clicRBS
Nova busca - outros
28 out16:08

Lajeado Street Style: Sabrina

do blog Lajeado Street Style

Sabrina aposta no vestido preto de uma alça, meia calça, ankle boot e para quebrar a seriedade um casaco de oncinha

Comente aqui
28 out15:48

Rua do Moinhos D’Água recebe pavimentação

A comunidade do Bairro Moinhos D´Água recebeu nesta sexta-feira uma obra de melhoria. A Rua Dalton de Bem Stumpf, situada próximo ao Jardim Botânico, teve 7.479 metros quadrados pavimentados por meio do sistema comunitário, onde 78,54% dos moradores aderiram ao contrato para que a obra pudesse ser realizada.

O investimento total da pavimentação da via, que foi feita com bloquetes de concreto, foi de aproximadamente R$ 528 mil.

Durante o ato de inauguração da rua (foto), a presidente da Associação de Moradores do bairro, Janara Azevedo Silva, destacou a importância da perseverança da comunidade na busca pela realização desta obra.

O secretário de Obras e Serviços Urbanos (Sosur), Mozart Lopes, reforçou o empenho dos moradores na busca pelas adesões.

- Hoje temos 37 obras em andamento em Lajeado, e todas em parceria com a comunidade. Sabemos o quanto é difícil conseguir a adesão dos 75% necessários – disse.

Ex-prefeitura batiza rua:

No ato da inauguração estiveram presentes também o genro e a filha do ex-prefeito lajeadense Dalton de Bem Stumpf, Léo e Moema Reinheimer. Stumpf foi chefe do Executivo Municipal de 1963 a 1968.

2 comentários
28 out15:28

Ladrões levam cinco vacas em propriedade rural


Simone Wobeto, RBS TV

Susto no campo. Um produtor de Fazenda Vilanova percebeu hoje pela manhã quando iria fazer a ordenha o sumiço de cinco vacas leiteiras.
A propriedade fica as margens da estrada que liga Teutônia a Fazenda Vilanova (ERS-128). Os ladrões só deixaram a carcaça dos animais. As cinco vacas holandesas – uma delas estava prenha – foram abatidas no terreno vizinho.

O prejuízo é de R$ 20 mil reais, segundo o produtor rural, foram os mais de cem litros de leite por dia que ele vai deixar de tirar.

O caso foi registrado na Brigada Militar. De acordo com agricultores da cidade, abigeatos são freqüentes. Como a Polícia Civil da cidade está fechada, não há dados sobre a quantidade de crimes do tipo registrados este ano.

Comente aqui
28 out14:44

Campeões do Cafusal foram definidos ontem

O Cafusal STR Lajeado teve seus jogos decisivos ontem à noite. Foram três partidas muito disputadas, no Centro Esportivo Municipal Mário Lampert, no bairro São Cristóvão.

A equipe Juventus dos Vales foi a campeã no Sub 17. Eletro Diesel Hirt campeã no Feminino e a equipe do Cosmos campeã no Masculino.

No primeiro embate da noite, pelo Sub 17, a equipe Juventus dos Vales goleou por 7 a 1 a F.C Bola Murcha. Em seguida, pelo Feminino, as meninas da equipe Eletro Diesel Hirt venceram por 3 a 2 a equipe Jardim do Cedro. Por último, a equipe do Cosmos venceu por 2 a 1 a equipe TKF União Campestre.

Cada time vencedor recebeu um cheque no valor de R$ 300 como premiação, com exceção do 1º lugar na Categoria Força Livre Masculino, que recebeu uma moto elétrica. Ao segundo lugar do Masculino foi destinado um cheque no valor de R$ 500. Já para o 2º lugar do Sub 17 e do Feminino foram entregues cheques no valor de R$ 200.

Comente aqui
28 out13:50

Domingo tem programação pelo Dia do Comerciário

O dia 30 de outubro terá ações gratuitas a partir das 15h, no Parque Professor Teobaldo Dick (foto), em Lajeado. As atividades organizadas pelo Sesc e parceiros são voltadas, especialmente, aos trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo e dependentes, alusivas ao Dia do Comerciário – comemorado na data.

Parque de Brinquedos Infláveis do Sesc, Biblioteca Infantil, ações de saúde bucal e avaliação física, oficinas de ‘Aproveitamento Integral de Alimentos – Mesa Brasil Sesc’ e cadastros do Cartão Sesc são algumas das atividades disponíveis ao longo da tarde.

