Chuvas

14 mar17:57

Defesa Civil de Itajaí recolhe fotos de enchentes

Itajaí pretende organizar um acervo com documentação de fotos históricas das enchentes que assolaram a cidade ao longo dos tempos. A cidade foi atingida por duas enchentes nos últimos anos.

Além de servir como fonte histórica, as fotos serão objeto de estudo, pois, assim, os especialistas poderão fazer comparações com as ocorrências mais recentes, como forma de prevenção a possíveis ameaças.

- Temos que aprender com a história porque os fenômenos vão se repetindo ao longo dos anos – orienta o coordenador da Defesa Civil de Itajaí, Everlei Pereira.

A Coordenadoria Municipal da Defesa Civil solicita à comunidade que possua fotos que retratem esses momentos históricos, para que possa colaborar com o acervo, enviando as imagens para o e-mail: defesacivil@itajai.sc.gov.br, ou fazendo a entrega na própria unidade, localizada na Avenida Adolfo Konder, número 1811, no Bairro Cidade Nova.


Comente aqui
02 mar11:25

Sexta-feira terá tempo instável e com chance de chuvas ao longo do dia em SC

Pela manhã, o tempo fica aberto em SC, mas o deslocamento da frente fria que atua sobre o Estado em direção ao oceano, faz com que a sexta-feira fique com muitas nuvens e com possibilidade de chuva entre o Alto Vale do Itajaí e o Litoral Norte do Estado. As temperaturas começam a diminuir, mas ainda podem chegar a 34ºC no Norte e 33ºC na Grande Florianópolis.

Confira mais detalhes no Blog do Puchalski

Entre o Extremo-Oeste e o Meio-Oeste, a quantidade de chuva vai diminuindo ao longo do dia. As tempestades, com descargas elétricas e ventos fortes, que foram registradas nos últimos dois dias, não devem se repetir nesta sexta-feira, segundo a Epagri.

O órgão que monitora as condições climáticas em Santa Catarina ainda aponta que os ventos, que sopram de noroeste a sudoeste, não devem passar de 45 Km/h. 

Para o sábado, a previsão é de chuva fraca durante o dia entre a Serra e o Litoral Norte. Nas demais regiões, há possibilidade de sol com aumento de nuvens e pancadas de chuva entre tarde e noite. A temperatura fica amena e com ventos fracos.

No domingo, a condição de chuva diminui e o sol deve aparecer em todas as regiões, apesar de muitas nuvens. Os ventos continuarão com pouca intensidade e a temperatura permanecerá amena.

>>> Confira a previsão completa do tempo

DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui
02 mar10:04

Temporal desta quinta-feira destelhou mais de 20 casas em Itajaí

O temporal com fortes rajadas de vento, que provocou estragos no Vale do Itajaí, destelhou mais de 20 casas em Itajaí. De acordo com a Defesa Civil, as estações de telemetria registraram chuva com índice pluviométrico nos últimos 30 minutos de aproximadamente 20 mm, com rajadas de vento com velocidade máxima de 50,5 Km/h.

Três casas foram destelhadas na Rua Valdecir Bastos, no Bairro Murta, uma na Rua João Fernandes Vieira Junior (Loteamento Padre Jacó), Bairro Fazenda, 12 casas na Rua Ismael Orlando Evaristo e seis na Rua Jovelino Generoso Leite, ambas no Bairro Murta.

Agentes de Defesa Civil estiveram nos locais atingidos pela forte ventania prestando auxílio necessário aos morados.

A Defesa Civil orienta que, em situações de tempestades, recomenda-se ficar em locais abrigados e fechados. Evitar, banhos de piscina, mar e ao ar livre e locais descampados, ou em baixo de árvores. Em caso desta natureza, acione os bombeiros e/ou a Defesa Civil, pelo telefone 199.

