Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Decoração"

Falta de espaço para guardar a bike não é mais problema

11 de agosto de 2015 0

ademilar
Bicicleta em casa pequena. Cenário comum nas grandes cidades onde é cada vez maior o número de ciclistas e de pessoas morando sozinhas ou famílias pequenas em espaços reduzidos. Seja qual for a situação, sempre há lugar para uma bike, afinal ela é magrela! Uma proposta bacana é incluí-la na decoração ou achar um cantinho prático para encaixar como estantes que também servem de suporte. Inspire-se nas ideias!

brasil e malta

minha casa minha cara

 

altenburg

casinha arrumada

jet house

Texto: Anah Ferraz

Fotos: Ademilar (capa); Brasil e Malta ( foto 1); Minha casa minha cara ( foto 2); Altenburg ( foto 3); Casinha Arrumada ( foto 4); Jet House ( foto 5)/ Reprodução

Decore com memória!

22 de julho de 2015 0

coisinhas de noiva

Assim como a moda, a decoração também acompanha tendências, só que elas duram mais tempo, podendo permanecer anos à fio. O mesmo acontece com a mania de incluir objetos ou referências antigas. É aquela mesa velha, com a pintura toda descascada que parece ter mais de um século e custa uma fortuna na loja ou está em destaque na revista. Para entrar nessa onda, a decoradora de interiores, Letícia Albuquerque da Rocha, diz que não é preciso gastar muito. – Dá para usar objetos de família que vão dar personalidade à decoração e ainda lembrar de uma pessoa querida, sugere.

catarina regina

Uma cadeira que foi da avó, ou mesmo as taças de vinho ou a colcha de crochê que eram da sua mãe, já podem fazer toda a diferença. Só não vale abusar da memória afetiva porque o ambiente poderá ficar pesado. A ideia é apenas atualizar ou renovar o clima da casa jogando com elementos modernos ou imprimindo um toque diferenciado. Para quem não têm lembranças de família, ela indica garimpar em briques e antiquários. Vale até enfeites ou utensílios que possam servir como elementos decorativos.

Mix lar

Texto: Anah Ferraz
Foto: Coisinhas de Noiva (capa); Catarina Regina ( foto 1); Mix Lar ( foto 2)/ Reproduções

Como renovar azulejo e piso com baixo custo e sem fazer reforma?

02 de julho de 2015 0

casinha arrumada

Azulejo e piso antigo gastos ou difíceis de limpar tem solução sem precisar de reforma. É a tinta epóxi, cada vez mais am alta quando o assunto é renovar com rapidez e economia. A arquiteta Rosa Cavalcanti garante que ela é super prática e resolve vários probleminhas.

- É considerada ideal para banheiros porque não deixa o vapor de água penetrar nas paredes sendo a tinta mais indicada contra umidade , informa. O material também resiste à produtos de limpeza e é muito fácil de limpar. Veja quando é hora de recorrer a esse tipo de pintura, conheça suas vantagens e formas de aplicação!

Quando usar?

- Quando os azulejos ou piso estão velhos, desgastados ou são difíceis de limpar e não há tempo nem orçamento para uma reforma.

- Ideal para banheiros porque é mais resistente à umidade que outros tipos de tinta e pode ser aplicada também nas paredes, não apenas nos azulejos.

- Também serve de solução para pisos de cozinha antigos e difíceis de limpar.

Tipos de tinta epóxi

Existem versões à base de solventes ou à base de água.Existem muitas marcas de tinta epóxi no mercado com preços bem variados,então é importante fazer um bom orçamento antes já que elas não são tão baratinhas como as tintas comuns, mas mesmo assim, ainda são a melhor opção para renovar banheiros e cozinhas com qualidade e baixo custo.

Pode ser fosca ou com brilho. As mais modernas e que são muito usadas em endereços comerciais e residenciais de alta padrão são as de alto brilho que deixam os revestimenrtos com aspecto de porcelanato. No entanto, sua aplicação requer mão de obra altamente qualifcada e, portanto, só devem ser usadas por profissionais.

Formas de aplicação

O local precisa estar totalmente limpo e seco. Os pisos não podem ter resíduos de cera.

