clicRBS
Nova busca - outros

palestras

11 out13:53

Congresso de Ciência e Tecnologia palestras, workshops e oficinas

Em comemoração aos dez anos dos Cursos de Engenharia da Univates, vai ser realizado o 5o Congresso de Ciência e Tecnologia (CCTEC) do Vale do Taquari. O evento é entre os dias 17 e 22 de outubro, aborda o tema “Somar e Construir”.

As atividades serão voltadas ao crescente desenvolvimento do campo profissional das engenharias e às inovações tecnológicas no país. O evento visa a integrar atividades de ensino, pesquisa, extensão e aplicações tecnológicas, por meio de semanas acadêmicas, workshops, oficinas e minicursos.

No dia 17, a partir das 19h30min, será realizada a mesa-redonda “Desenvolvimento científico e tecnológico do Rio Grande do Sul”, integrada pelo reitor da Univates e presidente do Conselho de Desenvolvimento do Vale do Taquari, Ney José Lazzari; pelo vice-presidente regional da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul, Egon Hoerlle; pelo engenheiro do Centro de Excelência em Tecnologias Avançadas do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, Vinícius Mordini de Andrade; pelo diretor técnico da Secretaria da Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico, Luciano Andreatta; e pelo diretor de Produção e Inovação da Agência Gaúcha de Desenvolvimento e Promoção do Investimento, Sérgio Kapron.

Já nos dias 18, 19 e 20 serão realizadas palestras, oficinas e minicursos. E no dia 21 de outubro, será apresentada a peça teatral “i-Mundo”, no Anfiteatro do Prédio 9 da Univates, a partir das 19h30min. A programação do CCTEC é composta de eventos e semanas acadêmicas de diversos cursos: II Semana Acadêmica da Química Industrial e Engenharia de Alimentos; V Semana Acadêmica do Curso de Sistemas de Informação; VII Semana Acadêmica do Curso de Design; VII Semana Acadêmica das Engenharias; VII Semana Acadêmica do Curso de Arquitetura e Urbanismo; I Semana Acadêmica de Design de Moda; XI Semana Acadêmica do Curso de Ciências Exatas, III Olimpíada de Informática, V Workshop de Engenharia e Tecnologia, IV Competição de Robótica e I Feira de Ciências da Univates.

A programação completa e informações detalhadas sobre o evento podem ser obtidas pelo site www.univates.br/cctec. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3714-7000, ramal 5227, ou pelo e-mail cctec@univates.br.

Comente aqui

06 out14:04

Maria do Rosário palestrará na Univates

A ministra da Secretaria dos Direitos Humanos, Maria do Rosário Bueno, estará na Univates, dia 14 de outubro, palestrando sobre o tema “As Diversidades e o Plano Nacional dos Direitos Humanos”. O evento ocorre no auditório do Prédio 7, com início às 19h30min, e tem entrada franca.

A promoção é da Univates e do Centro de Ciências Humanas e Jurídicas da Instituição. Mais informações pelo fone 0800 7 07 08 09.

Comente aqui
04 out13:48

Evento aborda violência contra criança e adolescente

A Univates sedia nesta terça-feira a Jornada do Ministério Público, que visa a estimular discussões e reflexões sobre a violência contra criança e adolescente e sobre o garantismo penal. O evento é voltado a procuradores, promotores de Justiça, alunos do Curso de Direito e comunidade em geral.

No turno da manhã, foi realizada a palestra “Violência contra Criança e Adolescente e a sua Repercussão no Mundo Adulto”, ministrada pelo promotor de Justiça e Secretário Adjunto de Justiça e Direitos Humanos do Estado do RS, Miguel Granato Velasquez, e debatida pelo psicólogo do Centro de Referência Especializado de Assistência Social de Lajeado, Sérgio Guimar Pezzi (foto).

Velasquez relatou algumas estatísticas da violência contra mulheres, crianças e adolescentes no Brasil.

- Na violência doméstica, há uma mulher sendo espancada a cada 15 segundos. A violência contra a infância não é tão diferente. A cada três horas, uma criança é vítima de abuso ou violência no país – explicou.

