Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "doce"

Quatro mitos sobre o chocolate

05 de abril de 2017 0

17318667

 

Do material que a nutricionista Sinara Menezes mandou, guardei esta parte para um post especial. Leia com atenção e pode comemorar!

Veja a lista com quatro afirmações sobre chocolate que a nutri considera mitos:

1 – Todo chocolate engorda.

Mito.

Para o consumo saudável, basta ficar atento à quantidade e à qualidade do alimento. Se o consumo for moderado e o doce apresentar maior concentração de cacau, pode até ajudar no processo de perda de peso.

- O cacau é rico em ácidos fenólicos, substâncias que agem na produção da leptina, o hormônio da saciedade. E, de acordo com alguns estudos recentes, a ingestão regular pode auxiliar no processo de emagrecimento e ainda inibir a estocagem de gordura pelo organismo. – explica a nutri.

2 – Chocolate provoca acne.

Mito.

Não há evidências científicas que comprovem a relação do chocolate com qualquer tipo de malefícios à pele, exceto em casos específicos onde o paciente já possui intolerância à lactose ou glúten.

- Fora essas situações isoladas, o aparecimento de acnes geralmente vem de uma dieta desequilibrada e rica em carboidratos de alto índice glicêmico.

3 – Qualquer chocolate é saudável.

Mito.

A especialista afirma a melhor opção é o tipo amargo, com concentração acima de 50% de cacau. O ideal é acima de 70%.

- As versões mais comuns, como o chocolate ao leite, possuem um alto teor de gordura e açúcar. Por isso, por isso só devem ser consumidas ocasionalmente.

4 – Chocolate branco faz bem para a saúde.

Mito.

De acordo com a nutricionista, o chocolate branco é composto por uma mistura de manteiga de cacau e outros ingredientes, como baunilha, leite e açúcar.

- Quando não contém massa de cacau, não possui as propriedades nutricionais provenientes do fruto. Além disso, é um doce mais calórico e rico em gordura saturada.

Leia mais sobre (nham!) chocolate:

Coma chocolate. Saiba os motivos e como escolher o doce.

Chocolatier de Canela faz ovos e coelhos de Páscoa sem conservantes

Chocolate sem conservantes e com ingredientes orgânicos é feito na Serra Gaúcha

Receita – Mousse de chocolate sem açúcar

Oito fábricas de Gramado definem mínimo de 35% de cacau no chocolate e nada de gordura vegetal

Leitora pergunta: Quantas vezes por semana uma criança pode comer chocolate?

Leitora – Por que dizem que chocolate branco não é chocolate?

Chocolate artesanal saudável é aposta de tradicional fábrica da Serra Gaúcha

Cheirar chocolate – Moda de inalar cacau pode provocar intoxicação

Bebê pode comer cacau?

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

E também curta o Facebook do Lado Natureba.

Coma chocolate. Saiba os motivos e como escolher o doce.

04 de abril de 2017 1

17318667
Direto ao ponto: chocolate não faz mal a saúde. E até faz bem. (Graças a Deus, inclusive!) Então, ama chocolate? Coma!

Nutricionista da Nature Center, Sinara Menezes diz que pode ser até um aliado em algumas dietas.

- Seu consumo foi injustamente associado a ganho de peso e aumento do colesterol ruim.

Só que o que estraga o chocolate e o alto teor de gordura e o açúcar que a indústria coloca em alguns tipos. Prejudicam o potencial nutritivo do alimento.

O responsável pelas vantagens do chocolate é o cacau. E olha o que mais a nutri diz:

- Rico em nutrientes que possuem comprovação científica sobre seus benefícios, como os polifenóis, que auxiliam na redução da pressão arterial e atuam para melhorar a saúde do coração e os flavonoides, que são potentes antioxidantes com ação extremamente hidratante que protegem o organismo do excesso dos radicais livres – moléculas reativas que danificam vários tecidos do corpo.

