Campeonato Catarinense

16 abr09:32

Figueirense é campeão do returno após jogo entediante contra o Camboriú

O Figueirense venceu a equipe do Camboriú por 3 a 2 no Scarpelli e é também campeão do segundo turno do Catarinense.

Jogo entediante

Um jogo apático. Essa foi a partida que o torcedor acompanhou no estádio Orlando Scarpelli, na tarde deste domingo, 14.  Não foi possível ver muitas jogadas, dribles e lances perigosos, mesmo com três gols marcados – dois por pênaltis. É possível dizer que o Figueirense criou mais oportunidades no meio-campo, mas faltou finalização para a equipe do Estreito.

O Figueirense abriu o placar com um lance curioso: Botti aproveitou a desatenção da zaga do Camboriú, roubou a bola e fez o gol para o Figueirense com dois minutos de jogo. O outro gol, o empate do Camboriú, apareceu pouco depois, aos 9 minutos de jogo, quando Renan cobrou pênalti sem defesa para o goleiro Neto. Após estes dois gols marcados, foram mais de 15 minutos de jogo truncado, poucas finalizações e poucos momentos de perigo para os dois lados.

O Camboriú jogou bastante fechado, evitando que as jogadas criativas alvinegras tomassem corpo. Aos 30 minutos de jogo, porém, outro gol. Fernandes marca pênalti e vira o placar para o Figueirense. Depois disso, o Figueirense actacou mais com mais finalizações até o final da primeira etapa. Foi um primeiro tempo econômico não apenas em finalizações e criatividade: muitas faltas marcadas, mas apenas um cartão, para Clênio do Camboriú.

Mais faltas

A situação do jogo não se modificou durante o segundo tempo, continuando tedioso. As jogadas que resultaram em gols, nesta etapa, foram exceções – e nem todas resultado de jogadas criativas em abas equipes.

O primeiro gol apareceu em uma bobeira da zaga do Figueirense: Diego Jardel aproveita falha de Fred, que deixou a bola correr até os pés do atacante, e chuta no canto, sem chances para o goleiro Neto. Depois do gol do Camboriú, o Figueirense parece ter “acordado” para a disputa, tentando criar mais oportunidades na lateral, com boas chances de ataque. O segundo gol do Figueirense, o gol do título do returno, veio dos pés de Luiz Fernando, que chutou forte de fora da área, após sobra de bate-rebate, sem defesa para o goleiro adversário.

Veja os gols do jogo entre Figueirense e Camboriú

O segundo tempo foi marcado, também, pelo maior número de cartões distribuídos pelo juiz Clodoaldo Juviacki: quatro cartões. A equipe do Camboriú, seguindo o índice de uma das mais violentas do campeonato, fez mais faltas e levou mais cartões – três dos cartões do segundo tempo. Outro lance, que não foi de cartão mas chamou a atenção do torcedor foi a lesão sentida por Jean Deretti, durante uma arrancada para o ataque no fim do jogo.

Com este resultado, de 3 a 2, o Figueirense pôde comemorar o título de campeão do Returno do Catarinense e pega agora na semifinal a equipe do Joinville Esporte Clube, também classificada para a disputa do título.

Ficha técnica

Figueirense (3)

Neto; Pablo (Léo), João Paulo Goiano, Fred e Guilherme Santos; Jackson, Coutinho (Niell), Botti e Luiz Fernando (Willian Pottker); Fernandes e Jean Deretti.
Técnico: Branco

Camboriú (2)

André; Neris, Ferreira, Bruno Garcia e Peixoto; Gesiel, Wilian Feijó, Luiz Renan (Lucas) e Renan; Clênio e Jardel.
Técnico: Suca.

Arbitragem: Clodoaldo Juviacki, auxiliado por Helton Nunes e Thiago americano Labes
Horário: 16h
Local: Estádio Orlando Scarpelli

Cartões Amarelos

Camboriú: Clênio (39′ – 1º tempo), Jesiel (21′ – 2º tempo), Renan (33′ – 2º tempo), Neris (43′ – 2º tempo)

Figueirense: Guilherme Santos (36′ – 2º tempo)

Público: 7.501

Renda: R$ 71.480


DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui
16 abr09:06

Marcílio Dias empata na despedida da elite catarinense

O Marcílio Dias despediu-se da elite do Campeonato Catarinense neste domingo e, mais uma vez, sem vitória. O time de Itajaí chegou a abrir vantagem de 3 a o sobre o Atlético de Ibirama, fora de casa, mas acabou cedendo o empate e terminou a competição na última colocação. O Atlético de Ibirama vai ter que entrar na fila mais uma vez para conseguir disputar a Série D do Brasileiro. O empate em 3 a 3 com o Marcílio Dias, neste domingo, no Estádio da Baixada, não foi suficiente para garantir a vaga, mesmo com a derrota do Metropolitano por 5 a 2 para o Avaí, em Blumenau.


