Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "queijo"

Receita - Pão de queijo de kefir no liquidificador

14 de fevereiro de 2017 5

Por Giane Guerra

 

16602976_1918844025061786_941680084646925090_n

 

Pão de queijo de kefir 

- 1 e 1/2 xícara de leite de kefir (probiótico produzido a partir da fermentação do leite)

- 3 e 1/2 xícara de polvilho doce

- 1/2 xícara de óleo

- 2 ovos

- queijo da preferência (usei colonial)

- tempero que e se quiser (usei manjericão fresco)

- sal a gosto (não coloquei)

Modo de fazer: Bate tudo no liquidificador e coloca para assar em forminhas de cupcake. Usei de silicone e nem precisei untar.
Pronto! Rendeu 32 pães de queijo.

 

16711676_1918844045061784_5142576085139809535_n

16708490_1918844065061782_1455640500233209910_n

 

===

Mais receitas do Lado Natureba:

Receita – Quibe de moranga assado

Cinco pastinhas fáceis e saudáveis para passar no pão

Receita – Bolo de cenoura integral com água com gás em vez de óleo

Receita – Batata rústica com alho no forno

Receita – Pasta de berinjela com pimentão

Receita – Mousse de chocolate sem açúcar

Receita – Sorvete de manga com casca

Receita – Ambrosia Natureba com açúcar mascavo

Receita – Sangria funcional sem álcool

Receita – Bolo integral de iogurte natural e frutas (de liquidificador!)

Receita – Pão integral de manjericão

Receitas de Verão – Suco de casca de melão & Sorvete de manga com casca

Receita – Pãozinho de polvilho com moranga, chia e tomilho

Receita – Bolinho integral básico de cacau no liquidificador

Receita – Gelatina de banana e maracujá

Receita – Pãozinho de polvilho e aipim

Receita – Pão-bolo integral de alfarroba

Receita – Pão integral de requeijão com azeitona

Receita – Pão 100% integral de liquidificador

Receita – Salada de massa com folhas de cenoura e beterraba

Receita – Pão doce 100% integral com frutas cristalizadas

Receita – Picolé de frutas picadas

Receita – Frutas com cobertura de chocolate

Receita – Pãozinho integral de milho

Receita – Massa de pizza 100% integral

Receita – Compota de ameixas amarelas (nêsperas)

Receita – Bolinho de arroz integral rico em fibras de talos e folhas

Metabolix – Suco acelera o metabolismo e ajuda a queimar gorduras

Receita – Leite de coco caseiro

Receita – Bolo integral de cenoura feito no liquidificador

Receita – Massa de pizza feita de couve-flor

Receita – Pãozinho de inhame com polvilho

Receita – Banana assada com chocolate

Receita – Nuggets caseiro de peixe

Receita – Bolo de chocolate com café feito no liquidificador

Receitas – Brigadeiro e Bolo de casca de banana

Louco por um doce? Coma ambrosia, sugere nutricionista.

Receita – Escondidinho Low Carb de moranga com camarão

Receita – Bolo de beterraba sem ovos nem leite

Receita – Bolinho integral com frutas cristalizadas

Receita – Pão de queijo de liquidificador

Receita – Massa integral com mexilhão temperada com açafrão

Receita – Bolinho salgado de lentilha ótimo para petisco

Como lavar tomates e fazer extrato em casa

Receita – Bolo de caneca de banana e aveia que fica pronto em minutos

Receita – Brownie 70% cacau

Receita – Mousse natureba de cacau e castanhas

Receita – Risoto de arroz vermelho com queijo coalho e tomate seco

Receita vapt vupt – Panqueca de banana, aveia e ovo

Que tal uma canja de galinha natureba? Confira a receita

Receita de lambedor contra a tosse e a explicação científica para os ingredientes

Receita Natureba: Cookies integrais de aveia com chocolate

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

 

 

 

 

Receita - Pãozinho de inhame e polvilho

26 de setembro de 2016 0

Por Giane Guerra

 

f2837c16-bc03-4688-9033-c7d6d0057fc6

 

 

Receita natureba nova! Oba!