- Para aproveitar os benefícios do cacau, o chocolate deve apresentar uma boa concentração do fruto, além disso, para que seus nutrientes não percam o efeito é preciso prestar atenção aos outros componentes da fórmula.

- E tem mais: estudos apontam que os polifenóis do cacau ajudam na luta contra a diabetes, combatendo a síndrome de resistência à insulina, isso contribui para o aumento da sensibilidade ao hormônio, que é responsável pelo metabolismo dos carboidratos, ou seja, ele transporta a glicose, ingerida através dos alimentos, para as células do organismo para que seja transformada em energia, regulando os níveis de açúcar no sangue, dessa forma o organismo trabalha corretamente e não acumula excesso de gorduras. Além disso, as pesquisas indicam também que o consumo de chocolate antes e depois das atividades físicas pode aliviar o desgaste muscular e as dores, conferindo mais energia e contribuindo no processo de regeneração muscular.

Mas…

Tem que consumir com moderação e escolher um chocolate de boa qualidade.

Qual a melhor opção de chocolate?

O chocolate ao leite é o tipo mais consumido em todo o mundo. A lei determina que para ser comercializado como chocolate o alimento contenha no mínimo 25% de cacau em sua composição.

- Porém, os 75% restantes são compostos geralmente por leite integral, açúcar, aditivos, gordura hidrogenada e outras substâncias que não fazem bem à saúde.

E os diet?

- Engana-se quem pensa que o chocolate diet é uma boa opção. São indicados para quem tem diabetes por não possuírem açúcar. Mas contêm a parte química do adoçante e, muitas vezes, apresenta um percentual de gordura mais elevado.

Resumindo: Opte pelo chocolate com mais cacau. É mais nutritivo. Se puder evitar os conservantes e outros aditivos químicos, melhor ainda.

Nutricionista Sinara Menezes:

Os melhores tipos de chocolate

50%: Esse é o tipo mais indicado para aqueles que querem começar a degustar um chocolate com mais qualidade. Nesse percentual, já é possível sentir um gosto diferenciado e uma acidez mais intensa
60%: Esse percentual tem uma intensidade mais elevada e é o que apresenta maior índice de retrogosto – aquela lembrança que fica na boca após a ingestão do alimento, como se o sabor ainda estivesse presente. Sua composição apresenta um traço amargo mais acentuado.
75%: Esta faixa de concentração de cacau é a mais consumida por quem busca um equilíbrio entre o prazer do sabor e a qualidade do produto. Seu gosto é menos amargo que o classificado em 60%, mas ainda é intenso e marcante.
85%: Não costuma ter adição de açúcar. Seu sabor intenso e amargo traz lembranças do café preto e sua textura derrete bem lentamente na boca.
99%: Esse chocolate é quase composto inteiramente por cacau e apresenta um sabor amargo com um forte traço salgado. É um dos mais difíceis de ser encontrado no mercado, porém é o que apresenta maior concentração de flavonoides.

===

Leia mais:

Chocolatier de Canela faz ovos e coelhos de Páscoa sem conservantes

Chocolate sem conservantes e com ingredientes orgânicos é feito na Serra Gaúcha

Receita – Mousse de chocolate sem açúcar

Oito fábricas de Gramado definem mínimo de 35% de cacau no chocolate e nada de gordura vegetal

Leitora pergunta: Quantas vezes por semana uma criança pode comer chocolate?

Leitora – Por que dizem que chocolate branco não é chocolate?

Chocolate artesanal saudável é aposta de tradicional fábrica da Serra Gaúcha

Cheirar chocolate – Moda de inalar cacau pode provocar intoxicação

Bebê pode comer cacau?

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

E também curta o Facebook do Lado Natureba.

