clicRBS
Nova busca - outros

Colabore

24 abr14:37

Uma cidade que redescobriu o rio

Texto compartilhado por Antônio Carlos Floriano

Acabada a regata da volta ao mundo a cidade amanhece mais satisfeita. A palavra satisfeita traduz a sensação de se ter feito um trabalho  apreciado, elogiado e isso se reflete no orgulho pessoal da cidade como um todo. Vi pessoas contentes, crianças se divertindo, um clima de civilidade que tomou conta daquele espaço delimitado, que aos poucos comportou nossa felicidade e o mais importante: nos trouxe de volta o rio.

Se existe alguma coisa bonita na paisagem de nossa cidade, esse lugar é o rio. Um rio grande, de larga travessia que com o fluxo dos navios e barcos de pesca, dá movimento e vida aos séculos de nossa constituição como povoado, vila, cidade. É o sangue que nos recicla, nos oxigena e portanto  nos traz a vida. Não existe Itajaí sem rio porque é do rio que vem nossa grandeza. A cláusula pétrea firmada entre o homem e sua geografia.

Por mais que nos neguemos a sermos  peixeiros, peixeiros é o que somos. Marinheiros é o que somos. Estivadores é o que somos. Comedores de siris, habitantes da margem direita, batizados pela luz que aqui é tão diferente, banhados pelo rio que aqui é tão generoso e ás vezes tão violento, inchando sua barriga de enchente e mostrando quem de fato manda.

Se a Volvo Ocean Race nos trouxe a alegria do evento, da modernidade e do novo paradigma cultural que muda a relação da cidade com os próximos eventos, especialmente a Marejada, nos trouxe de volta o rio, a beleza do rio e a possibilidade de aproveitarmos melhor o que ele tem pra nos dar.

Se nas últimas décadas empilhamos suas margens de construções públicas e privadas, se ao longo das décadas o escondemos como uma via suja de navegação, a regata nos mostrou outros caminhos. Que façamos mais pelo rio, que olhemos mais para o rio. Que amemos mais o rio.

Comente aqui
21 abr13:06

Fotógrafo conta experiência de velejar na Volvo Ocean Race

Marcos Porto, repórter fotográfico / Jornal de Santa Catarina

Volvo Ocean Race, 11h. Chego na Vila da Regata e avisto o barco Puma  atracado no deck e ao seu lado, sobre a mesma lâmina d´água, Groupama e Telefónica, onde os navegadores já estão trabalhando para o mesmo desafio, o treino para a competição In Port.

Sigo em direção ao barco através da nova Babel onde os velejadores se cumprimentam, conversam entre si, e eu, é claro, aplico o meu tímido inglês e francês (good mornig, bom jour), todos respondem atenciosamente. Até aí, tudo normal. Já acostumado com o dia a dia da regata, não esperava ouvir um (ok Marcos, be my guess, welcome on bord) dito pelo capitão do Puma.

Com todos a bordo e o barco livre daquelas amarras rígidas que os prendiam aos cais, a estrela da festa começa a navegar lentamente pelas águas do Rio Itajaí-Açu em direção ao mar, impulsionado pelo motor. A tripulação começa a preparar as velas, traçar cabos, tudo em um ritmo de equipe determinada a enfrentar os ventos de Itajaí. Em poucos minutos avistamos os amigos de todos os navegadores, os faróis da barra, que limitam o ultimo pedaço de terra entre rio e mar.

Ainda impulsionado pelo motor, alcançamos a raia da prova (1 milha de distancia) e um silêncio impera, cálculos são feitos e o capitão administra todos os movimentos dando a ordem para que a gigante lona comece a ganhar altura. Imponente sobre o barco,a vela mestra  ganha forma e começa a caçar os melhores ventos daquela tarde ensolarada  nos mares do sul do Brasil. O motor é cessado e agora estamos navegando  pelo sopro do vento que suavemente vem do leste fazer a gentileza de movimentar o barco na direção, horas norte, horas sul.

Ainda alinhando o barco o capitão, decide testar uma vela nova, e lá está a bela Code Zero estreando pela primeira vez em toda a regata e, diga-se de passagem, se comportou muito bem, abraçando o vento como um velho amigo, nos impulsionando pelo grande largo do complexo portuário de Itajaí. Testamos outra vela menor para ventos suaves antes içar a G1, vela da competição.