O rebaixado Marcílio Dias e só com derrotas no returno, não foi a Ibirama apenas para cumprir tabela. Marcou em cima, sem dar espaço para o Atlético se movimentar e armar jogadas. Isolou o meio-campo e apostou na velocidade do atacante Tiaguinho, que mais armou as jogadas do que atuou dentro da área. O resultado disso foi o gol do lateral Willian, aos 24 minutos.

O Ibirama sentiu o baque. Na volta do segundo tempo, o técnico Giovani Nunes apostou em Marcelo Quilder e Michel, que sempre entra bem. Não deu muito tempo de ver se a estratégia daria certo, pois logo no primeiro minuto, Kapa fez o segundo gol do Marcílio. E tudo ficou ainda mais complicado aos 13 minutos, quando o goleiro Giovani, do Ibirama fez pênalti em Tiaguinho e foi expulso. Kapa só teve que bater e ampliar.

A partir daí, o Ibirama se atirou de forma suicida ao ataque. E o inacreditável quase aconteceu. Em quatro minutos, o time fez dois gols, com Adriano e Matosinho, e a torcida se empolgou outra vez. Já nos acréscimos, Mateus fez o terceiro, mas ficou nisso.

No Marinheiro, satisfação com o final feliz

No lado do Marcílio, o clima não poderia ser melhor. O empate e a boa apresentação deixou todo mundo satisfeito, inclusive o técnico Mauro Ferreira, que parabenizou os atletas:

– Hoje, eles mostraram que o Marcílio é um time grande, que tem camisa, que representa uma cidade. A integração entre a gurizada e os jogadores experientes foi muito positiva. Se tudo correr bem e eu puder continuar, devemos manter essa integração.

Depois de cinco jogos à frente do time, Ferreira não soube falar sobre o que será feito, mas garante que gostaria muito de continuar no comando do Marinheiro, mesmo porque foi atleta do time e diz amar Itajaí, cidade onde mora há quase 40 anos.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO DE IBIRAMA 3


Giovani; Sagaz (Gabriel), Vitor Hugo, Sílvio Bido e Santos; Fabricio (Michel), Xipote, Matosinho e Diego Patriota (Quilder); Adriano e Mateus. 
Técnico: Giovani Nunes.

MARCÍLIO DIAS 3

Nei; Rodinei, Rodrigão, Carlos Eduardo (James) e William; Givanilton, Bruno, Kapa (Zé Neto) e Thomaz (Maicon Jr.); Leandro Costa e Tiaguinho. 
Técnico: Mauro Ferreira.

Gols: Willian (M) – 24′ / 1º tempo, Kapa (M) – 1′ / 2º tempo, Kapa (M) – 13′ / 2º tempo, Adriano (I) – 20′ / 2º tempo, Matosinho (I) – 24′ / 2º tempo, Mateus (I) – 47′ / 2º tempo

Amarelos: Sagaz, Santos, Fabricio e Xipote (A); Rodrigão, Bruno, Kapa, Leandro Costa, Tiaguinho e Maicon Jr. (M). 
Vermelhos: Giovani e Vitor Hugo (A). 
Arbitragem: Natanaã Everton da Silva, auxiliado por Neuza Ines Back e Carlos Felipe Schmidt. 
Local: Estádio da Baixada, em Ibirama.


