Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Modelos e cuidados com a profissão - dicas de um especialista

17 de maio de 2014 0

Com o episódio da moça que foi de Santa Catarina que para a China modelar e acabou presa, aqui vão dicas de um especialista na área. O bate-papo com Dilson Stein, olheiro respeitado pelas melhores agências de modelos do país, descobridor de tops como Gisele Bündchen, Alessandra Ambrósio e Carol Trentini, é também um alerta. E foi ele também quem descobriu a catarinense Bruna Linzmeyer, hoje atriz da Rede Globo, protagonista da novela das seis e que começou como modelo através dele. Aqui algumas dicas de ouro da fera.

Dilson Stein - Foto: Paulo R. Vasconcelllos

Dilson Stein – Foto: Paulo R. Vasconcelllos

Qual é exatamente o teu trabalho como olheiro?

Meu trabalho é observar, informar, preparar e dar a oportunidade para que pessoas com talento deem o primeiro passo na profissão de modelo, de forma segura, sendo avaliados por agentes, de agências de modelos nos quais confio e são consideradas as melhores do Brasil.

Como foi o teu início nessa área?

Quando fui assistir um desfile em Horizontina e fiquei impressionado com a elegância dos modelos, a posição de destaque, a postura, e como eram aplaudidos, estavam sempre rodeados de gente bonita e ganhando dinheiro. Só que naquela época, no ano de 1980, nós não tínhamos cursos e caça talentos no interior, não tínhamos acesso a informação como temos hoje, não existia internet para nos auxiliar.  Mas eu comecei a ler algumas revistas de moda, a pesquisar e me interessar cada vez mais. A vontade de entrar para esse mundo foi crescendo cada vez mais. Então, com 18 anos pedi transferência do banco onde trabalhava para Porto Alegre e na minha mala levava o sonho de ser modelo. Meu sonho acabou se tornando realidade e trabalhei um ano e meio como modelo. Foi assim que iniciou a minha carreira.

E a mudança de modelo para olheiro?

Em 1987, dois anos depois de me mudar para Porto Alegre para ser modelo, fui visitar minha família em Horizontina e fui convidado para participar de um concurso de modelos em Santa Rosa. Acabei vencendo o concurso. E ali conheci meninos e meninas que também tinham o sonho de ser modelo. Aí fui convidado para ministrar um curso de modelos em Horizontina e aceitei o desafio. Foram 97 participantes já na primeira edição. E foi assim que eu comecei a realizar eventos, semelhantes aos que realizava em Porto Alegre. Os cursos foram aumentando e a partir da década de 1990 comecei a levar os alunos para São Paulo para serem avaliados pelas agências.

Dilson com Gisele Bündchen no início da carreira dela - Foto: Acervo pessoal

Dilson com Gisele Bündchen no início da carreira dela – Foto: Acervo pessoal

Como você identifica um talento da área vendo além da beleza?

Eu procuro por dois tipos de modelos: fashion e comercial. Para quem deseja ingressar na carreira de modelo fashion (passarela) além da beleza é necessário ter ao menos 1m e 75cm para mulheres e 1m e 85 cm para homens, além das medidas de quadril e cintura estarem dentro dos padrões da moda.  Para quem sonha em ser modelo comercial (fotográfico) a altura não é tão importante, e o Brasil tem um grande mercado para modelos comerciais.

Entre milhares de jovens que tentam ser bem sucedidas nesta carreira, o que faz com que algumas poucas se sobressaiam tanto?

Esta é uma profissão que pode demorar alguns anos para trazer resultados, por isso somente meninas e meninos com determinação, foco e persistência alcançarão o sucesso.

Comments

comments

Envie seu Comentário