Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "legume"

Oito exemplos de hortas charmosas para cultivar em espaços pequenos

10 de agosto de 2016 0

Por Giane Guerra

 

 

Cada vez mais difícil ter espaço para trazer a natureza para perto da gente… Quem, como eu, mora em apartamento sabe bem disso.

O portal Viva Decora fez uma seleção para o blog Lado Natureba. A ideia é inspirar os leitores a fazerem hortas em pequenos espaços, mas ainda assim úteis e  muito charmosas. Além de dicas básicas para cultivar ervas e hortaliças.

 

Fotos: Divulgação.

Fotos: Divulgação.

 

 

Ervas e hortaliças não podem ficar encharcadas. Mesmo que sejam regadas todos os dias, a água não pode se acumular. O ideal é usar vasos com furinhos embaixo.

 

 

96954-jardim-jardins-de-especiarias-e-ervas-mc3-arquitetura-viva-decora-96954

 

 

A equipe do portal Viva Decora diz que pode-se regar uma vez por dia no inverno e duas vezes no verão.

 

 

horta1

 

 

Para usar latas ou potes bonitos, dá pra fazer o buraquinho improvisado ou ainda usar essas embalagens. São tipo de cachepô. Só que encaixa o vaso verdadeiro por dentro.

 

 

96958-jardim-jardins-de-especiarias-e-ervas-mc3-arquitetura-viva-decora-96958

 

 

horta_1

 

 

Para que a horta cresça bonita, é importante pensar no local em que ela vai ficar. Mesmo em um apartamento, o ideal é que receba pelo menos cinco horas de luz solar todos os dias. Melhor ainda se forem no período da manhã. Vale deixar os vasinhos perto da janela da cozinha ou usar a varanda para abrigar a hortinha.

 

 

horta_vivadecora

 

 

Para driblar a falta de espaço, opte por hortas pequenas. Apenas com ervas, por exemplo. A horta pode ficar em prateleiras na cozinha ou na área de serviço. Se a varanda puder ser usada, o ideal é pensar em uma horta vertical, usando estantes ou pendurando os vasos na parede.

 

 

horta2 horta3

 

 

 

Amei e queria todas lá em casa!

Leia mais em:

Projeto ensina alunos de escolas a plantarem temperos e hortas em pequenos espaços

Aplicativo de celular ajuda a cultivar horta em casa

Boa e Barata – Nova entrega de orgânicos em casa na Região Metropolitana

Loja virtual do Mercado Público completa um ano com produtos naturais como carro-chefe

Frutas e legumes feios costumam ser mais nutritivos e são desperdiçados

Porto Alegre tem mais de 50 feiras de rua

 

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

 

Comer frutas e vegetais dá a felicidade de conseguir um novo emprego, mostra estudo

25 de julho de 2016 1
Foto: Fernando Gomes / Agência RBS.

Foto: Fernando Gomes / Agência RBS.

 

Por Giane Guerra

 

Pessoas que passaram a comer oito porções de frutas e vegetais por dia experimentaram um aumento da satisfação de vida equivalente a conquistar um novo emprego. A conclusão é de pesquisa em parceria entre as Universidade de Warwick, no Reino Unido, e Universidade de Queensland, na Austrália.

O estudo foi publicado pela American Journal of Public Health:

Evolution of Well-Being and Happiness After Increases in Consumption of Fruit and Vegetables 

Ou seja, comer mais frutas e vegetais te deixa mais feliz. E, pelo estudo, isso ocorre até mais rapidamente do que os benefícios que estes alimentos trazem para a saúde, como a redução de riscos de câncer e infarto.

Foram acompanhadas mais de 12 mil pessoas por dois anos. Relataram a quantidade de frutas e vegetais consumida e informaram o nível de satisfação com a própria vida, em uma escala de zero a 10. Quem saiu de um consumo zero para oito porções diárias apontou que o aumento na satisfação de vida foi equivalente ao de pessoas que estavam desempregadas e conseguiram um trabalho.

