clicRBS
Nova busca - outros

hbb

03 ago17:31

Acil promove palestra com presidente do HBB

A Associação Comercial e Industrial de Lajeado (Acil) promove em 10 de agosto reunião-almoço (RA) com presidente do Hospital Bruno Born (HBB), Claudinei Fracaro. O encontro servirá para reviver a história, apresentar as tendências de mercado e possíveis investimentos em tecnologia e estrutura do centro de saúde, que comemorou 80 anos em 17 de julho. A RA será realizada no salão social do Clube Tiro e Caça, rua Saldanha Marinho, 15, Bairro Hidráulica, Lajeado.

Fracaro, que assumiu a presidência do HBB em abril de 2010, possui extenso currículo. Foi presidente da Acil, Câmara Júnior de Lajeado e XI Expovale e vice-presidente regional da Federasul. É empresário do ramo calçadista, com mais de 30 anos de experiência. Formado em administração de empresas, é especializado em negócios e cursa atualmente o terceiro ano de Direito pela Univates.

As inscrições para a RA podem ser feitas até às 17h da quarta-feira que antecede o evento (09.08) na sede da Acil, rua Silva Jardim, 96, Centro de Lajeado. O valor para sócios da entidade é de R$ 27,00 e 38,00 para não sócios. Informações e inscrições pelo fone (51) 3011-6900 ou e-mail recepcao@acilajeado.org.br

Comente aqui
26 jul16:48

11ª edição do Um Dia com mais Saúde do HBB marca o Dia da Vovó e do Vovô

Para marcar o Dia da Vovó e do Vovô, o Hospital Bruno Born (HBB) realizou nesta terça-feira, dia 26, a 11ª edição do Um Dia com mais Saúde, uma ação que integra o Programa Hospital Aberto à Comunidade, idealizado pelo Núcleo de Comunicação. A ação, que acontece uma vez por mês, em frente ao CTA– Centro de Tecnologia Avançada, oferece gratuitamente os serviços de verificação  da pressão arterial e teste de glicose. A equipe de enfermagem do HBB, parceira desta iniciativa, registrou 246 medições de pressão e fez 100 testes de glicose.

A intenção da campanha é fazer com que a população tenha a conscientização e o hábito de verificar sua pressão rotineiramente. Ao criar o hábito de verificar a pressão, a população contribui com a prevenção de doenças, que muitas vezes podem ser facilmente controladas sem prejudicar a saúde. Nas onze edições do evento, 4.415 pessoas já usufruíram dos serviços oferecidos.

O caminhoneiro Valdemar Bresciani (68), morador do Bairro Florestal, aproveitou para conferir a sua pressão e também fazer o teste de glicose.

-É a primeira vez que participo do evento e acho muito bom o hospital proporcionar estes serviços para a comunidade, pois podemos saber neste dia como está nossa pressão – disse ele, que já criou o hábito de todo mês verificar a pressão, fazendo um acompanhamento.

Comente aqui
20 jul14:50

Para diminuir procura, prefeitura faz pesquisa na emergência do HBB

Com o objetivo de pesquisar os motivos que levam pessoas da comunidade a procurarem a o setor de emergência do Hospital Bruno Born (HBB) no horário em que os postos de saúde do município ainda estão abertos, a prefeitura está fazendo uma pesquisa no setor.

Desde o dia 12 de julho, doze agentes comunitárias de saúde da Secretaria Municipal de Saúde (Sesa) de Lajeado se revezam para fazer esta pesquisa. São três funcionárias por dia, que se dividem no horário entre 7h e 22h, abordando todas as pessoas que procuram o setor e preenchendo um questionário, para que depois se possa fazer um levantamento do número de consultas realizadas enquanto os postos de saúde estão abertos.

A medida foi tomada após reunião entre a diretoria do HBB e a prefeita Carmen Regina Pereira Cardoso, no último dia 04 de julho, quando ficou acordado que a prefeitura iria disponibilizar de funcionários para acompanhar o andamento dos atendimentos na Emergência.

