clicRBS
Nova busca - outros

enchentes

05 out16:51

Criado o Fundo Municipal de Defesa Civil

Foi aprovado ontem pela Câmara de Vereadores de Lajeado o projeto que cria o Fundo Municipal de Defesa Civil, que vai beneficiar famílias atingidas pelas cheias do rio Taquari.

Leia mais: Desalojados na enchente continuam em abrigo

O projeto aguardava aprovação do legislativo há um mês. Através dele, será formado um conselho para administrar verba de 60 mil reais destinadas às famílias desalojadas que estão provisoriamente morando no subsolo do ginásio paroquial, há dois meses.

Ao projeto foram acrescentadas duas emendas: a criação de três entidades para participar da fiscalização dos recursos e a nomeação dos representantes deve ser anunciada por portaria.

Agora, a Defesa Civil garante que vai começar o processo de realocação das famílias, o que ainda deve demorar alguns dias.

Comente aqui
29 set15:35

Desalojados na enchente continuam em abrigo

;;

A casa de Graziela da Cruz, de 32 anos, é uma área com 10 metros quadrados e paredes de lençol. Ela, o marido e os cinco filhos compõem uma das 13 famílias abrigadas no subsolo do Ginásio Paroquial de Lajeado, no Vale do Taquari, desde a enchente que atingiu a região no início de agosto.

– A gente se ajuda bastante, emprestamos coisas. Mas fica cada um no seu quadrado, como naquela música – contou Graziela.

A vizinha Ronise Maria Grossi e a filha adolescente dormem no mesmo espaço com uma amiga, que tem mais quatro filhos. Ontem à tarde, elas faziam uma faxina no abrigo. Os trabalhos e até as máquinas de lavar roupa são divididos entre todos. Não podia ser diferente: o local tem só uma pia e um banheiro.

Ronise morava em casa alugada. Mesmo assim, ela diz que não pode ir para outro local. Pagava R$ 250 por mês pela locação, justamente por ser uma área alagável. Em outro bairro da cidade, imóvel parecido sai pelo dobro do preço. Maria Isabel da Silva queria resolver a situação trabalhando, mas seu carrinho de pipocas está escorado em um canto do salão.

– A prefeitura não me dá alvará porque não tenho endereço fixo – explica.

No Vale do Caí, municípios se mobilizam por soluções

No total, a Defesa Civil condenou 27 casas no Vale do Taquari. Algumas ficavam em área de risco e outras não podem mais ser usadas porque correm risco de cair. Arroio do Meio, Encantado e Estrela também tiveram famílias desalojadas, mas só em Lajeado elas continuam em abrigo.

A prefeitura quer implantar um projeto de aluguel social para os desalojados. A proposta é que o município pague por uma casa até que as famílias sejam removidas definitivamente. O novo endereço deve ter o terreno bancado pela prefeitura. A construção vai ser financiada pelo programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal

– O problema é a burocracia, que tranca tudo – reclama o coordenador da Defesa Civil, Luis Felipe Finkler.

1 comentário
23 ago17:07

Ponte sobre o Arroio Boa Vista é recuperada em Estrela

A prefeitura de Estrela recuperou na última semana, a ponte de madeira sobre o Arroio Boa Vista que liga as localidades de Novo Paraíso e São José, após sua estrutura ter sido destruída pela cheia no início do mês.

Foram investidos cerca de R$ 10 mil na recuperação da estrutura de madeira, com a troca de pranchões e guias estruturais.

A ponte já está liberada para o tráfego de veículos.

_______________________________________

Fonte: assessoria de imprensa da prefeitura de Estrela

Comente aqui
19 ago15:59

Região estuda criar comitê de alerta a inundações

Moradores e lideranças regionais reuniram-se na Câmara de Veredores de Marques de Souza, para debater sobre a criação de um comitê de prevenção e alerta a inundações na região. O encontro salientou a necessidade de haver uma linguagem padronizada em períodos de cheias, principalmente nas regiões dos rios Fão, Forqueta e Taquari.

O uso de miniestações meteorológicas e réguas de medição, com dados que seriam fornecidos para um site, foi sugerido pelo ex-prefeito de Colinas, Edelbert Jasper, que já monitora os rios em períodos de cheias.

- Percebemos que as margens foram mais devastadas onde há árvores do que onde prevalecem gramíneas – observa.

O gerente de implantação da área de geração de energia da Certel, Carlos Roberto Jachimovski, destacou que, através da Hidrelétrica Salto Forqueta, a cooperativa acompanha o nível de chuvas e vazões do rio Forqueta, e colocou a empresa à disposição para colaborar com o comitê.

O coordenador da Defesa Civil regional, major Vinícius Renner Galvani, observou a importância de trabalhar a prevenção.

- Precisamos criar mecanismos para minimização e, até, erradicação de danos. Com o comitê, os municípios e as Defesas Civis locais convergiriam melhor para solução de um mesmo problema – prospecta, acrescentando a contribuição que pluviômetros digitais podem dar para que as informações sejam mais reais possíveis.

- É preciso ressaltar que, em situações de cheias, não há 100% de certeza em nenhum alerta. As inundações alteram, inclusive, o leito dos rios – pondera.

Segundo o radialista Paulo Rogério dos Santos, o comitê seria útil não somente em períodos de cheias, mas também de estiagens, quando a quantidade de água nos rios diminui consideravelmente.

