Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Começa recall do extrato de tomate Quero com pelo de roedor acima do limite

03 de março de 2017 5

quero

 

Lembra da notícia abaixo?

Proibida venda de mais um lote de extrato de tomate com pelo de roedor acima do limite

Pois a Quero anunciou nesta sexta-feira os detalhes do recall do extrato de tomate deste lote. Apesar de no dia de divulgação da notícia, ter enviado um posicionamento avisando que já tinha tomado as medidas cabíveis ainda em agosto de 2016.

Consumidores com itens do lote L. 11 07:35 do extrato de tomate da marca Quero devem entrar em contato com a empresa, conforme o comunicado:

“Portanto, aos consumidores detentores de unidade(s) do lote L 11 7:35 recomenda-se que entrem em contato via Serviço de Atendimento ao Consumidor Quero através do número 0800 165858 ou pelo site www.quero.com.br para substituição da(s) unidade(s) sem custos ao consumidor.”

Relembre:

A resolução foi publicada no Diário Oficial da União ainda em fevereiro pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. O laudo é do laboratório de Minas Gerais:

“apresentou resultado insatisfatório ao detectar matéria estranha indicativa de risco à saúde humana, pelo de roedor, acima do limite máximo de tolerância pela legislação vigente”

A Anvisa proibiu a distribuição e comercialização do lote L. 11 07:35 do extrato de tomate da marca Quero. É produzido por Heinz Brasil S.A, na fábrica que fica em Nerópolis (GO).

A marca Quero foi comprado pela Heinz em 2011, quando ainda era uma empresa dos Estados Unidos. Dois anos depois, a Heinz foi comprada pelo grupo brasileiro 3G e pelo investidor norte-americano Warren Buffet.

Posicionamento da empresa no dia de publicação da proibição pela Anvisa:

“Nota de esclarecimento

Sobre publicação do Diário Oficial referente ao lote de produto fabricado em dezembro de 2015, a Quero Alimentos informa que, em total respeito ao consumidor e à ANVISA, já tomou as providências aplicáveis para retirar todo o referido lote do mercado em agosto de 2016, quando tomou ciência do ocorrido. 

Ressalta, ainda, que nos últimos anos fez grandes investimentos em novas tecnologias para aumentar ainda mais a qualidade do tomate no campo e de seus produtos, e grandes progressos foram alcançados. A companhia afirma com segurança que os rigorosos controles no processo produtivo garantem a eliminação de qualquer risco ou prejuízo à saúde.

A Quero Alimentos reafirma sua transparência em todas as etapas da produção, desde o recebimento dos ingredientes até a distribuição do produto final, com foco no atendimento às legislações aplicáveis a alimentos, de forma a oferecer aos consumidores total confiabilidade no alto padrão de qualidade da marca.”

Acima do limite? Entenda:

Há limites para materiais estranhos em alguns alimentos. Vão de pelos a insetos inteiros. Acima dessa tolerância que a Anvisa considera prejudicial à saúde.

O limite foi estabelecido por legislação de 2014. Os fragmentos não podem ser vistos a olho nu. Até então, não eram tolerados pela Anvisa.

Na época da norma que implementou os limites, a Anvisa alegou que era inviável muitas vezes eliminar todos os fragmentos. Exemplos de produtos que permitem, até um limite, a presença de “matérias estranhas”:

Molhos, purês e extratos de tomate: um fragmento de pelo para cada 100 gramas

Geleias de frutas: 25 fragmentos de insetos para cada 100 gramas

Café torrado e moído: 60 fragmentos de insetos para cada 25 gramas

Chá de camomila: cinco insetos inteiros mortos para cada 25 gramas

Canela em pó: um fragmento de pelo de roedor para cada 50 gramas

Chocolate e achocolatados: um fragmento de pelo de roedor para cada 100 gramas

Orégano: 20 fragmentos em 10 gramas

No caso de insetos, não vale moscas, baratas ou formigas, por exemplo. Anvisa considera que estes trazem riscos à saúde.

A norma completa está neste link: RDC 14/2014

===

Leia mais:

Proibida venda de lotes de cinco marcas de molho e extrato de tomate com pelo de roedor acima do limite

Proibido lote de extrato de tomate Heinz com pelo de roedor

Proibida venda de lote de geleia produzida no Rio Grande do Sul com larva, fungo e pelo de roedor

Como lavar tomates e fazer extrato de tomate em casa

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

 

 

 

 

Pediatra mandou dar alimentos antes dos seis meses do bebê. O que faço?