É tipo um pão de queijo sem queijo. E sem ovo. O inhame dá a “liga”. Sem falar que inhame é muito nutritivo e turbina a imunidade. Fez sucesso com crianças e adultos neste fim de semana.

Vamos à receita?

Pãozinho de inhame e polvilho 

Ingredientes:

- Cerca de 800 gramas de inhame bem cozido e já amassado

- Meio quilo polvilho azedo

- 1 xícara de óleo (usei de girassol)

- 2 colheres de chá de sal marinho

- 3 colheres de sopa de gergelim (pode usar linhaça, chia, temperinhos…)

 

Modo de fazer:

Misturar em uma bacia: polvilho, óleo, sal e gergelim. Fica uma farofa, seca.

Juntar o inhame. Misturar bem com a mão e até sovar.

Fica uma massa que não gruda na mão. Fácil de fazer as bolinhas. Se ficar esfarelada, pode colocar um pouquinho de água até dar o ponto.

Coloquei as bolinhas em uma forma de silicone. Nem untei. Deixar no forno até ficar assadinho.

 

 

339abf05-803c-4edf-adb9-f2a028ce32a7

 

 

Outras receitas do blog Lado Natureba:

Receita – Banana assada com chocolate

Receita – Nuggets caseiro de peixe

Receita – Bolo de chocolate com café feito no liquidificador

Receitas – Brigadeiro e Bolo de casca de banana

Louco por um doce? Coma ambrosia, sugere nutricionista.

Receita – Escondidinho Low Carb de moranga com camarão

Receita – Bolo de beterraba sem ovos nem leite

Receita – Bolinho integral com frutas cristalizadas

Receita – Pão de queijo de liquidificador

Receita – Massa integral com mexilhão temperada com açafrão

Receita – Bolinho salgado de lentilha ótimo para petisco

Como lavar tomates e fazer extrato em casa

Receita – Bolo de caneca de banana e aveia que fica pronto em minutos

Receita – Brownie 70% cacau

Receita – Mousse natureba de cacau e castanhas

Receita – Risoto de arroz vermelho com queijo coalho e tomate seco

Receita vapt vupt – Panqueca de banana, aveia e ovo

Que tal uma canja de galinha natureba? Confira a receita

Receita de lambedor contra a tosse e a explicação científica para os ingredientes

Receita Natureba: Cookies integrais de aveia com chocolate

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

 

 

Fabricante gaúcha recolhe lotes de queijo parmesão ralado

09 de setembro de 2016 20

queijo 2
Publicada no Diário Oficial da União resolução da Agência Nacional de Vigilância Sanitária proibindo distribuição e venda de lotes de queijo parmesão ralado de fabricante gaúcho. O alimento é produzido pela Parmíssimo Alimentos, com fábrica em Viamão.

Segundo a Anvisa, a empresa encaminhou no dia 23 de agosto comunicado para recolhimento voluntário destes lotes. No documento, a Parmíssimo informou “impossibilidade de garantir a total qualidade e inocuidade de determinados lotes do produto QUEIJO PARMESÃO RALADO marca PARMÍSSIMO”.

Lotes informados:

08/02/16, 09/02/16, 15/03/16, 16/03/16, 17/03/16, 20/04/16, 22/04/16,
23/04/16, 25/04/16, 26/04/16, 18/05/16, 19/05/16, 20/05/16, 17/06/16,
18/06/16, 20/06/16, 15/07/16, 16/07/16, 18/07/16, 05/08/16, 06/08/16
e 08/08/16, data de validade: 8 meses, do produto QUEIJO PARMESÃO
RALADO, marca PARMÍSSIMO, em pacotes de 50g, 100g,
500g e 5000g, fabricado pela empresa PARMÍSSIMO ALIMENTOS
LTDA, CNPJ: 93.647.881/0001-18, situada à Estrada Candido Pinheiro
Barcelos, 1055 – Distrito Industrial Alvorada, Viamão /RS.