Agora já estamos competindo contra Groupama e Telefónica com sua lonas gigantes sobre o litoral das praias do Atalaia e Navegantes. Somente o capitão dá as ordens a bordo e todos obedecem. (Ok gays, navegando! trocar vela! mudar de bordo, puxar o cabo, onde está o Telefónica? Qual a posição do Groupama?) Todas as respostas vêm através dos esforços da tripulação que com destreza, braços fortes e espirito de equipe mantém o barco no ritmo dos ventos que agora sopram do norte.

O melhor dos sopros da natureza,  o vento do norte deixa os velejadores animados e o barco competitivo na regata, que é apenas um treino. Cruzando entre si, passando perto um do outro, Groupama e Telefónica disputam proa a proa a melhor posição enquanto Puma  prefere manter a distância buscando seu próprio vento para girar nas boias com vantagem sobre os dois competidores.

Cada movimento da embarcação é importante para a melhor pontuação e o capitão está bastante animado com o desempenho do conjunto vela, barco e velejadores que conseguem uma velocidade entre 10 e 12 nós nas raias do Itajaí Stopover. Enquanto navegamos entre as ondas, no mar, a cidade como pano de fundo, nos esperava oscilando em luzes e cores com o por do sol que se aproximava. De repente, a voz do capitão soa por entre as linhas da embarcação dizendo “Ok rapazes, o treino acabou, vamos voltar para a vila”.

Em poucos minutos chegamos ao cais onde uma multidão de pessoas aplaudem a manobra do Pulma que atraca no deck e se prende novamente a aquelas amarras indesejáveis.

Comente aqui
20 abr09:10

Alunos da Apae Itajaí na Vila da Regata

Esta semana foi diferente para alguns alunos da Apae de Itajaí. Eles visitaram a Vila da Regata, onde acontece a Volvo Ocean Race.

Conheceram o simulador de velas, os veleiros, os carros de corrida e fizeram até pose dentro das “máquinas”. Eles se encantaram com o píer, montado para receber os veleiros, e viram de perto o trabalho das equipes, que lutam contra o tempo para deixar tudo pronto para a largada que acontecerá no domingo. Os alunos visitaram o Museu do Mar, conheceram os marinheiros e as peças antigas expostas no local.

Emoção e adrenalina também fizeram parte do programa. Os alunos se divertiram no simulador de corrida e nos games de velocidade.

O cinema 3D atraiu a atenção de todos, que também relaxaram com massagens no stand da Univali.

Uma experiência única, que quebra barreiras na luta pela inclusão da pessoa com deficiência.

Texto compartilhado por Karoline Cabral

Comente aqui
16 abr10:50

Ação no Centro de Itajaí alerta sobre cuidados com a saúde vocal

Nesta segunda-feira, dia 16 de abril, é o Dia Mundial da Voz. O curso de Fonoaudiologia da Universidade do Vale do Itajaí (Univali), em apoio ao movimento da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia, desenvolve ações educativas para promoção da saúde da voz ,em escolas da região e no Centro de Itajaí. 

Profissionais e acadêmicos farão uma ação na Rua Hercílio Luz, no Centro de Itajaí, em frente a Casa da Cultura Dide Brandão, para realização de exames vocais gratuitos e orientações quanto aos cuidados com a voz. Durante a semana, os fonoaudiólogos da Univali também farão oficinas em escolas de Itajaí, Balneário Camboriú e Itapema. 

- Estima-se que de 5% a 8% da população tenha alguma dificuldade vocal que possa atrapalhar a comunicação, como voz rouca, esforço ou cansaço ao falar. A ocorrência desses problemas aumentam em profissionais da voz, como professores, atores, cantores e operadores de telemarketing – explica a professora do curso de Fonoaudiologia e mestre em Distúrbios da Comunicação, Juliana Câmara Bastos. 

A especialista reforça ainda, que as alterações de voz, como a rouquidão, por exemplo, pode ser um sintoma indicativo de doenças sérias, como o câncer de laringe. 

Está é a 13ª vez que a Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia faz o alerta pelo Dia Mundial da Voz com atividades em todo o Brasil. A campanha deste ano, com o título “Seja amigo da sua voz”, tem como embaixadores da causa os cantores da dupla sertaneja Victor e Leo, que enfatizam a importância da voz no campo profissional. 

