Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "uva"

Receita - Geleia de suco de uva com chia (sem açúcar!)

05 de maio de 2017 0

chia

 

 

Receita da nutricionista Isabela Jaeger, testada e aprovada pelo Lado Natureba. Fica uma geleia mais líquida, parecendo quase para uma calda. Fica bem gostosa! Ainda mais com um bolo de cacau.

E o melhor: sem adicionar açúcar! O sabor docinho é apenas do suco.

Geleia de suco de uva com chia

Ingredientes:

- Aproximadamente 100 ml de suco de uva integral

- 5 colheres de sopa de chia

Modo de fazer:

Mistura a chia com o suco e coloca na geladeira por algumas horas. E pronto!

 

chia2

 

===

Outras receitas:

Receita – Creme de avelã (ou “nutella caseira”)

Receita – Bolo integral de iogurte, café e frutas secas

Receita – Quiche Integral

Receita – Pãozinho integral recheado com carne de jaca

Receita – Barrinha caseira de whey

Receita – Nachos assados

Receita – Bolinho assado de arroz integral

Receita – Pizza de Aniversário (Integral!)

Receita – Doce caseiro de abóbora

Receita – Suco de folha de araçá

Receita – Bolo de cacau, banana e ameixa 

Receita – Pãozinho de polvilho com batata

Sete receitas fáceis e gostosas para festinhas saudáveis

Receita – Panquecas de banana e aveia

Da casca da melancia à semente de abóbora – Dicas para aproveitar todo o alimento

Receita – Pão integral de casca de moranga com tomilho-limão

Receita – Pão de queijo de kefir no liquidificador

Receita – Quibe de moranga assado

Cinco pastinhas fáceis e saudáveis para passar no pão

Receita – Bolo de cenoura integral com água com gás em vez de óleo

Receita – Batata rústica com alho no forno

Receita – Pasta de berinjela com pimentão

Receita – Mousse de chocolate sem açúcar

Receita – Sorvete de manga com casca

Receita – Ambrosia Natureba com açúcar mascavo

Receita – Sangria funcional sem álcool

Receita – Bolo integral de iogurte natural e frutas (de liquidificador!)

Receita – Pão integral de manjericão

Receitas de Verão – Suco de casca de melão & Sorvete de manga com casca

Receita – Pãozinho de polvilho com moranga, chia e tomilho

Receita – Bolinho integral básico de cacau no liquidificador

Receita – Gelatina de banana e maracujá

Receita – Pãozinho de polvilho e aipim

Receita – Pão-bolo integral de alfarroba

Receita – Pão integral de requeijão com azeitona

Receita – Pão 100% integral de liquidificador

Receita – Salada de massa com folhas de cenoura e beterraba

Receita – Pão doce 100% integral com frutas cristalizadas

Receita – Picolé de frutas picadas

Receita – Frutas com cobertura de chocolate

Receita – Pãozinho integral de milho

Receita – Massa de pizza 100% integral

Receita – Compota de ameixas amarelas (nêsperas)

Receita – Bolinho de arroz integral rico em fibras de talos e folhas

Metabolix – Suco acelera o metabolismo e ajuda a queimar gorduras

Receita – Leite de coco caseiro

Receita – Bolo integral de cenoura feito no liquidificador

Receita – Massa de pizza feita de couve-flor

Receita – Pãozinho de inhame com polvilho

Receita – Banana assada com chocolate

Receita – Nuggets caseiro de peixe

Receita – Bolo de chocolate com café feito no liquidificador

Receitas – Brigadeiro e Bolo de casca de banana

Louco por um doce? Coma ambrosia, sugere nutricionista.

Receita – Escondidinho Low Carb de moranga com camarão

Receita – Bolo de beterraba sem ovos nem leite

Receita – Bolinho integral com frutas cristalizadas

Receita – Pão de queijo de liquidificador

Receita – Massa integral com mexilhão temperada com açafrão

Receita – Bolinho salgado de lentilha ótimo para petisco

Como lavar tomates e fazer extrato em casa

Receita – Bolo de caneca de banana e aveia que fica pronto em minutos

Receita – Brownie 70% cacau

Receita – Mousse natureba de cacau e castanhas

Receita – Risoto de arroz vermelho com queijo coalho e tomate seco

Que tal uma canja de galinha natureba? Confira a receita

Receita de lambedor contra a tosse e a explicação científica para os ingredientes

Receita Natureba: Cookies integrais de aveia com chocolate

 

===

Acompanhe o Instagram do @ladonatureba.