Segundo o promotor, para descobrir um caso de violência contra crianças, pode-se levar de um a nove anos. Na violência sexual infantil, conforme ele, em cerca de 80% dos casos o abusador é algum parente ou conhecido da criança.

Conforme o palestrante, os abusos infantis acontecem, na maioria das vezes, diariamente.

- Se já é doloroso e traumático um estupro, imaginem uma criança sendo abusada diariamente durante nove anos – questionou.

Para Velasquez, a violência contra crianças e adolescentes é revelada na escola, pois é lá que o seu comportamento revela os abusos que está sofrendo. –

A atitude dos professores costuma ser excluir esses alunos da sala de aula. Nesse aspecto eu não admito ouvir que isso não é responsabilidade do professor, pois também é. Se não posso responsabilizar os pais, o responsável deve ser o Estado – salientou.

Para o promotor, a escola não parece estar devidamente preparada para receber crianças com esse perfil, que integra a realidade. Velasquez explicou que a sociedade não pode ser considerada civilizada enquanto não souber lidar com essas crianças.

- Se a agressividade não for tratada, vai continuar na vida adulta – disse.

A programação prossegue no turno da noite desta terça-feira, com a palestra “Garantismo Individual x Garantismo Social e medidas cautelares no processo penal”, ministrada pelo palestrante promotor de Justiça do RS e professor de Processo Penal da Unisinos, Charles Emil Martins, e debatida pelo juiz de Direito do RS, Luís Antônio de Abreu Johnson. As inscrições podem ser feitas pelo site www.univates.br/eventos.

Mais informações sobre o evento podem ser obtidas pelo telefone (51) 3714-7000, ramal 5541, ou pelo 0800 7 07 08 09.

Comente aqui
03 out14:43

“A importância da leitura” é tema de palestra no Clube Sesc Maturidade Ativa Lajeado

O Clube Sesc Maturidade Ativa de Lajeado promove, no dia 18 de outubro, palestra aberta à comunidade em geral. Na oportunidade, a professora da Univates, Ivete Kirst, abordará “A importância da leitura”. O evento, que integra a programação de outubro do grupo, acontece no Sesc Lajeado (R. Silva Jardim, 135), às 14h. A entrada é franca.

Atualmente no RS, há 45 Clubes Sesc Maturidade Ativa que têm como objetivo a promoção da qualidade de vida das pessoas como mais de 50 anos de idade. Os grupos têm diretoria própria, autonomia de gestão, e, com o acompanhamento do Conselheiro do Sesc, reúnem-se para conviver, divertir, confraternizar, aprender, além de realizar trabalhos comunitários e solidários.

Trata-se de um movimento social organizado que tem por missão construir um novo significado social para o envelhecimento, valorizando o papel do idoso na sociedade contemporânea e estimulando a realização de trabalhos comunitários e a prática da responsabilidade social individual.

Comente aqui
03 out14:27

Semana acadêmica aborda história política, na Univates

;;

A Univates realiza nos dias 17 a 20 de outubro a 12ª Semana Acadêmica do Curso de História, com a temática “História Política”. O objetivo do evento é abordar a história política como área de pesquisa e em temas específicos, além de discutir a política internacional nos vinte anos Pós-Guerra Fria.

Serão realizadas palestras e apresentações de trabalhos de conclusão de curso, no auditório do Prédio 9, a partir das 19h15min. No dia 17, a palestra abordará o tema

- Política econômica nos vinte anos Pós-Guerra Fria – ministrada pelo professor Eduardo Lamas. Já no dia 18, o tema será “A pesquisa em História Política”, lecionado pelo professor de História da Pontifícia Universidade Católica (PUCRS) Luciano Abreu.

No dia 19, alunos apresentarão trabalhos de conclusão do Curso de História e, no dia 20, será realizada a palestra “Segurança Internacional no Pós-Guerra Fria”, ministrada pelo professor Arthur Coelho Dorneles.

Para encerrar a programação, está sendo organizada uma saída de campo, no dia 22, nos turnos manhã e tarde. Os acadêmicos podem conhecer a Praça da Matriz, a Praça da Alfândega e o cemitério da Santa Casa, localizados em Porto Alegre.