Serviço
O quê: Dia Mundial da Voz – Ação educativa e atendimento gratuito no Centro de Itajaí
Onde: Rua Hercílio Luz, Centro de Itajaí – em frente a Casa da Cultura Dide Brandão

Quando: Hoje, dia 16 de abril, das 8h às 17h

Com informações da Assessoria de Imprensa da Univali

Comente aqui
11 abr13:18

Amor e Dor leva o prêmio do Cinerama.BC

O longa metragem francês Amor e Dor (Love & Bruises) do diretor chinês Lou Ye foi o grande vencedor do prêmio Coruja de Ouro 2012, segundo o júri da 2ª edição do Cinerama.BC que aconteceu no Cine Itália, do dia 04 a 08, em Balnéario Camboriú. Já o filme aclamado pelo público foi o sul africano Otelo em Chamas (Otelo Burning), de Sara Blecher.

A diretora Hélena Klotz, do filme A Idade Atômica e o diretor Theo Solnik, do filme Anna Pavlova Vive em Berlin, estavam presentes para receber seus prêmios. Os troféus de melhor filme e melhor atriz do filme Amor e Dor foram recebidos pelo distribuidor do filme Jean Thomas Bernardini, da Imovision.

Melhor curta
Os Telefericos, de Federico Actis, filme argentino

Longas
Melhor filme segundo o júri popular: Otelo em Chamas
Melhor ator : Eliott Paquet, do filme A Idade Atômica
Melhor atriz: Corinne Yam, do filme Amor e Dor
Prêmio Cinerama.BC Especial do Juri : Anna Pavlova Vive em Berlin
Melhor diretor: Hélena Klotz, filme A IIdade Atômica
Melhor filme segundo o júri: Amor e Dor, filme francês do diretor chinês Ye Lou

Curiosidades

- A sessão de abertura com o filme Câmera Escura, da espanhola Maru Solores, teve a primeira exibição mundial no Cinerama.BC

- O filme O Mundo em Duas Voltas – do diretor catarinense David Schürmann, contou com 150 pessoas na sessão, entre elas crianças da Rede Municipal de Ensino de Balneário Camboriú. Após a sessão houve debate com o diretor, homenageado da Mostra Catarina.

- A sessão com maior público do festival foi a do filme Otelo em Chamas, que foi aclamado pelo público após a apresentação e levou o prêmio do juri popular.

- Na sexta-feira, dia 06, foi o dia da Residência Cinerama.BC apresentar a palestra sobre Novas Mídias com os diretores Rubens Velloso e Marcos Azevedo, da Companhia Phila 7. A discussão de novos formatos e modos de exibir e entender a imagem gerou discussão e abriu novos horizontes para o público.

- A sessão de encerramento e premiação teve a exibição do curta-metragem realizado pela Oficina de Realização 2012 que aconteceu paralelamente ao festival. O longa de encerramento foi Onde a Terra Acaba, e houve debate após a sessão com o diretor Sérgio Machado, homenageado da Mostra Internacional.

Homenageados da edição 2012 do Cinerama.BC (todos presentes durante todo o festival)

- Os diretores Marcos Azevedo e Rubens Velloso da Companhia Phila 7, homenageados da mostra novas midias
- David Schürmann, diretor catarinense homenageado da Mostra Catarina
- Sérgio Machado, diretor e membro do júri de longas-metragens, homenageado da Mostra Internacional

Jurados

Juri de Curtas-metragens: o diretor Francisco Garcia, a diretora de arte Mônica Palazzo e o roteirista Filipe Domiano.
Juri de Longas-metragens: a jornalista Caroline César, o diretor Rodrigo Grota, a atriz e diretora Christiane Tricerri, o crítico e escritor Rodrigo Fonseca e o diretor Sérgio Machado.

Os vencedores

“Amor e Dor”, escolha do júri oficial como melhor filme do 2º CineramaBC, conta a história de Hua, uma estudante chinesa que se mudou para Paris e conhece Matthew, um jovem trabalhador com quem vive uma relação contraditória de paixão e amor, agressividade e posse, diferenças e afinidades.

“Otelo em Chamas”, escolha do público, traz o drama de um garoto sul africano que descobre a paixão e o talento para o surfe aos 16 anos num cenário nada amistoso de revolta e violência que domina o país em 1989. O filme alterna cenas de surfe e liberdade com outras de preconceito e sofrimento.