Siga o @ladonatureba no Twitter.

E também curta o Facebook do Lado Natureba.

 

 

 

Vinho é bom para a saúde? Nem todos. Saiba escolher.

26 de janeiro de 2017 0

Por Giane Guerra

 

Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS.

Foto: Diogo Sallaberry / Agencia RBS.

 

Vamos começar com uma breve história sobre vinho e a saúde cardiovascular:

Na primeira década do século XIX, três pesquisadores franceses ficaram intrigados com um fato. A população aumentou a alimentação rica em gorduras saturadas, mas… os casos de morte por doenças cardiovasculares mantinham-se no padrão para sexo e idade. E eram menores em comparação aos de outros países.

O fato recebeu o nome de “o paradoxo francês”. Só um século depois que a medicina encontrou respostas para este paradoxo: o consumo de vinho. Em 1992, a revista de medicina “The Lancet” publicou um artigo que relaciona o consumo da bebida ao paradoxo francês.

A nutricionista Bianca Canci explica:

- O queridinho de toda essa proteção é resveratrol, um importante antioxidante encontrado nas uvas.

Antioxidantes são tudo de bom para nossa imunidade. E o resveratrol está relacionado à proteção cardiovascular por ter ações antioxidantes. Ou seja, protege o organismo contra as lesões provocadas pelos radicais livres e anti-inflamatória.

- Sabemos que a aterosclerose, doença que provoca entupimento das artérias e infarto, é desenvolvida através de processo inflamatório crônico.

E tem mais, hein: o resveratrol também está relacionado à inibição da carcinogênese, que é a formação de câncer.

Mas a nutri Bianca dá uma ótima notícia para os gaúchos:

- Diversos estudos mostram que os vinhos produzidos na Serra Gaúcha contêm grande quantidade de resveratrol!

Mas não é só o vinho que é fonte de resveratrol: a fruta in natura e o suco de uva integral também são ricos neste antioxidante. É produzido pela videira e se encontra na casca da uva. Por isso, é importante consumir a fruta com casca e tudo. Até mesmo porque a casca tem fibras, que reduzem o pico de glicose na corrente sanguínea. Claro que sempre é melhor se a uva for orgânica.

 

Vinhos artesanais

A sommelière Stephanie Duchene defende os vinhos artesanais como opção melhor para a saúde. Diz que nem todo vinho é um elixir para o corpo.

- A matéria prima do vinho, a uva, tem várias propriedades terapêuticas em virtude da concentração de polifenóis. Estes compostos vegetais são resultantes de um processo natural de defesa da videira, que estimula a produção dessa substância diante das agressões externas como exposição solar, pestes e outras intempéries. Portanto, quanto mais “sofrida” a parreira, mais rica em polifenóis será a uva.

Ela está falando do nosso amigo resveratrol.

- Na uva, essa substância é a responsável por “escurecer” as bagas. Justamente por isso, as castas tintas são mais ricas neste elemento.

Isso significa que quanto mais tinto, melhor o vinho?

- Não necessariamente, pois apesar da uva ser um dos segredos para um vinho saudável, o processo de fabricação também é determinante. Uma das etapas da vinificação consiste, justamente, em extrair o mosto – sumo das uvas. No caso dos tintos, em especial, esse processo conta com a presença das cascas e sementes da uva – a maceração – que irá acentuar no líquido, além da coloração característica, as propriedades benéficas da fruta.

Stephanie alerta também que muitas indústrias acrescentam aditivos nas etapas seguintes de fabricação para atingir determinada coloração e densidade. Em especial, em vinhos comercializados em grande escala. Fique de olho nos conservantes.

A sommelière faz um aviso especial em relação ao sulfito, um conservante muito usado em vinhos. Também conhecido como dióxido de enxofre.

- Só que pode causar reações alérgicas e implicações de saúde, especialmente em asmáticos ou pessoas sensíveis ao químico. Controverso, muitos apontam ainda que a substância é a responsável pela dor de cabeça característica após o consumo de vinho.

===

Sempre bom lembrar: bebidas alcoólicas exigem moderação de consumo. Diretrizes da Sociedade Brasileira de Cardiologia orientam: 30g de etanol ao dia, para homens. E a metade dessa quantidade a tolerada para as mulheres, afirma a nutri Bianca Canci. Para o vinho, o consumo equivale a 300mL e 150mL, respectivamente. E, de preferência, que não seja habitual.