>>> Tempestade faz dia virar noite em Itajaí

2 comentários
01 mar18:57

Tempestade faz dia virar noite em Itajaí

A tempestade que causou estragos em Blumenau atingiu Itajaí no final da tarde desta quinta-feira. O céu escureceu por volta de 17h, quando começou a ventar forte.

Segundo o coordenador da Defesa Civil de Itajaí, Everlei Pereira, a velocidade das rajadas chegou a 50 km/h.

Na estação metereológica instalada junto à Defesa Civil, o volume de água contabilizado chegou a 10 milímetros em apenas 10 minutos. Não há registro de alagamentos ou de prejuízos causados pelo vendaval.

Confira imagens da chegada da tempestade, feitas pelo repórter fotográfico Marcos Porto:

BLOG DO LITORAL

Comente aqui
01 mar11:12

Temporais devem se repetir em SC nesta quinta-feira, segundo a previsão

A quinta-feira deve começar com tempo aberto e presença de nuvens na maior parte do Estado, aponta a previsão da Epagri. No entanto, o dia deve terminar com chuva e até temporal em todas as regiões, mas com destaque para as cidades que fazem divisa com o Rio Grande do Sul.

Confira mais detalhes no Blog do Puchalski

Entre o Sul e o Extremo-Oeste, a chegada da frente fria pode provocar ainda rajadas de ventos com até 60 Km/h, e até 55 Km/h nas demais regiões. O órgão que monitora as condições climáticas aponta que a explicação está na chegada de uma frente fria vinda do Sul do Brasil.

As fortes chuvas registradas na última quarta-feira provocaram destelhamentos de casas e deixaram cerca de 50 mil unidades sem energia na Grande Florianópolis.

A previsão aponta ainda que há risco de temporal em todas as regiões de Santa Catarina ao longo do dia, sendo que o aumento de nebulosidade e formação de pancadas de chuva é maior entre a tarde e a noite.

As temperaturas permanecem altas e podem chegar a 36ºC em Itajaí e Navegantes e 33ºC em Balneário Camboriú.

>>> Confira a previsão completa do tempo

Comente aqui
24 fev08:59

Previsão alerta para possibilidade de pancadas de chuva em SC nesta sexta

A semana deve terminar com tempo nublado e com possibildidades de chuva e até queda de granizo na região litorânea de Santa Catarina, de acordo com a previsão do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). As temperaturas começam a diminuir, em função da influência de uma massa de ar frio vinda do Rio Grande do Sul.

As temperaturas nesta sexta-feira deve ficar entre 14ºC e 29ºC na maior parte do Estado. Em Itajaí e Navegantes, os termômetros devem registrar entre 25ºC e 32ºC nesta sexta-feira. Em Balneário Camboriú, a máxima pode chegar a 30ºC.

Apesar do sol aparecer em alguns momentos do dia, há possibilidades de pancadas de chuva no Estado e até trovoadas em todo o Litoral. O Inmet aponta que a maior chance de haver queda de granizo é entre o vale do Itajaí e a região de Laguna.

Os ventos sopram na direção Norte e podem ter intensidade fraca a moderada, com algumas rajadas de vento ao longo do dia.

Confira a previsão completa do tempo

DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui
23 fev09:42

Dia começa com sol entre nuvens e pode apresentar chuvas isoladas em SC

frente fria que prometeu trazer chuvas a Santa Catarina se desloca agora em direção ao Sudeste do país, podendo causar chuvas isoladas pela manhã e fim do dia no Litoral, com o sol aparecendo no resto do tempo. Nas demais regiões a previsão é de sol entre nuvens e chuvas isoladas à noite no Vale do Itajaí e Planalto Norte.

Segundo o Epagri/Ciram, órgão que monitora o clima, as temperaturas no Estado caem ligeiramente, ficando entre 13ºC, mínima no Planalto Sul, e 27ºC, máxima na Grande Florianópolis, no Oeste, Meio-Oeste e Litoral Norte.