A agente comunitária de saúde, Neiva da Silva Júnior, estava fazendo a pesquisa na manhã desta terça-feira e constatou que realmente muitas pessoas procuram primeiramente a Emergência, com sintomas que poderiam ser atendidas num posto de saúde.
- Quando vejo que é um caso que não é urgente oriento a pessoa a procurar um posto de saúde mais próximo de sua casa – diz ela.

-  O que falta é orientação. Ainda há a cultura de que procurar primeiro o hospital é mais seguro, que acaba lotado e gera demora nos atendimentos – completa.

As agentes farão este serviço até o dia 22 de julho e depois será feito todo levantamento dos atendimentos e, numa parceria entre HBB e município, a intenção é fazer uma reunião com vários órgãos para definir estratégias.

:18.0pt; mso-bidi-font-size:11.0pt;font-family:”Arial”,”sans-serif”;mso-fareast-font-family: “Times New Roman”;color:black;mso-fareast-language:PT-BR’>R$5 para comerciários com cartão do Sesc, R$ 8 para estudantes, idosos e clientes Unimed, R$10 para empresários com o cartão do Sesc e R$16 para o público geral.

O concerto inicia pela parte mais formal, com temas escritos para violino e orquestra. A trilha do filme “A Festa de Margarette” é protagonizada e musicada por Hique Gomez, enquanto a platéia assiste um compacto do filme projetado em telão. O artista entra em cena também com o personagem “Laszlo – O Homem da Banda”.

Em seguida, Hique interpreta o personagem “Macuco Serra”, o guardador de carros invade o palco para avisar ao maestro que seu veículo foi riscado. O personagem ganha a simpatia do público, que executa o espetáculo juntamente com o grupo.

O músico finaliza sua apresentação com uma versão para cordas de Superstition, de Stevie Wonder.

Comente aqui
15 jul16:50

HBB comemora 80 anos com baile

Em 2011, o Hospital Bruno Born (HBB) completa 80 anos de história. E para comemorar esta data, realiza neste sábado, dia 16 de julho um jantar baile. Será no Clube Tiro e Caça, a partir das 20h, com animação da banda Bee Gess Cover, buffet de Telmo Both, homenagens a pessoas que fizeram parte da história do hospital e um espaço memorial, com a exposição de materiais antigos utilizados pelo hospital desde sua inauguração.

A história do HBB

No dia 10 de julho de 2011, o Hospital Bruno Born, considerado uma das mais tradicionais instituições de saúde da região do Vale do Taquari e Rio Pardo, comemorou 80 anos de atividades. A história do único hospital da cidade se mistura com o desenvolvimento de Lajeado. São oito décadas, sem fechar as portas, dedicadas à saúde, atendimento integral ao paciente, inovações e investimentos.

Em 1931 foi constituída a Sociedade Beneficência e Caridade de Lajeado, mantenedora do Hospital Bruno Born. De 1931 a 1933 foi realizada a construção do hospital, chamado naquela época de São Roque, por São Roque ser o Santo dos Enfermos. Em 1958 um novo prédio começou a ser construído, ao lado do já existente e, em 1964 ele foi inaugurado. Passava então a ser um novo hospital, com portaria principal na Avenida Benjamin Constant.

Após dez anos desta inauguração, a instituição recebeu um novo nome e passou a se chamar de fato Hospital Bruno Born. No período de 1934 a 1973, o hospital foi presidido por Bruno Born, uma pessoa de influência na sociedade lajeadense, que acabou falecendo no ano de 1973, durante sua gestão por 39 anos. Em sua homenagem, no ano de 1974, o Hospital São Roque passou a ser chamado de Hospital Bruno Born.

Em 1984 com a inauguração da UTI Adulto e em 1991 com a da UTI Neonatal e Pediátrica, a instituição se consolidava na área da saúde dentro do Vale do Taquari. No ano de 1991 a implantação da FUNDEF – Fundação para Reabilitação das Deformidades Crânio-Faciais trouxe mais visibilidade à casa de saúde, uma vez que, além deste centro de reabilitação, somente em Bauru – São Paulo encontra-se um equivalente.