 

===

Leia mais:

Vinícola faz sagu e quentão sem vinho para agradar clientes

Uvas brancas X Uvas vermelhas – Fora a cor, qual a diferença?

Qual a quantidade limite de vinho para homens e mulheres

Leitor pergunta – Uvas sem semente são saudáveis?

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

E também curta o Facebook do Lado Natureba.

Receita - Frutas com cobertura de chocolate

12 de outubro de 2016 0

Por Giane Guerra

 

Sobremesa deliciosa, fácil e rápida.

 

Frutas com cobertura de chocolate

Usa frutas e você pode escolher um chocolate do bem (com mais cacau que açúcar).

Como fazer:

Derreter chocolate em banho maria. Usei um 60% cacau e derreti dentro de um prato em cima de uma panela com água no fogo.

Mergulhei as frutas (morango e uva) até a metade no chocolate. Coloquei em formas de silicone e deixei na geladeira até o chocolate endurecer novamente.

Descola fácil da forma. Só não deixar muito no calor porque no chocolate derrete novamente.

 

 

14572863_1843958589216997_8088826110000738786_n 14670736_1843958595883663_5635898812038510855_n

 

 

Outras receitas do blog Lado Natureba:

Receita – Pãozinho integral de milho

Receita – Massa de pizza 100% integral

Receita – Compota de ameixas amarelas (nêsperas)

Receita – Bolinho de arroz integral rico em fibras de talos e folhas

Metabolix – Suco acelera o metabolismo e ajuda a queimar gorduras

Receita – Leite de coco caseiro

Receita – Bolo integral de cenoura feito no liquidificador

Receita – Massa de pizza feita de couve-flor

Receita – Pãozinho de inhame com polvilho

Receita – Banana assada com chocolate

Receita – Nuggets caseiro de peixe

Receita – Bolo de chocolate com café feito no liquidificador

Receitas – Brigadeiro e Bolo de casca de banana

Louco por um doce? Coma ambrosia, sugere nutricionista.

Receita – Escondidinho Low Carb de moranga com camarão

Receita – Bolo de beterraba sem ovos nem leite

Receita – Bolinho integral com frutas cristalizadas

Receita – Pão de queijo de liquidificador

Receita – Massa integral com mexilhão temperada com açafrão

Receita – Bolinho salgado de lentilha ótimo para petisco

Como lavar tomates e fazer extrato em casa

Receita – Bolo de caneca de banana e aveia que fica pronto em minutos

Receita – Brownie 70% cacau

Receita – Mousse natureba de cacau e castanhas

Receita – Risoto de arroz vermelho com queijo coalho e tomate seco

Receita vapt vupt – Panqueca de banana, aveia e ovo

Que tal uma canja de galinha natureba? Confira a receita

Receita de lambedor contra a tosse e a explicação científica para os ingredientes

Receita Natureba: Cookies integrais de aveia com chocolate

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

 

Uvas brancas X Uvas vermelhas - Fora a cor, qual a diferença?

30 de setembro de 2016 0

Por Giane Guerra

 

 

Foto: Divulgação Embrapa.

Foto: Divulgação Embrapa.

 

 

 

As uvas contêm vários nutrientes, como vitamina C, minerais, carboidratos e fitoquímicos. Os polifenóis são os fitoquímicos mais importantes na uva, considerando os benefícios à saúde.

Os polifenóis estão concentrados nas sementes e na casca da uva. Agem como antioxidantes que ajudam a neutralizar os danos causados por radicais livres no nosso organismo, que são moléculas instáveis que podem prejudicar células saudáveis.

Antocianinas, flavonóis, resveratrol e estilbenos são polifenóis presentes nas uvas. Olhem só as propriedades para nossa saúde: cardioprotetora, anticâncer, anti-inflamatória, antienvelhecimento e antimicrobianas.

Mas qual a diferença entre uvas brancas e vermelhas? A pesquisadora da Embrapa Uva e Vinho, Patricia Ritschel responde:

- As antocianinas, particularmente, são pigmentos presentes na casca da uva e responsáveis por sua coloração. Assim, a coloração vibrante das uvas tintas (vermelhas) está relacionada ao alto conteúdo de antocianinas, maior do que nas uvas brancas.

Leitor pergunta – Uvas sem semente são saudáveis?

Comer frutas e vegetais dá a felicidade de conseguir um novo emprego, mostra estudo

Comer várias frutas por dia na gravidez deixa bebê mais inteligente, diz estudo canadense

Legumes – recomendação é de 4 a 5 porções por dia. Veja como turbinar a alimentação.