Segundo a coordenadora do curso de História da Univates, Maribel Girelli, o objetivo é estudar a estatuária e como ela está inserida no contexto histórico, em locais como cemitérios e praças. Os interessados podem assinar as listas que estão sendo passadas em salas de aula ou enviar seu nome e número do RG para mgirelli@univates.br.

Inscrições para a programação da Semana Acadêmica podem ser efetuadas na Secretaria de Extensão e Pós-Graduação, sala 110 do Prédio 1, ou pelo site www.univates.br/eventos. O certificado de participação é gratuito e, a partir de sete dias da realização do evento, pode ser impresso pelo mesmo site.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3714-7000, ramal 5348, ou pelo 0800 7 07 08 09.

Comente aqui
01 out10:48

Ilustrador e estilista falam sobre criatividade

;

A Univates realizou nesta sexta-feir a palestra “Criatividade regional tipo exportação tipo exportação. De Roca Sales para Londres. De Lajeado para a Islândia”, ministrada pelo designer e ilustrador Fernando Togni e pela estilista Helen Rödel. Os artistas falaram sobre seu trabalho e criatividade.

Helen Rödel, que iniciou a noite de palestras, falou sobre sua trajetória na área da moda. Ela contou que logo após iniciar um curso de moda, em 2006, não deixava de participar de nenhum concurso da área.

- Não ambicionava ganhar o concurso, mas sim aprender e me testar, conhecer novas possibilidades- explicou.

Para ela, a internet é um espaço onde todos tem a mesma porção, o destaque depende de cada um.

- Resolvemos utilizar essa plataforma para mostrar as primeiras coleções. Como precisávamos gerar um marketing espontâneo, pensamos em enviar nossas peças para algumas garotas interessantes do mundo inteiro para que elas se fotografassem no seu cotidiano e postassem essas fotos na internet – contou.

Conforme a estilista, é muito importante ter um network sólido e que nos auxilie a chegar aos objetivos. Para ela, o mundo está muito veloz e dinâmico, permitindo a escolha de novas formas de trabalho.

- Aos novos estilistas e estudantes de moda, posso dizer que há um mercado de moda novíssimo esperando por vocês – completou.

Em seguida, o ilustrador Fernando Togni explicou ao público a importância de acreditar no seu próprio trabalho. Ao falar sobre sua trajetória e mostrar alguns trabalhos realizados para clientes nacionais e internacionais, ele falou sobre o papel das formas geométricas em suas criações. “

- Percebi que com um triângulo, um quadrado e um círculo eu poderia fazer qualquer coisa. Ao longo do tempo, foram surgindo formas mais complexas e encaixáveis – falou.

Para ele, atuar na área da ilustração fez com que pudesse se expressar mais livremente.

- Após trabalhar com publicidade e design, senti que a ilustração foi criando um peso maior na minha vida, pois eu poderia colocar um pouco mais de mim no trabalho – explicou.

Togni salientou a importância de ilustrar diariamente para se aprimorar.

- Sugiro que se alguém gosta de ilustrar, reserve um tempo constante para isso, pois é uma forma de se expressar e colocar para fora um pouco de si. Acreditem em seu trabalho sem se importar tanto com os outros, até porque no mundo estamos sujeitos a todas as interpretações possíveis – completou.

A atividade foi promovida pelo Curso de Design, em parceria com Design de Moda, e visou a compartilhar experiências e trocar ideias com os alunos sobre criatividade, talento e oportunidades.

__________________________________________

Fonte: assessoria de imprensa da Univates

;


Comente aqui
29 set17:20

Festa à Fantasia: empresa de um só produto

;

Que tal uma empresa de um só produto e que o comercializa uma vez por ano, isso há mais de duas décadas? Foi com essa analogia que o organizador da Festa à Fantasia, Daniel Kappler, apresentou o evento de entretenimento para dezenas de lojistas nesta quinta-feira, na Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Lajeado.

