clicRBS
Nova busca - outros
26 set13:06

HBB capacita funcionários sobre a meningite

.

Em virtude do aparecimento de alguns casos mais graves de meningite na região, o Hospital Bruno Born (HBB) de Lajeado resolveu fazer uma capacitação com seus funcionários, tanto os da área de enfermagem como os da área administrativa. Desde o mês de agosto estão sendo feitos treinamentos, ministrados pela enfermeira do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) do HBB, Carolina Nonnenmacher.

- A intenção é capacitar os funcionários fazendo com que eles tenham conhecimento do que realmente é a meningite, conhecendo suas causas, modo de transmissão, e como prevenir – destaca Carolina.

Tipos de meningite

A meningite é uma inflamação das meninges, que são as membranas que revestem o cérebro e a medula espinhal. É causada, principalmente, por vírus e bactérias, o que faz com que existam vários tipos de meningites. Nem todas, no entanto, são contagiosas ou transmissíveis, mas qualquer tipo de meningite precisa ser notificada.

Carolina explica que a meningite viral é o tipo mais comum da doença, sendo raramente fatal e normalmente resolvida com tratamento. A meningite bacteriana, normalmente grave, é considerada uma emergência médica e se não for tratada, pode ser fatal ou levar a complicações a longo tempo.

- Como a doença pode progredir muito rápido, é importante identificar a bactéria e começar o tratamento com antibiótico o mais rápido possível – frisa Carolina.

A meningite fúngica, originada por fungos, como a cândida, normalmente desenvolve-se em pacientes com problemas que podem comprometer a eficácia dos seus sistemas imunitários, como HIV, lúpus e diabetes.

Sinais e sintomas

Quanto ao diagnóstico, a enfermeira salienta que são feitos exames laboratoriais, como sangue e líquor, analisa-se os sinais e sintomas e a história clínica. Os principais sinais e sintomas são febre alta, vômito, dor na nuca, dor de cabeça, sendo que em crianças menores de um ano, além dos já descritos, pode haver recusa na alimentação, sonolência e irritação. No tipo mais grave de meningite bacteriana, além de alguns sinais e sintomas descritos anteriormente, aparecem pequenas manchas vermelhas pelo corpo.

Modo de transmissão e tratamento

Alguns tipos de bactérias que causam meningite são transmissíveis, sendo que o modo mais comum de transmissão destas é o contato com secreções respiratórias de pessoas infectadas.

- A meningite não se transmite com tanta facilidade como a gripe. É necessário um contato mais prolongado para o contágio, no caso mais de quatro horas e, familiares, namorados e pessoas que residem no mesmo dormitório são aqueles com maior risco -frisa Carolina, lembrando que contatos ocasionais, como apenas um cumprimento, uma pequena conversa, ou dividir o mesmo ambiente, oferece pouco risco.

Existe um tratamento específico para cada tipo de meningite, sendo que todas precisam de internação.

- Algumas meningites são muito contagiosas e o paciente deve ficar separado dos outros pacientes do hospital, ou seja, em isolamento. Dependendo do tipo de germe encontrado, algumas pessoas da família do paciente com meningite também terão que tomar medicação para tentar evitar a doença – destaca.

Medidas de prevenção

Como medidas de prevenção, têm-se as medidas gerais de higiene, como a lavagem das mãos, por exemplo. No Brasil têm-se os tipos B e C de meningite causada pelo meningococo (uma das formas mais graves), mas só existe vacina para o tipo C, que está no calendário vacinal e disponível na rede pública para crianças de até dois anos, sendo que o ideal é realizar a primeira dose aos três meses de idade.

Por

Comentários