03 de março de 2017 2

 

Foto: Diego Vara / Agencia RBS.

Foto: Diego Vara / Agencia RBS.

 

Leitores perguntam. Lado Natureba responde.

Pergunta que recebemos muito aqui, além de vermos com muita frequência pela vida e pelas redes sociais:

Pediatra mandou fazer a Introdução Alimentar antes dos seis meses do bebê. Organizações de saúde dizem que não. O que faço?

Confira a opinião de especialistas, colocados aqui em ordem alfabética, já que sabemos que o tema é bem polêmico:

Cristina Machado, consultora em amamentação, bióloga e doutora em Ciências. Autora da página Plantão Materno:

Eu trocaria de pediatra! Seguindo as recomendações do manual de nutrologia do Ministério da Saúde, quando não possível o aleitamento materno exclusivo até seis meses, ele deve continuar sendo aleitamemnto misto (peito e fórmula) até os seis meses tbém. Pediatras antecipam a Introdução Alimentar por algumas questões como alto custo do leite artificial. Então, a ideia é que é melhor, para mães pobres, dar batata e cenoura que leite de saquinho. Alguns estudos mostravam uma janela imunológica dos quatro aos seis meses, mas esse estudo não foi feito com bebês amamentados exclusivamente. Há muito desconhecimento. Pediatras nem deveriam prescrever Introdução Alimentar. O Manual de Nutrologia da Sociedade Brasileira de Pediatria diz que a IA tem que ser feita a partir dos seis meses, atendendo ao desenvolvimento neuropsicomotor do lactente. ‘Nesta idade, a maioria das crianças atinge estágio de desenvolvimento com maturidade fisiológica e neurológica e atenuação do reflexo de protrusão da língua, o que
facilita a ingestão de alimentos semissólidos. As enzimas digestivas são produzidas em quantidades suficientes, razão que habilita as crianças a receber outros alimentos além do leite materno.’ Está no material de saúde da criança do Ministério da Saúde a recomendação de introduzir alimentos somente após os seis meses: ‘Não há vantagens em se iniciar os alimentos complementares antes dos seis meses, podendo, inclusive, haver prejuízos à saúde da
criança, pois a introdução precoce de outros alimentos está associada a:
• Maior número de episódios de diarréia;
• Maior número de hospitalizações por doença respiratória;
• Risco de desnutrição se os alimentos introduzidos forem nutricionalmente inferiores ao
leite materno, como, por exemplo, quando os alimentos são muito diluídos;
• Menor absorção de nutrientes importantes do leite materno, como o ferro e o zinco;
• Menor eficácia da amamentação como método anticoncepcional;
• Menor duração do aleitamento materno.’

Cristina Targa Ferreira, presidente da Sociedade de Pediatria do Rio Grande do Sul:

Não está errado introduzir com quatro meses e nem com seis meses. Mas não se deve retardar mais do que seis meses a introdução alimentar. Começar com frutas no lanche da manhã e, quando estiver aceitando, começar legumes no almoço (papa salgada). Com oito e nove meses, já comer dois lanches de frutas (manhã e tarde) e almoço e jantar (papa salgada). O importante é não dar “outras coisas”, como industrializados, no primeiro ano de vida. Só dê comidas saudáveis. E não retardar demais a introdução alimentar, pois só o leite não é suficiente após os seis meses. Outra coisa importante: é para dar frutas e não sucos. A fruta é dada de colher, raspada. A fruta tem fibras e menos açúcar (frutose) do que os sucos. E não compete com a mamada.

Fabíola Frezza Andriola, nutricionista infantil especialista em Comportamento Alimentar. Tem o site Introdução Alimentar:

Esta orientação é mais comum do que parece! Mesmo que esperar os seis meses seja a recomendação da Organização Mundial da Saúde e Sociedade Brasileira de Pediatria. Está no próprio manual deles… Não há benefício algum começar a Introdução Alimentar antes dos seis meses. Mas… As desculpas são mil… Por exemplo, a volta ao trabalho. Deveriam, então, ensinar como ordenhar e estocar o leite, indicar uma nutricionista especializada ou consultora em amamentação. Outra desculpa: bebê não ganha peso. Gente! Nada é mais completo do que o leite materno. Como uma banana será mais completa?  Minha dica: informe-se! Empodere-se e acredite em si mesma, mamãe! É possível sim voltar a trabalhar e manter o aleitamento. Até mesmo na impossibilidade de ordenhar, melhor uma boa fórmula do que comidinha Dificilmente um bebê senta sozinho e sem apoio antes dos seis meses e esse é o principal sinal de estar pronto para iniciar a introdução alimentar. 

