipe dona da casa, Itajaí Pró Vôlei. A campeã foi a agremiação paulista, que venceu na tarde deste sábado (9) o clube de Itajaí por 3 sets a 0, parciais: 25/12; 25/18 e 25/18. O terceiro lugar ficou para Jaraguá do Sul, que em disputa acirrada ganhou da Sogipa-RS por 3 sets a 2.

O nível técnico dos jogadores participantes foi elevado, sendo que muitos deles já disputaram e ainda disputam o Brasileiro Juvenil e Infanto Juvenil de Seleções. O destaque dos três dias de jogos foi Gesiel, de Jaraguá do Sul. Também foram evidenciadas as atuações de: Arthur (levantador); Estevan (líbero) – Itajaí Pró Vôlei – e Douglas (atacante) – Sogipa-RS.

A comissão técnica do Itajaí Pró Vôlei é formada pelo técnico do Infanto, Marcelo Pereira; auxiliar técnico, Leonardo Rita; preparador físico, José Hiran Lamim; fisioterapeuta, Cleiby Mabba e ainda o psicólogo, Cristhian Weiz.

Na avaliação do professor Hiran, o nível técnico dos atletas foi preponderante para a competição. Segundo ele, a equipe itajaiense teve uma qualidade excepcional.

- Fizemos bons jogos e deixamos a desejar em outros. Mas em geral, fomos bem. Além disso, o importante é proporcionar este intercâmbio entre os atletas, bem como prepará-los para as próximas disputas que teremos no decorrer dos dias – ressalta.

Texto compartilhado pela jornalista Daiane Benso

Comente aqui
10 jun09:11

Curiosidades sobre Lisboa, sede da 8ª parada da Volvo Ocean Race

Dagmara Spautz – Enviada especial, Portugal

Lisboa, sede da 8ª parada da Volvo Ocean Race, guarda muita história e belezas especiais. Confira algumas curiosidades que a repórter Dagmara Spautz, enviada especial a Portugal, observou em meio a etapa:

- A sede da Volvo Ocean Race fica na Doca de Pedrouços, na região de Algés. Assim como no Brasil, o local precisou ser revitalizado para receber a Regata Volta ao Mundo. O Ministério do Turismo de Portugal e a Secretaria do Mar já manifestaram interesse em manter Lisboa como sede das próximas edições da competição.

- Em Portugal, a regata ocorre no Rio Tejo, lendário palco das grandes navegações. Os lisboetas podem assistir às manobras dos barcos ao longo de todo o rio. Durante as regatas, os velejadores passam por alguns dos mais importantes monumentos de Lisboa, como a Torre de Belém e o Monumento aos Descobridores, que homenageia os maiores navegadores portugueses e suas conquistas.

- Além dos monumentos, a Vila da Regata também está próxima de outro patrimônio de Portugal: a fábrica dos pastéis de Belém. O doce, vendido em confeitarias e padarias por toda cidade, é considerado uma herança cultural, assim como o fado e a navegação.

- Falando em doces, não é à toa que os dos portugueses são tão famosos. Macios e saborosos, derretem na boca – e pouco lembram os similares vendidos no Brasil.

- Lisboa está repleta de prédios históricos – a maioria, muito bem conservados. Caminhar pelas ruas mais antigas é como voltar no tempo. É primavera, e algumas delas ganharam um colorido arroxeado com o florescer dos ipês. As árvores trazem sombra e um agradável perfume à capital portuguesa.

- Nesta época do ano, o clima é agradável e anoitece tarde. O sol só se põe depois das 21h, o que garante mais tempo para conhecer a cidade.

- O resgate das heranças está evidente em Portugal. Em parte, devido à crise que se instalou na Europa, causando desempregos. Por toda Lisboa veem-se faixas e pichações de revolta contra a atual situação do país. 

- Em momento de crise, o esporte parece ter sido visto pelos governantes como uma boa forma de unir os portugueses. Propagandas na TV estimulam o amor à Seleção Portuguesa de Futebol, preparando a torcida para a próxima Copa do Mundo.