JORNAL DE SANTA CATARINA

Comente aqui
13 abr15:08

Definida a arbitragem da última rodada do returno do Catarinense

A Federação Catarinense de Futebol (FCF) definiu nesta quinta-feira a arbitragem da última rodada do returno do Estadual, que será disputada no fim de semana. Veja como ficou:


Atlético de Ibirama x Marcílio Dias

Apita Natanaã Everton da Silva, auxiliado por Neuza Ines Back e Carlos Felipe Schmidt


Figueirense x Camboriú

Apita Clodoaldo Jusviack, auxiliado por Helton Nunes e Tiago Americano Labes


Joinville x Brusque

Apita Bráulio Machado, auxiliado por Kléber Lúcio Gil e Juliano Fernandes da Silva


Metropolitano x Avaí

Apita Célio Amorim, auxiliado por José Roberto Larroyd e Eder Alexandre


Chapecoense x Criciúma

Apita Paulo Henrique de Godoy Bezerra, auxiliado por Rosnei Hoffmann Scherer e Angelo Rudimar Bechi

JORNAL DE SANTA CATARINA

Comente aqui
12 abr08:55

Marcílio Dias paga dívida de arbitragem e está liberado para disputar a última rodada do returno

O Marcílio Dias quitou nesta quarta-feira, junto à Federação Catarinense de Futebol (FCF), o débito que mantinha pelo não pagamento de arbitragem no Catarinense 2012. A dívida havia motivado a suspensão do Marinheiro pelo Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina (TJD-SC).

Segundo Luciano Hostins, presidente do Tribunal, o pagamento garante ao Marinheiro o direito de entrar em campo no domingo, pela última rodada do returno, para enfrentar o Atlético de Ibirama.

A equipe, que é lanterna do campeonato e foi rebaixada por antecipação, já dispensou boa parte do elenco profissional.

BLOG DO LITORAL

Comente aqui
11 abr13:45

Camboriú comemora aniversário e permanência na elite catarinense

O Camboriú F.C. comemora, nesta quarta-feira, nove anos de fundação. Para marcar a data e comemorar também a permanência na elite do futebol catarinense, o clube preparou uma festa no Centro da cidade.

O show da Banda Tchê Campeiro, teve seu local alterado devido à chuva que vem caindo durante todo o dia na região. A festa, inicialmente marcada para a Praça das Figueiras, foi transferida para a frente do Ginásio Irineu Bornhausen, também no Centro.

- Acreditamos que nosso torcedor é parte muito importante de nossas conquistas recentes, e por isso merece uma festa assim. Esperamos todo mundo na Praça, quarta-feira – enfatiza o presidente do clube, José Henrique Coppi.

O local, coberto, poderá receber os torcedores do Tricolor, fundado há exatos nove anos, em 11 de abril de 2003.

A festa é uma parceria do Camboriú FC com a Rádio Menina FC e terá início às 20h. Não haverá cobrança de ingressos.

Comente aqui
10 abr17:41

Marcílio Dias é suspenso pelo TJD-SC por falta de pagamento de árbitros

A falta de pagamento de arbitragem pode impedir o Marcílio Dias de entrar em campo para enfrentar o Atlético de Ibirama no próximo domingo, pela última rodada do returno. O clube, já rebaixado para a Divisão Especial, foi suspenso pelo Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-SC) até que acerte as contas.

Em nota, a diretoria do Marinheiro informou que a dívida ocorreu devido a um equívoco do departamento administrativo do clube, e o pagamento será feito ainda nesta quarta-feira.

A dívida seria de R$ 10 mil reais – R$ 2,8 mil em dinheiro e R$ 7,3 mil pagos em cheques sem fundos. Segundo Luciano Hostins, presidente do TJD-SC, o débito ocorreu no mês de março.

A decisão, proferida na semana passada, já impedia o Marinheiro de jogar a partida contra o Camboriú, pela 8ª rodada. Mas o Marcílio Dias se beneficiou do Estatuto do Torcedor, que não permite que um jogo seja cancelado com menos de 72 horas de antecedência.

Se acertar as contas, o Marinheiro estará liberado para entrar em campo no final de semana. Caso contrário, perderá por W.O – o que significa uma derrota por 3 a 0.

O Marcílio Dias é o lanterna do campeonato, e ainda não pontuou no returno. A equipe, com apenas seis pontos acumulados desde o início do Catarinense 2012, já dispensou boa parte do elenco profissional.

BLOG DO LITORAL

Comente aqui
09 abr17:32

Testes para categorias de base serão feitos nesta semana no Camboriú

Camboriú Futebol Clube promove nesta semana testes para jovens interessados em ingressar nas categorias de base do clube, nas equipes Juvenil e Júnior. O Tricolor iniciará a formação dos dois grupos, que disputarão, a partir de maio, o Campeonato Catarinense da Divisão Principal.