Flávio Melo, pediatra especialista pela Sociedade Brasileira de Pediatria e membro da Associação Brasileira de Nutrologia. Tem o site Pediatria do Futuro:

Caso a sua licença seja de seis meses, em concordância com o pediatra, você poderá começar a testar alimentação sólida (frutas, palitinho de legumes, procurem BLW – Baby Led Weaning em inglês ou Desmame Orientado pelo Bebê) 15 dias antes e dessa forma permitir que ele se alimente no intervalo antes do almoço e à tarde. Se sua licença for de quatro meses, use o atestado de mais 15 dias do pediatra (não precisa ser doente para necessitar do aleitamento). Após isso, use o direito de uma hora a mais de intervalo. Dependendo da situação, seria melhor iniciar introdução alimentar mais cedo do que substituí-la integralmente por fórmula. Já existem estudos que não demonstram nenhum problema em iniciar IA entre os quatro e seis meses, nessas condições acima, a critério do médico acompanhante.

 

===

Leia mais:

Comida de Criança

Leite de vaca X Leite artificial – Qual o melhor a partir dos 2 anos de idade?

Leitores perguntam – Crianças podem beber leites vegetais? Substituem o leite de vaca?

Amamentação Prolongada – Por que é recomendado amamentar por dois anos ou mais?

Tenho diabete gestacional. E agora?

Dicas para pais que trabalham e querem cozinhar as refeições dos filhos para a semana toda

Comida de criança

Pediatra indica dar sardinha já na introdução alimentar do bebê

“Melhor dar enlatada do que não dar sardinha para seu filho”, esclarece pediatra sobre polêmica

Alimentação infantil – E quando a gente começou errado?

 

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

E também curta o Facebook do Lado Natureba.

Receita - Bolo de cacau, banana e ameixa

01 de março de 2017 0

bolinho cacau

 

 

Bolo de cacau, banana e ameixa

Ingredientes 

3 ovos
1/2 xícara de óleo
1/2 xícara de leite
Duas colheres de chá de mel
4 bananas
5 ameixas secas sem caroço
2 colheres rasas de sopa de cacau
2 xícaras de aveia
2 colheres cheias de sopa de fermento químico

Modo de fazer

Bate tudo no liquidificador. Deixo a aveia por ultimo porque fica pesado e talvez precise ajudar com uma colher. Asso em formas de cupcake.
Para quem gosta de bolo mais doce, tem que turbinar mais no mel ou colocar um açúcar. Mas eu tenho reduzido as quantidades de doçura por aqui…

===

Receitas:

Receita – Pãozinho de polvilho com batata

Sete receitas fáceis e gostosas para festinhas saudáveis

Receita – Panquecas de banana e aveia

Da casca da melancia à semente de abóbora – Dicas para aproveitar todo o alimento

Receita – Pão integral de casca de moranga com tomilho-limão

Receita – Pão de queijo de kefir no liquidificador

Receita – Quibe de moranga assado

Cinco pastinhas fáceis e saudáveis para passar no pão

Receita – Bolo de cenoura integral com água com gás em vez de óleo

Receita – Batata rústica com alho no forno

Receita – Pasta de berinjela com pimentão

Receita – Mousse de chocolate sem açúcar

Receita – Sorvete de manga com casca

Receita – Ambrosia Natureba com açúcar mascavo

Receita – Sangria funcional sem álcool

Receita – Bolo integral de iogurte natural e frutas (de liquidificador!)

Receita – Pão integral de manjericão

Receitas de Verão – Suco de casca de melão & Sorvete de manga com casca

Receita – Pãozinho de polvilho com moranga, chia e tomilho

Receita – Bolinho integral básico de cacau no liquidificador

Receita – Gelatina de banana e maracujá

Receita – Pãozinho de polvilho e aipim

Receita – Pão-bolo integral de alfarroba

Receita – Pão integral de requeijão com azeitona

Receita – Pão 100% integral de liquidificador

Receita – Salada de massa com folhas de cenoura e beterraba

Receita – Pão doce 100% integral com frutas cristalizadas

Receita – Picolé de frutas picadas

Receita – Frutas com cobertura de chocolate

Receita – Pãozinho integral de milho

Receita – Massa de pizza 100% integral

Receita – Compota de ameixas amarelas (nêsperas)

Receita – Bolinho de arroz integral rico em fibras de talos e folhas

Metabolix – Suco acelera o metabolismo e ajuda a queimar gorduras

Receita – Leite de coco caseiro

Receita – Bolo integral de cenoura feito no liquidificador

Receita – Massa de pizza feita de couve-flor

Receita – Pãozinho de inhame com polvilho

Receita – Banana assada com chocolate

Receita – Nuggets caseiro de peixe

Receita – Bolo de chocolate com café feito no liquidificador

Receitas – Brigadeiro e Bolo de casca de banana

Louco por um doce? Coma ambrosia, sugere nutricionista.