A máxima em Itajaí, Balneário Camboriú e Navegantes é de 31ºC.

Comente aqui
23 fev09:33

Governador assina em Itajaí edital para Comportas do Rio Itajaí Mirim

“Estamos na idade da pedra”. Essa foi a expressão usada pelo governador Raimundo Colombo para definir a atual situação do Estado no que se refere à prevenção de enchentes, no momento em que anunciava uma série de medidas com o objetivo de resolver o problema no Vale do Itajaí. A apresentação das 14 ações foi feita nesta quinta-feira e a novidade é o cronograma de execução que prevê a conclusão das obras em cinco anos. No entanto, medidas de impacto imediato para a região têm término previsto em três anos.

PLANO DE AÇÕES PARA PREVENIR ENCHENTES

O governo do Estado usou como base um estudo feito pela Agência Internacional Japonesa (Jica) para definir as medidas e dividi-las em dois grupos com sete ações cada. O primeiro grupo é considerado prioridade e já tem um investimento assegurado de R$ 512 milhões – R$ 61 milhões do governo estadual, R$ 141 milhões do BNDES e R$ 310 milhões do governo federal.

– O primeiro grupo, este que nós estamos lançando, é uma coisa irreversível, tem que ser feito. O custo de cada enchente é praticamente este valor, não dá para postergar – disse o governador Raimundo Colombo.

Para estas ações, o prazo final de conclusão das obras é de quatro anos. As outras sete do segundo grupo de prioridades têm um calendário de até cinco anos, mas ainda não tem previsão de início.

As licitações para os projetos de três das sete primeiras medidas serão assinadas por Colombo ainda esta semana em Itajaí, Blumenau e Rio do Sul (ver tabela).

Em Itajaí, Colombo assina o edital de licitação para a contratação dos Projetos da Construção das Comportas do Rio Itajaí Mirim, os diques no canal antigo do rio. A cerimônia será às 15h30min, no Teatro Municipal.

Depois, em Blumenau, é a vez do edital para a compra de um radar meteorológico que permitirá prever com três horas de antecedência eventos climáticos. Com isso, as autoridades poderão alertar as pessoas para que se protejam ou até, em alguns casos, deixem as casas para que não corram riscos. O local onde o radar será instalado ainda está em estudo. As possibilidades são Santa Cecília, entre a Serra e o Meio-Oeste, e Rio do Sul, no Vale.

Outra medida assinada nesta semana será a sobrelevação da barragens de Taió e Ituporanga. De acordo com o governador, o estudo da Jica apontou que é necessário ampliar em dois metros cada uma delas. Com isso, o aumento total da capacidade das duas será de 35 bilhões de litros. A partir da assinatura das licitações, a previsão de conclusão das três primeiras medidas é de três anos.

Colombo lembrou das enchentes que atingiram o Vale do Itajaí desde a década de 1980 e afirmou que os pesquisadores da Jica estiveram em Santa Catarina durante dois anos, entre 2009 e 2010, para conhecer a região e elaborar um estudo que não teve nenhum custo ao Estado. O governador contou que, no ano passado, quando esteve no Japão, os integrantes da agência japonesa mostraram como o Rio Itajaí-Açu é semelhante ao rio da cidade de Tóquio e como as tecnologias implantadas lá, no início do Século 20, impedem catástrofes desde então.

– Agora estamos em condições de executar um plano estratégico, profundo, feito por uma das principais instituições de prevenção de cheias e catástrofes do mundo – disse o governador.