Os pesquisadores ainda buscam entender este efeito. Mas acreditam que seja provocado pelos antioxidantes nas frutas e vegetais. Há outras pesquisas que mostra que pigmentos carotenoides, encontrados em legumes como a cenoura, por exemplo, têm relação com aumento de otimismo. Vitamina B12 também pode estimular a serotonina, que regula o humor. A microbiota – que são nossas bactéricas do bem – poderia influenciar a química do cérebro.

Leia mais:

Gripe A – Alimentos que ajudam a aumentar a imunidade

O que a boa – e a má – alimentação provocam no sistema imunológico

Contra a gripe: ciência comprova eficácia da canja

Legumes – recomendação é de 4 a 5 porções por dia. Veja como turbinar a alimentação.

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

 

 

 

Frutas, legumes e verduras de julho

06 de julho de 2016 0

Por Giane Guerra

 

 

Vamos investir nas frutas e vegetais da estação? Mais nutritivos e, geralmente, mais baratos!

Confere a dica da nutricionista Gisele Berardi para o blog Lado Natureba:

 

 

13567502_520254644843327_1439860116499368276_n

 

 

 

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

 

Aplicativo de celular ajuda a cultivar horta em casa

16 de junho de 2016 0

Por Giane Guerra

Dica! O aplicativo Plantit (Horta em Casa) ajuda a plantar uma horta em casa. Dicas simples e básicas no celular e – o melhor – grátis. Tem na Apple e na Google Play para download.

 

image1

 

 

São 28 alimentos. Desde a básica salsa até o morango, passando pelo delicioso e nem sempre fácil de achar coentro.

O aplicativo traz um breve histórico da planta e as características básicas. Mas também tem um calendário que indica a melhor época para semear, plantar e colher. Dá ainda o prazo entre plantio e colheita.

 

image2 image3

 

Para finalizar, o app fornece dicas como colocação das sementes, como regar e até a conservação do alimento depois de colhido.

Este aplicativo é muito Lado Natureba!

Leia mais:

Boa e Barata – Nova entrega de orgânicos em casa na Região Metropolitana

Loja virtual do Mercado Público completa um ano com produtos naturais como carro-chefe

Frutas e legumes feios costumam ser mais nutritivos e são desperdiçados

Porto Alegre tem mais de 50 feiras de rua

 

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

Frutas e legumes feios costumam ser mais nutritivos e são desperdiçados

28 de maio de 2016 0

Por Giane Guerra

 

- Quanto maior a vida útil de um alimento, menor a nossa.

O alerta é da nutricionista Gisele Berardi. É um aviso geral que abrange também alimentos processados demais. Usam muitos conservantes para durar bastante tempo.

Costumo brincar que há alimentos que se deixarmos por um mês em cima da mesa não estragam. Parecem de plástico. Dia desses, ganhamos uma bergamota linda, parecia de mentira. Fiquei desconfiada e não dei aos meus filhos. Ficou três semanas ali e não estragou. O que me deixou, é claro, mais desconfiada ainda. Então, na dúvida….

A equipe de nutricionistas do site Desrotulando alertou dia desses que as “frutas feias” frequentemente são mais ricas em nutrientes do que as bonitas. Lembrou de um estudo feito com maçãs que mostrou que um fruto pequeno ou com manchas pode ter até 10% mais antioxidantes.

“Isso porque os antioxidantes como ácidos fenólicos, flavonóides, antocianinas e carotenóides são produzidos em maior quantidade pela planta para combater às pragas. Assim, as cicatrizes são prova da batalha contra pragas, como fungos ou insetos.” – explicaram as nutricionistas.

No dia a dia, vemos isso na feira de produtos orgânicos por exemplo. Em geral, as frutas são bem diferentes do que aquelas que levam agrotóxicos. Costumam ser menores, mais manchadas, com alguns “defeitos na aparência”. Mas você já reparou como aquelas laranjas “enferrujadas” por fora são muito mais doces? As laranjas de umbigo são ótimo exemplo disso.

No ano passado, o Ministério da Agricultura chegou a divulgar material para estimular o consumo de frutas e hortaliças que podem parecer feias, mas mantêm o valor nutricional. O objetivo era que os produtores vendessem esses hortigranjeiros e evitassem mandar para o lixo.

Não são produtos podres ou que não possam ser consumidos! Apenas não são perfeitos.

