Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de setembro 2009

INTERATIVIDADE NO BOM DIA!!

30 de setembro de 2009 1

   Hoje a linguagem e as diversas possibilidades e ferramentas da comunicação fazem com que nós, profissionais do meio, sejamos e estejamos cada vez mais atentos na maneira como vamos lidar com a informação. Levá-la adiante, nos vários espaços que ocupamos.

   Atualmente, quem busca informação interage muito mais. Quer participar constantemente, ativamente, do processo. Plenamente saudável e louvável.

   No TVCOM ESPORTES temos essa noção exata. São cinco os canais que possibilitam essa troca de ideias com os telespectadores. Isso sem contar com o blog aqui, ou o twitter pessoal (Jader76Rocha), mais os torpedos, emails, telefones! Uma centena de caminhos que levam a essa proximidade!

   Pensando nisso, nessa ideia de ter um contato mais próximo ainda com o público que nos acompanha, é que decidimos, eu e a equipe do Bom Dia, criar um espaço onde o telespectador possa testar sua memória, mas ao mesmo tempo, ter a chance de rever algo que lhe marcou, não sai da cabeça. Tudo isso no esporte! Um lance, um gol, uma escalação, um personagem marcante, uma entrevista bombástica!

   Dia 9 de outubro estreia o quadro “PEDIU, LEVOU”. Você, que tem o desejo de rever alguma situação de destaque no esporte, mande um email pra gente e tenha certeza de que seu pedido será atendido. Claro, atendendo as necessidades do jornal, do espaço. Vamos interagir ainda mais!

   Tô esperando a sua mensagem. Anota aí o email: bomdia@rbstv.com.br

 

Postado por Jader Rocha, POA

SECOS E MOLHADOS A CORES!

29 de setembro de 2009 0

   Já que falei do Secos e Molhados no post anterior. Vai aqui uma amostra. Cenas raras, antológicas de três caras que maquiados, cheio de trejeitos e com uma sonoridade incrível, deram outra cara pro cenário musical do Brasil em plena ditadura militar.

   Ouçam, vejam e me digam se não tenho razão:

 

 

Postado por Jader Rocha, POA

SALVE A MÚSICA BRASILEIRA

29 de setembro de 2009 0

   O título soa quase que como um desabafo de um cara que é completamente apegado as raízes tupiniquins. Embora goste e aprove grandes bandas, letras e arranjos de fora do país, sou um grande apreciador da nossa música. Temos pessoas muito inteligentes que sabem levar nosso ritmo como poucos. Valorizando nossa terra e fazendo com que a cultura daqui seja vista com bons olhos planeta terra afora.

   Uma destas pessoas que tem minha total admiração é o baterista do Titãs, Charles Gavin. Um cara extremamente centrado e disposto a tocar projetos paralelos a banda, que servem de estímulo a músicos, que por exemplo, ainda cavam espaço na mídia.

   Inteligente na maneira como busca dar a nossa música essa valorização, o titã tem um mérito intocável. O de resgatar obras esquecidas pela grande mídia, dando a elas o valor devido. Cito o exemplo clássico da coletânea dos dois álbuns da curta trajetória dos Secos e Molhados. Indefectível grupo de Ney Matogrosso, dos anos 70. Foi de Charles a iniciativa de remixar diretamente das fitas originais os discos. O resultado é fantástico. Vinte e seis músicas, de uma qualidade impressionante, com todas as características sonoras da época. Ele contou ainda com a produção de um dos ex-integrantes do trio, João Ricardo. Na minha coleção, esse álbum é um dos mais tocados. Brasilidade pura!

   Sem contar o programa do Canal Brasil em que ele apresenta. O SOM DO VINIL, que tem na sua ideia, justamente recuperar discos da música popular brasileira. Muito bem editado, com belas entrevista com os protagonistas e outros personagens que, direta ou indiretamente, fizeram parte da criação da obra.

   Por isso é que precisamos de gente assim. Salve a música brasileira!!

Postado por Jader Rocha, POA

AS EXIGÊNCIAS DE CADA UM

25 de setembro de 2009 2

   Li a pouco no Bloger Lerina aqui no clic. Lista de exigências do Faith No More pra tocar por aqui. O show será dia 3 de novembro no Pepsi On Stage! Que algumas das celebridades musicais gostam de exagerar a gente já sabe. Agora, no quesito superação e bizarrices, os caras se superaram. Reproduzo trecho da “lista criativa”:

   Doze pares de meias de algodão brancas e pretas. Entre os comes, os músicos gostariam de provar alguma especialidade local (“Jacaré, lagostim, tartarugas, churrasco, promoter etc.”), foram eles que pediram, assim mesmo!!

No item leitura, além de jornais como o The New York Times, a lista apresenta um pedido da edição do sensacionalista The Sun. E essa: Eles exigem “uma seleção das mais grosseiras revistas masculinas que vocês puderem largar em nossas mãos, solte suas fantasias, quanto mais pervertidas melhor. Esta banda só aceita o mais depravado e pervertido que possa ser servida pra ela. Por favor, reservem metade delas para a seção `Gay` e vão à luta”.

