Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts com a tag "Economia"

Sete dicas para economizar dentro de casa

30 de novembro de 2013 0

cofrinho

Economia começa dentro de casa. Que tal aproveitar o novo ano que se aproxima para o projeto de guardar um dinheirinho extra? Algumas atitudes podem contribuir para poupar. Confira as dicas da coordenadora do site Investmania, Aline Rabelo, que ainda sugere: compartilhar um sonho, como uma viagem ou a compra de um bem, é um incentivo para que toda a família poupe.

 
1. ANOTE OS GASTOS

Crie uma planilha com todas as suas despesas e atualize mês a mês. É importante anotar todos os gastos, mesmo os que pareçam insignificantes.

 

2. COMPRE EM ATACADO COM ALGUM AMIGO

Algumas coisas saem bem mais baratas se você comprar por atacado. Mas quem precisa de tanto? Uma solução é comprar junto com amigos e dividir o custo final.

 

3. EXPLORE A LUZ NATURAL

Deixe as janelas abertas até anoitecer. Use mais a luz natural para economizar energia.

 

4. MUDE A TEMPERATURA DO SEU CHUVEIRO

Ajuste a temperatura da ducha para “verão” assim que sentir o tempo esquentar.

 

5. COMPRE MELHOR

Se precisar comprar algo para a sua casa, invista em artigos de boa qualidade. Apesar de muitas vezes serem mais caros, duram mais e não causam problemas que demandarão certos reparos em um futuro breve. Essa regra vale, sobretudo, para bens duráveis, como televisores, geladeiras, fogões etc.

 

6. COMPRE “GENÉRICOS”

Talvez você tenha suas marcas preferidas quando o assunto é comida ou artigos de higiene para a casa, mas você pode se surpreender com marcas mais baratas. Experimente!

 

7. DESLIGUE OS APARELHOS ELETRÔNICOS

Talvez você não tenha percebido, mas os aparelhos gastam energia mesmo quando estão desligados. Desconecte da tomada enquanto não estiver usando e evite o modo stand-by.

Brechó do Instituto do Câncer: é neste sábado

30 de novembro de 2013 0

brecho
O Instituto do Câncer Infantil realiza neste sábado, 30 de novembro, das 9h às 16h, o último Brechó Beneficiente do ano. Sempre que possível posto sobre os brechós do ICI, pois o trabalho desta ong é sensacional.

Todo o acervo de roupas, acessórios, sapatos e bijus estará em liquidação, e com bastante novidades. O brechó é realizado no Centro de Apoio do ICI, na Rua São Manoel, 632, Bairro Rio Branco, em Porto Alegre. São aceitos cartões de crédito como pagamento. 

Participe, faça ótimas compras e ajude quem precisa!

 

Dicas de economia para o Dia das Crianças

07 de outubro de 2013 0

diadascrianças

Já fez as suas compras para o Dia das Crianças? Tem quem diga que a data é somente comercial, mas é tão gostoso escolher um presente para os nossos pitocos! Porém, é preciso cuidado para não se endividar sem necessidade.
Wilson Justo, diretor de marketing da Sorocred, dá algumas dicas para comprar os presentes da criançada sem comprometer as finanças pessoais:

 
- Negocie com a criança se o presente escolhido por ela estiver fora do poder aquisitivo da família. Mostre outras opções e discuta abertamente o assunto.

- Faça uma ampla pesquisa de preços. Produtos idênticos apresentarão diferenças abissais nos preços. Como quase sempre temos mais que uma criança para presentear (filhos, sobrinhos, afilhados…), uma bela pesquisa sempre se justifica.

- Antes de sair às compras, certifique-se de que o valor realmente está disponível para a aquisição do presente.

- Leve apenas o meio de pagamento necessário para a compra pretendida. Não saia de casa com vários cartões de crédito, talões de cheques e dinheiro, pois você pode ter a sensação de riqueza momentânea.

- Comece desde cedo a investir em educação financeira familiar. Explique sempre à criança quais são os recursos que a família possui e como devem ser destinados (subsistência e bens supérfluos).

- Procure não comprar o presente na companhia da criança! Elas são inconstantes em relação às suas escolhas e a grande diversidade de ofertas tem potencial para gerar um desvio perigoso no objetivo orçamentário da compra.

Outlet? A gente ama!

27 de setembro de 2013 0

outlet
Como eu sei que vocês, assim como eu, adoram um outlet, sempre tento colocar aqui no blog quando surge alguma novidade.

Pois hoje inaugura, no Bairro Rio Branco, em Porto Alegre, a Outlet Lingerie. A proposta é oferecer peças com até 70% de desconto, de marcas conhecidas, como Valisére, Hope, Scala e Un.i, entre outras.