- Em geral, os portugueses sabem muito do Brasil. Conhecem nossa história política e enumeram com facilidade as regiões do país. O Brasil também é uma fonte inesgotável de nomes para cafés e restaurantes pela cidade de Lisboa – Guanabara, Café Leblon, Brasileiras e Ipanema são alguns deles.

JORNAL DE SANTA CATARINA

Comente aqui
10 jun09:00

Ciclista morre após ser atropelado na BR-101 em Itapema

O ciclista Heliaquim Liberalino dos Santos, de 45 anos, morreu após ser atropelado em Itapema. O acidente foi por volta de 2h45min deste domingo, no Km 149 da BR-101.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o veículo que colidiu contra o ciclista não foi identificado por ter se evadido do local após o acidente.

DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui
10 jun08:47

Barco Brasil 1 pode virar ponto de visitação em Itajaí

Dagmara Spautz – Enviada especial, Portugal  | dagmara.spautz@santa.com.br

Usado pela equipe comandada por Torben Grael, o barco Brasil 1, única embarcação de bandeira brasileira a disputar a Volvo Ocean Race, pode ser doado a Itajaí para que se transforme em ponto de visitação. O veleiro, usado na etapa 2005-2006, está hoje em poder da organização da prova.

Segundo a assessoria de comunicação da Volvo Ocean Race, há conversas em andamento para verificar a possibilidade da doação ocorrer. As discussões são comandadas por Knut Frostad, diretor da Regata Volta ao Mundo, que fez parte da tripulação do Brasil 1.

O envio do barco a Itajaí dependeria da escolha da escolha da cidade para sediar as próximas edições da Volvo Ocean Race. A cidade já passou pela primeira seletiva, em que, das 65 candidatas a sede, apenas 32 foram escolhidas.

- Itajaí tem chances, com certeza. Tivemos uma experiência muito positiva na cidade, que mostrou um bom trabalho – disse Frostad.

O resultado final da seleção deve ser divulgado no final do ano. A expectativa do Comitê Organizador da Etapa Itajaí já manifestou a vontade de ter a cidade como sede não apenas de uma, mas duas novas Stopovers.

>>> LEIA - Groupama vence Regata In Port e abre vantagem na Volvo Ocean Race

Comente aqui
10 jun08:15

Dragão chinês invade Vila da Regata em Lisboa

Dagmara Spautz – Enviada especial, Portugal

Um dragão, figura mitológica da China, tomou conta da Vila da Regata de Lisboa neste sábado. A apresentação, feita por um grupo de dançarinos, homenageou a cidade de Sanya, uma das cidades sede da Volvo Ocean Race, e chamou atenção dos portugueses que passaram pela Doca de Pedrouços para acompanhar a Regata In Port.

A Vila da Regata é palco de muita torcida. Os portugueses vestiram, literalmente, as camisas das equipes neste sábado. Como a parada ocorre num país europeu, também há muitos estrangeiros – especialmente espanhóis – que vieram a Lisboa especialmente para acompanhar as regatas do final de semana. Camper e Telefónica são os campeões em popularidade.

JORNAL DE SANTA CATARINA

Comente aqui
10 jun06:57

Metropolitano bate Marcílio Dias em jogo-treino

O Metropolitano levou a melhor sobre o Marcílio Dias em jogo-treino, nesta sexta-feira, no Estádio Guilherme Jensen. Com dois gols do atacante Rafael Costa, o Metrô bateu o Marinheiro por 2 a 1. Os dois gols do time de Blumenau foram marcados na primeira etapa. O Marcílio descontou na etapa complementar, com o atacante Pablo.

No sábado, o Verdão volta a campo para outro jogo-treino. O time blumenauense vai até Indaial, também às 15h, para enfrentar o XV de Outubro, no Estádio Gigante do Vale.

Metrô e Marcílio se preparam para a Série D do Brasileiro, que segue sem data definida para iniciar.

JORNAL DE SANTA CATARINA

Comente aqui