A cerâmica precisa ser desengordurada e muito bem lavada, e o rejuntamento também. Se as juntas estiverem com defeito ou existirem trincas, é preciso consertá-las antes da aplicação.

Em caso de infiltração de água, é preciso eliminá-las por completo, pois causarão bolhas na pintura.

Texto: Anah Ferraz

Foto: Casinha Arrumada/ Reprodução

Aconchego que aquece

01 de julho de 2015 0

toques da toque

Ideias criativas e soluções baratas em decoração podem operar verdadeiros milagres em sua casa, sabia? Entre eles, deixá-la bem quentinha neste inverno. Para quem gostaria de ter uma lareira, mas a realidade é um piso frio aliado à típica umidade gaúcha, a arquiteta e decoradora de ambientes, Ângela D’Ornelas Ponsi, traz dicas preciosas que vão deixar seu lar com jeitinho de casa da serra.- Para deixar o sofá aquecido e dar um clima aconchegante ao ambiente, uma boa pedida é comprar pele artificial em metro para usar como manta de sofá. Não precisa de acabamento, é barato, fica um charme e não provoca alergia como as naturais – que ainda são antiecológicas,defende a especialista. Confira outras ideias!

- Mantas no sofá – Outra solução são as colchas feitas à mão em lã ou linha como mantas de crochê ou tricô. Além de aquecer, ainda dão personalidade.

- Almofadas -Podem ser forradas com tecidos bem quentinhos como lã e pelúcia ou até mesmo com tramas artesanais.

- Cortinas artesanais – Tramas artesanais ou mesmo tecidos que imitem tricô e crochê, são ótimas soluções para cortinas. Tecidos rústicos e de fibras naturais, também cumprem a mesma função.

- Velas e estufas – Quem não tem lareira, pode deixar um clima bem quentinho e romântico usando várias velas espelhadas pelo mesmo ambiente. Cuidado se forem aromáticas para não misturar cheiros ou perfumar em excesso deixando o ar enjoativo.Para aquecer bem o local, uma estufa completa o clima. Só atenção para medidas de segurança a fim de não provocar incêndio. Não deixe nenhum dos itens perto de correntes de ar ou próximas a cortinas, toalhas e objetos que possam pegar fogo.

Pulo do gato – Materiais naturais e rústicos sempre deixam a casa mais aconchegante e para aquecer vale apostar em tons quentes como vermelhos e cores terrosas e elementos de inverno como decorar com pinhas, por exemplo.

Texto: Anah Ferraz

Foto:Toques da Toque / Reprodução

Mantenha o fogo da paixão com o poder das velas!

25 de junho de 2015 0

decor ambientes aromas
Nada mais romântico que um jantar à luz de velas! Nesse friozinho, não tem pedida melhor para curtir seu amor. Soluções criativas não faltam. Velas espalhadas pelo chão formando um caminho, aquecem e ainda transmitem aconchego, sugere a designer de ambientes, Deborah Vasconcellos. – Se quiser um toque mais refinado, coloque as velas em castiçais, acrescenta a especialista. Veja outras dicas e cuidados para usar e abusar do poder das velas para surprender seu amor e manter acesa a chama da paixão!

Velas aromáticas – Podem deixar o clima ainda mais romântico já que o ambiente perfumado intensifica a proposta. Não misture mais de um aroma e cuide para que nem todas sejam perfumadas ou poderá ficar enjoativo.

Para um clima muito mais quente:
- Usa-as no quarto ou em um banho à dois;
- Usar somente a luz das velas sem recorrer a iluminação artificial deixa o ambiente intimista;
- Lance mão de outros elementos para reforçar o romance e erotismo das velas como flores ou pétalas de rosas espalhas pelo chão, além de música suave, incenso ou outra forma de aromatizar o ambiente quando as velas não forem perfumadas.

Atenção!
Cuide onde as velas serão acesas para não haver risco de incêndio. Evite acender perto de cortinas, próximas a correntes de ar ou fontes de eletricidade, como tomadas. Também é bom mantê-las longe de escapamentos de gás e longe da circulação de animais. Só não esqueça de apagá-las antes de dormir.