- É importante também diferenciar enchente de enxurrada, que possuem comportamentos distintos – afirma.

Conforme Marco Antônio Reynaldo, radialista e coordenador da reunião, o comitê poderá auxiliar os veículos de comunicação da região a fornecerem informações mais precisas. Ele ainda citou como exemplo o monitoramento norte-americano que, via satélite, emite até três sinais de alerta aos telefones celulares da população.

Comente aqui
12 ago19:07

Desabrigados da enchente recebem doação

As 64 famílias desabrigadas pela última cheia do Rio Taquari no município receberam nesta sexta-feira cestas básicas e kits de limpeza. A doação foi feita pelo Lions Club Lajeado Centro, e entregue pelo presidente do clube, Paulo Roberto Junqueira, e pelo governador do distrito, Luiz Osvaldo Wagner.

Ao todo foram distribuídas uma cesta básica por família e 72 kits de limpeza.

- Esta ação vem ao encontro do nosso lema, que é ‘Nós Servimos’. E é isso que buscamos fazer, ajudar aqueles que precisam – destacou Wagner.

Acompanhada por quatro filhos, a doméstica Ângela Linhares Da Silva está abrigada no Pavilhão 3 do Parque do Imigrante.

- Por causa da enchente estou há alguns dias sem poder trabalhar, e esta doação veio em boa hora – disse ela.

Comente aqui
10 ago17:20

Enchente desabrigou 250 famílias no Vale do Taquari

A Defesa Civil atualizou na tarde desta quarta-feira as informações sobre a enchente que atingiu a região, pela segunda vez no ano. No total, 250 famílias foram desalojadas no Vale do Taquari.

Leia mais: Carro cai em arroio e três morrem em Estrela

No fim da tarde desta terça-feira, medição da Portobrás indicava que o rio estava cerca de nove metros acima do normal no Porto de Estrela. O nível diminui cerca de 30 centímetros por hora.

Lajeado foi a cidade mais afetada, com 35 famílias desalojadas. Alguns das pessoas já voltaram para casa.

Comente aqui
10 ago11:00

Carro cai em arroio e três morrem em Estrela

Três pessoas morreram depois que um carro caiu em um arroio na localidade de Linha Geraldo, no interior de Estrela.

Reimar Rahmeier, de 63 anos, Alfredo Horst, 76, e Nadir Horst, 75, moradores do Centro de Imigrante, saíram de casa ontem à tarde no Escort de Reimar e estavam desaparecidos.

Conforme a Brigada Militar da cidade, eles tentavam atravessar um pontilhão que passa sobre o Arroio Geraldo, quando caíram, ontem à tarde, quando chovia forte na região. O pontilhão estaria coberto pela água e os três são considerados vítimas da enchente pela Defesa Civil.

Aposentados, Alfredo e Nadir eram casados e iriam visitar o filho, que mora em Linha Wink, no interior de Teutônia. Reimar era amigo do casal, que não tinha carro, e levava os dois na viagem.

1 comentário
09 ago17:46

Rios sobem e famílias são removidas na região

Pela segunda vez em menos de um mês, a chuva fez com que famílias deixassem suas casas no Vale do Taquari. As prefeituras abrigaram os moradores em ginásios.

Tem fotos ou infomações da enchente? Envie para o site

Na tarde desta terça-feira, o Rio Taquari estava mais de 13 metros acima do normal em Encantado. No entanto, o nível já está baixando inclusive na região baixa do Vale.

Mais de 50 famílias tiveram de deixar suas casas no Vale do Taquari,  a maioria em Encantado, Lajeado, Arroio do Meio e Estrela. Em Lajeado, cerca de 20 famílias foram abrigadas em ginásios no bairro Moinhos e no Montanha.

Estradas bloqueadas

A chuva de segunda-feirapassou dos 120mm, mais do que o esperado para todo o mês, e também causou estragos nas estradas.

Em Westfália, próximo à divisa com Imigrante, uma pedra bloqueou as duas pistas da via que liga a Rota do Sol à cidade (VRS-841). O trânsito só foi normalizado no fim da tarde.

Em Lajeado, várias ruas cidade foram bloqueadas pela água dos arroios que desembocam no Rio Taquari e pelo próprio rio.

Em Teutônia, a estrada que liga os bairros Languiru e Teutônia foi interrompida pelo Arroio Boa Vista.

- Os moradores do Bairro Languiru mal acordaram e já rumaram para a ponte que liga o bairro e a várzea. A correnteza das águas é impressionante – contou o morador Éderson Moisés Käfer.

1 comentário
09 ago14:53

Feira do Produtor está sendo realizada no Parque do Imigrante

A tradicional Feira do Produtor de Lajeado, que ocorre próximo ao Parque dos Dick, foi transferida de local nesta terça-feira, em razão da chuva. O novo local é o Pavilhão 1 do Parque do Imigrante.

Comente aqui
09 ago14:01

Atendimentos das CEMAIs cancelados em Estrela

A Secretaria Municipal de Educação comunica que as aulas nos Centros Municipais de Atendimento Integrado (CEMAIs) I, II e IV estão suspensas hoje e amanhã dia 10, em virtude das cheias do Rio Taquari.

Comente aqui