 

Chocolatier de Canela faz ovos e coelhos de Páscoa sem conservantes

31 de março de 2017 1

choco5

 

 

Já contamos aqui a história do chocolatier Andrei Martinez: Chocolate sem conservantes e com ingredientes orgânicos é feito na Serra Gaúcha

Pois ele está com produção especial para esta Páscoa. Trouxe cacau do Pará para produzir 100 quilos de chocolate em Canela, na Serra Gaúcha. São 200 ovos, 300 barras e 500 coelhinhos de chocolate.

Usa a própria gordura do cacau. Então, não precisa adicionar gorduras que não fazem bem à saúde.

- Eu não quero só fazer um doce. Eu quero levar um alimento para as pessoas. – diz o chocolatier.

Não usa conservantes nem outros aditivos químicos, como aromatizantes. O chocolate 71% tem só dois ingredientes: cacau e açúcar orgânico!

Antes de achar que é caro demais, peça o catálogo e compare os preços com os ovos de Páscoa tradicionais. Pode pedir aqui pelo Facebook do Andrei Martinez.

Esta foi a minha encomenda, que chegou lá em casa à noite passada:

 

choco1 choco2 choco3

 

 

===

Leia mais:

Receita – Mousse de chocolate sem açúcar

Oito fábricas de Gramado definem mínimo de 35% de cacau no chocolate e nada de gordura vegetal

Leitora pergunta: Quantas vezes por semana uma criança pode comer chocolate?

Leitora – Por que dizem que chocolate branco não é chocolate?

Chocolate artesanal saudável é aposta de tradicional fábrica da Serra Gaúcha

Cheirar chocolate – Moda de inalar cacau pode provocar intoxicação

Bebê pode comer cacau?

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

E também curta o Facebook do Lado Natureba.

 

 

 

Receita - Doce caseiro de abóbora

28 de março de 2017 1

abobora

 

Se é para comer doce, que tal escolher um doce mais natural possível? E caseiro?

Doces, como o de abóbora, têm ingredientes menos mirabolantes. Não tem conservantes. E você ainda pode escolher um açúcar melhor que o branco refinado, além de reduzir a quantidade. Compartilho hoje a receita da minha sogra, Enedi. Gosto de comer tomando um café preto amargo.

Doce de abóbora

Ingredientes:

- 3 quilos de abóbora. Preferência pelo pescoço.

- 1 quilo ou menos de açúcar demerara

- 2 colheres de sopa de cal

- cravo e canela 


Pica a abóbora em pedaços. Deixa duas horas de molho em água junto com uma trouxinha de cal feita com um paninho limpo. Mexe às vezes. Retira e lava bem para tirar o cal.
Coloca na panela e larga o açúcar em cima. Acende o fogo e eventualmente dá uma mexida na panela. Não mexe com colher. Dá uma sacudida na panela só. Leva umas três horas até a calda ficar no ponto de fio e a abóbora ficar cozida.
Gosto destas quantidades porque não fica tããão doce. Não a ponto de o açúcar tirar o gosto da abóbora. 

Receita - Ambrosia Natureba com açúcar mascavo

05 de janeiro de 2017 0

Por Giane Guerra

 

ambrosia

 

Já falamos aqui que ambrosia é um doce do bem: Louco por um doce? Coma ambrosia, sugere nutricionista.

O colega do Arte Pop, Jaques Machado adaptou a receita usando açúcar mascavo. Fez, portanto, uma receita natureba.

Leva açúcar mascavo e fica com gostinho de rapadura no fundo. Na comparação com a tradicional, a diferença é que o açúcar derretido fica um melado em vez de um caramelo.