No ano de 1994 a implantação do serviço de Emergência 24 horas colocava a organização em um patamar diferenciado perante as demais da região.

Com o crescimento constante da tecnologia e informação sobre patologias, em 1998 o Hospital Bruno Born se habilitou na área de oncologia, introduzindo o serviço de quimioterapia aos pacientes da região. No ano de 1999 se concluiu o Centro Cirúrgico da instituição e junto dele o serviço de Hemodinâmica (voltado aos pacientes cardíacos). Passado um ano, foi realizada a primeira cirurgia cardíaca no Hospital Bruno Born.

Nesta última década, vários serviços foram incluídos na gama de serviços ofertados pelo Hospital Bruno Born: Inauguração do Centro Obstétrico (2001); Pronto Atendimento (2002); Centro de Estudos e Pesquisas do Hospital Bruno Born (2004); Centro de Tecnologia Avançada (CTA), Radioterapia e Medicina Nuclear (2005); Ressonância Magnética (2006); Residência Médica em Diagnóstico por Imagem (2007); Mama Centro (2008), Centro de Diagnóstico Por Imagem (CDI) e Nova UTI Neonatal e Pediátrica (2009); Nova Recepção, Farmácia, Administração e Radiologia (2010). Para 2011 está prevista a inauguração da UTI Adulto, Centro de Material Esterilizado (CME) e Quimioterapia.

Saiba mais

O Bruno Born é uma instituição filantrópica, que destina 60% de seu atendimento para pacientes do SUS, e é de direito privado. Os serviços estão distribuídos em uma área construída de 24,8 mil m², o que comprova a evolução da instituição, se comparado aos 2,6 mil m² da época de sua fundação. A amplitude das instalações consolida a imagem da instituição como sendo uma das mais completas do interior do Rio Grande do Sul.


Comente aqui
01 jul10:22

HBB promove encontro com secretários de saúde e motoristas de ambulância

Nos dias 28, 29 e 30 de junho, o Hospital Bruno Born de Lajeado realizou o 2º Encontro de Qualificação do Atendimento. Participaram dos encontros um total de 51 pessoas, entre secretários municipais de saúde e motoristas, especialmente os de ambulância, dos municípios da região que possuem convênio com o HBB.

Conforme a coordenadora do Setor de Convênios do HBB, Janaína Schwingel, o principal foco do encontro deste ano foi o treinamento quanto às operações diárias dentro da instituição, a forma de acesso ao HBB, o fluxo de encaminhamento de pacientes, além da troca de ideias e esclarecimento de dúvidas.

- Nosso objetivo também é estreitar o relacionamento entre hospital e municípios, trazer os profissionais para conhecer nosso hospital e ter um canal aberto de relacionamento com eles, pensando sempre na qualificação do atendimento aos pacientes, de ambas as partes – destaca Janaína.

Entre os assuntos abordados estiveram as condutas que devem ser seguidas, pelos motoristas de ambulâncias, ao trazer paciente para a Urgência e Emergência.

- Para garantirmos um atendimento de qualidade é importante contarmos com a compreensão e colaboração de todos os agentes envolvidos, e para isso solicitamos a adoção de algumas condutas, como desligar a ambulância sempre que estacionar no setor de emergência; não ficar mais do que 15 minutos estacionado na faixa amarela em frente à emergência e evitar circular na unidade de emergência – orientou Janaína.

Quem participou do encontro foi o secretário de saúde de Bom Retiro do Sul, Sérgio Luiz Schmidt, juntamente com o motorista da secretaria, Leandro Ferreira Rosa. Para Schmidt, que já conhece a estrutura do hospital e mantém contatos diários com a instituição, o encontro foi muito importante para os motoristas.

- São eles que vêm aqui praticamente todos os dias, trazendo pacientes, por isso a importância desta aproximação entre hospital e municípios, para que se tenha uma sintonia – comentou.