Também participaram do festival Heloísa e Wilfredo Schurmann, que estavam presentes quando o filho/cineasta David apresentou seu filme  “O Mundo em Duas Voltas”, documentário sobre uma das aventuras da família pelo mar.

O 2º Cinerama.BC contou com as mostras competitivas de longas e curtas internacionais, mostra catarina de curtas, filme de animação, filme infantil, debates, oficinas, palestras e muita troca de informações entre o público e os participantes. Foram cinco dias de programação intensa, e em grande parte inédita no cenário nacional. A idéia é manter o CineramaBC como atração fixa no calendário cultural da cidade. Os organizadores Bárbara Sturm e André Gevaerd já começaram a pensar a edição 2013.

Texto compartilhado por Luciana Zonta

Comente aqui
07 abr14:13

Atletas de Itajaí convocados para o Brasileiro de Seleções

O coordenador técnico do Itajaí Pró Vôlei, professor José Hiran, além do fisioterapeuta, Cley Anderson Mabba, e os atletas Arthur Matjje (levantador), Thiago Rodrigues (ponta) e Estevan Paiffer (ponta e líbero) apresentaram-se na última quinta-feira, em São José, à Seleção Catarinense Infanto, que disputa até o dia 14 o Brasileiro de Seleções.

Os catarinenses estreiam na segunda-feira contra o time de Minas Gerais.

Conforme José Hiran, o grupo apresentado está muito motivado e tem uma qualidade excepcional. “Os treinamentos terminam neste sábado e no domingo temos o congresso técnico iniciando a competição na segunda onde Santa Catarina enfrenta Minas Gerais”, ressalta.

Texto compartilhado por Daiane Benso/Energy Comunicação

Comente aqui
04 abr18:13

Páscoa de muita alegria na Apae de Itajaí

O ano de 2012 vai ficar marcado na memória dos alunos da Apae de Itajaí. Todos, inclusive os que freqüentam a Sede Rural da Apae, receberam um presente especial de páscoa.

Em uma sala, o departamento de eventos montou a “Casa do Coelho”. O local foi decorado com muito carinho, pensando em todos os alunos. Até um coelho de verdade passou por lá.

A presidente da Apae Itajaí, Vera Lúcia Corrêa Figueredo, entregou aos estudantes doces e guloseimas. Todos os chocolates foram doados pela Poly Terminais.

A Apae de Itajaí agradece a solidariedade da empresa, que proporcionou uma páscoa ainda mais feliz aos alunos.

Texto compartilhado por Karoline Cabral

Comente aqui
03 abr11:30

2º Cinerama.BC exibe filmes inéditos em Balneário Camboriú

Novos ventos movimentam a vida cultural de Balneário Camboriú de 4 a 8 de abril, no Cine Itália. E eles chegam através da segunda edição do Cinerama.BC,Festival Internacional de Cinema, que terá première de filmes internacionais, ou seja,  filmes que passam pela primeira vez no circuito de cinema brasileiro, alguns pela primeira vez na América.

Cinerama.BC, que abre o calendário oficial do cinema catarinense, terá apresentação de longas nacionais e internacionais, curtas-metragens, palestras, debates e oficinas, além de homenagens e premiações. Estão confirmadas também as presenças da atriz Christiane Tricerri e dos homenageados do evento, os diretores Sérgio Machado, Rubens Veloso, Marcos Azevedo (também ator) e David Schürmann. Uma das novidades deste ano é a sessão competitiva de curtas-metragens internacionais (Hungria, EUA, Argentina e Brasil) que farão sua primeira exibição no Brasil.

Entre os principais destaques da programação estão os filmes, inéditos no Brasil, Câmera Obscura (Espanha), de Maru Solares; Love & Bruises (China/França),de Lou Ye; Otelo Burging (África do Sul), de Sara Blecher; Anna Pavlova Lives in Berlin (Alemanha), do brasileiro radicado em Berlim Theo Solnik; The Precinct (Azerbaijão), de Ilgar Safat, e o premiado L’Age Atomic (França), de Hélena Klotz (ver infos dos filmes ao final do release).