AGENDA
Quinta-feira
Em Itajaí, a partir das 15h30min, no Teatro Municipal (Rua Gregório Chaves, 110, Fazenda), assinatura do edital de licitação para a contratação dos Projetos da Construção das Comportas do Rio Itajaí Mirim
Em Blumenau, a partir das 18h30min, no Teatro Carlos Gomes (Rua XV Novembro, 1181, Centro), assinatura do edital de licitação para a aquisição de radar meteorológico
Sexta
Em Rio do Sul, no Parque Universitário Roberto Frahmm (Rua Herculano Nunes, 105, Centro), assinatura do edital de licitação para a contratação dos projetos de sobrelevação das barragens de Taió e Ituporanga

DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui
22 fev13:43

Plano contra cheias será assinado nesta quarta-feira

Governo do Estado anuncia nesta quarta-feira projetos para obras de R$ 135 milhões que integram pacote de R$ 2 bilhões em ações preventivas contra enchentes no Vale do Itajaí.

As assinaturas de editais começam a ser firmadas a partir desta quinta-feira, quando o governador Raimundo Colombo mostrará o Plano Diretor completo à população e às autoridades de Itajaí, Blumenau e Rio do Sul.

Em Itajaí, às 15h30min, no Teatro Municipal, o governador assina edital de licitação para a contratação dos Projetos da Construção das Comportas do Rio Itajaí Mirim.

O governador acredita que apresentar o plano é uma forma de tornar transparentes as ações previstas.

– Nosso objetivo é implantar essas medidas de forma gradual, mas constante, garantindo cada vez mais a segurança e a tranquilidade aos moradores do Vale do Itajaí – observa.

Serão assinados três editais para contratação de projetos de engenharia – todas na Bacia do Rio Itajaí, que abrange 53 municípios: um para sobrelevação das barragens de Taió e Ituporanga, outro para construção de comportas no Rio Itajaí-Mirim e, o terceiro, para aquisição de radar meteorológico, capaz de informar qual cidade será a mais atingida com até três horas de antecedência, além de mapear as áreas de risco de inundações e de escorregamentos.

As três ações custarão R$ 135 milhões. O plano completo compreende medidas estruturais e não-estruturais, como a retirada de moradores em áreas de risco de deslizamentos e enchentes. O valor de implantação é de R$ 2 bilhões.

Ele foi dividido em duas etapas. A primeira tem projetos para conter cheias menores com período médio de recorrência de 10 anos. A segunda envolve obras para prevenir e amenizar enchentes de médio e grande porte, que ocorrem, geralmente, em intervalos de 25 a 50 anos. Esta é a fase mais cara e custará cerca de R$ 1,5 bilhão. De acordo com o secretário de Estado da Defesa Civil, Geraldo Althoff, o cronograma de execução será conhecido hoje.

O projeto de prevenção foi feito por japoneses da Agência de Cooperação Internacional (Jica) e apresentado em setembro de 2011 à Defesa Civil do Estado.

As obras e as medidas traçadas só não seriam suficientes para evitar estragos como os causados pela enchente de 1983, no Vale do Itajaí.

A equipe já tinha feito estudo semelhante em 1988. Após as grandes enchentes da década de 1980 no Vale, o governo estadual também solicitou um projeto da Jica. As medidas nunca saíram do papel por falta de recursos e devido ao impacto social e ambiental que causariam. Naquela época, foram sugeridas construções de cinco barragens.

ENTENDA O PLANO
As ações
- Sistema de Monitoramento
- Alerta e alarme da Bacia do Rio Itajaí
- Sobrelevação das barragens de Taió e de Ituporanga
- Medidas de prevenção de escorregamentos em rodovias
- Construção de comportas no Rio Itajaí-Mirim
- Construção de sete barragens de pequeno porte
- Construção de uma barragem de médio no Rio Itajaí-Mirim
- Obras de melhoramentos nos canais dos rios Taió, em Rio do Sul, Timbó, Ilhota, e em Blumenau
- Obras de melhoramentos nos canais dos ribeirões Garcia e Velha, em Blumenau
- Construção de canal extravasor no Rio Itajaí-Açu
As oito novas barragens
- Duas barragens sobre o Rio Trombudo – capacidade para 11 milhões de m³.
- Barragem sobre o Rio Braço do Trombudo (Braço do Trombudo) – 4,4 milhões de m³.
- Duas barragens sobre o Rio das Pombas (Pouso Redondo) – 11,9 milhões de m³.
- Barragem sobre o Rio Taió (Mirim-Doce) – 6,6 milhões de m³.
- Barragem sobre o Rio Perimbó (Petrolândia) – 7 milhões de m³.
- Barragem sobre o Rio Itajaí-Mirim (Botuverá) – 15,7 milhões de m³.