Frutas e legumes feios costumam ser mais nutritivos e são desperdiçados

Entenda a escala dos alimentos – Do in natura até o ultraprocessado

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

 

 

 

Leitor pergunta - Uvas sem semente são saudáveis?

21 de setembro de 2016 0

Leitor pergunta. Lado Natureba responde.

 

Por Giane Guerra

 

Leitor Leandro conta que a filha só come uvas do tipo crimson. Como não tem sementes, pergunta se é transgênica ou provoca algum prejuízo à saúde.

 

 

uva crimson

 

 

Nutricionalmente falando, as uvas crimson são ricas em potássio, fibras, vitaminas A e C e fazem bem à saúde do coração. A casca tem resveratrol, substância que a videira produz para protegê-las. No organismo humano, também tem efeito protetor.

Mas a pesquisadora da Embrapa Uva e Vinho, Patricia Ritschel ajudou o blog Lado Natureba a responder:

Temos como uvas sem sementes as ‘Crimson Seedless’, ‘Centennial Seedless’, ‘Thompson Seedless, ‘BRS Isis’ e ‘BRS Vitória’. Elas não são OGMs (Organismos Geneticamente Modificados), como o público em geral conhece os organismos que sofreram transformação genética.

A ausência de sementes, também chamada de apirenia, é uma característica que ocorre naturalmente. Geralmente, é por meio de um processo denominado de estenoespermocarpia. Neste caso, o desenvolvimento da semente não se completa. Às vezes, há apenas a formação de sementes-traço no fruto, geralmente, imperceptíveis ao consumidor. Praticamente, todas as variedades de uvas sem sementes do mundo descendem de uma uva chamada ‘Sultanina’, conhecida nos Estados Unidos como ‘Thompson Seedless’.

Hoje, já existem alternativas de cultivares de uvas sem sementes genuinamente brasileiras, desenvolvidas pela Embrapa. Como sugestão:
‘BRS Isis’ – uma uva rosada de sabor neutro, muito parecida com a ‘Crimson Seedless’, mas com bagas naturalmente maiores.

 

Foto: Alysson Barbosa Vieira / Divulgação.

A uva do meio é a Crimson e as mais rosadas ao redor são ‘BRS Isis. Foto: Alysson Barbosa Vieira / Divulgação.

 

 

‘BRS Vitória’ – uma uva preta, muito saborosa, que agrada bastante às crianças pelo sabor de suco de uva.

 

 

Foto: Patrícia Ritschel / Divulgação Embrapa.

Foto: Patrícia Ritschel / Divulgação Embrapa.

 

 

Leia mais:

Comer frutas e vegetais dá a felicidade de conseguir um novo emprego, mostra estudo

Comer várias frutas por dia na gravidez deixa bebê mais inteligente, diz estudo canadense

Legumes – recomendação é de 4 a 5 porções por dia. Veja como turbinar a alimentação.

Frutas e legumes feios costumam ser mais nutritivos e são desperdiçados

Entenda a escala dos alimentos – Do in natura até o ultraprocessado

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

Leitor pergunta se suco prensado a frio é saudável

09 de agosto de 2016 0

Leitor pergunta. Lado Natureba responde.

 

Foto: Jonas Ramos / Agencia RBS.

Foto: Jonas Ramos / Agencia RBS.

 

Por Giane Guerra

 

 

Leitor Eduardo Guimarães leu o post:

Leitora pergunta como sucos sem conservantes têm validades superiores a três meses

E perguntou para a biomédica Caroline Dani:

“Gostaria de saber sua opinião sobre os sucos prensado a frio. Eles têm duração de três dias úteis e não levam conservantes e não precisam de pasteurização.”

Pesquisadora de sucos de uva, a biomédica Caroline Dani responde:

Tenho pouco conhecimento sobre sucos prensados a frio. Mas é importante ressaltar que o processo tem que possibilitar a passagem dos polifenóis para o suco. E eles estão na casca e na semente da fruta.

Pelo que li, o suco prensado a frio não tem as fibras. Mas é fruta. Então, tem vantagem.

E importante: nunca colocar açúcar em suco. O açúcar faz o suco perder a atividade antioxidante.

Beber o suco sempre é uma boa alternativa. Mas também temos que comer a fruta.

E não confundam: néctar não é suco! Tem açúcar, aromatizantes, corantes…

Leia mais sobre sucos:

Por que não dar suco de caixinha para crianças?

