Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Catarinenses que fazem parte dos 50 anos da Rede Globo

26 de abril de 2015 2
Vera Fischer, a primeira grande estrela catarinense que esbanjou talento, e no seu caso também e polêmica na TV Globo - Foto: reprodução

Vera Fischer, a primeira grande estrela catarinense que esbanjou talento, e no seu caso também e polêmica na TV Globo – Foto: reprodução

Entre as atrizes, Neusa Borges e Vera Fischer foram as primeiras, seguidas depois por Carolina Kasting e Bruna Linzmeyer, as de maior expressão até agora. No telejornalismo, Sônia Bridi, Miriam Dutra e outros que já saíram da emissora, como Celso Freitas.

Sônia Bridi, a grande repórter especial do telejornalismo da Rede Globo, que começou na RBS TV

Sônia Bridi, a grande repórter especial do telejornalismo da Rede Globo, que começou na RBS TV, uma das primeiras afiliadas da emissora aniversariante

Zé Dassilva, o chargista do Diário Catarinense, e também roteirista de novelas e programas da Globo

Zé Dassilva, o chargista do Diário Catarinense, e também roteirista de novelas e programas da Globo

Kiria Meurer via RBS TV esteve à frente de várias edições do Globo Repórter. Zé Dassilva atua como roteirista. Já tivemos dois diretores de novela, Edson Spinello e Roberto Carminati. Nas trilhas sonoras das ditas, uma das recordistas em gravações é Deborah Blando. Não falta talento catarinense nesta mega história.

Neusa Borges, uma das primeiras atrizes em novelas da Globo

Neusa Borges, uma das primeiras atrizes em novelas da Globo

Carolina Kasting estreou na Globo em "Terra Nostra" e não parou mais de fazer novelas na emissora

Carolina Kasting estreou na Globo em “Terra Nostra” e não parou mais de fazer novelas na emissora

Rejane Arruda, irmão de Carolina Kasting e também nascida em Floripa, brilhou em"O Crabo e a Rosa", como a Kiki. Hoje é Mestre em teatro e professora em SP

Rejane Arruda, irmão de Carolina Kasting e também nascida em Floripa, brilhou em”O Cravo e a Rosa”, como a Kiki. Hoje é Mestre em teatro e professora em SP – Foto: Reprodução

Bruna Linzmeyer, a novíssima geração catarinense mostrando a sua cara e talento - Foto: Dilson Stein Models

Bruna Linzmeyer, a novíssima geração catarinense mostrando a sua cara e talento – Foto: Dilson Stein Models

E ainda temos também o Rodrigo Hilbert, agora dedicado ao seu programa de gastronomia no canal pago GNT, mas que atuou em várias novelas e volta e meia é chamado para trabalhos especiais.

Rodrigo Hilberto com Thiago Lacerda nas gravações de "Viver A Vida", no Oriente Médio, 2009

Rodrigo Hilberto com Thiago Lacerda nas gravações de “Viver A Vida”, no Oriente Médio, 2009

Deborah Blando em capa de CD com boa parte das musicas que gravou para trilhas de novelas da Rede Globo, é uma das recordistas

Deborah Blando em capa de CD com boa parte das musicas que gravou para trilhas de novelas da Rede Globo, é uma das recordistas

Entre as tantas músicas que Déborah gravou, e também compôs para as novelas da rede Globo, separei duas, uma dela bem no início, e outra mais recente, essa do Dalton, que esteve no ar em 2014.

`Próprias mentiras´ marcou a estreia de Débora Secco como protagonista de novela, ainda adolescente.

`Anjo´(de Dalto) esteve na trilha do remake de “Guerra dos Sexos”, em 2014.

Comments

comments

Comentários (2)

  • Marcos diz: 27 de abril de 2015

    Próprias Mentiras não é o inicio de Deborah Blando nas trilhas sonoras da Rede Globo, a história dela com a emissora começou bem antes disso, remonta lá nos idos de 1992 quando ela era uma loira perfeita, alias o começo de carreira já foi na Rede Globo, a história dela sempre caminhou lado a lado com a Rede Globo.

Envie seu Comentário