As avaliações para a categoria Juvenil – para garotos nascidos entre 1995 e 1997 – serão realizadas na quarta-feira, dia 11, às 14 horas no estádio Robertão. Já os testes para a categoria Júnior – para jovens nascidos de 1992 a 1994 – serão na sexta-feira, dia 13, também às 14 horas no estádio municipal.

Para participar dos testes, os interessados devem providenciar material para treino – meião, calção e chuteiras, atestado médico comprovando que o atleta está apto a praticar esportes – cópia do RG e ficha de solicitação de avaliação preenchida e assinada. Os atletas menores de 18 anos devem apresentar também cópia do RG do responsável e otermo de responsabilidade assinado também pelo responsável.

A participação nas avaliações deve ser garantida através de uma pré-inscrição, que é indispensável.

BLOG DO LITORAL

Comente aqui
06 abr08:27

Camboriú vence o Marcílio Dias

Em jogo antecipado da oitava e penúltima rodada do returno do Catarinense, o Camboriú despediu-se da torcida com vitória. Fez 2 a 0 no Marcílio Dias. Willian Feijó e Diego Jardel marcaram para o caçula do Estadual, que mesmo com pouco público na véspera de feriadão fez festa para comemorar a permanência na elite estadual.

O resultado não mexeu nas tabelas do returno e da classificação geral. Em ambas, o Camboriú segue em oitavo e o Marinheiro na lanterna. Já rebaixado, o time de Itajaí perdeu todos os jogos do returno e chegou à marca impressionante de 49 gols sofridos em 17 jogos no Estadual. Os demais jogos da 8ª rodada serão todos no próximo domingo, às 16h.

JORNAL DE SANTA CATARINA

1 comentário
05 abr17:06

Definida arbitragem para a penúltima rodada do returno do Catarinense

A Federação Catarinense de Futebol (FCF) divulgou a escala de arbitragem para a oitava rodada do returno do Campeonato Catarinense. A primeira partida ocorre nesta quinta-feira, e o restante da rodada termina no domingo, 8.

Confira as escalas

Partida de quinta-feira, 5/4

Camboriú x Marcílio Dias
Estádio Robertão, Camboriú
Horário: 20h30min
Árbitro: Eires Simão, auxiliado por Antonio Lourival da Luz e Anderson Moser

Jogos de domingo, 8/4 – 16h

Brusque x Figueirense
Estádio Augusto Bauer, Brusque
Árbitro: Jefferson Schmidt, auxiliado por Eberval Lodetti e Helton Nunes

Avaí x Joinville
Estádio da Ressacada, Florianópolis
Árbitro: Rodrigo D`Alonso Ferreira, auxiliado por Nadine Schramm Câmara Bastos e Josué Gilberto Lamin

Criciúma x Metropolitano
Estádio Heriberto Hülse, Criciúma
Árbitro: Braulio da Silva Machado, auxiliado por Angelo Rudimar Bechi e José Roberto Larroyd

Chapecoense x Atlético-Ib
Estádio Hermann Aichinger, Ibirama
Árbitro: Célio Amorim, auxiliado por Juliano Fernandes da Silva e Eder Alexandre

DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui
05 abr10:37

Camboriú se despede da torcida contra o Marcílio Dias

Em clima de festa por ter alcançado o objetivo de permanecer na elite, o caçula do Catarinense 2012 se despede do torcedor nesta quinta-feira à noite, no Estádio Robertão, quando enfrenta o lanterna e rebaixado Marcílio Dias, em jogo antecipado que abre a penúltima rodada do returno. O Marinheiro dispensou 10 jogadores às vésperas da partida, que começa às 20h30min.

Para o jogo, o Camboriú terá três desfalques: o goleiro Cairo e o lateral Paulo Ricardo, lesionados, e o zagueiro Peixoto, suspenso. Em compensação, o meia-atacante Luiz Renan, aposta de Suca, vai estrear no profissional.

– É um jogo importante, trata-se de um rival da região. E os jogadores que entrarem em campo pelo Marcílio estarão motivados. Podemos ter dificuldades – explicou Suca.

Nesta quarta-feira, a diretoria do Marcílio formalizou o desligamento de Segalla, João Leonardo, Anelka, Waldir, Leandro Mello, Cadu, André Luiz, Reinaldo, Amaral e Léo Lima, que, emprestado do Avaí, retorna ao time da Capital.

Segundo José Carlos Goulart Junior, gerente de futebol do Marinheiro, a dispensa ocorreu para colocar os jogadores da base em evidência e evitar gastos extras.

Comente aqui