Às 16h, haverá a apresentação do espetáculo teatral La Kombita, com a Trupe Viajantes dos Sonhos. Já para as 17h está programada a concentração, com aulão de alongamento, para a 1ª Caminhada do Dia do Comerciário, que terá saída às 17h15. A atração cultural do Dia do Comerciário em Lajeado será a apresentação musical, às 19h, da banda Estado das Coisas, com o espetáculo “Pulperia Poqueira” – homenagem ao cancioneiro popular gaúcho.

O evento é voltado, em especial, aos trabalhadores do comércio de bens, serviços e turismo e seus dependentes, com Cartão Sesc ou comprovante de matrícula. Os comerciários que ainda não possuem o Cartão Sesc, poderão levar ao Parque Professor Teobaldo Dick a carteira de trabalho para efetuar a pré-matrícula. Os comerciários que apresentarem seu cartão, estarão concorrendo a muitos brindes oferecidos pelo SESC e pelos parceiros do evento, e os 200 primeiros comerciários que fizerem sua inscrição para a Caminhada na tarde do evento, ganharão uma camiseta.

Em Lajeado, o Sesc conta com o apoio da Prefeitura, Senac, Sindicato dos Comerciários, Sindicabes, Sirecom e Sindilojas para a realização do evento. Mais informações sobre o evento do Dia do Comerciário em Lajeado podem ser obtidas junto ao Sesc (Rua Silva Jardim, 135) pelo telefone (51) 3714.2266.

Comente aqui
28 out12:20

Patinador é homenageado com desfile no Centro

Na manhã desta sexta-feira, o patinador Marcel Stürmer foi homenageado pela prefeitura e depois participou de um desfile no carro do Corpo de Bombeiros pelas ruas do Centro da cidade.

- As ruas estavam cheias de pessoas orgulhosas aplaudindo a passagem do campeão – disse a leitora Aline Schwarzbold, autora da foto publicada acima.

- Essa conquista eu dedico a todos aqueles que não desistem, que não se entregam – afirmou o atleta, logo depois de ser calorosamente recepcionado por crianças em frente a prefeitura.

Stürmer representou o município nos jogos Panamericanos, ocorridos em Guadalajara, no México e conquistou a medalha de ouro na modalidade em que compete.

Comente aqui
28 out12:08

Motorista sofre sequestro relâmpago em Lajeado

Um morador de Lajeado de 37 anos, que não teve o nome revelado pela polícia, foi mantido refém durante mais de duas horas na noite de ontem. Os bandidos roubaram seu carro e objetos pessoas.

O motorista saiu de um supermercado do bairro Americano por volta das 20h e botava as compras no veículo quando foi rendido por dois homens armados. Eles o levaram até um local ainda não identificado e o colocaram no porta-malas de outro carro. Só o soltaram a quase 25 quilômetros de distância, na margem da BR-386, em Fazenda Vilanova.

A caminhonete importada Hummer H3, de placas LVC-9322 e cor preta, semelhante a da foto acima, continua desaparecida. O veículo está avaliado em mais de R$ 160 mil.

Comente aqui
28 out10:59

Acidente na BR-386 deixa duas pessoas feridas

Uma batida deixou duas pessoas feridas na estrada que liga Lajeado a Marques de Souza (BR-386), em Lajeado. Os irmãos César Leonardo Nunes, de 27, e Fernando Rodrigo Nunes, de 20 anos, foram atendidos no Hospital Bruno Born. O hospital informou que seu estado de saúde é estável.

Eles cruzavam a rodovia, no bairro Conventos, quando bateram lateralmente em um veículo que no sentido interior-capital, por volta das 8h.

Comente aqui
28 out09:15

Laura Peixoto - A cidade das praças

do blog da Laura Peixoto

Em 2009, a Secretaria de Agricultura informou ao blog que em Lajeado há 46 praças.

Considerei um número expressivo.

Essa secretária é o órgão responsável por cuidar de todas elas.

Domingo dei uma volta pela cidade, não muito longe, para conferir o estado das praças. E também porque fiquei tão admirada que a Construtora Diamond escolheu entre todas essas praças, justamente a do bairro Americano, a melhor delas, para “adotar”, em comemoração aos 15 anos de atividades em Lajeado. Moradores do bairro ficaram muito gratos.

Então, visitei doze pracinhas.

Praça Adelino Luiz Sbrussi – Rua Piauí, b. São Cristóvão

Nenhuma placa que identifique a praça. Com uma boa sombra de arvores e o gramado bem cortado. Tem campo de futebol e uma quadra de vôlei de areia, cercadas. Entre os brinquedos para as crianças apenas um escorregador. Um outro, quebrado. Sem bebedouro. Nenhum edifício nas redondezas…

Conceito: praça agradável, tranqüila, boa para tomar chimarrão, ler.