NOVAS MÍDIAS

A seção Novas Mídias ganha força invadindo diversos espaços do festival onde o público terá a chance de experimentar novas formas de ver e pensar imagem em movimento.  Nos dias 05 e 06 de abril o 2º CINERAMA.BC recebe a Companhia Coletiva Phila7, que utiliza o audiovisual como elemento principal em suas apresentações. Filmes de diversos artistas com diferentes propostas poderão ser encontrados também no site do festival www.cineramabc.com.

MOSTRA CATARINA

Mostra Catarina traz ainda esse ano duas sessões: uma de curtas-metragens regionais de Santa Catarina e a exibição do longa-metragem “O Mundo em Duas Voltas”, do diretor catarinense David Schürmann, que será exibido no dia 05, às 16h, em sessão gratuita. Ele estará presente para contar sobre a experiência de filmar uma viagem ao mundo em um barco a vela. A exibição gratuita do filme está em sintonia com o grande evento náutico “Volvo Ocean Race”, que fará a parada brasileira em Itajaí, de 04 de abril a 22 de abril.

SESSÃO INFANTIL

Outra novidade na edição deste ano é a Sessão Infantil, que apresentará o filme “Uma Professora muito Maluquinha”, estreado pela atriz Paola Oliveira, de César Rodrigues e André Alves, com entrada franca. O filme foi adaptado da obra do escritor e cartunista Ziraldo. A abertura do festival para o público infantil, segundo o idealizador do evento André Gevaerd, é dar acesso às crianças como um projeto de formação de público. “A idéia é fazer uma formação pela base, criar, estimular e desenvolver o gosto pelo cinema desde cedo”.

RESIDÊNCIA CINERAMA.BC

Trata-se de um conjunto de palestras, oficinas e debates que permite que o público faça uma imersão no mundo do audiovisual. As palestras acontecem diariamente às 20h, durante todo o Festival, com os seguintes temas: Curta-metragem (Rodrigo Grota), Cinema e Mercado (André Sturm), Diálogos sobre a Presença Física e Imagética (Rubens Velosos e Marcos Azevedo), Crítica de Cinema (Rodrigo Fonseca), Atuação em Evidência (Christiane Tricerri). O circuito de oficinas amplia sua atuação na edição 2012 e irá oferecer: Oficina de Realização Coletiva (Carlos Daniel Reichel e Guilherme Meneghelli), Direção Cinematográfica(Francisco Garcia), Roteirização (Filipe Domiano) e Direção de Arte (Mônica Palazzo). A coordenação de todas as oficinas é realizada por Verena Meneghelli, da produtora Epic Studio.

CURADORIA DO PÚBLICO

Pela primeira vez o público terá chance de escolher um dos filmes do festival. A Sessão Curadoria do Público dá a oportunidade de escolha de um entre três filmes de animação na página do Cinerama.BC no facebook. Foram disponibilizados três títulos: “A Profecia dos Sapos”, de Jacques Rémy Girerd;  “As bicicletas de Belleville”, de Sylvain Chomet, e “Mundo Proibido”, de Ralph Bakshi. A votação segue até o dia 7 de abril. O filme escolhido pelos espectadores será exibido na tela grande do Cine Itália, às 18h do último dia do festival. Para votar, basta acessar http://www.facebook.com/cineramabc

CREDENCIAIS e INGRESSOS

Credenciais e ingressos podem ser adquiridos pelo site www.blueticket.com.br (cartão ou boleto) ou no Cine Itália (somente em dinheiro). O preço da credencial integral (válida para todos os eventos do festival) é R$160,00 (inteira) e R$ 80,00 (meia); já o ingresso avulso (para sessões de filmes e eventos) tem preço de R$16,00 (inteira) e R$ 8,00 (meia). O Cinerama.BC dá desconto para quem quer ser membro do festival.  Basta preencher o formulário disponível no site www.cineramabc.com.br e ter conhecimento do benefício.

