clicRBS
Nova busca - outros
08 jul13:24

Embargo russo à carne suína tem impacto em criadores da região

Simone Wobeto, RBS TV

O embargo da Russia à carne suína fez o preço pago ao produtor despencar. O quilo do animal vivo passou de R$ 2,20 para R$ 1,50 nas últimas semanas. É o preço mais baixo nos últimos 12 meses.

Desde o início do embargo, o maior abatedouro de Lajeado está direcionando a produção de suínos para o mercado interno e aposta ainda em outros países.

O presidente da Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul, Valdecir Folador, explica que algumas empresas gaúchas e catarinenses estão adotando outro medida para minimizar o impacto. Os animais ficam mais tempo no campo. Bom para as empresas, que não ficam com produto estocado; ruim para o produtor, que vê seus gastos aumentarem.

Inconformado com o preço pago ao criador de suínos, o produtor José Piassini, de Arroio do Meio abandonou a criação de dois mil e quinhentos suínos. Os cinco galpões que ele tinha no distrito de Palmas estão desativados há um ano. O investimento de R$ 100 mil está parado.

- Trabalhava durante 7 dias por semana e nunca recebi um valor justo – reclama ele.

Por

Comentários