Texto: Anah Ferraz
Foto: Decor Ambientes Aromas /Reprodução

Evento com entrada franca terá dicas de decoração e arquitetura

24 de junho de 2015 0

itideias

Organizando a Casa é o tema do talk show, com entrada franca, que será realizado nesta quinta-feira, dia 25, às 19h, na loja Pompéia do Shopping Total. A apresentadora, Tânia Carvalho, receberá Carla Tortelli, Luana Fernandes e Eleone Prestes para mais um bate-papo descontraído da programação do Happy Total.

Carla Tortelli e Luana Fernandes são fundadoras da Arquitetando Ideias. A proposta das arquitetas é criar projetos modernos, a partir de ideias ousadas e personalizadas. Eleone Prestes é colunista e editora chefe do caderno Casa & Cia, da Zero Hora. Atualmente, também é blogueira e palestrante, é reconhecida como uma especialista em arquitetura e design na área de comunicação.

O Happy Total faz parte da programação cultural do shopping e é realizado uma vez por mês. O evento recebe personalidades para um bate papo descontraído sobre cultura, música, literatura e comportamento. A iniciativa conta com patrocínio das Lojas Pompéia, apoio da Secretaria Municipal da Cultura, coordenação da Maria Cultura e realização do Centro Cultural Total.

Texto: Anah Ferraz

Foto: It Ideias/ Reprodução

Decoração chique é um barato sustentável

17 de junho de 2015 0

mix lar

Os paletes são a nova mania para quem busca uma decoração moderna, barata e com ar rústico e sofisticado ao mesmo tempo e que respeita o meio- ambiente. São estrados usados para movimentação de materiais na indústria e comércio produzidos em plástico, metal, mas os mais utilizados como base decorativa são os de madeira, informa a arquiteta Elenara Leão.

como-o-quarto-do-casal-e-pequeno-o-projeto-priorizou-a-otimizacao-da-area-com-pecas-funcionais-como-a-cama-de-pallets-e-a-decoracao-neutra-de-tons-rebaixados-e-diferentes-texturas-a-1347375569146_956x5009395589_c2bc3d5edf_o

Os estrados de cama, que são aquelas tiras de madeira para sustentar o colchão, também servem.Reciclados, esses módulos ou as caixas que sobram de feiras e mercados viram móveis bonitos e funcionais. Caso não encontre nenhum dos materiais para reutilizar é possível encontrar novos em lojas especializadas. Veja algumas sugestões de móveis para criar e quais os cuidados antes de reciclar.

foto-bloginspiracao-de-decoracao-com-pallets-5-CerbrasComo-Fazer-Artesanato-com-Bobinas-71sapateira-feita-de-pallet

Atenção!

- Verificar se está em bom estado, sem cupins ou mofo, no caso das madeiras. Nos de metal, é preciso cuidar ferrugem e, os de plástico; se não há arranhões ou outros danos que possam comprometer a reciclagem;

- Ao recolher da rua, procurar identificar a origem e se não transportavam materiais tóxicos ou outros que possam comprometer a reutilização, especialmente se tiver animais ou crianças em casa;

-Limpar bem antes de começar a reciclagem e buscar tintas e outros materiais que também sejam sustentáveis ou que agridem o mínimo possível o meio-ambiente;

- Ao transformar em um móvel, verifique se vai suportar o peso dos objetos que irá guardar; Idéias para criar

- As caixas de qualquer material podem ganhar rodinhas e virar mesas de centro ou estantes , prateleiras ou gaveteiros móveis – são ideais para otimizar espaços ou a falta de mobiliário em ambientes pequenos;

- Como módulos servem para cabeceira de cama, criar divisórias tipo biombos, porta bicicletas, murais, sapateiras, paineis de TV, etc.

Texto: Anah Ferraz Fotos : Reproduzidas do site Mix Lar

Envolva-se no aconchego dos tapetes!

04 de junho de 2015 0

toques da toque

Tapete sempre dá aquele aconchego no friozinho, né? Uma delícia! Além de aquecer, ainda decora. Segundo o  empresário Gélson Balbueno, que atua no ramo há mais de 20 anos, a tendência são os tapetes reciclados e tingidos. – São produzidos a partir de retalhos daqueles clássicos, tipo persa, formando uma espécie de colcha de retalhos. Muitos, depois passam por um tingimento para ficar com aparência envelhecida. É moda agora, informa o expert.

decorando a sala

Para quem quer deixar a casa mais quentinha e gostosa para os meses de frio, ele recomenda avaliar bem o perfil dos moradores antes de comprar um modelo só pela aparência. Confira as dicas!