Comente aqui
08 jun11:25

Ampliação dobra capacidade da UTI do Hospital Bruno Born

Já está concluída a primeira etapa de ampliação da UTI Adulto do Hospital Bruno Born (HBB) de Lajeado. Esta primeira etapa do projeto consistia na ampliação da unidade, onde foram construídos dez novos leitos, entre outros ambientes.

Com os novos leitos e após a reforma dos antigos, que deverá estar concluída até final de agosto, o HBB passará a dispor de 20 leitos de UTI Adulto.

Os pacientes já foram removidos para as novas instalações. A segunda etapa do projeto será a reforma dos dez leitos da antiga UTI.

- A ampliação foi planejada em duas etapas, pois não teríamos como fechar a unidade devido à impossibilidade de ficarmos sem leitos – explica o diretor administrativo do HBB, Élcio Darci Callegaro. - Até a conclusão da reforma dos antigos leitos, estaremos atuando com nossa atual capacidade de atendimento, que são dez leitos. Depois da reforma, aí sim poderemos atender 20 pessoas.

Além da nova UTI, foi reformada a sala de espera localizada em frente à unidade, que agora ficou mais ampla, sendo um local de espera para os familiares de pacientes em cirurgia ou aqueles que aguardam os horários de visita da UTI ou demais setores. No total são 720m² de área, incluindo a sala de espera, a nova UTI e as antigas instalações.

O engenheiro civil do hospital, Élbio Dutra destaca comporta, além dos leitos, posto de enfermagem, banheiro, sala de utilidades, sala de materiais esterilizados, sala de DML (depósito de materiais limpos), sala de reuniões e sala de equipamentos.

Comente aqui
03 jun16:06

HBB distribuiu mudas de árvores

Numa iniciativa do Grupo de Responsabilidade Social do Hospital Bruno Born (HBB), 200 mudas de árvores foram distribuídas para a comunidade, na manhã desta sexta-feira, em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado dia 05 de junho.

As mudas, doadas pela Loja de Plantas Certel, foram distribuídas para os motoristas que paravam na sinaleira das esquinas da Rua Júlio de Castilhos e Saldanha Marinho, e também para os pedestres que passavam pelo local. Integrantes do grupo do HBB distribuíram mudas das espécies ipê amarelo, jacarandá, goiabeira, entre outras.

Os moradores do Bairro Planalto, Iracema Norato, 73 anos, e Carlos Marques, 44, estavam passeando pelo centro da cidade e viram a movimentação.

- Vi que estavam entregando as mudas e logo parei para também pegar uma. Adoro árvores. Adoro plantar e depois cuidar delas. Na minha casa tenho uma área com muitas árvores, plantas e verduras – disse Iracema, que foi pra casa levando uma muda da espécie Araticum.

Comente aqui
31 mai09:18

HBB inicia venda de ingressos para o Baile dos 80 anos

Em 2011 o Hospital Bruno Born (HBB) de Lajeado completa 80 anos de história, e para comemorar esta data, realiza no dia 16 de julho um jantar baile. Será no Clube Tiro e Caça, a partir das 20h, com animação da banda Bee Gees Cover e buffet de Telmo Both. A venda de ingressos e reservas de mesas já está sendo realizada junto à tesouraria do hospital, com entrada pela Avenida Benjamin Constant, no horário das 7h às 18h sem fechar ao meio-dia. O valor para casal é de R$ 120,00. Maiores informações pelos telefones: 51-3714-7582 e/ou 3714-7548.

Comente aqui
25 mai17:36

Hospital bate recorde de atendimentos

Quatrocentas e onze pessoas foram atendidas na Emergência do Hospital Bruno Born (HBB) somente neste último final de semana, nos dias 21 e 22 de maio. No sábado, foram 146 pessoas atendidas, sendo 82% de Lajeado e, no domingo, 166, sendo 80% de Lajeado.

A grande maioria deu entrada na Emergência com sintomas de gripe, como infecção respiratória, tosse e febre.