Receita – Ambrosia Natureba

Ingredientes:
1 litro de leite integral
6 ovos orgânicos
3 xícaras (chá) de açúcar mascavo
Suco de um limão
Cravo e canela em casca

Modo de fazer:
Bater os ovos no liquidificador por um minuto.
Adicionar todo o leite e bater por mais um tempo.
Na panela, use duas ou três colheres de açúcar para fazer o melado. A quantidade de melado e a cor dele é que vai determinar a cor da ambrosia. Se você gosta da ambrosia mais escura, coloque mais açúcar para e deixe mais escuro. Cuidado para não queimar.
Depois, coloque a mistura do leite e os ovos batidos na panela. O melado endurece.
Fique mexendo até ele derreter. Você vai perceber que o leite vai ficando com a cor exata.
Depois disso, acrescente o restante do açúcar e mexa até dissolver.
Acrescente o cravo e a canela. Quando começar a ferver, adicione o suco do limão e não mexa mais, os gomos vão começar a se formar.
Deixe cozinhar de 40 minutos a 1 hora em fogo normal.

 

 

===

Outras receitas:

Receita – Sangria funcional sem álcool

Receita – Bolo integral de iogurte natural e frutas (de liquidificador!)

Receita – Pão integral de manjericão

Receitas de Verão – Suco de casca de melão & Sorvete de manga com casca

Receita – Pãozinho de polvilho com moranga, chia e tomilho

Receita – Bolinho integral básico de cacau no liquidificador

Receita – Gelatina de banana e maracujá

Receita – Pãozinho de polvilho e aipim

Receita – Pão-bolo integral de alfarroba

Receita – Pão integral de requeijão com azeitona

Receita – Pão 100% integral de liquidificador

Receita – Salada de massa com folhas de cenoura e beterraba

Receita – Pão doce 100% integral com frutas cristalizadas

Receita – Picolé de frutas picadas

Receita – Frutas com cobertura de chocolate

Receita – Pãozinho integral de milho

Receita – Massa de pizza 100% integral

Receita – Compota de ameixas amarelas (nêsperas)

Receita – Bolinho de arroz integral rico em fibras de talos e folhas

Metabolix – Suco acelera o metabolismo e ajuda a queimar gorduras

Receita – Leite de coco caseiro

Receita – Bolo integral de cenoura feito no liquidificador

Receita – Massa de pizza feita de couve-flor

Receita – Pãozinho de inhame com polvilho

Receita – Banana assada com chocolate

Receita – Nuggets caseiro de peixe

Receita – Bolo de chocolate com café feito no liquidificador

Receitas – Brigadeiro e Bolo de casca de banana

Louco por um doce? Coma ambrosia, sugere nutricionista.

Receita – Escondidinho Low Carb de moranga com camarão

Receita – Bolo de beterraba sem ovos nem leite

Receita – Bolinho integral com frutas cristalizadas

Receita – Pão de queijo de liquidificador

Receita – Massa integral com mexilhão temperada com açafrão

Receita – Bolinho salgado de lentilha ótimo para petisco

Como lavar tomates e fazer extrato em casa

Receita – Bolo de caneca de banana e aveia que fica pronto em minutos

Receita – Brownie 70% cacau

Receita – Mousse natureba de cacau e castanhas

Receita – Risoto de arroz vermelho com queijo coalho e tomate seco

Receita vapt vupt – Panqueca de banana, aveia e ovo

Que tal uma canja de galinha natureba? Confira a receita

Receita de lambedor contra a tosse e a explicação científica para os ingredientes

Receita Natureba: Cookies integrais de aveia com chocolate

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

 

 

Ficando muito doente? O açúcar pode estar derrubando sua imunidade.

09 de novembro de 2016 0

Por Giane Guerra

 

 

Foto: Ricardo Duarte / Agência RBS.

Foto: Ricardo Duarte / Agência RBS.

 

 

Dois mitos que vamos derrubar hoje:

- Que comer salada já é o suficiente para ter uma imunidade forte.

- Que o problema do açúcar é só engordar e ter diabete.

O açúcar está relacionado a várias doenças. Recentemente, até a problemas respiratórios e aumento da pressão.

O foco do Lado Natureba é mostrar hoje que o açúcar reduz a sua imunidade. Ele desativa o sistema imunológico e prejudica a defesa do organismo contra doenças provocadas por vírus e bactérias.

Como?