Receita – Escondidinho Low Carb de moranga com camarão

Receita – Bolo de beterraba sem ovos nem leite

Receita – Bolinho integral com frutas cristalizadas

Receita – Pão de queijo de liquidificador

Receita – Massa integral com mexilhão temperada com açafrão

Receita – Bolinho salgado de lentilha ótimo para petisco

Como lavar tomates e fazer extrato em casa

Receita – Bolo de caneca de banana e aveia que fica pronto em minutos

Receita – Brownie 70% cacau

Receita – Mousse natureba de cacau e castanhas

Receita – Risoto de arroz vermelho com queijo coalho e tomate seco

Que tal uma canja de galinha natureba? Confira a receita

Receita de lambedor contra a tosse e a explicação científica para os ingredientes

Receita Natureba: Cookies integrais de aveia com chocolate

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

E também curta o Facebook do Lado Natureba.

Sugestão para tirar a farinha láctea da alimentação de adultos e crianças

01 de março de 2017 0
Pixabay.

Pixabay.

 

Há no mercado diversas marcas de farinha láctea ou outros tipos de engrossantes. São usados para mingau e até em mamadeiras de bebês. Só que lembramos o alerta da nutricionista Fabíola Frezza Andriola:

- Além de aditivos alimentares, quase todos estes produtos têm grande quantidade de açúcares. As crianças consomem fácil e “ganham peso”. O rótulo pode até dizer “sem açúcar”. Na verdade, até não tem a sacarose, que é o açúcar da cana. Mas o açúcar vem de outras formas, como xarope de glicose.

Por que não dar mingau pronto e engrossante para crianças?

Até mesmo alguns pediatras ainda indicam as farinhas para “engordar” a criança. Mas é um ganho de peso muito baseado em açúcar, o que pode provocar outras doenças, avisa o pediatra Flávio Melo.

- A justificativa de que o menino tomou, toma ou fez qualquer coisa e não morreu, não se aplica, tendo em vista que o objetivo é cuidar e alimentar, nem é matar, e se antes tínhamos uma alta mortalidade infantil por desnutrição e fome, hoje temos uma epidemia de obesidade e doenças correlatas pela excessiva e inadequada alimentação. E a doença só aparece muito depois.

Essa foi muito boa:

 

Se o alimento não faz bem e pode ser substituído, vamos nessa?

A base desta substituição da farinha láctea pode ser a aveia pura. Em farinha, em flocos médios ou lâmina. Como você gostar mais. O Mercado Público das cidades e lojas de produtos naturais costumam vender a granel. Em Porto Alegre, acha-se por R$ 4 ou menos o quilo de aveia.

A mistura fica a seu critério! Leite, iogurte, frutas (banana, maçã, mamão…), frutas secas, chia, castanhas, mel, melado, açúcar mascavo.

 

 

Leia mais:

Comida de criança

Cardápios das escolas trazem pegadinhas. Fique ligado!

Mãe faz bolo só de frutas para filho que não pode consumir leite

Bebês podem e devem comer temperos (naturais!)

Livro grátis – 21 receitas que as crianças gostam de fazer e comer

Aniversário infantil saudável e barato. Veja as fotos e inspire-se!

Dez coisas que crianças não devem comer. Veja opções melhores.

Restaurantes precisam caprichar mais no menu kids

Kinder Ovo está proibido e McLanche teve que mudar pela saúde das crianças do Chile

Dá pra ver na televisão que é gostoso! – diz menina em pesquisa sobre publicidade de alimentos

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

E também curta o Facebook do Lado Natureba.

 

Receita - Pãozinho de polvilho com batata

28 de fevereiro de 2017 0

batatapolvilho

 

Pãozinho de polvilho com batata

Ingredientes:

500 gramas batata inglesa
250 gramas de polvilho doce
250 gramas de polvilho azedo
1/2 xícara de óleo
Sal marinho
Orégano

Modo de fazer:

Cozinhar bem a batata. Misturar tudo e amassar bem com as mãos. Se precisar para dar a liga, pode usar água do cozimento da batata.
Faz bolinhas e leva ao forno até crescer e ficar um pouco dourado. Mas sem secar.

