clicRBS
Nova busca - outros

educação

30 set09:47

Alunos participam do programa “Definindo Caminhos”

Os estudantes da rede municipal de educação tiveram um dia diferente nesta quinta-feira. Acompanhados por seus professores e orientadores educacionais, eles participaram de uma atividade da 5ª edição do Programa Definindo Caminhos, que tem como objetivo incentivar a continuidade nos estudos, demonstrando aos jovens concluintes do Ensino Fundamental as oportunidades que existem.

Escolas de Ensino Médio e cursos profissionalizantes, no total de 12 expositores, apresentaram no Ginásio Professor Nelson Francisco Brancher suas opções para os alunos.

Estudante da Escola Municipal de Ensino Fundamental Dom Pedro I, do Bairro Jardim do Cedro, Rodrigo Weizenmann, de 16 anos, acredita na importância do Definindo Caminhos.

- É bom para planejarmos o nosso futuro e termos um bom trabalho – disse o jovem que gosta de estudar, e que pretende ser bioquímico.

De acordo com a orientadora educacional da mesma escola, Rose Pilz, antes da implantação do programa era percebida a desmotivação dos alunos em relação ao ingresso no Ensino Médio.

- Hoje mostramos a eles que existem possibilidades de se qualificarem para conquistarem melhores colocações no mercado de trabalho. Conhecendo aquilo que existe, eles podem se identificar e escolherem as opções que se adequam ao seu perfil, o que contribui para evitar a evasão escolar – destacou Rose.

O alunos puderam conferir ainda apresentações artísticas de estudantes da Escola Estadual de Ensino Básico Érico Veríssimo e da Emef Alfredo Lopes da Silva. Além disso, os alunos assistiram uma palestra com o jornalista Fabiano Conte, sobre a necessidade da qualificação do profissional para o mercado de trabalho.

Comente aqui
27 set14:15

Projeto aborda softwares matemáticos com alunos da Educação Básica


;

Pesquisas indicam que o uso de tecnologias no processo de ensino e aprendizagem pode proporcionar aos estudantes novas formas de pensar e agir. Entretanto, na prática escolar ainda há pouca utilização desse recurso na maioria das áreas de ensino.

Com o objetivo de promover a integração das escolas da Educação Básica da região do Vale do Taquari com a Univates, está sendo promovido o projeto de extensão “Explorando Softwares Matemáticos com Alunos da Educação Básica”.

A atividade proporciona a inserção dos estudantes no contexto tecnológico por meio da manipulação de softwares, auxiliando-os na aprendizagem da Matemática. Este ano, como um diferencial aos anos anteriores, o projeto está atendendo turmas de 3o ano do Ensino Fundamental ao 3o ano do Ensino Médio.

As escolas também podem optar por realizar as atividades no laboratório de informática de sua instituição, desde que o primeiro atendimento seja na Univates e que a escola se responsabilize pelo deslocamento das bolsistas.

Instituições de redes públicas e privadas interessadas em participar do projeto podem agendar a visita, até o mês de novembro, pelo telefone (51) 3714-7000, ramal 5413.

Mais informações podem ser obtidas pelo 0800 7 07 08 09.

Comente aqui
26 set20:34

Gênero e Sexualidade em debate em encontro nacional da Rede Sinodal

;

O tema “Gênero e Sexualidade na Infância” foi discutido pelos professores da Rede Sinodal de Educação durante o I Encontro Nacional de Educação Infantil da Rede Sinodal de Educação, realizado no Colégio Alberto Torres nos dias 23 e 24 de setembro.

A conferência de abertura com a doutora Jane Felipe de Souza estabeleceu uma visão geral sobre o assunto como base para as demais atividades do evento. A palestrante explicou que gênero e sexualidade são duas coisas diferentes, mas indissociáveis, e como as escolas podem promover ações no dia a dia que contribuam para uma melhor abordagem na sala de aula.

- Geralmente em atividade de recorte e colagem, as meninas ficam responsáveis pela limpeza da sala, enquanto os meninos podem brincar. Fazer com que todos colaborem na organização auxilia na construção de igualdades – afirmou.

- Quando temos uma diferença transformada em desigualdade, aí temos um problema – acrescentou ela.

A programação incluiu ainda a participação dos professores em oficinas e minicursos. Na sexta-feira à noite foi realizado um momento cultural com biodança e uma janta de confraternização.

O encerramento das atividades foi realizado com uma meditação na Igreja de Cristo no sábado pela pastora escola Lígia Schünke e com apresentação do Coral Infantil do Ceat, que foi aplaudido de pé. De acordo com a professora Sheila Gelezauskas Fiadeiro, o Colégio Martinus, unidade Portão, de Curitiba, os palestrantes eram muito capacitados, com domínio do conteúdo.