Além de aumentar os radicais livres que provocam doenças, o açúcar altera a capacidade das células brancas do sangue de destruir bactérias. Desorganiza os sais minerais, provocando deficiência de nutrientes e interferindo na aborção do cálcio e magnésio. Afeta a vitamina C e destrói a estrutura das células do sistema imunológico.

Então, o adulto e a criança ficam mais propensos a gripes, rinite, cistite e, obviamente, cáries. Sem falar que as células de câncer buscam energia no açúcar, como já falamos aqui: “Células de câncer adoram açúcar”, alerta nutricionista.

Então, esqueça do velho costume de comer sorvete e tomar chás muito doces quando está doente. O alívio imediato vai deixar seu organismo ainda mais frágil para combater a doença.

Os estudos estimam que o organismo perca de 40% a 75% da capacidade de destruir germes quando há consumo excessivo de açúcar. O efeito começa cinco minutos depois do consumo e pode durar até cinco horas.

Nutricionista e professora da Universidade Federal de Santa Maria, Gilberti Hubscher alerta que o açúcar promove a chamada disbiose, um processo destruidor da flora intestinal boa.

- Disbiose é a alteração microbiana de bactérias boas intestinais. Quando há este processo, a imunidade cai. Reduz a capacidade de absorver os nutrientes e afeta os mecanismos de imunidade do corpo.

Veja esta tabela divulgada pela química Conceição Trucom, defensora da alimentação natural:

 

Fonte: Doce Limão.

Fonte: Doce Limão.

 

 

O açúcar refinado é o pior de todos. Além de perder os nutrientes bons no processo de refino, carrega os produtos químicos que são usados. Açúcar mascavo, mel, melado… São opções boas, mas ainda assim são açúcar e o consumo precisa ser moderado.

- São exemplos de alimentos biocídicos, que acidificam rapidamente o sangue, deprimem o sistema imunológico, anulam enzimas digestivas causando fermentações (gases e gastrite), entravam o trabalho digestivo, intoxicam, além de ativarem desequilíbrios emocionais e mentais. – explica a cientista Conceição Trucom.

Açúcar da fruta, a frutose tem absorção mais lenta. Também não tem o efeito de acidificar o sangue. Outra opção que tem sido usada é a estévia. Preferencialmente, a planta natural.

E atenção: o açúcar não está só no doce. Está no carboidrato. Então, fuja de arroz, pão e massa brancos. Perdem nutrientes, não têm as fibras adequadas para a absorção do açúcar e muitos ainda têm os produtos químicos usados no branqueamento.

===

Leia mais:

Receita de Suco Anticâncer – Entenda os benefícios dos alimentos no combate à doença

Fique de olho – Açúcar aparece com mais de 20 nomes no rótulo dos alimentos

Brasileiro consome 60% mais açúcar do que devia

Marinar a carne pode reduzir risco de câncer associado ao churrasco

Uso de agrotóxicos triplicou em cinco anos no Rio Grande do Sul

Hospital divulga receitas culinárias para combater efeitos colaterais da quimioterapia

Amamentação Prolongada – Por que é recomendado amamentar por dois anos ou mais?

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

E também curta o Facebook do Lado Natureba.

Leitora - Por que dizem que chocolate branco não é chocolate?

06 de setembro de 2016 1

Leitor pergunta. Lado Natureba responde.

 

Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

 

 

 

Leitora Marta pergunta:

“Por que dizem que chocolate branco não é chocolate?”

Está aí um doce que a blogueira aqui precisa “racionalizar” na hora de comer… ;-)

Mas vamos responder à pergunta da leitora, com a ajuda da nutricionista Bianca Canci:

O chocolate que conhecemos é produto derivado da torrefação da amêndoa do cacau, fruto do cacaueiro. Obtemos, portanto, um pó escuro, que é o cacau em pó. A este pó, são adicionados outros ingredientes para produzir as barras de chocolate que conhecemos.