PS.: Abriu o apetite do filhote que estava indisposto.

 

batatapolvilho2

 

===

Mais receitas:

Sete receitas fáceis e gostosas para festinhas saudáveis

Receita – Panquecas de banana e aveia

Da casca da melancia à semente de abóbora – Dicas para aproveitar todo o alimento

Receita – Pão integral de casca de moranga com tomilho-limão

Receita – Pão de queijo de kefir no liquidificador

Receita – Quibe de moranga assado

Cinco pastinhas fáceis e saudáveis para passar no pão

Receita – Bolo de cenoura integral com água com gás em vez de óleo

Receita – Batata rústica com alho no forno

Receita – Pasta de berinjela com pimentão

Receita – Mousse de chocolate sem açúcar

Receita – Sorvete de manga com casca

Receita – Ambrosia Natureba com açúcar mascavo

Receita – Sangria funcional sem álcool

Receita – Bolo integral de iogurte natural e frutas (de liquidificador!)

Receita – Pão integral de manjericão

Receitas de Verão – Suco de casca de melão & Sorvete de manga com casca

Receita – Pãozinho de polvilho com moranga, chia e tomilho

Receita – Bolinho integral básico de cacau no liquidificador

Receita – Gelatina de banana e maracujá

Receita – Pãozinho de polvilho e aipim

Receita – Pão-bolo integral de alfarroba

Receita – Pão integral de requeijão com azeitona

Receita – Pão 100% integral de liquidificador

Receita – Salada de massa com folhas de cenoura e beterraba

Receita – Pão doce 100% integral com frutas cristalizadas

Receita – Picolé de frutas picadas

Receita – Frutas com cobertura de chocolate

Receita – Pãozinho integral de milho

Receita – Massa de pizza 100% integral

Receita – Compota de ameixas amarelas (nêsperas)

Receita – Bolinho de arroz integral rico em fibras de talos e folhas

Metabolix – Suco acelera o metabolismo e ajuda a queimar gorduras

Receita – Leite de coco caseiro

Receita – Bolo integral de cenoura feito no liquidificador

Receita – Massa de pizza feita de couve-flor

Receita – Pãozinho de inhame com polvilho

Receita – Banana assada com chocolate

Receita – Nuggets caseiro de peixe

Receita – Bolo de chocolate com café feito no liquidificador

Receitas – Brigadeiro e Bolo de casca de banana

Louco por um doce? Coma ambrosia, sugere nutricionista.

Receita – Escondidinho Low Carb de moranga com camarão

Receita – Bolo de beterraba sem ovos nem leite

Receita – Bolinho integral com frutas cristalizadas

Receita – Pão de queijo de liquidificador

Receita – Massa integral com mexilhão temperada com açafrão

Receita – Bolinho salgado de lentilha ótimo para petisco

Como lavar tomates e fazer extrato em casa

Receita – Bolo de caneca de banana e aveia que fica pronto em minutos

Receita – Brownie 70% cacau

Receita – Mousse natureba de cacau e castanhas

Receita – Risoto de arroz vermelho com queijo coalho e tomate seco

Que tal uma canja de galinha natureba? Confira a receita

Receita de lambedor contra a tosse e a explicação científica para os ingredientes

Receita Natureba: Cookies integrais de aveia com chocolate

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

 

 

 

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

E também curta o Facebook do Lado Natureba.

Fábrica faz biscoitos com frutas e vegetais e sem conservantes para cães e gatos

27 de fevereiro de 2017 0

Quadro Fique de Olho, no programa Destaque Econômico.

Por Mariana Ceccon (mariana.ceccon@rdgaucha.com.br)

 

Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

 

Uma empresa de Visconde de Mauá, no Rio de Janeiro, produz e vende biscoitos saudáveis para cães e gatos. Os biscoitos Harepet são feitos nos sabores fígado de galinha ou truta defumada. Só que levam também ingredientes como grãos, frutas e legumes desidratados, segundo a produtora Flávia Rodrigues.

- Usamos aveia, linhaça e alguns vegetais, como cenoura, abobrinha e couve. Temos a consultoria de um veterinário para ajudar que o alimento seja o mais completo e saudável possível.

A empresa indica para petisco. Nem teria ainda a produção suficiente para que os clientes comprassem para dar como refeição.

A Harepet garante que os biscoitos são 100% naturais e sem conservantes. A conservação é garantida pelo processo, que é de desidratação.