Mais informações no site http://www.cineramabc.com.br/

FILMES


Trailers disponíveis através do link http://vimeo.com/channels/301123

“Câmera Obscura” (Câmera Escura) de Maru Solores – Premiada curta-metragista espanhola que estréia no longa-metragem. Filme delicado sobre uma adolescente cega e seu amadurecimento. PREMIÈRE INTERNACIONAL

“Love & Bruises” (Amor e Dor) de YE Lou – Terceiro longa-metragem do diretor chinês, que teve seus primeiros filmes na seleção do Festival de Cannes. Produção francesa sobre um amor intenso entre um homem e uma mulher. Estreou no importante festival de Veneza. PREMIÈRE LATINO AMERICANA

“Otelo Burning” (Otelo em Chamas) de Sara Blecher – Primeiro longa-metragem de ficção desta premiada documentarista sul africana. Filme intenso sobre um garoto africano que em meio à guerra encontra um porto seguro no surf. Considerado o “Cidade de Deus” da África do Sul. PREMIÈRE LATINO AMERICANA

“Anna Pavlova Lives in Berlin” (Ana Pavlova Vive em Berlim) de Theo Solnik – Primeiro longa-metragem deste diretor brasileiro. Um denso filme alemão sobre uma garota e sua vida noturna na cidade de Berlin. PREMIÈRE BRASIL

“The Precinct” (O Interrogatório) de Ilgar Safat – Longa-metragem do diretor que também é poeta e cantor de rock. Um filme do Azerbajão que mistura diversos gêneros que foi muito premiado em festivais do leste europeu. PREMIÈRE LATINO AMERICANA

“L’Age Atomic” (A Idade Atômica) de Héléna Klotz – Primeiro longa-metragem da diretora francesa revelação de 2012 do Festival de Berlim (prêmio FIPRESCI) e pelo júri no Festival Premiers Plans D’Angers. PREMIÈRE LATINO AMERICANA

Texto compartilhado por Luciana Zonta

Comente aqui
02 abr09:36

Itajaí Pró Vôlei vence etapa estadual sem perder um set

O Itajaí Pró Vôlei conquistou no último sábado o título da 1ª Etapa do Campeonato Catarinense Infanto, de forma invicta. A competição realizada no Ginásio do Sesc, em Itajaí, contou com a participação de quatro equipes: Itajaí Pró-Vôlei, Cimed/ Florianópolis, A.D. Criciúma e Pureza Santo Amaro.

Os garotos comandados pelo técnico Marcelo Pereira foram o grande destaque desta etapa, pois não perderam nenhum set nos três jogos disputados. O campeão da etapa foi definido em pontos corridos, por este motivo não teve final. Sexta-feira contra o Criciúma, considerado o confronto mais difícil da etapa, os garotos do Itajaí Pró Vôlei venceram por 3 sets a 0.

Já na manhã de sábado, a equipe itajaiense entrou em quadra para enfrentar a Cimed/Florianópolis, e mais uma vez os garotos venceram por 3 sets a 0. E na última partida da etapa, Itajaí Pró Vôlei e Pureza Santo Amaro entraram em quadra, e novamente 3 a 0 em 1 hora e 15 minutos.

Segundo Pereira, a primeira etapa foi bom para que os atletas pudessem se conhecer melhor e buscar entrosamento para os Joguinhos Aberto, onde o Pró Vôlei busca o bicampeonato.

- As partidas foram boas, acho que a nossa equipe mostrou um bom trabalho, claro que ainda não estamos bem entrosados, mas vamos seguir trabalhando para a próxima etapa que será daqui a dois meses em Florianópolis – comenta.

A etapa de Itajaí ficou assim:
1º Itajaí Pró-Vôlei (3 vitórias)
2º A.D. Criciúma (2 vitórias)
3º Cimed/Florianópolis (1 vitória)
4º Pureza Santo Amaro (3 derrotas)

Texto compartilhado por Júlio Kovalsky / Energy Comunicação

Comente aqui
30 mar14:55

Teatro Musical Paixão de Cristo em Itajaí

Cumprindo a antiga tradição cristã de reviver os passos de Jesus na Semana Santa, os jovens da Paróquia de São João Batista e o Ministério de Música Vida Nova, de Itajaí, preparam uma encenação musical da Paixão de Cristo.

A apresentação será dia 6 de abril, Sexta-feira Santa, às 20h, na praça da Igreja Católica de São João (Rua Pedro Rangel, Bairro São João).

Durante os últimos dois meses, o Grupo de Jovens Obra Nova reúne 40 integrantes, entre atores, músicos e figurantes para os ensaios da apresentação. A encenação terá duração de cerca de uma hora e conta com a estrutura de três palcos espalhados pela praça da igreja.

Texto colaborado pelo Pe. Valmir Debarbi

Comente aqui