Alérgicos – Devem evitar tapetes em geral, mas se não quiserem abrir mão do acessório, o ideal são os baixos, mais fininhos e de material sintético, em náilon ou poliéster. – Sao os chamados modelos flat. Jamais use os altos com peles naturais que criam ácaros com mais facilidade, avisa o empresário.

Mora só – Quer praticidade para limpar e apenas usar o tapete como elemento decorativo? Os modelos belgas ,feitos em viscose indistrial, são bem fininhos, tem um pouco de brilho e são fáceis de limpar e bater, são a melhor opção. A principal tendência desses modelos vêm com formas abstratas.

Se têm animais – Também deve evitar tapetes. Em último caso, quem têm gatos, a opção seria os de sizal com trama bem fininha para que as garras não possam puxar os fios. Se tiver cachorros, os fininhos sintéticos também podem ser uma boa alternativa.

Família – Quem busca conforto e aconchego e quer mesmo é se atirar no acessório para experimentar a verdadeira sensação de um tapete mágico de bem-estar, a dica é investir em lã pura e bem alta. – São mais caros, mas o conforto é inigualável, avalia Gélson.

Texto: Anah Ferraz

Fotos: Toques da toque (capa); Decorando a sala/ Reprodução 

Como renovar móveis sem gastar muito?

28 de maio de 2015 1

8816ed4fd2a1982d255b84e4df9ecc53

Quem curte trabalhos manuais e decoração sempre aproveita uma folguinha para dar mais um jeitinho na casa. Além de relaxante, é divertido e ainda pode ser bem econômico já que é possível customizar móveis. Qualquer detalhe pode fazer toda diferença: forrar gavetas com tecido, papel adesivo ou mesmo papel de presente, por exemplo, é uma ideia e tanto. Se preferir, vale reciclar de vez o móvel e ter uma peça novinha em folha como a foto acima que aproveitou um móvel antigo usando a técnica francesa decupagem que utiliza recortes de papel como se fossem adesivos. Confira outras ideias!

Que tal forrar as gavetas com papel de presente ou o armarinho com tecido e depois pintar? 

53c4888e0532cb02acbdf8af5db45050a252718fc604a787e4696df258f0cb27

Nem mesmo o gaveteiro de plástico escapou da renovação com bom gosto!

2fe6b85e5bb30dbd9fef56246abfa7fa

Texto Anah Ferraz

Fotos: Reproduções Decor e Arte,Dicas Craft e Facebook

Casa florida o ano inteiro

30 de abril de 2015 0

le lilas chic

Quem não abre mão de ter a casa sempre florida, mas não leva jeito para cuidar de flores ou não tem tempo, pode aderir às versões artificiais. A florista e empresária, Maria Cecília Marzullo, informa que as opções com toque real são tão perfeitas que parecem de verdade. – São flores de primeira linha com detalhes de acabamento no caule e nas pétalas, que fica difícil acreditar que não são naturais, garante Cecíllia.

Segundo ela, o segredo para que elas fiquem ainda mais reais é mantê-las em um ambiente bem natural. Um dos truques é deixá-las em vasos com terra ou com barba de pau. Os musgos não são indicados por questões de higiene e durabilidade.

vsl arquitetura

Uma orquídea, por exemplo, pode ser colocada em um vaso com terra coberta por casca de árvores e sustentada por um galho. Os copos de leite ficam lindos em vasos de vidro transparente com água. Saiba quanto tempo duram, como conservar e o preço para manter sua casa sempre cheia de flores!

- As flores artificiais de primeira linha costumam durar até cinco anos, se forem bem conservadas.

- A manutenção é feita a partir de lavagem cuidadosa com água e sabão neutro a cada seis meses.

- O preço varia para cada espécie. A unidade da gérbera pode custar R$ 20 enquanto uma orquídea fica em torno de R$ 70, o galho.

Texto: Anah Ferraz

Fotos: Le Lilas Chic (capa), VSL Arquitetura ( orquídeas).