A loja fica na Rua Vicente da Fontoura, 2589, e está aberta de segunda a sexta, das 10h às 19h, e nos sábados, das 10h às 18h. O site é www.outletlingerie.com.br. Se aparecerem por lá, depois me contem se vale a pena! 

Endereço certo para aliar estilo e preço baixo

18 de setembro de 2013 1
Brechó Balaio de Gatos, no Bairro Floresta, em Porto Alegre

Brechó Balaio de Gatos, no Bairro Floresta, em Porto Alegre

 

Quem frequenta brechós sabe que, neste tipo de loja, é possível encontrar peças exclusivas por preços bem acessíveis e praticamente sem uso ou até novinhas em folha.

Os brechós de hoje não são mais lugar com cheiro de naftalina e roupa velha. Muito pelo contrário, estão ganhando status de modernidade que nenhuma fashionista abre mão de frequentar. Isso porque boa parte tem roupas selecionadas e em ótimo estado. Também há peças novas exclusivas ou compradas direto de fábrica e com custo bem menor.

Brechó, no entanto, é lugar de garimpo. Lá nem sempre se encontra o que procura, mas certamente é possível achar peças incríveis que vão grudar no seu corpo de tanto usar. É o endereço certo para aliar estilo e preço baixo. O melhor é que tem roupas e acessórios para todos os gostos, idades e tamanhos.

Também vendem peças de alta qualidade por valores bem  em conta – encontrei uma saia em couro por R$ 30, por exemplo. O ideal, antes de ir a um brechó, é fazer uma pesquisa no armário para ver o que já tem e depois encontrar os achados que vão dar personalidade às roupas que estão em casa.

Antes de comprar, pense bem para não cair no impulso do consumo. É melhor escolher roupas atemporais que nunca saem de moda e também as de alfaiataria. Itens com materiais nobres também são bem-vindos, como camisas de seda, cintos bordados, roupas em couro ou com brilho.

Em brechós, tendências em alta podem ser adquiridas por menos da metade do valor das lojas tradicionais. É só uma questão de tempo, paciência e boa dose de bom senso para fazer compras que realmente valem a pena. Afinal, consumo consciente também está na moda.

Anah Ferraz – Especializada em Moda, Mercado e Comunicação PUC/RS

Dica de amiga: Festa Nacional do Calçado

10 de setembro de 2013 0
Foto: Divulgação

Foto: Divulgação

 

Ladies, fui no final de semana na Festa Nacional do Calçado, em Novo Hamburgo, e vou dizer a vocês: vale bastante a pena!

Além de conseguir sapatos com descontos de até 70%, ainda tem muita variedade, muitos outlets de marcas famosas e chiquérrimas e lançamentos lindos.

Para quem tem criança também vale, acho que eu nunca tinha visto tanta variedade de sapato para o meu filho de três anos – quem é mãe de menino sabe da dificuldade que é encontrar modelos diferentes e com preços legais.

A feira funciona até o dia 15 de setembro, todos os dias, das 10h às 21h. Dá para ir de metrô e descer bem na frente – tem um esquema especial do trensurb indo até a estação Fenac. Para quem vai de carro, o estacionamento custa R$ 10. O ingresso é R$ 5.

O evento conta com praça de alimentação, “maridódromo” e espaço de lazer para as crianças. A Fenac fica na Rua Araxá, 505, Bairro Ideal, em Novo Hamburgo. 

 

Ensine o valor do dinheiro ao seu filho

27 de abril de 2013 0

Ensinar aos filhos o valor do dinheiro é um tema importante e, para muitos pais, complicado. O educador financeiro Álvaro Modernell acredita que o exemplo é a maior lição. Pais que administram bem o dinheiro vão mostrar estes conceitos às crianças, também.

Segundo o especialista, a mesada é uma ferramenta eficaz para que os pequenos aprendam a administrar o dinheiro. “Eles passarão a fazer planos com aquele dinheirinho e entendenrão que, quando se gasta tudo muito rápido, acabam ficando sem”.

Até os cinco anos, pode ser dado dinheiro eventualmente. Dos seis aos oito anos, entra a semanada. De nove a dez anos, a quinzenada e, acima de dez, a mesada.

“Mas isso pode variar em cada família. Quanto aos valores, sugiro aos pais que, se estiverem na dúvida entre dar R$ 10 ou R$ 15 por semana, por exemplo, deem R$ 10. A escassez ensina mais que a abundância”, explica.

Economize nas compras da Páscoa

23 de março de 2013 0


Se você vai aproveitar o final de semana para fazer as compras de Páscoa, confira as dicas de Thiago Pessoa, coordenador do site Investmania, para não fazer um rombo no orçamento:

- O ideal é, antes de ir às compras, separar exatamente o dinheiro que pretende gastar. Elabore uma lista e, se possível, deixe os cartões de crédito e talões de cheque em casa.