No ano passado, o granizo afetou muitas frutas na Serra Gaúcha, como pêssegos e peras. As frutas foram deixadas no pé. Os produtores nem colheram porque não havia “valor de mercado”. O consumidor não compra.

Estudo da Embrapa mostra que o País desperdiça mais de 30% das frutas e hortaliças que produz. Mas uma ideia seria fazer com que chegassem a nossa mesa por um preço menor.

 

Pelo mundo

Lá em Portugal, há um projeto de empreendedorismo social lançado em 2013 chamado Gente Bonita come Fruta Feia, da Cooperativa Fruta Feia. Atualmente, são cerca de 800 consumidores associados. O consumidor se inscreve para a compra semanal destas frutas.

São quase 100 agricultores envolvidos.  Distribuem ameixa, amora, laranja, limão, maçã, mirtilo, kiwi, romã, alho, coentro, cebolas, batatas, feijão, pepino e tomate… Evita que cerca de 5 toneladas de produtos sejam jogadas fora a cada semana.

Lá na França, criaram também uma campanha em 2014. Uma rede de supermercados francesa lançou para que os clientes comprem frutas e verduras consideradas “moches” (feias). Chamada de “Les fruits & legumes moches” (As frutas e legumes feios), oferece desconto de 30%.

 

Imagem: Reprodução.

Imagem: Reprodução.

 

 

Leia mais:

Boa e barata – Nova entrega de orgânicos em casa na Região Metropolitana

O que fazer quando o amigo do filho só come guloseimas?

Alimentação infantil – arroz e feijão não são suficientes

Nova fórmula do Danoninho reduziu açúcar em 2%

Achocolatados têm açúcar demais e cacau de menos

Entenda a escala dos alimentos – Do in natura até o ultraprocessado

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

 

Boa e Barata - Nova entrega de orgânicos em casa na Região Metropolitana

26 de maio de 2016 0
Foto: Divulgação Incra.

Foto: Divulgação Incra.

 

Por Giane Guerra

 

O Lado Natureba testou e aprovou. Um grupo de agricultores assentados em Viamão criou uma entrega de orgânicos na casa dos clientes. Por enquanto, o Aromas & Sabores do Campo atende Porto Alegre, Gravataí e Viamão. E sem cobrar frete!

Os preços também estão bem acessíveis. Mais barato do que outros serviços de venda de orgânicos acompanhados pelo blog. Em alguns casos, preços inferiores até a produtos de feiras normais e não orgânicas.

Tem hortigranjeiros, cereais, mel, melado, suco… São produtos cultivados sem agrotóxico ou adubos sintéticos químicos.

Cada semana, publicam no Facebook a tabela dos produtos disponíveis. O cliente pode fazer a encomenda por Facebook, telefone e Whatsapp.

Pagamento por depósito bancário ou ao receber os produtos. As entregas ocorrem em um dia da semana estabelecido antes.

 

Esta foi a minha entrega desta semana. Delícia!

Esta foi a minha entrega desta semana. Delícia!

Lado Natureba – Como surgiu o serviço e há quanto tempo atuam?

Sidnei Santos, agricultor e coordenador do grupo Aromas & Sabores do Campo – Surgiu quando percebemos que muitas vezes perdíamos alimentos em nossos sítios por não ter um canal direto de comercialização para o consumidor que procura alimentos saudáveis, frescos e direto da roça para a mesa.

Lado Natureba – Que tipos de clientes?

Santos – São variados, mas principalmente aqueles que levam uma rotina de trabalho ou estudo intensa. Têm alguma dificuldade em fazer a feira por exemplo ou ir até os agricultores fazer compras. Há várias mães com bebês que procuram nossos alimentos preocupadas em oferecer uma alimentação saudável para seus filhos.

Lado Natureba – Há alguma certificação de orgânicos?

Santos – Todos nossos alimentos têm certificado orgânico de acordo com a Lei nº 10.831/03, Decreto nº 6.323/07 e Instruções normativas pertinentes. Tem o Certificado de Conformidade Orgânica. Contamos também com responsável técnico – engenheiro agrônomo – que nos dá assessoria.