Praça Viva Vida – Rua Pernambuco, b. São Cristóvão

Nenhuma placa que identifique a praça. Com uma boa sombra de arvores e o gramado relativamente cortado. Tem uma quadra de basquete, goleiras. Vários brinquedos em condições de uso. Sem bebedouro. Dois edifícios nas redondezas e Univates.

Conceito: praça agradável, tranqüila, boa para as crianças, para tomar chimarrão.

Praça Lyons – Rua Fábio Brito de Azambuja, b. São Cristóvão

Nenhuma placa que identifique a praça, que é cercada. Sombra de árvores. Inço nas laterais. Sem bebedouro. No terreno ao lado, monte de terra que “suja” o cenário. Tem uma quadra de cimento com duas goleiras. Vários brinquedos em condições de uso. Sem lixeira visível. Poucos bancos e no sol. Terrenos por perto para as construtoras erguerem edifícios…

Conceito: praça mal cuidada, não atraente.

Praça que não sei o nome à rua Dr. Roberto Fleischudt, b. São Cristóvão

Nenhuma placa que identifique a praça. Ninguém soube informar nada.

Na transversal da rua, um campinho de futebol semi-cercado. A praça não tem bancos, mas uma lixeira cheia; os brinquedos quebrados, sombra de algumas árvores, mato tomando conta. No terreno particular ao lado, monte de terra sugere pista de bicicross… Uma casa abandonada ao lado contribui para piorar o aspecto do local. Terrenos por perto para as construtoras erguerem edifícios…

Conceito: praça abandonada.

Praça José Romualdo Schnorr à r. Mal.Floriano, Lot. dos Médicos

Nenhuma placa que identifique a praça, cercada e bem cuidada. Uma figueira linda emoldura a praça, poucas arvores, não vi bancos, gramado cortado, brinquedos em condições de uso, campinho de futebol, quadra acimentada, mas desativada. Terrenos por perto para as construtoras erguerem edifícios…

Conceito: praça agradável, tranqüila. Carece de bancos à sombra.


Praça Lot. Médicos à r. Rio Grande do Norte, b. Universitário

Nenhuma placa que identifique a praça. Os moradores desconhecem o nome, mas dizem que a iluminação queimada, e o escorregador quebrado, há muito tempo. Poucas árvores, dois bancos ao redor de dois brinquedos, quadrinha de futebol de areia. Sem bebedouro. Terrenos por perto para as construtoras erguerem edifícios…

Conceito: praça mal cuidada, faltam arvores, brinquedos.


Praça da Amizade à r. João A Straatmann, b. Hidráulica:

Sombra de árvores, bancos, lixeira, brinquedos em condições de uso. Sem bebedouro. Em frente a Ong. Drogas to Fora. Sem terrenos por perto para as construtoras erguerem edifícios, a menos que destruam as casas como vem fazendo em outros bairros.

Nenhuma placa que identifique a praça. Inço nas laterais. Quadra acimentada, cercada. Goleiras e tabelas de basquete desativadas.

Conceito: praça tranqüila, mas poderia ser mais acolhedora, com ajardinamento.


Praça Gaspar Silveira Martins à r.Marechal Deodoro, Centro

Praça charmosinha, com iluminação bacana, bancos antigos, a única com um chafariz repaginado. Traz o busto do Getulio Vargas, mas com a carta-testamento roubada. Não tem nenhum brinquedo. Sem bebedouro. Com sombra de arvores, canteiros de arbustos. Em frente à Acil, a uma boate, à igreja evangélica e próxima ao SESC. Com potencial para as construtoras erguerem edifícios.

Conceito: praça tranqüila, para chimarrão e filosofar.

Praça Moreira César à r.Beira Rio no Centro

Nenhuma placa que identifique a antiga praça. Sombra de belas e poucas árvores. Gramado cortado, brinquedos bem velhos, enferrujados, mas em condições de uso.

Quatro bancos. Pouca sombra. Sem iluminação. Em frente a creche municipal. Com potencial para as construtoras erguerem edifícios, onde vai enchente. Sem bebedouro.

Conceito: praça tranqüila, mas poderia ser mais acolhedora para as crianças e adultos. Falta ajardinamento, pintura nos brinquedos e plantar mais arvores.