- Os vegetais usados na receita são desidratados separadamente, para preservar as propriedades de cada elemento. São livres de sódio e gordura.

E mais: o biscoito é produzido com alimentos da agricultura familiar da região. O preparo da receita leva em média de 16 a 18 horas e a produção é toda artesanal.

O pacote de 70 gramas do biscoito Hare Pet custa R$ 7. A empresa tem uma média de 15 clientes fixos, além dos clientes esporádicos.

Pode encomendar? Pode!

Pelo Whatsapp 24. 9. 99362907. A entrega é feita pelos Correios.

===

Oito fábricas de Gramado definem mínimo de 35% de cacau no chocolate e nada de gordura vegetal

Fabricante gaúcha recolhe lotes de queijo parmesão ralado

Chocolate sem conservantes e com ingredientes orgânicos é feito na Serra Gaúcha

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

E também curta o Facebook do Lado Natureba.

 

Sete receitas fáceis e gostosas para festinhas saudáveis

24 de fevereiro de 2017 0

A nutricionista Isabela Jaeger já tinha nos dado sugestões de pastinhas para passar no pão: Cinco pastinhas fáceis e saudáveis para passar no pão

 

Agora, em parceria com a nutri  Lívia Pellegrini, nos trouxe sugestões saudáveis de lanches para uma festinha ou encontro de amigos. Podem ser usados até em festinhas infantis! A gente acrescentou uns pitacos do blog também.

Olhem só:

 

sanduba

 

1 – Sanduíche de coração com atum e requeijão. Pode escolher um pão integral também. O mais trabalhoso é cortar em formato de coração. Segundo a nutri, pode fazer com faca ou cortador de biscoito.

 

iogurte

 

2 – Copinhos de iogurte de morango com chia. Pode escolher um iogurte de qualidade já com sabor. Ou pode bater um iogurte natural com a fruta. Se achar que precisa ficar mais doce, acrescente banana, frutas secas, um bom açúcar ou mel.

 

água laranja

 

3 – Água saborizada. Esta foi feita com água mineral, laranja em rodelas, limão em rodelas, cravos e canela.

 


frutinha

 

4 – Espetinho de frutas. As nutris usaram melão, uva, mamão e melancia.

 

saduichinho

 

5 – Sanduíche aberto. Pastinha de ricota com atum e os tomates cortados em cubinhos e folhas de manjericão para decorar.

 

bolinhoooo

 

 

6 – Muffin de banana com aveia. Sem farinha e sem açúcar. Olha a receita:

Ingredientes:
5 bananas médias (bem maduras)
4 ovos
1 xícara de aveia em flocos
1 colher (chá) de canela em pó
2 colheres (sopa) de quinoa em grãos (pode substituir por mais aveia, caso não tenha quinoa)
1 colher (chá) de fermento químico ou bicarbonato de sódio
6 damascos secos (ou outras frutas secas como passas, ameixas)
1/4 de xícara de castanhas picadas (castanhas do pará ou de caju, nozes, amêndoas)

Modo de preparo:
Amasse as bananas com o auxílio de um garfo, acrescente os ovos, a canela e a quinoa. Adicione a aveia e mexa mais um pouco.
Adicione as castanhas e as frutas secas. Em seguida, adicione o fermento e misture levemente.
Leve ao forno (pré-aquecido) em 180° e asse por aproximadamente 20 minutos.

 

aguauauauau

 

7 – Mais uma água saborizada. Leva maçã em fatias largas, capim limão e canela em pau.

===

Mas não pode ter negrinho?! O clássico dos aniversários, também chamado de brigadeiro.

Pode sim, diz a nutri Isabela Jaeger.

- A gente faz brigadeiro com leite condensado sim. Realmente, há receitas substituindo o leite condensado, mas a gente prefere usar o “clássico” porque era uma confraternização e sempre tem quando nos reunimos. É sempre minha amiga que faz. Então, tem valor sentimental agregado. Não íamos pedir para ela transformar o brigadeiro em algo fit.

Pitaco do blog Lado Natureba: Afinal, não é negrinho todo dia, né? Aliás, prefiro muito mais “jacar” em um negrinho em aniversário do que balas e pirulitos. Estes, eu dispenso totalmente.

===

 

Leia mais:

Duas ideias para servir frutas para crianças no Natal

Aniversário infantil saudável e barato. Veja as fotos e inspire-se!

Comida de criança

Dez coisas que crianças não devem comer. Veja opções melhores.