   E no que diz respeito as tão esperadas toalhas: Além de proibirem toalhas de bar e brancas - sob pena de morte -, os caras querem as dúzias de toalhas deles pré-lavadas, secas e “fofinhas como um filhote de coelhinho em um dia de verão”.

    Tá bom ou querem mais!!

Postado por Jader Rocha, POA

CADÊ A FISCALIZAÇÃO??

22 de setembro de 2009 1

    Sábado passei por uma situação incômoda, que faz você refletir sobre o que é certo, errado. Te irrita até.

   Saí do acampamento farroupilha com minha esposa, meus filhos e me dirigia pra casa, na zona sul. Bem em frente ao Gigantinho, o trânsito parou. Era perto das seis da tarde e havia acabado recentemente o confronto de duplas entre Brasil e Equador pela Copa Davis. Um azar meu dos grandes.

   Isso porque o povo todo que foi de carro ao ginásio, começava a engarrafar a saída do Beira-Rio pela Padre Cacique, somando-se aos vários automóveis que circulavam pela via, todos embolados, alguns descontrolados, apressados, na única via liberada para o tráfego naquela região, já que a Beira-Rio estava fechada em função do desfile. Com um detalhe. Geralmente o percurso que compreende a frente do Gigantinho até o dito portão de acesso de carros do Beira-Rio, leva, no MÁXIMO, dez, quinze segundos pra ser percorrido. Uma distância, sei lá, de 200, 300 metros, se tanto. Todos, inclusive eu, trancados naquele momento, fizeram o trajeto em meia-hora. É, MEIA-HORA!! Um absurdo. Incompreensível. Sem contar na má vontade de alguns, querendo levar vantagem sobre outros, cortando a frente, pedindo passagem sem educação, desrespeitando, na cara dura mesmo.

   Pergunta: Onde andavam os fiscais do trânsito que servem como moderadores e suporte pro trânsito já caótico da nossa cidade naquele momento?? Pra ser bem sincero, não vi UM ÚNICO sequer. Não tô mentindo. Enfrentei esse mini caos, assim como outros tantos, sem vizualizar um fiscal de trânsito que fosse. O que faziam, sinceramente não sei! 

Postado por Jader Rocha, POA

RBS ESPORTE GAUDÉRIO!

17 de setembro de 2009 1

programa gaudério!!/divulgação
  

   O RBS Esporte deste sábado, dia 19, às 9h na RBS TV é especial “barbaridade”. A equipe do programa vai apresentar o programa direto do bolicho do RBS Esporte no Parque Farroupilha em Porto Alegre em homenagem ao 20 de setembro. Alice Bastos Neves e Jader Rocha vão mostrar reportagens sobre os esportes gaúchos como a produção de Karine Alves que indica quais são as seis modalidades oficiais do departamento de esportes do Movimento Tradicionalista Gaúcho. São elas o truco de amostra, truco cego, solo – todas de carteado -  bocha campeira, tetarfe e a tava, que é o jogo do osso. 
   O tiro de laço tem duas reportagens para destacar como é o treinamento no campo e as provas de verdade, gravadas numa fazenda em Porto Alegre e na Expointer em Esteio, com produção de Julio Cesar Santos.
   Um Grenal de bombachas foi realizado na cidade de Maratá para ilustrar os costumes das pequenas cidades aos domingos e a rivalidade do nosso futebol com humor. A produção conta com ilustrações, vinhetas  especiamente elaboradas para o programa pelo departamento de arte da RBS TV.
   A própria trilha original do programa composta por Jean Presser teve um novo arranjo ao estilo gaúcho. Ao todo, foram mais de 30 profissionais envolvidos desde a produção, até a gravação, edição, montagem e a pós-produção. Direção e Edição de Caco da Motta.
   O programa vai ser reprisado na TVCOM no sábado às 12h45min, domingo às 14h e terça-feira, às 12h15min.
 

Postado por Jader Rocha, POA

CULTURA GAUDÉRIA

15 de setembro de 2009 1

   Um dos maiores símbolos da tradição gaúcha se dá através da manifestação da dança da chula. Movimento que se inciou lá no distante século 18, ano de 1770. Os tropeiros que saíam aqui do sul, levando burros, precisavam arrumar algo pra se divertir em meio as longas jornadas de viagem. Decidiram pegar as lanças, armas que traziam pra combater inimigos, colocá-las no chão e sapatear. Ganhava quem fizesse uma performance melhor, mais trabalhada. Assim é até hoje.

   Digo isso, porque nessa semana Farroupilha, vamos valorizar a dança da chula no Bom Dia Rio Grande desta quarta. A partir das seis meia da manhã, quem estiver nos acompanhando, terá uma grata surpresa. Um campeonato, inusitado, de chula, direto do acampamento Farroupilha, lá no Parque da Harmonia.