- Nossa média de atendimento diário durante o ano, na baixa demanda, é de 130 pessoas, mas neste final de semana batemos recorde, e isso que ainda nem chegamos à estação do inverno, quando aumenta nossa demanda em decorrência do frio. Por isso nos questionamos: o que realmente está acontecendo? – analisa o diretor administrativo do HBB, Élcio Darci Callegaro.

Conforme o diretor, sabe-se que nos finais de semana os postos de saúde estão fechados, mas segundo ele, se durante a semana as pessoas que estão com sintomas de gripe procurassem primeiramente um posto de saúde e viessem a ser acompanhadas por profissional e fizessem o tratamento corretamente, não necessitariam procurar a Emergência nos finais de semana.

Quem concorda com a afirmação de Callegaro é o médico plantonista do HBB, Dr. Fábio Fraga, destacando que na manhã de segunda-feira das 7h às 13h, a Emergência atendeu 42 pessoas, sendo a maioria novamente com sintomas gripais e que poderiam ter procurado um posto de saúde.

- Em seis horas de atendimento, tivemos estes 42 casos. Se continuarmos com esta média, chegaremos ao final de um dia de trabalho com 168 pessoas atendidas em 24 horas – observa o médico.

- O que aconteceu no final de semana foram atendimentos de pessoas que já estavam com tosse e febre há dias, mas deixaram para procurar a Emergência pela facilidade de acesso. Esses casos dão entrada juntamente com acidentes de trânsito e casos de infarto, e acaba acontecendo o antigo problema, que é a espera pelo atendimento um pouco mais do que o desejado pelo paciente. Isso tudo gera sobrecarga de serviços e prejudica quem realmente precisa ser atendido logo, que são os acidentados e infartos – destaca Fraga.

- Estamos ultrapassando nossa capacidade física de atendimento, e caso não sejam buscadas alternativas com os gestores, será necessário contratação de mais um médico plantonista – salienta Callegaro, destacando ainda que o caos no atendimento à saúde pública que está sendo registrado em várias regiões do Brasil, com pacientes pelos corredores, pode acabar chegando à região do Vale do Taquari.

- Caso não sejam tomadas providências, teremos grandes dificuldades em enfrentar o inverno deste ano e não queremos chegar ao caos que muitas cidades estão passando – frisa Callegaro.

Comente aqui
18 mai11:19

Sem receber, HBB vai limitar consultas de alta complexidade

A diretoria do Hospital Bruno Born vai limitar os atendimentos de alta complexidade. A decisão vale já para este mês e prejudica pacientes que precisam de serviços de oncologia, cardiologia, neurologia, nefrologia e também para atendimentos de fissura labial.

Por mês, são atendidos em média 280 casos de alta complexidade no hospital, de pacientes de municípios da 8ª, 13ª e 16ª Coordenadorias Regionais de Saúde.  Agora, o número não vai poder passar de 190, que é o limite estabelecido no contrato que o HBB tem com o Estado.

Até 2010, os atendimentos de alta complexidade que excediam o contrato vinham sendo pagos. Esse ano, porém, o Estado diz que ainda aguarda aprovação de recursos. A dívida já passa de R$ 1,25 milhão.

- Jamais pensamos em tomar medidas drásticas ou que prejudiquem os usuários, mas chegamos a um patamar que nossas condições atuais permitem atendermos somente o que está no contrato com o Estado – diz o diretor administrativo do HBB, Élcio Darci Callegaro.

- Sabemos que tomando esta decisão ocorrerão reclamações quanto à falta de exames e consultas – completa.

Integrantes da diretoria do HBB e o coordenador da 16ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS), Léo Bolsi, estiveram reunidos recentemente, em Porto Alegre, com o coordenador do Departamento de Assistência Hospitalar e Ambulatorial (DAHA) da secretaria de Saúde do Estado, Marcos Antônio de Oliveira Lobato. O teto dos atendimentos de alta complexidade foi o assunto discutido.

Comente aqui