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

E também curta o Facebook do Lado Natureba.

 

 

 

 

Só frango e batata doce ou cortar carboidrato. Quatro erros de quem treina

23 de fevereiro de 2017 0

to-lose-weight-2036967_960_720
Alimentação e malhação andam juntas. A nutricionista Sinara Menezes alerta que há erros clássicos, começando por achar que para perder peso e ganhar massa muscular é necessário malhar muito e comer pouco.

Vamos lá:

Seguir dietas restritivas: Cortar de vez a ingestão de um determinado grupo alimentar para emagrecer ou ganhar massa pode ser um tiro no pé. Além de ser prejudicial à saúde, desmotiva. Apostar somente em saladas também é muito perigoso, pois a proteína é essencial para a regeneração e tonificação dos músculos após os exercícios. O ideal é buscar uma reeducação alimentar e adotar um cardápio variado, de preferência com orientação de nutricionista.

Apostar sempre no mesmo prato: A combinação queridinha de quem frequenta academias e deseja ganhar massa muscular é a dupla frango com batata doce. Mas a nutri alerta para as chances de enjoar rapidamente destes alimentos e sair dos trilhos. O ideal é incrementar as refeições com alimentos saudáveis como ovos cozidos, peixes, carnes e vegetais ricos em proteínas e de baixo índice glicêmico. E mais: o consumo excessivo de batata doce, apesar de saudável, pode sabotar o emagrecimento. Não deve ser excluída do cardápio, obviamente, mas é preciso moderação.

Cortar carboidratos: A dieta de “zero carboidrato” não é uma boa opção. São a principal fonte de energia do corpo e se dividem em dois grupos: os simples e os complexos. O primeiro grupo gera energia instantaneamente para o organismo, o que faz com que haja um pico de insulina para regular os níveis de glicose no sangue. Já os complexos geram menos energia, porém, por um período maior, fazendo com o que o organismo trabalhe constantemente. O ideal é consumir mais o segundo grupo, que vem em frutas e vegetais.

Exagerar na dose: Malhar exaustivamente é um dos erros mais comuns entre quem começa o processo de emagrecimento ou hipertrofia. Quer resultados em pouco tempo e excede os limites do corpo. Pode provocar lesões e até mesmo desacelerar o processo. Sinara diz que o organismo precisa de tempo para a regeneração muscular ou aumenta a fadiga. É fundamental respeitar o tempo de descanso entre os treinos e, principalmente, dormir adequadamente para recuperar a musculatura.

Leia mais:

Leitora pergunta: Meu filho não ganha peso. O que faço?

Cinco dicas para acelerar o metabolismo

Treino de luta e funcional gasta até 1 mil calorias em academia para mulheres em Porto Alegre

Asma – Exercícios aeróbicos previnem e também revertem a doença

Gripe A – Alimentos que ajudam a aumentar a imunidade

Quais são e onde estão os nutrientes que fortalecem o sistema imunológico

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

 

 

 

Cardápio de Fibra - Três dicas para melhorar o aporte de fibras na alimentação

21 de fevereiro de 2017 0
Foto: Hermínio Nunes / Agencia RBS.

Foto: Hermínio Nunes / Agencia RBS.

 

Alimentação pobre em fibras provoca uma digestão acelerada. Isso leva a picos de glicose, ou seja, fome constante. O alerta é da nutricionista Joana Carollo, da Nova Nutrii. Além da fome, outros sinais de uma alimentação pobre em fibras: prisão de ventre, dificuldade de evacuar e inchaço abdominal.

A nutri sugere, então, um “Cardápio de Fibra.” Olha só:

- 100% de aproveitamento: Tente consumir todo o alimento. Aproveite cascas, talos e sementes sempre que possível. A maçã, por exemplo, possui três vezes mais fibras na casca do que na polpa. Também tem o dobro de proteínas e muito mais vitamina do que seu interior.
- Alimentos crus: Cozinhar os alimentos interfere na integridade das fibras. Apesar de algumas propriedades serem preservadas dependendo do ponto de cocção, as fibras não terão a mesma resistência característica que torna, justamente, a digestão mais prolongada. Sendo assim, opte por comer mais saladas, folhas e legumes crus ou levemente cozidos. Exemplos: cenoura, repolho, beterraba, rabanetes…
- Suco? Só se for com fibra!: Sucos podem ser uma maneira muito prazerosa de consumir frutas e, até mesmo, legumes. Porém, ao liquidificar e, principalmente, coar a bebida, boa parte das fibras estão indo pelo ralo. Sempre que possível, opte pelo consumo da fruta ao invés do suco. Porém, se você não quer abrir mão desse hábito, procure preservar o bagaço ou acrescentar suplementos fibrosos, como chia.