Abaixo, o comunicado no site da empresa. Não detalha o motivo do recolhimento, mas informa telefone para contato e devolução.

Entramos em contato com a fábrica, mas informam que só o engenheiro de alimentos poderia dizer qual o problema no produto e o profissional ainda não estaria na empresa.

 

Imagem: Reprodução site.

Imagem: Reprodução site.

 

Leia mais sobre alimentos recolhidos:

Proibida venda de lote de geleia produzida no Rio Grande do Sul com larva, fungo e pelo de roedor

Proibida venda de lotes de cinco marcas de molho e extrato de tomate com pelo de roedor acima do limite

Proibido lote de extrato de tomate Heinz com pelo de roedor

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

"Margarina? Dê para seu pior inimigo", diz nutricionista

01 de setembro de 2016 6

Por Giane Guerra

 

Foto: Ricardo Duarte / Agencia RBS.

Foto: Ricardo Duarte / Agencia RBS.

 

 

Quando escuto aquela expressão:

“Família de comercial de margarina.”

Eu penso comigo: “De manteiga, por favor. De manteiga.”

A margarina não é uma boa opção para uma alimentação saudável. A nutricionista Rita Lamas é a favor de alimentação sem muitas restrições, mas a margarina…

- A margarina… Você dá para seu pior inimigo!

A nutricionista explica: A margarina é uma gordura vegetal hidrogenada. Passa por um processo de hidrogenação, que muda a molécula para trans.

Essa gordura trans artificial é criada pela indústria. Aumenta o colesterol ruim e diminui o colesterol bom.

- A gordura trans aumenta em 50% a chance de infarto. – enfatiza a nutri

É feita por um processo bem diferente da gordura saturada, que é uma gordura animal e que está na manteiga e no requeijão. A gordura saturada não modifica o perfil lipídico, que atinge a questão do colesterol.

 

E as “margarinas amigas do coração”?

- Pois bem, elas passam por um processo um pouco diferente da hidrogenação. Gera menos, mas ainda assim cria gordura trans!

 

Estudos

Há vários estudos sobre a margarina. Um bem recente foi publicado no British Medical Journal. Mostrou que substituir a manteiga por margarina pode duplicar o risco de morte por doenças no coração. O estudo foi realizado nos Estados Unidos com quase 500 homens de 30 a 59 anos e que sofreram ataque cardíaco. Metade cortou a manteiga. A outra metade cortou a margarina.

Outro estudo, também dos Estados Unidos, tentou tirar a imagem de décadas que que a manteiga é vilã. A pesquisa foi feita em 15 países desde 2005, consultando 640 mil adultos. Nos resultados, só 10 mil apresentaram motivações cardiovasculares e outros 24 mil, diabetes.

 

Mas não abuse da manteiga também

A manteiga é um produto derivado do leite. Tem gorduras saturadas e também colesterol. Já para margarina, moléculas de hidrogênio são incorporadas às moléculas de gordura de modo artificial.

Enfim, o Ministério da Saúde sugere consumir, no máximo, 1 porção por dia de óleos vegetais, azeite ou manteiga. No caso da manteiga, é meia colher de sopa. Para óleos e azeites, é uma colher de sopa inteira.

 

Ghee

Essa manteiga tem sido bastante usada pelo pessoal da alimentação saudável. É uma manteiga clarificada e sem resíduos lácteos e toxinas da manteiga comum.

Tem uma receita que a Bela Gil fez no programa. É assim: Colocar 250 gramas de manteiga sem sal em uma panela e levar ao fogo médio, mais para alto. A manteiga derrete até começar a ferver. Forma uma espuma, que baixa depois. Quando formar a segunda espuma, aguardar alguns minutos e retirar do fogo. Os cristais no fundo da panela são a lactose, explica Bela Gil. Após esfriar, coar e colocar em um vidro. Deixar no freezer até endurecer. Retirar e está pronta.