Venda de sucos adoçados despenca 50% nas vinícolas

Restaurantes precisam caprichar mais no menu kids

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

 

Leitora pergunta como sucos sem conservantes têm validades superiores a três meses

08 de agosto de 2016 1

Leitor pergunta. Lado Natureba responde.

 

Foto: Jonas Ramos / Agencia RBS.

Foto: Jonas Ramos / Agencia RBS.

 

Por Giane Guerra

 

Leitora Juliana pergunta:

Como um suco integral sem conservantes tem a validade de três meses ou mais contendo apenas o açúcar natural da fruta? E o Natural One?

Biomédica Caroline Dani, pesquisadora de sucos de uva, responde:

O método de conservação não depende apenas de conservantes. A maioria das empresas vem usando sistemas de pasteurização e ultrapasteurização, que possibilitam a conservação por mais até do que três meses. As empresas estão trabalhando com validade de um ano ou mais, no caso de sucos de uva, por exemplo.

No caso de suco de uva, os conservantes estão sendo deixados de lado. As indústrias estão adotando cada vez mais tecnologias para isso. Isso mesmo que o conservante ainda seja transmitido. Usam processos físicos para conservar.

Suco é produto 100% fruta. Costuma ser mais caro, mas não tem açúcar, água, aromatizantes…

Açúcar – Qualquer produto que tenha açúcar além da natural da fruta tem que ter a expressão ADOÇADO no rótulo.

Sobre a marca falada pela leitora, é um “blend” que mistura uva e maçã. Não é 100% suco integral de uva. O consumidor precisa ter cuidado ao ler um rótulo de um produto para que saiba que tipo de produto.

E nem todo suco 100% é integral. A indústria tira a água do suco reconstituído para reduzir espaço de armazenamento e transporte. Depois, coloca tudo de novo na embalagem para a venda. Não é adicionada água. É o líquido da própria fruta. É claro que todo o processo de transporte, que acaba modificando o a temperatura da água, também provoca perdas, inclusive dos chamados polifenóis, mas a médica diz que, mesmo assim, são preservadas atividades antioxidantes e este tipo de suco tem benefícios muito similares ao suco integral.

Leia mais sobre sucos:

Por que não dar suco de caixinha para crianças?

Venda de sucos adoçados despenca 50% nas vinícolas

Restaurantes precisam caprichar mais no menu kids

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.

 

 

Venda de sucos adoçados despenca 50% nas vinícolas

11 de julho de 2016 0
Foto: Jonas Ramos / Agencia RBS.

Foto: Jonas Ramos / Agencia RBS.

 

 

Serra de Negócios

Por Babiana Mugnol (babiana.mugnol@rdgaucha.com.br)

A saúde – e o paladar – muda o comportamento do consumidor. Sucos de uva adoçados estão perdendo espaço para os naturais e integrais. Os dados são do Instituto Brasileiro do Vinho.

As estatísticas de vendas nos primeiros cinco meses do ano, em comparação ao mesmo período do ano passado, mostram:

Sucos adoçados -49,45%
Sucos integrais +0,41%
Sucos reprocessados ou reconstituídos +66%

- Além dos problemas de saúde relacionados ao açúcar já conhecidos, isso também reduz a capacidade antioxidante, um dos principais benefícios da uva. – diz a biomédica Caroline Dani, pesquisadora de sucos de uva.

A indústria tira a água do suco reconstituído para reduzir espaço de armazenamento e transporte. Depois, coloca tudo de novo na embalagem para a venda. Não é adicionada água. É o líquido da própria fruta. É claro que todo o processo de transporte, que acaba modificando o a temperatura da água, também provoca perdas, inclusive dos chamados polifenóis, mas a médica diz que, mesmo assim, são preservadas atividades antioxidantes e este tipo de suco tem benefícios muito similares ao suco integral.

Refrescos -87%

Outro dado que chama atenção no balanço do Ibravin é a queda de 87% da comercialização do preparado líquido para refresco, que serve de base para refrigerantes.

Bebida de uva -47%

São aqueles sucos de caixinhas que têm apenas 15% de uva e também são adoçados.

Mas…

Néctar +24%

Mas a especialista em sucos faz um alerta: por mais que seja mais barato do que o suco integral, ou mesmo o reconstituído, o néctar tem só 50% de uva e também tem açúcar na composição.

Vinícola faz sagu e quentão sem vinho para agradar clientes

Qual a quantidade limite de vinho para homens e mulheres

 

===

Siga o @ladonatureba no Twitter.