- O “chocolate” branco é feito com manteiga do cacau, que é a gordura. Não é feito com o pó da amêndoa.

O chocolate branco tem quase nada de cacau. Portanto, traz pouco dos benefícios que o cacau traz para a saúde.

 

Falando em benefícios do cacau…

A gordura predominante no cacau é o ácido oleico – ou ômega 9 -, com cerca de 33% da composição. Boa notícia: ajuda a controlar os níveis de colesterol e triglicerídeos no sangue.

- Um composto chamado Theobromina, está relacionado ao aumento do colesterol HDL, aquele que ajuda a proteger o coração. – lembra a nutri.

Outra notícia melhor ainda: antioxidantes. São importantes para nossa imunidade e o cacau está no topo do ranking de alimentos ricos em compostos antioxidantes.

- Um grupo de pesquisadores que revisou 136 estudos a respeito da ingestão de cacau e chocolate meio amargo verificou que o consumo regular tem sido associado a risco menor de doenças cardíacas, aterosclerose, pressão alta e até diabetes.

Até diabete, nutri?

- Sim! O cacau é fonte de cromo, um mineral que ajuda o pâncreas e liberar insulina para a corrente sanguínea e, assim, captar a glicose circulante. – explica Bianca Canci.

E a pressão também?

- A relação cacau X pressão arterial se deve ao estímulo dos antioxidantes – em especial os flavonoides – na produção de uma substância chamada óxido nítrico. Ela relaxa os vasos sanguíneos e artérias e, deste modo, diminui a pressão.

Fala sobre os minerais do cacau:

- O cacau é rico em cobre, potássio, ferro e magnésio. Aliás, o magnésio é um mineral extremamente envolvido na produção de energia do nosso corpo, componente de várias enzimas do nosso metabolismo e é um bom relaxante muscular. Mais um fator que contribui para melhorar a pressão e prevenir arritmias cardíacas.

Cacau evita envelhecimento também?

- São o que chamamos de efeitos anti-idade. Os raios solares UV sobre a pele aumentam a produção de espécies reativas de oxigênio – similares aos radicais livres -, que induzem à inflamação e danos na pele. Pois bem, os antioxidantes do cacau entram em ação novamente, neutralizando essas substâncias e minimizando os danos.

Antioxidante também é anti-inflamatório, não?

- Sim. Os mesmos compostos antioxidantes têm capacidade de diminuir substâncias que induzem a inflamação do organismo.

O cacau ajuda até no sono?

- Cacau contém o aminoácido triptofano, que induz a produção se serotonina e melatonina. São responsáveis pelo prazer, bem estar e sono.

 

Mas não te atira!

Estes benefícios estão no cacau! Então, o melhor chocolate é aquele que tem mais cacau. Principalmente, quando o cacau é o primeiro item na lista de ingredientes, aparecendo antes do açúcar.

É fácil de achar no mercado chocolates 70% e 85% cacau. Também use nas receitas o cacau 100% em pó. Até mesmo para misturar no leite e substituir o – argh – achocolatado pronto cheio de conservantes.

A nutricionista Bianca Canci enfatiza bem: o chocolate amargo é o melhor.

- Não vamos confundir o chocolate ao leite, rico em gorduras trans e açúcar com o chocolate amargo – pelo menos 70% de cacau – ou com o próprio cacau em pó – que não é chocolate em pó, tipo aquele que tem um sacerdote na embalagem.

Voltando ao tema central do post… O chocolate branco não tem praticamente cacau e, portanto, seus benefícios.

Leia mais:

Receita – Brownie 70% cacau

Receita – Mousse natureba de cacau e castanhas

Cheirar chocolate – Moda de inalar cacau pode provocar intoxicação

Dez alimentos – deliciosos – para combater a hipertensão

Achocolatados têm açúcar demais e cacau de menos

Bebê pode comer cacau?