 

 

Leia mais:
Receita – Pão de queijo de liquidificador

Leitora pergunta – Devemos evitar queijos e requeijão por causa do sódio?

Substituir embutidos corta conservantes e sódio da alimentação

Leitora pergunta: Creme de ricota é saudável?

“Zero trans”? – A gordura trans que você não vê nos alimentos

Dez pegadinhas da alimentação (pseudo) saudável

O que a boa – e a má – alimentação provocam no sistema imunológico

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

 

 

Leitora pergunta: Creme de ricota é saudável?

19 de agosto de 2016 0

Leitor pergunta. Lado Natureba responde.

 

Foto: Divulgação Cozinha Elegê.

Foto: Divulgação Cozinha Elegê.

 
Leitora Karolina pergunta:

“Creme de ricota é saudável? Uso uma colher para deixar um risoto cremoso e tenho um filho de dois anos.”

Nutricionista Bianca Canci responde:

Nutri - Creme de ricota não é problemático para quem não seja intolerante ou alérgico aos componentes do leite. É um produto industrializado sim, mas não vejo grandes problemas no consumo moderado.

Blog Lado Natureba: É melhor do que requeijão?

Nutri - Creme de ricota e requeijão são alimentos processados vindos do leite e, consequentemente, terão adição de algum conservante químico. O que deve ser cuidado na lista de ingredientes são justamente estes componentes. Quanto menos aditivos, melhor.

Blog – É melhor que manteiga?

Nutri - A manteiga é um produto exclusivamente do leite – das gorduras do leite. É adicionado somente sal. É gordura do tipo saturada, que tem relação com doenças do coração, por exemplo. Mas, ainda assim, este tipo de gordura é “menos pior” do que as do tipo TRANS encontrada nas margarinas, por exemplo. Mais uma vez, dentro de uma composição alimentar adequada, a manteiga pode ser consumida sim.

Blog – O que mais cuidar no rótulo?

Nutri - Temos que ficar olho nos rótulos sempre. Ver a lista de ingredientes. Quanto menor a lista, melhor para a gente. Quanto à composição na tabela nutricional, é importante darmos atenção à quantidade de sódio descrita por porção e teor de gorduras saturadas.

 

Leia mais:

Como conservar queijo? E tem cupom de 15% de desconto.

Leitora pergunta – Devemos evitar queijos e requeijão por causa do sódio?

O que é mais saudável: manteiga ou requeijão?

“Zero trans”? – A gordura trans que você não vê nos alimentos

Dez pegadinhas da alimentação (pseudo) saudável

Substituir embutidos corta conservantes e sódio da alimentação

O que a boa – e a má – alimentação provocam no sistema imunológico

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

 

 

Como conservar queijo? E tem cupom de 15% de desconto.

16 de agosto de 2016 0

 

 

Foto: Nilson Teixeira/Epagri / Divulgação.

Foto: Nilson Teixeira/Epagri / Divulgação.

 

 

Por Giane Guerra

 

A blogueira aqui perdeu um parmesão quase inteiro :cry:  porque não guardou o queijo direito! Então, o blog Lado Natureba encomendou para a Loja Virtual do Mercado Público orientações sobre como conservar queijos.

Edeltro Leandro Abreu de Souza, que trabalha na Banca 26 há 17 anos, mandou as seguintes dicas:

- Legislação municipal obriga a indicação no rótulo de tempo para o queijo ser consumido após aberto.
- Mas varia de cinco a 60 dias, conforme o tipo de queijo.
- A durabilidade do queijo depende se está embalado adequadamente na geladeira.
- Queijos do tipo parmesão e provolone podem ser conservados em temperatura ambiente. Mas não superior a 15°C.
- Congelar o queijo tira a qualidade. O soro congela e mesmo reaquecendo, o queijo não terá a mesma consistência, cor e sabor.
- Queijos como brie e gorgonzola devem ser embalados em papel filme e colocados na gaveta de legumes da geladeira. Se não forem embalados, passam o cheiro para outros alimentos. E se ficarem abertos, a casca fica dura e ressecada.