O projeto começa com:

Sobrelevação das Barragens
- Aumentará de dois para quatro metros a barragem Oeste, em Taió, e a barragem Sul, em Ituporanga. A capacidade da primeira será 19,5% maior no armazenamento do reservatório. A da barragem Sul será 18,3% maior. A obra custará R$ 33 milhões
Radar meteorológico
- O equipamento conseguirá dar previsão de curto prazo com até três horas de antecedência dos eventos adversos. A área de cobertura é de 200 quilômetros, com área de vigilância de até 400
Construção de comportas no Rio Itajaí-Mirim
- As comportas de regulação controlarão a vazão afluente proveniente do montante – local do rio que se situam antes das comportas – mantendo a vazão dentro da capacidade de escoamento. Elas também protegerão dos efeitos do refluxo proveniente da jusante – parte do rio que se situa depois das comportas – durante picos de enchente. O custo é de R$ 94 milhões

Fonte: Projeto de ampliação do sistema de monitoramento, alerta e alarme da bacia do Rio Itajaí, elaborado pela Secretaria de Estado de Defesa Civil, e Projeto Jica

AGENDA
Quarta-feira
- Em Florianópolis, apresentação do plano e do cronograma de execução para a imprensa
Quinta-feira
- Em Itajaí, às 15h30min, no Teatro Municipal, assinatura do edital de licitação para a contratação dos Projetos da Construção das Comportas do Rio Itajaí Mirim.
- Em Blumenau, às 18h30min, no Teatro Carlos Gomes, assinatura do edital de licitação para a aquisição de radar meteorológico
Sexta-feira
- Em Rio do Sul, no Parque Universitário Roberto Frahmm, assinatura do edital de licitação para a contratação dos projetos de sobrelevação das barragens de Taió e Ituporanga

Barragem Sul, em Ituporanga terá capacidade de armazenamento do reservatório ampliada em 18,3%


Comente aqui
22 fev09:19

Quarta-feira deve terminar com chuva em toda Santa Catarina

A chegada de uma massa de ar frio, vinda do Rio Grande do Sul, deixa o tempo com mais nuvens e aumenta a possibilidade de pancadas de chuva em praticamente todo o Estado.

Segundo a previsão da Epagri, órgão estadual que monitora as condições climáticas, a temperatura pode chegar a 36ºC no Sul de SC e 32ºC na Grande Florianópolis. Em Itajaí e Navegantes, a máxima pode chegar a 31ºC.

Na Capital de SC, o dia amanheceu com muitas nuvens, mas ainda com presença de sol. No entanto, a previsão da Epagri aponta que a nebulosidade deve aumentar ao longo do dia. O sistema de baixa pressão entre o Litoral de Santa Catarina e Rio Grande do Sul ainda deve provocar o aumento na nebulosidade em todo o Estado.

A previsão da Epagri ainda aponta que a quarta-feira deve terminar com chuva em todas as regiões. O risco de temporal e granizo isolado aumenta a partir desta tarde e deve permanecer semelhante nos próximos dias.

Os ventos podem chegar a 60 Km/h no Sul do Estado, menos intensos do que os registrados no último domingo, quando chegaram a 130 Km/h e muita destruição, mas ainda com chance de causar estragos. Nas demais regiões do Estado, os ventos podem chegar a 50 Km/h, soprando de Nordeste a Noroeste durante todo o dia.

Confira a previsão completa do tempo

DIÁRIO CATARINENSE

Comente aqui