Praça Mal. Floriano à r. Júlio de Castilhos, Centro

Duas áreas de brinquedos, uma com bastante sombra de arvores, outra com pouca. Brinquedos em bom estado. Caixas de areia sem areia, bancos, bebedouro, banheiro. Em frente a Brigada Militar e Igreja católica.

Conceito: falta sombra, um ajardinamento de acordo com a principal praça de Lajeado, que poderia ser bem mais acolhedora, por ser também cartão postal da cidade.


Pracinha no Parque dos Dick, Centro

Gramado bem cortado. Falta sombra, bancos perto dos brinquedos ecológicos, caixas de areia. Tem banheiro e bebedouro. Com potencial para as construtoras erguerem edifícios, onde vai enchente.

Conceito: é simpática, mas falta sombra. Com potencial para incluir uma academia ao ar livre.


Praça Dom Claudio Kolling à r. Emílio Conrad, b. Moinhos

A placa identifica a praça, vandalizada. Com uma boa sombra de belas arvores, mas com aparência mal cuidada, gramado alto. “É a praça onde as pessoas abandonam os animais. E à noite é praça de maconheiro. Aqui já teve até banheiro, agora ta desse jeito.” – disse uma senhora da vizinhança.

Brinquedos em condições de uso. Sem bebedouro. Com potencial para as construtoras erguerem edifícios, onde vai enchente.

Conceito: praça simpática, seria ideal para chimarrão e leituras

Já que a Construtora Diamond “largou na frente” adotando a praça João Zart Sº do b. Americano (na foto antes da reforma) com certeza sempre foi a praça mais bem cuidada, então, agora, talvez as demais construtoras que vem destruindo a cidade – de forma progressiva – se interessem em adotar alguma das praças, já que a prefeitura não dá conta do recado, em várias delas.

Conceito: o bairro Americano se solidariza com todos os outros bairros de Lajeado. Todo mundo merece uma bela praça no seu bairro. Ou não?

Agora, o apoio do leitor: mande foto da praça do seu bairro. Ainda faltam mais de 30 registros fotográficos e avaliações. A blogueira agradece.


1 comentário
28 out09:15

Pedagoga lajeadense é destaque nacional

A professora Elisete Mallmann embarcou nesta quinta-feira para Minas Gerais, com o objetivo de participar da cerimônia nacional do Prêmio Arte na Escola Cidadã. Ela foi a vencedora da categoria Educação Infantil, com o projeto “Introduzindo a Arte na Educação Infantil através da Manipulação e da Experimentação”.

Executado entre os anos de 2009 e 2010, o trabalho proporcionou a 87 crianças aulas sobre as linguagens da arte, de forma natural e significativa, possibilitando a elas a construção gradativa de seus saberes em relação ao mundo que as cerca.

Conforme a professora, um aspecto importante da realização de seu projeto foi ter trabalhado na Brinquedoteca da Univates por dois anos. No local, Elisete desenvolveu projetos com metodologia lúdica, fundamentando com teoria as suas ideias práticas.

Diplomada no centro universitário em 2006, ela acredita que as crianças devem experimentar as propriedades do mundo ao seu redor. Por meio de recursos naturais, a professora desenvolveu seu projeto de forma que escolas de baixa renda também possam executá-lo. Ela utilizou materiais como folhas secas, cascas de frutas, terra e areia para ensinar propriedades básicas aos alunos.

- Também foram utilizados materiais não estruturados, como retalhos ou garrafas pet, para que as crianças criassem uma função para aqueles objetos – explica Elisete, que atua como professora do Centro Educacional Caminhos, em Lajeado.

Para a professora, é uma satisfação receber o prêmio, que representa o reconhecimento de uma nova proposta para a educação infantil.

- Penso que outros educadores podem se inspirar em meu trabalho e desenvolver algo bom para a sua realidade – completa.

Como premiação, Elisete receberá o valor de R$ 7 mil, além de publicações e participação da cerimônia do evento, que ocorre no Instituto Cultural Inhotim. A escola envolvida receberá um computador e uma câmera fotográfica digital, além de troféu, certificado de premiação, publicações para biblioteca escolar e a participação de um representante da escola no evento de premiação.

O XII Prêmio Arte na Escola Cidadã tem como objetivos identificar, reconhecer e divulgar projetos exemplares na área de arte. É destinado a professores ou equipes de professores que desenvolveram projetos nos anos de 2009 e 2010, nas respectivas escolas de ensino regular, públicas ou particulares, em todo o território nacional e em qualquer uma das quatro linguagens artísticas (Artes Visuais, Dança, Música e Teatro).

Comente aqui