- Acredito que eles foram bem escolhidos e gostei do modo como foi esmiuçada a questão e as vertentes que cada um seguiu de acordo com o que trabalha e acredita – afirmou ela.

________________________________________

Fonte: assessoria de imprensa do Ceat

Comente aqui
23 set14:21

Iniciam tratativas para instalação da escola técnica

;

Em reunião realizada no gabinete da prefeita Carmen Regina Cardoso, foram iniciadas as tratativas para a futura instalação do campus Lajeado do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul Rio-grandense, cuja sede se localiza em Pelotas.

Leia mais: Dilma confirma escola técnica em Lajeado

Na ocasião, a prefeitura comprometeu-se em doar uma área de terras para que a escola técnica seja implantado em Lajeado, trazendo então possibilidades de qualificação técnica profissional para a comunidade do Vale do Taquari, aliada a oferta de soluções tecnológicas para o município e região.

- Fico realmente entusiasmada com o que este instituto pode proporcionar para o município e também para seus cidadãos – afirmou Carmen.

Nos próximos dias, engenheiros do próprio IFSul virão a Lajeado para avaliar locais onde o campus poderá ser erguido. A prefeitura ofereceu áreas nos bairros Conventos, Centenário, Jardim do Cedro, Olarias e Igrejinha, mas o local definitivo ainda não foi escolhido.

Com relação aos cursos, o diretor geral do campus de Passo Fundo do IFSul, que deverá ser o coordenador do campus Lajeado, Luis Afonso da Fonseca, afirmou que deverá haver uma ampla discussão para o direcionamento que terão os cursos a serem oferecidos.

- Serão realizadas audiências públicas para a escolha dos cursos – frisou, explicando que esta escolha será criteriosa, já que os cursos não poderão ser alterados posteriormente.

Segundo Fonseca, os professores e demais funcionários do campus de Lajeado serão todos concursados.

- Independente dos cursos que tiverem, para o aluno frequentar algum deles ele terá que passar por um processo seletivo – afirmou Brod.

Ele explicou que 50% das vagas serão concorridas por alunos de escolas públicas, e os outros 50% por qualquer tipo de interessado que já tenha concluído o Ensino Fundamental.

Para a coordenadora da comissão – junto ao Corede – que pleiteou o campus para Lajeado, Eloede Conzatti, existe a certeza de que o trabalho andará a passos largos.

- Tanto nós da comissão, quanto do instituto federal e também da prefeitura estão empenhados para que tudo seja realizado o mais rápido possível – disse a vereadora Eloede.

Ela destacou, também, que não somente Lajeado será beneficiado com a oferta de qualificação profissional para os jovens, mas todo o Vale do Taquari.

Em razão da Caixa-RS ser parceira do IF, o gerente da agência em Lajeado, Donatto Dullius, se disponibilizou em ceder provisoriamente uma sala de reuniões com a infraestrutura básica para que o trabalho inicial seja realizado.

Também participaram da reunião o secretário da Indústria e Comércio (SMIC) e membro da comissão, Carlos Alberto Martini, a sub-coordenadora da comissão, Rose Heemann e, o secretário de Obras e Serviços Urbanos (SOSUR), Mozart Lopes.

Comente aqui
22 set16:52

Lajeado recebe encontro regional de secretários de Educação

A Prefeitura de Lajeado recebeu nesta quinta-feira o encontro da Associação dos Secretários Municipais de Educação do Vale do Taquari (Asmevat).

O objetivo do encontro foi a divulgação das resoluções, pareceres e notas técnicas, oriundas principalmente do Ministério da Educação, repassados pela União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime/RS), em reunião ocorrida em Porto Algre e que teve como participantes os presidentes regionais do Estado. Anteriormente, a presidente da Undime/RS, Márcia Carvalho, havia participado de uma reunião da Undime Nacional em Brasília.

Durante o momento também foi apresentado, pela Secretaria de Educação (Sed) de Lajeado, o projeto “Regras, por que não?”, que surgiu da necessidade identificada de se trabalhar as normas por meio de diferentes atividades.

Os secretários ainda assistiram a uma palestra sobre a obrigatoriedade do ensino da música e discutiram sobre o Piso Nacional (Lei 11738/2010) e as conseqüências de sua aplicação, além de debaterem sobre o calendário escolar.

A Asmevat é presidida por Daniela Weber Reginatto, de Doutor Ricardo.

