Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

O motoqueiro voador

20 de setembro de 2010 1

Entre tantos desenhos animados inspirados em personagens reais, Devlin, O Motoqueiro destacou-se por dar uma versão cheia de aventuras e perseguições à vida do dublê Evel Knievel.

Nome conhecido nos Estados Unidos dos anos 1970 e ídolo de milhares de garotos naquela época, Knievel teve sua vida adaptada pelos estúdios Hanna Barbera. Além de ressaltar suas habilidades, o desenho colocava o personagem principal, agora batizado de Ernie Devlin, envolvido em perigosas tramas. No seriado, Devlin fazia parte da trupe de um circo que viajava por diversas cidades americanas. Ao lado de seu irmão Tod e de sua irmã Sandy, Devlin fazia arriscados números com sua moto – como o salto em rampas e o globo da morte. Quando não estava envolvido com as turnês, Devlin descansava ajudando pessoas da comunidade a resolver crimes e prender bandidos.

Produzido pelos estúdios Hanna Barbera e apresentado pela Rede ABC, Devlin, O Motoqueiro não repetiu o sucesso de público entre os milhares de fãs de Evel Knievel. O seriado teve uma curta carreira de apenas 16 episódios, que foram exibidos originalmente nos EUA entre setembro e dezembro de 1974. No Brasil, o desenho foi reprisado por várias emissoras ao longo dos anos 1970 e 1980.

A América em duas rodas

Capitão América montado numa moto, Evel Knievel encarnou o herói fantasiado que está sempre em busca de desafios e superações. Nascido em Montana em 1938, Knievel começou a andar de moto ainda na adolescência mas só nos anos 1960, depois de ter se apresentado em corridas e rodeios, passou a imaginar um espetáculo em que pudesse mostrar suas habilidades.

Por duas décadas, Knievel amealhou prêmios e reconhecimentos por inventar uma fórmula de espetáculo que misturava diversão com manobras arriscadas. Com sua moto, Knievel ia encarando desafios como pular sobre rios e fileiras de caminhões ou ainda saltar de um edifício para outro. Nessas temporadas, Knievel bateu dezenas de recordes, entre eleso de maior número de ossos quebrados, pois muitas vezes a apresentação não saía como planejada.

Knievel morreu bem longe das aventuras. Com a saúde muito debilitada, Knievel dedicou seus últimos anos à pintura e a um projeto chamado fundação Make a Wish, criado especialmente para crianças com doenças terminais. Ele morreu numa sexta-feira, dia 30 novembro de 2007, aos 69 anos, por conta da diabetes e fibrose pulmonar. O estilo de pilotar que criou vem sendo mantido por Robbie Knievel, seu filho.

(Coluna publicada em 19/9/2010)

Comentários (1)

  • Segundo Caderno » Arquivo » O motoqueiro voador diz: 20 de setembro de 2010

    [...] o post original no Fora de Série: O motoqueiro voador Compartilhar/Salvar Tags: colunas, desenho animado, devlin, dos-anos, estados, estados-unidos, [...]

Envie seu Comentário