Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Oeste selvagem

28 de junho de 2010 0

A década de 1960 foi marcada por uma onda de westerns televisivos, seguindo um caminho que havia sido aberto pelos westerns cinematográficos produzidos em Hollywood nas décadas de 1940 e 1950. Quase todos tinha como modelo Bonanza, um dos fenômenos de audiência. E alguns destacavam-se por qualidade e originalidade. Um desses casos era Chaparral (High Chaparral, no original).

A ação se passava na segunda metade do século 19 mostrando a trajetória de duas famílias – os Cannon e os Montoya – que controlavam áreas de terra no Arizona. Num misto de convivência pacífica com disputas pelo poder, as duas famílias viviam em confronto. Os Cannon eram liderados por Big John (Leif Erickson), casado com Victoria (Linda Cristal), filha dos Montoya. Ex-oficial da Guerra da Secessão, Big John havia sido casado com Annalee, assassinada em um ataque dos Apaches.

A série se destacava também pelo humor através do papel coadjuvante de Manolo Montoya, o Manolito, interpretado por Henry Darrow. Criada por David Dortort (responsável também por Bonanza), a série estreou em 10 de setembro de 1967 pela rede NBC dos EUA. Teve um total de 98 episódios divididos em quatro temporadas.

Sangue latino

Poucos nomes são tão facilmente reconhecidos pelo telespectador de seriados quanto o de Henry Darrow, um dos mais frequentes coadjuvantes da TV americana.

O intérprete do irreverente e engraçado Manolito nasceu em setembro de 1933, em Nova York, filho de pais porto-riquenhos. Tomás Enrique Delgado Jr., seu nome de batismo, começou a atuar ainda criança, depois de sua família ter retornado para Porto Rico. Adulto, ganhou uma bolsa da Pasadena Playhouse, na Califórnia, passando a orar nos Estados Unidos.

Ao todo, participou de mais de 75 séries de televisão, sendo em Chaparral seu trabalho mais conhecido. Nos anos 1960, foi um dos fundadores da Nosotros, organização que direciona atores hispânicos para assumirem papéis não estereotipados. Aos 76 anos, Darrow vive na Carolina do Norte, nos EUA, com sua segunda mulher, Lauren Levian.

(Esta coluna, publicada em 27/6/2010, foi uma sugestão do leitor Vladimir Corrêa.)

Envie seu Comentário