__________________________________________

Fonte: assessoria de imprensa da prefeitura de Lajeado

Comente aqui
18 set14:23

Encontro Nacional de Educação Infantil da Rede Sinodal será realizado em La

O Colégio Evangélico Alberto Torres sedia, nos dias 23 e 24 de setembro, o I Encontro Nacional de Educação Infantil da Rede Sinodal de Educação (RSE), cujo tema é Gênero e Sexualidade na Infância. A abertura do evento será realizada no Centro Comunitário Evangélico, a partir das 8h15 pelo Conjunto Instrumental do Ceat e com a realização de uma conferência pela doutora Jane Felipe de Souza.

A programação inclui ainda um painel para debater o assunto e a participação dos professores em oficinas e minicursos temáticos.

- Este é o primeiro encontro nacional. Este evento representa a primeira oportunidade de reunir os professores da Educação Infantil de todas as regiões que compõem a Rede Sinodal de Educação, bem como os docentes que atuam nas escolas comunitárias vinculadas à Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil – IECLB – diz a coordenadora do nível no Ceat, Cláudia Horn.

O encerramento do I Encontro Nacional de Educação Infantil da Rede Sinodal de Educação está previsto para às 11h30min do dia 24 de setembro, com uma meditação e apresentação do Coral Infantil do Ceat. A programação completa pode ser acessada pelo banner do evento no site www.ceat.net. Mais informações pelo telefone 51-3748-7000.

Saiba Mais
A Conferência de abertura terá como tema “ Gênero, Sexualidade e Infância: desafios para a educação, orientada pela Dra. Jane Felipe de Souza, que é professora pesquisadora da Faculdade de Educação da UFRGS, atuando nas áreas de infância, gênero e sexualidade; possui pós-doutorado em Cultura Visual pela Universidad de Barcelona; doutorado em Educação/UFRGS; Mestrado em Educação UFF/RJ. Jane é integrante do GEERGE – Grupo de Estudos de Educação e Relações de Gênero – e do GEIN – Grupo de Estudos em Educação Infantil da FACED/UFRGS.

Comente aqui
18 set09:47

Mostra de Ensino, Extensão e Pesquisa da Univates recebe inscrições de ouvintes

A XIII Mostra de Ensino, Extensão e Pesquisa (MEEP) da Univates, que ocorre nos dias 28 e 29 de setembro, recebe inscrições para ouvintes até o próximo dia 27. Alunos e comunidade em geral podem assistir às apresentações gratuitamente.

A MEEP visa a estimular a produção de trabalhos de cunho científico e cultural, além de promover a troca de conhecimentos e de experiências, proporcionando a integração de professores, alunos e demais envolvidos. As apresentações ocorrem no turno da manhã, das 8h30min às 10h, e da noite, das 19h30min às 21h. Após as apresentações, os alunos da Univates terão aula normal.

A participação nas apresentações valerá presença para os alunos que tiverem aula nos dias da MEEP e atividade complementar para os que não tiverem. Cada ouvinte pode escolher duas apresentações para assistir em cada um dos turnos.

Inscrições podem ser efetuadas pelo site www.univates.br/eventos ou na Secretaria de Extensão e Pós-Graduação, sala 110 do Prédio 1. Para registrar presença nas palestras, os estudantes devem levar seu Cartão Moedeiro no dia das apresentações.

A lista dos trabalhos pode ser encontrada no site www.univates.br/meep. Mais informações podem ser obtidas pelo 0800 7 07 08 09.

______________________________________

Fonte: assessoria de imprensa da Univates

Comente aqui
16 set11:03

Escola São João, do Moinhos D’Água, promoveu sarau e mostra de trabalhos

,

A escola municipal São João, do bairro Moinhos D’Água, iniciou essa semana seu IV Sarau Cultural com Mostra de Trabalhos. Além de contar com a participação dos familiares e da comunidade em geral, a noite de abertura foi recheada de atrações, desde peças teatrais, declamação de poesia, interpretações musicais e até mesmo uma dança com o jingle do programa “Regras, por que não?”, da Secretaria de Educação (Sed).

De acordo com a vice-diretora, Edinéia Bruxel Ritt, o projeto é realizado uma vez por ano e visa valorizar o trabalho dos alunos e professores.

- Esta programação, que está acontecendo junto à Semana Farroupilha, é o momento de mostrar o empenho de todos os envolvidos nas atividades realizadas ao longo do ano, além de abrir as portas da escola, a fim de que a comunidade possa conhecer nossas ações – afirmou.

As atrações do Sarau seguiram com os estudantes, que contaram com mateada no turno da manhã e visitas à Mostra de Trabalhos no turno da tarde, quando os alunos puderam votar nos trabalhos que mais gostaram.

Os estudantes do 4º ano, Bruna Amanda Pilger, 9 anos, e Eros Gabriel Kipper Martins, de 10, consideram a programação muito atrativa não só para os alunos, mas também para toda a comunidade.