- Compre apenas os ovos necessários para presentear crianças e familiares ou amigos muito próximos. Para os adultos, que tal trocar os ovos pelas barras de chocolate? Segundo uma pesquisa divulgada pelo jornal O Globo, o preço do grama do chocolate do ovo de Páscoa chega a ser 500% acima do cobrado pela barra da mesma marca.

- Ainda quanto aos ovos, quando for comprá-los procure não estar na presença das crianças. Elas são sugestionáveis e podem levá-lo a gastar mais do que o planejado.

- Para o almoço de Páscoa, por que não receber a família e os amigos em casa em vez de comer fora? Certamente todos economizarão e cada convidado ainda pode contribuir com um prato diferente!

- E para o cardápio do almoço, procure utilizar itens da cozinha brasileira e que podem ser encontrados com facilidade e a preços competitivos em feiras livres e grandes redes de supermercados. Opte por adquirir com bastante antecedência os alimentos que puderem ser armazenados sem o risco de estragarem na geladeira ou freezer.

Economia: dicas de consumo para as ladies

05 de março de 2013 0

Com a entrada cada vez mais efetiva da mulherada no mercado de trabalho, aliada ao aumento da escolaridade – e, por consequência, aumento salarial – as ladies estão, cada vez mais, aumentando o seu poder de compra.

Por isso, nada melhor que algumas dicas de consumo consciente, destinadas principalmente às mulheres. Quem orienta é Wilson Justo, diretor de marketing da Sorocred. Confira:

- Se está devendo, pague. Não adianta investir ou comprometer um recurso que pode quitar uma dívida. Mesmo com a queda gradativa das taxas de juros no Brasil, as taxas praticadas em empréstimos ou no crédito rotativo do cartão de crédito são bem mais elevadas que as pagas por grande parte dos produtos de investimento oferecidos pelo mercado, principalmente pelos mais conservadores, como a caderneta de poupança e fundos de renda fixa.

- Planilha do bem. Pegue o costume de anotar todos os seus gastos e confrontá-los com a renda mensal. Pode ser em uma planilha de Excel ou em um simples caderno. Disciplina é a palavra de ordem para quem almeja a independência financeira. E se a conta não fechar, ou seja, se renda mensal estiver inferior aos gastos, pare, pense e aja! Corte os supérfluos e toque a vida em frente até poder voltar a poupar novamente ou realizar aquele sonho de consumo, que também faz muito bem para a autoestima e para o equilíbrio da mente.

- Antes de sair às compras, faça uma lista. Levar uma lista é uma forma de reduzir o seu campo de atuação em um supermercado, por exemplo. Sabendo do que precisa, você se limita aos corredores nos quais estão expostos estes produtos.

- Não vá ao shopping se estiver deprimida ou insatisfeita com algo. Pesquisas revelam que muitas mulheres buscam suprir frustrações ou carências por meio da compra daquele perfume importado exclusivo ou daquele sapato caríssimo. “Na maioria das vezes os itens comprados por impulso destoam da real personalidade da mulher ou não combinam com nada que ela já tem no guarda-roupa. Este cuidado evita culpas e, sobretudo, aquela fatura astronômica no final do mês”, diz Wilson.

Aproveite o Carnaval sem entrar no vermelho

23 de janeiro de 2013 0


O feriadão do Carnaval é uma delícia, e é fácil, fácil entrar no clima de festa e gastar sem pensar no amanhã. No entanto, não dá para esquecer que começo de ano é sinônimo de despesas, como IPVA, IPTU  e material escolar. Por isso, sempre é legal fazer um planejamento financeiro. Estas dicas são de Wilson Justo, diretor de marketing da Sorocred.

1. Se decidir viajar, independentemente do destino, lembre-se que passagens aéreas e pacotes em geral sofrem alterações de preços constantes e tendem a aumentar de valor em altas temporadas. “Se possível, realize os pagamentos das passagens ou estadia antes da viagem. Assim, ficam somente as boas lembranças quando você retornar”, orienta Justo.

2. Concentre as suas despesas em um único cartão de crédito. “Além de mais seguro do que transitar com dinheiro vivo, você centraliza o pagamento das contas em uma única data e ainda tem um maior controle do quanto gastou”, acredita.

3. Estipule um valor para gastos diários e controle seu orçamento. “Não gaste mais do que o planejado, pois o dinheiro pode acabar antes mesmo do fim do feriado. Faça uma reserva de um valor específico para a viagem ou festa popular e desafie-se a usar somente o estabelecido. É divertido! Você pode compartilhar isso com sua galera e propor que todos tenham objetivos de gastos”, sugere o executivo.