Chocolate artesanal saudável é aposta de tradicional fábrica da Serra Gaúcha

Kinder Ovo está proibido e McLanche teve que mudar pela saúde das crianças do Chile

 

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

 

 

 

 

 

Louco por um doce? Coma ambrosia, sugere nutricionista.

30 de agosto de 2016 2

Por Giane Guerra

 

Foto: Fabrício Barreto / Divulgação.

Foto: Fabrício Barreto / Divulgação.

 

 

Quem nunca diz: preciso comer um doce AGORA! Até eu, que sou bem cuidadosa com açúcar.

E a nutricionista Caroline Pereira dá uma indicação que me fez sorrir por dentro:

Louco por um doce? Coma uma ambrosia.

Tive diabete gestacional na segunda gravidez. Controlei a alimentação e intensifiquei exercícios para não tomar remédios. Dentro deste controle alimentar, foram meses sem comer doces. Quando Gael nasceu, esperei algumas semanas e adivinhem o primeiro doce que comi! Uma ambrosia, do colega da Rádio Gaúcha Jaques Machado.

 

Blog Lado Natureba – Por que a ambrosia é uma boa opção de doce?

Nutricionista Caroline Pereira - Quanto mais natural e colorida for sua alimentação, mais saudável e protetora ela será. Isso vale para a sobremesa também! O que é preferível eu comer? Um doce com ciclamato de sódio, aspartame, sacarina, aromatizante, edulcorantes e corantes ou um doce a base de ovos, leite e açúcar? É o caso da ambrosia!

Blog Lado Natureba – Então, ambrosia faz bem para a saúde?

Nutri - Gosto bastante de usar essa frase de um jornalista americano chamado Michael Pollan, que estuda e escreve livros sobre alimentação saudável, “Não coma nada que sua avó não reconheceria como comida.” Se a gente for parar para analisar essa frase, será que nos doces – e na alimentação em geral – dos nossos avós tinham três ou quatro tipos de açúcares diferentes na mesma sobremesa? Será que tinham tantos corantes, conservantes e aromatizantes? Certamente não…

Blog Lado Natureba – Ambrosia tem nutrientes!

Nutri - Então! Uma sugestão de doce “saudável” seria justamente a ambrosia, por conter alimentos naturais na sua preparação, como leite, ovos, açúcar, canela e cravo. Ofereça ao seu corpo não apenas alimentos, mas também nutrientes! E nessa sobremesa iremos oferecer duas fontes de proteínas de alto valor biológico que é o caso do leite e ovos, além do cálcio e outras vitaminas. Com a canela e cravo, que são duas grandes especiarias, vamos aumentar o valor nutricional, pois possuem diversos benefícios para a saúde.

Blog Lado Natureba – Mas há alguma restrição ou é ambrosia à vontade?

Nutri - É claro que para tudo na vida o equilíbrio prevalece! Fica minha sugestão de uma porção após o almoço com a família ou no encontro com os amigos…. A restrição está nos pacientes diabéticos e intolerantes à lactose, pois esse doce contém açúcar e lactose! Porém, pode ser adaptado para essas situações, na versão diet e sem lactose.

===

Receita – Ambrosia do Jaques Machado

Ingredientes:

1 litro de leite
6 ovos
3 xícaras (chá) de açúcar demerara
Suco de um limão
Cravo e canela em casca

Modo de fazer:

Bater os ovos no liquidificador por um minuto.

Adicionar todo o leite e bater por mais um tempo.

Na panela, use duas ou três colheres de açúcar para fazer uma caramelo. A quantidade de caramelo e a cor dele é que vai determinar a cor da ambrosia. Se você gosta da ambrosia mais escura, coloque mais açúcar para caramelar e deixe ele mais escuro. Cuidado para não queimar.

Depois do caramelo feito, coloque a mistura do leite e os ovos batidos na panela. O caramelo endurece.

Fique mexendo até ele derreter. Você vai perceber que o leite vai ficando com a cor exata.