Lado Natureba – Como é a formação de preços?

Santos – A partir da disponibilidade do alimento, o custo de produção que tivemos e quanto o “mercado” está cobrando. Partimos da remuneração justa para nós os produtores. Depois, adicionamos outros custos, como despesas de entrega, embalagens…

O grupo Aromas e Sabores do Campo é formado por cinco famílias. Quatro ficam no assentamento Viamão. Outra, no assentamento Renascer, em em Capivari do Sul. Cultivam hortas e produzem mel. Têm o apoio do Incra.

****

Contatos para compra:

Facebook – Aromas & Sabores do Campo

E-mail – aromasesaboresencomenda@gmail

Telefones (51) 9973 4523 (whatsapp) ou (51) 9567 3776

Leia mais:

O que fazer quando o amigo do filho só come guloseimas?

Alimentação infantil – arroz e feijão não são suficientes

Nova fórmula do Danoninho reduziu açúcar em 2%

Achocolatados têm açúcar demais e cacau de menos

Entenda a escala dos alimentos – Do in natura até o ultraprocessado

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

Legumes - recomendação é de 4 a 5 porções por dia. Veja como turbinar a alimentação.

24 de maio de 2016 0
Foto: Hermínio Nunes / Agencia RBS.

Foto: Hermínio Nunes / Agencia RBS.

 

Por Giane Guerra

 

O óbvio: legumes e verduras são essenciais na alimentação de ~ todos ~ os dias. São ricos em fibras, vitaminas e minerais. E – para quem quer perder peso – têm valor calórico baixo, em geral.

Mas e a quantidade?

Alguns estudos recomendam de quatro a cinco porções por dia. Pode variar, no entanto, conforme a pessoa.

A nutricionista Lara Natacci dá cinco dicas para incluir legumes na dieta:

 

1 – Alimentação colorida

As cores, muitas vezes, indicam os benefícios. Os roxos, como repolho roxo e berinjela, fornecem antocianina, antioxidante que auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares.

Já o espinafre e outros vegetais verde escuros possuem boas quantidades de vitamina K, que auxilia na coagulação sanguínea.

Os alimentos com tons avermelhados, como o pimentão e o tomate, possuem licopeno, que são antioxidantes e também auxiliam na redução do risco de tumores de próstata.

 

2 – Legumes assados

Coloque os legumes em um saco para assar. Assim, não ressecam. A embalagem preserva o líquido e os aromas do alimento. Você ainda pode incluir ervas e temperos em pó no saco para variar sabores.
3 – Misture com carnes, cereais e massas

Cozinhar os legumes com carnes, com o arroz ou adicioná-los nos molhos das massas. Dica para quem tem dificuldade em variar o preparo dos legumes.

 

4 – Sopas

Ótimas opções para incentivar o consumo de legumes. Especialmente, no inverno. Cozinhe os legumes na panela de pressão com um pouco de água e tempero. Para deixar a preparação balanceada, inclua macarrão, batata, mandioca ou arroz, além de carne ou frango. Varie também as texturas, podendo deixar os legumes ralados, em pedaços ou batidos.

 

5 – Dê novos sabores 

Para quem ainda foge do legume porque não gosta do sabor: acrescente temperos e ervas, como alecrim, tomilho e salsinha. Também pode grelhar os legumes e acrescentar azeite de oliva ou algum molho por cima.

Dica do Lado Natureba: Só fuja de temperos e molhos prontos. Use ervas frescas ou desidratadas, azeite de oliva, iogurte, ricota, mel… Não use aqueles molhos prontos entupidos de sódio e conservantes. Bom apetite!

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

 

Frutas, legumes e verduras de maio

05 de maio de 2016 0

Por Giane Guerra

 

Parceria nova, leitores! A nutricionista Gisele Berardi vai nos mandar todos os meses a lista de frutas, legumes e verduras de época.

Mas para que serve? 

A nutri explica:

- Procure sempre aproveitar os benefícios dos alimentos que encontram-se na safra! A qualidade nutricional é melhor e os preços mais em conta!

Confere os de maio:

 

13102742_500021940199931_990515542222651562_n

 

 

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.