Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Macarrão instantâneo - Rápido, mas cheio de sódio e gordura

21 de junho de 2016 3
Foto: Thinkstock / Divulgação.

Foto: Thinkstock / Divulgação.

 

 

Por Giane Guerra
Tem pressa para cozinhar e recorrer às massas tipo miojo? Mas acho que ganhar seis minutos não valem a pena. Só acho…

O macarrão instantâneo foi criado durante um período de guerra quando muita gente ficava horas na fila para comprar comida. Hoje, o Brasil é o décimo maior consumidor deste produto.

Alerta das nutricionistas do site Desrotulando (antigo Fechando o Zíper): o macarrão instantâneo é frito. Ou seja, concentra na massa a maior parte da gordura. Quase 30% do limite diário, em alguns casos.

“A mágica para a redução do tempo de cozimento é que no seu processo de fabricação, o macarrão é pré-cozido e depois FRITO para possibilitar a perda d’água e deixá-lo “sequinho” novamente. Essa simples ação acrescenta ao prato aproximadamente 115 calorias e 15g de gordura quando comparada a uma massa do tipo espaguete comum.”

Aliás, a gordura cozinha mais rápido do que a farinha. Portanto… não fique com a consciência tranquila porque não usa o tempero e “come só a massinha”.

Além da gordura, outro problema: muito sódio. Confira a comparação do Desrotulando: um pacotinho pode ter quase 70% do limite de sódio diário recomendado pela Organização Mundial da Saúde.

 

miojo

 

Sódio é um problema sério. Entre os prejuízos, a super conhecida hipertensão até a asma. Retenção de líquidos é outro problema que causa muito desconforto e é provocada pelo excesso de sódio.

Veja as notas dos tipos de macarrão instantâneo avaliados pelo Desrotulando:

 

massa

 

 

Mas há algumas boas alternativas para experimentar:

 

macarr

 

 

Dica do Lado Natureba: Quando estou com pressa em casa, cozinho uma massa, corto um tomate, ralo uma cenoura em cima, coloco um ovo picado ou uma lata de sardinha.  Ou refogo rapidinho o que tenho de legumes, coloco um azeite de oliva. Temperadinho com o que tem em casa. Nós e as crianças comemos e adoramos. Rápido, saudável e saboroso.

Leia mais:

Criança brasileira come muito biscoito recheado, macarrão instantâneo e bebida adoçada

Entenda a escala de alimentos – Do in natura até o ultraprocessado

Comida de criança – alimentos para substituir pães e biscoitos

Coca-Cola verde reduziu açúcar, mas aumentou o sódio

Nova fórmula do Danoninho reduziu o açúcar em apenas 2%

Achocolatados têm açúcar demais e cacau de menos

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

 

 

Comentários (3)

  • Anderson diz: 21 de junho de 2016

    Melhor deixar de lado essas massas prontas onde somente coloca-se água quente e pronto. Quem cuida um pouco de si, não come esse tipo de coisa. Produtos com conservantes, corantes e todo tipo de “ante” que só fazem mal. Mesmo as opções “mais naturais” deixaria de lado.

  • Thais Zelada diz: 22 de junho de 2016

    ….durante um período de guerra quando muita gente ficava horas na “filha” para comprar comida.

    Não seria fila?

  • Susumu Kodai diz: 6 de julho de 2016

    Esse alto teor de sódio é só da massa, ou da massa + tempero?

Envie seu Comentário