Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts com a tag "rock hudson"

Em ritmo de aventura

23 de abril de 2010 0

Lembrado aqui na semana passada como protagonista de Casal McMillan, Rock Hudson também teve papel de destaque em outra série televisiva: Operação Devlin (Devlin Connection). Criada por Jerry Thorpe, Cliff Gould e Howard Rodman, Operação Devlin tinha um ritmo mais acelerado do que Casal McMillan – com alguns momentos claramente inspirados em Missão Impossível – e acompanhava as aventuras de Brian Devlin (Rock Hudson), um agente da inteligência militar que havia ficado milionário e se aposentara. Da juventude, Devlin lembrava-se de um caso amoroso que teve com uma mulher chamada Nicole Corsello, que, na época, ficou grávida, mas nada falou a ele. Quase três décadas mais tarde, Nick Corsello (Jack Scalla), então um homem muito rico e que trabalha como investigador particular, decide procurar seu pai para que possam trabalhar juntos.

Como as tramas não eram das mais fascinantes e as histórias quase sempre previsíveis, Operação Devlin teve curtíssima duração, sendo apresentada apenas por pouco mais de dois meses (de outubro a dezembro de 1982). Produzido pela rede NBC, Operação Devlin teve no total somente 14 episódios, sendo que dois ainda permanecem inéditos. No Brasil, a série foi apresentada na temporada de 1983, pela Rede Globo.

Rock Hudson, do cinema para a TV

Ator formado no cinema, Rock Hudson soube antever que sua carreira poderia entrar em declínio e, por conta disso, transferiu-se rapidamente para a TV na década de 70. Além dos já citados Casal McMillan e Operação Devlin, o ator obteve destaque na telessérie Dinastia.

Nascido em novembro de 1925 em Illinois, Leroy Harold Scherer Jr. (seu nome verdadeiro) entrou para o cinema nos anos 1940, logo depois de deixar a Marinha. Seu primeiro grande papel foi em Sublime Obsessão, de Douglas Sirk, e graças ao seu bom porte (tinha 1m93cm de altura), pasou a ser chamado para estrelar westerns, dramas e comédias até. Em 1957, foi indicado ao Oscar de Melhor Ator por Assim Caminha a Humanidade.

Como Hudson era homossexual, seu agente arranjou-lhe um casamento de fachada com a própria secretária, Phyllis Gates, em 1955. Mas, como o ator manteve romances com homens, Phyllis logo depois pediu o divórcio.

Seu último filme foi O Embaixador, em 1984. Desde o início dos anos 1980, já com os primeiros indícios de que estava com aids, o ator se afastou das telas, vivendo cada vez mais recluso. Hudson só assumiu a doença três meses antes de morrer, ao anunciar que doaria US$ 250 mil para uma fundação de pesquisas sobre a aids. Morreu em outubro de 1985, aos 59 anos.

(Coluna publicada em 18/4/2010)

Os casos de um casal

23 de abril de 2010 0

Muito antes de Jonathan e Jennifer Hart (casal vivido na TV por Robert Wagner e Stephanie Powers), uma outra dupla de marido e mulher já se arriscava em perigosas aventuras na resolução de crimes. Eram Stewart e Sally, que protagonizavam McMillan and Wife (no Brasil, Casal McMillan), seriado lançado nos Estados Unidos em 1971. Casal McMillan era uma das séries que participava do rodízio semanal da faixa NBC Mistery Movie (no Brasil, Os Detetives). As outras duas atrações eram Columbo, com Peter Falk, e McCloud, com Dennis Weaver.

Stewart era interpretado por Rock Hudson, já então um nome importante no cinema americano. Sua mulher era vivida por Susan Saint James (juntos, acima). Completava o elenco a irônica e sarcástica empregada Mildred (Nancy Walker, uma das atrizes mais importantes na evolução do humor televisivo nos EUA). Ao contrário de Jonathan e Jennifer, do Casal 20, dois ricaços entediados que se dedicavam a resolver crimes, o casal McMillan era do metiê. Stewart era um comissário da polícia de São Francisco, que sempre contava com o auxílio da esposa e da empregada para encontrar os vilões.

Por ser a de menor audiência entre as três séries apresentadas, Casal McMillan dava aos produtores maior liberdade. Assim, em muitos episódios eles deixavam os crimes em segundo plano para privilegiar a comédia de costumes e as situações inesperadas.

Porém, com o tempo, a série acabou rachando. Ao final da quinta temporada, o seriado sofreu fortes modificações com a saída de Nancy Walker e com a briga de Susan Saint James com os produtores. Como ela não quis renovar o contrato, o jeito foi eliminá-la da série e transformar Stewart em viúvo (Sally teria morrido num acidente de helicóptero). A reação do público foi péssima, e o seriado acabou sendo abandonado logo depois.

Cinco coisas curiosas

  1. No primeiro episódio, o interior mostrado da casa dos McMillan era na verdade o interior da casa de Rock Hudson.
  2. Apesar de ter aparecido grávida em alguns momentos da série, Sally McMillan, inexplicavelmente, nunca apareceu com um filho em qualquer um dos episódios.
  3. As aventuras do casal foram inspiradas nas do casal Nick e Nora Charles, da série Thin Man, famosa nos anos 1940.
  4. O papel de Nancy Walker teve tão boa aceitação do público que a atriz abandonou o seriado para estrelar sua própria série.
  5. Casal McMillan durou no total seis temporadas divididas em 40 episódios. Deixou de ser exibida em abril de 1977.
(Coluna publicada em 11/4/2010)