Depois disso, acrescente o restante do açúcar e mexa até dissolver.

Acrescente o cravo e a canela. Quando começar a ferver, adicione o suco do limão e não mexa mais, os gomos vão começar a se formar.

Deixe cozinhar de 40 minutos a 1 hora em fogo normal.

Abaixo, uma das ambrosias que Jaques fez para mim.

 

ambrosia

 

 

===

Leia mais:

Doce vício – Como substituir o açúcar no dia a dia

Fique de olho – Açúcar aparece com mais de 20 nomes no rótulo dos alimentos

Brasileiro consome 60% mais açúcar do que devia

Coca-Cola verde reduziu açúcar, mas aumentou o sódio

Nova fórmula do Danoninho reduziu o açúcar em apenas 2%

Achocolatados têm açúcar demais e cacau de menos

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

 

Receita vapt vupt - Panqueca de banana, aveia e ovo

14 de junho de 2016 3

image1

 

Por Giane Guerra

 

Ficou sem pão em casa? As bananas estão ficando passadas na fruteira? Essa receita é rapidíssima de fazer.

 

Panquecas de banana e aveia

Ingredientes:

2 bananas

2 colheres de aveia

2 ovos

Como fazer:

Bater tudo no liquidificador.

Colocar na frigideira um fio de óleo e derramar um pouco da mistura. Cuidado porque a panqueca fica pronta bem rápido!

Eu uso aquelas omeleteiras pequenas. Acho mais prático para virar para cozinhar os dois lados.

 

Cobertura:

Coloquei em cima das panquecas da foto um doce de banana com açaí. Deliciosamente gostoso! Comprei do pessoal da Aromas do Campo: Boa e Barata – Nova entrega de orgânicos em casa na Região Metropolitana

 

Variação:

Pode colocar uma colherinha pequena de cacau na massa. Antes de bater no liquidificador.

A banana já é doce. Não precisa de açúcar!

 

Leia mais:

Criança que come mal – Tem conserto?

Comida de criança – sugestões para substituir pães e biscoitos

Entenda a escala dos alimentos – Do in natura até o ultraprocessado

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

 

 

 

Os piores e os melhores chocolates à venda

20 de maio de 2016 22
Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS.

Foto: Fernando Gomes / Agencia RBS.

 

 

Por Giane Guerra

 

Chocolate é uma ótima escapada. As blogueiras do Lado Natureba são adeptas desta delícia.

E o chocolate não é vilão de uma alimentação saudável. Só é preciso escolher os melhores.

Com o tempo, o paladar perde o vício pelos chocolates ruins, com aquele gosto “sebento” de gordura. Quanto mais cacau, mais sabor.

Crianças - E use o mesmo critério para escolher chocolate para as crianças. Ou vai comprar um produto melhor para você e um de baixa qualidade para os filhos?

Confira as três dicas do site Desrotulando (antigo Fechando o Zíper) para escolher um chocolate:

1. Quanto maior o teor de cacau, melhor.
O cacau tem polifenois e estudos apontam que têm capacidade antioxidante, atividade cardioprotetora e anti-inflamatória. Evite os chocolates que trazem açúcar como o primeiro item na lista de ingredientes.

2. Opte por aquele com apenas a manteiga de cacau como fonte de gordura.
Fuja dos chocolates que trazem “gordura anidra do leite”, “gordura vegetal”, “leite em pó integral”, “gordura da manteiga” e “gordura láctea”.

3. Se não for diabético, não compre chocolate diet.
A fabricante geralmente usa gordura para compensar a retirada do açúcar.

 

Confira os primeiros e últimos no ranking atual de chocolates do site Desrotulando e as notas de cada produto em uma escala de 1 a 10:

 

Melhores

 

chocos melhores

 

 

Piores

 

chocos ruins base

 

Leia mais:

Bebê pode comer cacau?

Leitora pergunta se Nutella é saudável

Achocolatados têm açúcar demais e cacau de menos

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.