 

Coordenador da Loja Virtual do Mercado Público, Rafael Zatti complementa:

- Em geral, os queijos devem ser mantidos na geladeira. Mesmo aqueles que não estavam refrigerados na hora da compra.
- Pontos verdes indicam mofo. Se forem notados há pouco tempo, basta retirar e comer o resto. O mofo demora a se espalhar pelo queijo todo.
- Queijo fatiado pode ser guardado em potes plásticos com tampa na geladeira.
- Queijo minas, quando fica verde, tem que colocar fora.
- Queijos frescos – como minas, ricota e cottage – não podem ser guardados na gaveta de legumes da geladeira.
- Não guardar tipos diferentes no mesmo pote. Mistura aromas e sabores e afeta a conservação.
- O ideal é consumidor os queijos amarelos – como mussarela, prato e gouda – em até cinco dias. Mas podem ser armazenados por até um mês envoltos em filme plástico na geladeira.
- Os queijos duros fora da geladeira podem ser envoltos em papel toalha e filme plástico. Poderão ser consumidos em até três meses.
- Queijo de mofo azul – como o gorgonzola – deve ser envolvo em filme plástico e consumido em até 30 dias.
- Queijo de mofo branco – como o brie – tem que ser envolvo em filme plástico e consumido em até cinco dias.
- Já o queijo minas frescal tem que ser consumido em até três dias após aberto.
E tem cupom de desconto!

A Loja Virtual do Mercado Público aproveitou a curiosidade do blog e está oferecendo 15% de desconto em queijos para os leitores do Lado Natureba!

*** 15% de desconto em queijos ***

Só digitar QUEIJO no espaço para cupom quando estiver fechando a compra no site.

Tem entrega na Região Metropolitana de Porto Alegre. Acima de R$ 199 em compras, o frete é grátis.

O cupom vale só para essa semana. Enquanto tiver estoque dos queijos.

Os preços abaixo ainda não estão com o desconto:

 

queijo 1 queijo 2

 

Leia mais:

Boa e Barata – Nova entrega de orgânicos em casa na Região Metropolitana

Leitora pergunta – Devemos evitar queijos e requeijão por causa do sódio?

Loja virtual do Mercado Público começa a vender para o interior do Rio Grande do Sul

Loja virtual do Mercado Público completa um ano com produtos naturais como carro-chefe

EntregueEmCasa – Site tem 5 mil produtos para consumidor comprar e receber em casa em Porto Alegre

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

 

Leitora pergunta - Devemos evitar queijos e requeijão por causa do sódio?

16 de agosto de 2016 2

Por Giane Guerra

 

Foto: Sirli Freitas / Agencia RBS.

Foto: Sirli Freitas / Agencia RBS.

Leitora Michele Nunes leu este post:

Substituir embutidos corta conservantes e sódio da alimentação

E perguntou:

“E quanto aos queijos, requeijões, ricotas, etc? Não são cheios de sal também?”

 

Nutricionista Rita Lamas responde:

O sódio é usado pela indústria como conservante. Então, a maioria dos alimentos tem sódio.

Queijo, ricota e requeijão têm sódio sim. Mas um pouco não faz mal. Nós precisamos de sódio, inclusive.

O recomendado por dia pela Organização Mundial da Saúde é de 1.400 miligramas para quem tem restrição. O Ministério da Saúde já fala em 2 mil miligramas para uma alimentação normal, que é 5 gramas de sal.

E tem mais: estes alimentos listados pela leitora também são grandes fontes de cálcio. São importantes.