Mas a nutri adverte para quem for carregar a alimentação com fibras:

- Hidrate-se bem! Beba muita água. Consumir muitas fibras e não hidratar bem o organismo pode surtir o efeito contrário, deixando o intestino ainda mais preguiçoso.

===

Leia mais:

Integrais – Muita fome, prisão de ventre e colesterol alto são sinais de alimentação pobre em fibras

Leitores perguntam se o alimento integral é sempre mais saudável

Padarias aumentam produção de integrais e preços podem cair

Biscoitos que não são tão integrais assim. Fique de olho.

Fibra da laranja é usada para substituir gordura em pães

Da casca da melancia à semente de abóbora – Dicas para aproveitar todo o alimento

Economia na cozinha – Quatro dicas saudáveis e práticas para aproveitar restos de alimentos

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

E também curta o Facebook do Lado Natureba.

 

 

 

Receita - Panquecas de banana e aveia

20 de fevereiro de 2017 1

panqueca

 

Panquecas de banana e aveia

Ingredientes:
Duas bananas
Duas colheres de aveia
Dois  ovos

Modo de fazer:
Bate no liquidificador e faz em uma frigideira untada com um fio de óleo.

===

Mais receitas do blog Lado Natureba

Da casca da melancia à semente de abóbora – Dicas para aproveitar todo o alimento

Receita – Pão integral de casca de moranga com tomilho-limão

Receita – Pão de queijo de kefir no liquidificador

Receita – Quibe de moranga assado

Cinco pastinhas fáceis e saudáveis para passar no pão

Receita – Bolo de cenoura integral com água com gás em vez de óleo

Receita – Batata rústica com alho no forno

Receita – Pasta de berinjela com pimentão

Receita – Mousse de chocolate sem açúcar

Receita – Sorvete de manga com casca

Receita – Ambrosia Natureba com açúcar mascavo

Receita – Sangria funcional sem álcool

Receita – Bolo integral de iogurte natural e frutas (de liquidificador!)

Receita – Pão integral de manjericão

Receitas de Verão – Suco de casca de melão & Sorvete de manga com casca

Receita – Pãozinho de polvilho com moranga, chia e tomilho

Receita – Bolinho integral básico de cacau no liquidificador

Receita – Gelatina de banana e maracujá

Receita – Pãozinho de polvilho e aipim

Receita – Pão-bolo integral de alfarroba

Receita – Pão integral de requeijão com azeitona

Receita – Pão 100% integral de liquidificador

Receita – Salada de massa com folhas de cenoura e beterraba

Receita – Pão doce 100% integral com frutas cristalizadas

Receita – Picolé de frutas picadas

Receita – Frutas com cobertura de chocolate

Receita – Pãozinho integral de milho

Receita – Massa de pizza 100% integral

Receita – Compota de ameixas amarelas (nêsperas)

Receita – Bolinho de arroz integral rico em fibras de talos e folhas

Metabolix – Suco acelera o metabolismo e ajuda a queimar gorduras

Receita – Leite de coco caseiro

Receita – Bolo integral de cenoura feito no liquidificador

Receita – Massa de pizza feita de couve-flor

Receita – Pãozinho de inhame com polvilho

Receita – Banana assada com chocolate

Receita – Nuggets caseiro de peixe

Receita – Bolo de chocolate com café feito no liquidificador

Receitas – Brigadeiro e Bolo de casca de banana

Louco por um doce? Coma ambrosia, sugere nutricionista.

Receita – Escondidinho Low Carb de moranga com camarão

Receita – Bolo de beterraba sem ovos nem leite

Receita – Bolinho integral com frutas cristalizadas

Receita – Pão de queijo de liquidificador

Receita – Massa integral com mexilhão temperada com açafrão

Receita – Bolinho salgado de lentilha ótimo para petisco

Como lavar tomates e fazer extrato em casa

Receita – Bolo de caneca de banana e aveia que fica pronto em minutos

Receita – Brownie 70% cacau

Receita – Mousse natureba de cacau e castanhas

Receita – Risoto de arroz vermelho com queijo coalho e tomate seco

Que tal uma canja de galinha natureba? Confira a receita

Receita de lambedor contra a tosse e a explicação científica para os ingredientes

Receita Natureba: Cookies integrais de aveia com chocolate

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.