   Vou estar lá, ancorando em todos os blocos do programa, essa divertida iniciativa. Guri de Uruguaiana, personagem do Jair Kobe, a Luana Soft, personagem do comunicador da rádio Cidade Marcelo Santos, mais o campeão pan-americano de ginástica Mosiah Rodrigues, são alguns dos desafiantes do “torneio”. Claro que não se trata de uma competição oficial, será em tom de brincadeira, alegria.

   Tudo pra valorizar nossa terra. Vale acordar cedo e conferir!

Postado por Jader Rocha, POA

RRRRUBENS BARRICHELO...DO BRASIL!!

14 de setembro de 2009 1

   Fiquei devendo minha impressão sobre a última etapa da Fórmula Um, antes da prova deste final d semana em Monza. Pra me redimir, eis o que penso.

   O melhor que vi de Rubens Barrichelo em toda a carreira na Fórmula Um, foi o vice-campeonato no Mundial de 2000. Era contra Schumacher, era o tempo áureo da Ferrari. Não havia, realmente, como fazer algo a mais. No psicológico, Rubinho se sentiu o campeão, certamente.

   Os tempos de “vacas magras” na própria escuderia italiana e na Honda, determinavam o final da carreira. Marcada, também, por insucessos, azar e contestação na sua maneira de dirigir. Eu mesmo, sou um dos maiores críticos do piloto brasileiro. Mas devo admitir. Rubinho vem fazendo um belo trabalho na novata Brawn.

   Começou o ano a sombra do inglês Button. Ali, brigando com o parceiro de equipe pelas vitórias. O carro se desenhava mais irregular, mesmo assim, Rubinho seguiu firme. Alguns resultados comprometeram sua situação no campeonato. Despencou na classificação.

    Só que Rubinho ressurgiu e com força. Na corrida de ontem, mesmo que os treinos indicassem outra realidade, o piloto brasileiro acabou beneficiado pela excelente estratégia adotada pela Brawn. Um só pit stop, administração do resultado quando assumiu a ponta, pra não mais sair de lá.

   Grande Rubinho! A quatro corridas do final, candidata-se bravamente a ser campeão. Quem duvida??

Postado por Jader Rocha, POA

JOGOS ESCOLARES

10 de setembro de 2009 1

   Tava conversando essa semana com o Banana, apelido de um dos nossos colegas da redação. Ele é de Cachoeira do Sul e no dia 7 último, voltou à cidade pra desfilar pelo colégio da infância. Era aniversário da escola, no dia da independência. O Banana tava faceiro. Marchou pelas ruas da sua Cachoeira orgulhoso, dever cumprido.

   Falando e relembrando dos tempos de estudante, chegamos aos famosos jogos escolares que aconteciam com frequência nos tempos em que nos sentávamos na sala de aula. E não eram jogos comuns. Eram jogos que envolviam a escola toda. O conhecido “interséries”. Futebol, vôlei, basquete e futsal, na época futebol de salão ainda.

   Um dos históricos “interséries” que eu joguei, foi em 87. Tava na quinta série no velho Batista aqui em POA. No futebol, nosso time era um dos mais fortes. O campo era de areia, cercado só com uma grade. Nos dias de jogos, éramos liberados mais cedo da aula e íamos pro “evento”. O colégio parava. Tinha torcida organizada, árbitro, entrada em campo.

   Naquele ano, fomos vice-campeões, perdemos pra um time da sexta série. Era o clássico do colégio. Uma guerra. Imagina só, gurizada cheia de vontade e rivalidade. Foi o último ano que me lembro de uma competição assim. O
“interséries” sumiu do mapa, infelizmente!

Postado por Jader Rocha, POA

SEM SOLUÇÃO

09 de setembro de 2009 1

   Tenho sido bastante observador no trânsito de uma situação que incomoda, atrapalha e, de certa forma, intimida nós motoristas. Um problema que vem se alastrando a tempos e que num curto prazo, não sem tem a mínima ideia de que terá solução.

   Falo dos “pedintes” que aguardam os semáforos fecharem pra começar as intervenções. Há locais, principalmente na zona sul onde costumo transitar, em que em algumas sinaleiras grupos se revezam na tentativa de descolarem algum trocado, comida, água, sei lá mais o quê!

   E eles se repetem. Não importa o tempo. Frio, chuva, calor. Noite ou dia. Se repetem na forma como agem. É sempre um texto, uma história que tem a mesma finalidade. Comover e assim, ganhar algo.

   Tem gente que já anda com os vidros fechados, receosos da abordagem e do tipo como ela se dará. Enclausurados dentro dos próprios carros. Vítimas dessa, que é só uma das centenas de mazelas urbanas que observamos diariamente.

   Pena, que sem solução aparente.

Postado por Jader Rocha, POA