Já o embutido é mais processado, tem mais sódio e – pior – tem os compostos nitrogenados, que têm relação com câncer. Então, do meu ponto de vista, nem podemos comparar queijos com embutidos.

Mais sobre queijo: Como conservar queijo? E mais cupom de 15% de desconto.

===

Leia mais:

Como fugir do sódio?

Bolacha de água e sal e biscoito de polvilho podem sabotar a dieta e a saúde

Macarrão instantâneo – Rápido, mas cheio de sódio e gordura

Porto Alegre fica em terceiro no ranking nacional de hipertensão

Dez alimentos – deliciosos – para combater a hipertensão

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

Por que não dar "inhos" para crianças? Não valem por um bifinho.

29 de julho de 2016 3
Foto: Divulgação.

Foto: Divulgação.

 

 

Por Giane Guerra

 

Mais um post da série do Lado Natureba para alertar sobre alimentos que não devem ser oferecidos para crianças. Parceria com a nutricionista infantil Fabíola Frezza Andriola.

Então, vamos lá:

Por que não dar “inhos” para crianças? Não valem por um bifinho.

Chamamos de “inhos” porque são várias marcas: Danoninho, Chambinho, Batavinho, Vigorzinho, Parmalatinho…

Não são iogurte. Ok? São petit suisse, ou queijinhos.

- Não são fermentados apenas, como iogurte. Também são maturados. – explica a nutri.

São embalados com foco no público infantil. Ainda há até pediatras que recomendam. Até mesmo para bebês! Para estes pequenos, então, os “inhos” são completamente contra-indicados. Até alguns fabricantes colocam na embalagem para não dar o doce para crianças com menos de quatro anos.

- Não pode se olhar apenas os personagens da embalagem. Os pais têm que olhar mais a tabela de ingredientes e buscar um mínimo de conhecimento sobre os itens. Há corantes e conservantes que a pessoa não consegue nem pronunciar o nome, mas come sem medo e – pior – dá para os filhos.

No caso do “inho”, são muitos ingredientes para um produto tão pequeno. Só isso já dá uma ideia de quão artificial é. Muitos aditivos, conservantes, corantes…

São várias marcas, mas os ingredientes são muito parecidos. Alguns têm três tipos de açúcar. Tem produto em que o xarope de glicose é o segundo item da lista de ingredientes. Ou seja, é o segundo ingrediente em maior quantidade.

- Os estudos estão relacionando o xarope de glicose a doenças como gordura no fígado e diabete.

Outro alerta da nutricionista Fabíola Andriola é o produto ter leite de vaca, que a orientação ainda é de não ser oferecido antes de um ano de idade. E mais: o “inho” costuma ser oferecido como sobremesa, o que dificulta a absorção do ferro do alimento da refeição.

- Cálcio e ferro competem no intestino.
===

Há alternativas imensamente mais saudáveis:

- Bater iogurte natural com morangos (ou outra fruta qualquer).
- Bater inhame com frutas, como morango e manga.
- Bater iogurte natural com morangos, mistura gelatina sem sabor dissolvida, leve para a geladeira.

Mesmo que estas receitas fiquem azedinhas demais para o paladar da sua família e você opte por acrescentar um açúcar mascavo ou demerara, terá controle sobre a qualidade e quantidade.

===

Série: Por que não?

Por que não dar mingau pronto e engrossante para crianças?

Leia mais:

Brasileiro consome 60% mais açúcar do que devia

Restaurantes precisam caprichar mais no menu kids

Kinder Ovo está proibido e McLanche teve que mudar pela saúde das crianças do Chile

Dá pra ver na televisão que é gostoso! – diz menina em pesquisa sobre publicidade de alimentos

Criança brasileira come muito biscoito recheado, macarrão instantâneo e bebida adoçada

Criança saudável – O que fazer quando o amigo do filho só come guloseimas

Quatro alimentos essenciais na papinha dos bebês

Bela Gil responde perguntas sobre introdução alimentar infantil

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.