- Gostei muito dos trabalhos, porque todos alunos tiveram muita criatividade. Também teve uma muita participação das famílias – afirmou a menina.

- Muitos amigos meus que não estudam aqui vieram apreciar a programação – completou Eros.

Comente aqui
15 set17:06

Olimpíada da Matemática tem participação recorde

Cerca de 2, 700 mil alunos da 4ª série (5o ano) do Ensino Fundamental até o 3o ano do Ensino Médio participaram nesta quinta-feira da 14ª Olimpíada Matemática da Univates. Oriundos de 19 municípios dos Vales do Taquari e do Rio Pardo, os estudantes realizaram uma prova com dez questões que podiam ser resolvidas individualmente ou em dupla.

Segundo a coordenadora do evento, professora Marli Quartieri, o maior objetivo é desenvolver o raciocínio lógico dos alunos e o interesse pela matemática e pela resolução de problemas.

- A cada edição da Olimpíada Matemática, percebemos a melhora na elaboração das respostas. Os estudantes se empenham cada vez mais no desenvolvimento da resolução das questões, que pode ser um critério de desempate na nossa avaliação – explicou.

Conforme Marli, a participação maior é a dos alunos de 5ª série (6o ano) e 6ª série (7o ano).

Para os alunos Guilherme Wilhelms e Rafaela Wolf, que cursam a 6ª série do Colégio Evangélico Alberto Torres, em Roca Sales, a prova estava de média dificuldade. É a primeira vez que eles participam da Olimpíada Matemática, mas salientaram que querem participar da próxima.

Já para a dupla Letícia Mariano da Silva e Tainá Theves, que estudam na 7ª série da Escola Municipal Odilo Afonso Thomé, de Estrela, algumas questões estavam bastante difíceis.

- Gostamos de matemática, mas a nossa professora também nos incentiva a participar da competição. É que gostamos do desafio – explicaram as estudantes, que também pretendem participar da Olimpíada no próximo ano.

A divulgação dos resultados ocorre no próximo dia 13 de outubro, e estará disponível no site da Univates. Já a premiação está programada para o dia 1o de dezembro, quando os três melhores colocados receberão medalhas e cada escola receberá uma menção honrosa para o aluno com o melhor resultado. Os ganhadores também serão premiados com livros e jogos relacionados à matemática.

Mais informações podem ser obtidas pelo site www.univates.br/omu.

Professores participam de atividades

Enquanto os alunos realizaram a prova da Olimpíada Matemática, cerca de 50 professores acompanhantes participaram de atividades promovidas pelo Setor de Marketing e Comunicação. O Curso de Fisioterapia ofereceu massagens, enquanto o Curso de Estética e Cosmética maquiou as professoras interessadas.

Os acompanhantes também participaram de coquetel e receberam brindes. As atividades ocorreram no hall do Prédio 11 da Univates.

Comente aqui
15 set11:59

Audiências Públicas discutem frequência escolar

Coordenado pelo Promotor da Infância e Adolescência, Neidemar Fachinetto, ocorreu uma audiência pública do Acompanhamento de Frequência Escolar (Ficai), na escola municipal Campestre.

Além de representantes de entidades ligadas à educação, participaram pais ou responsáveis pelos alunos que apresentaram infrequência escolar nos últimos meses, incluindo estudantes das escolas Campestre, Guido Lermen, Santo André, Nova Viena e Lauro Mathias Müller.

A secretária de Educação, Rejane Ewald, explica que o objetivo da Ficai é evitar a evasão escolar.

- Nestas assembleias os pais expõem o motivo pelo qual seus filhos não estão frequentando as aulas regularmente e, em seguida, lhe são apresentadas possíveis soluções para cada caso – explicou.

Segundo ela, cada escola analisa a freqüência escolar de seus alunos, preenchendo uma ficha em casos de infrequência para, posteriormente, tomar as devidas providências, o que inclui desde bilhetes à procura pelos pais. Não havendo sucesso, estas fichas são encaminhadas à Promotoria, que convoca todos os envolvidos para a realização destas audiências.

- Percebemos uma melhora bastante significativa com estas ações, porque além de agilizarmos um trabalho que vinha sendo feito com atendimentos individuais, comprometemos a todos os que, de alguma forma, estão envolvidos nesta causa – afirmou.

Também  foram realizadas audiências com as escolas Porto Novo, Otília Correa de Lima e Érico Veríssimo. Na quinta-feira, dia 15, será a vez das escolas Castelo Branco, São Bento, São João, Moisés Cândido Veloso, Oscar Koefender, FOK

Comente aqui