Ele, juntamente com o sócio Giuliano Orlandini, criaram a empresa Orka, responsável pela realização da festa. Kapller comparou a organização da Festa à Fantasia a uma empresa, a qual deve ter uma gestão e estrutura que garantam seu funcionamento e progresso.

Diferente das convencionais, a empresa da Festa à Fantasia não tem sede própria, atua em três segmentos ao mesmo tempo, indústria, comércio e serviços, não tem funcionários e são investidos sete meses para o planejamento. O alinhamento disso tudo é feito pelos dois empresários, que chegado o período da festa, contratam centenas de funcionários. Na edição deste ano, foram contratadas 812 pessoas terceirizadas que trabalharam na infraestrutura, cozinha, segurança, entre outros setores.

Segundo ele, todo esse processo garante que a Festa, que dura oito horas, seja um sucesso e se mantenha no mercado do entretenimento há 21 anos. Atento ao seu público consumidor, que aumenta a cada edição, melhorias foram feitas, tanto no local da realização do evento quanto em inovações e atrações.

- Em 1991 fazíamos contato por telefone para convidar nossos amigos, esta era a única maneira que tínhamos de atrair as pessoas. Com o rádio, televisão e hoje, as mídias sociais, tudo mudou – destacou.

O sucesso da festa temática pode ser compreendido através de números. O público presente na primeira edição, realizada em 1991, foi de 250 pessoas. A última festa, ocorrida no dia 10 deste mês, contou com a participação de sete mil foliões.

O evento ganhou fama e se espalhou pelo Estado inteiro. De acordo com Kappler, 70% dos festeiros da última edição são de outras regiões do RS, de cidades como Santa Maria, Caxias do Sul e Porto Alegre.

_________________________________

Fonte: assessoria de imprensa da CDL

Comente aqui
26 set13:27

Festa à Fantasia é tema do Nossos Cases, Nossas Histórias

A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Lajeado promove, no dia 29 de setembro, mais uma edição do Programa Nossos Cases, Nossas Histórias. A atividade, que tem à frente o Departamento Jovem da CDL Lajeado, apresenta a trajetória da Festa à Fantasia. Quem fala sobre o assunto é o fundador e organizador do evento, Daniel Kapller. A reunião-almoço ocorre às 12h no auditório da entidade lojista, Rua João Batista de Mello, 361, sala 201, Centro de Lajeado.

Reconhecida em nível estadual, a Festa à Fantasia teve sua primeira edição em 1991. Com o passar do tempo, a folia ganhou fama e se expandiu reunindo festeiros de todo o Estado. A 21ª edição ocorreu no dia 10 deste mês e foi mais uma vez sucesso. Kapller é formado em Administração e técnico em contabilidade. Atua, desde 1991, na Motomecânica Comercial SA.

O investimento para associados da CDL Lajeado é de R$ 22,00. Para não sócios o valor é R$ 28,00. Mais informações podem ser obtidas com a CDL Lajeado pelo telefone 3710-1299.

Nossos Cases, Nossas Histórias

Criado pelo Departamento Jovem da CDL Lajeado, o projeto tem o objetivo de inspirar e motivar os jovens empresários. A programação destaca experiências de profissionais com trajetórias de sucesso nos negócios.

Comente aqui
22 set17:09

Advogado fala sobre INSS e acidentes de trabalho na Construmóbil

;

A palestra “Acidentes de Trabalho e Ações Regressivas do INSS” do Sindicato da Construção Civil do Vale do Taquari (Sinduscom VT) abriu a programação de eventos técnicos da Construmóbil 2011. O assunto foi explanado pelo advogado Gilmar Volken no auditório do Pavilhão 1 do Parque do Imigrante.

O especialista falou para uma plateia de mais de 60 pessoas, entre empresários, profissionais liberais da construção civil e estudantes da área. Volken destacou os aspectos jurídicos de defesa contra ações regressivas do INSS. Essas são situações que podem causar grandes prejuízos financeiros, pois representam uma tentativa do governo de ressarcir os cofres públicos dos valores desembolsados no pagamento dos benefícios previdenciários.

- Quando ocorre um acidente do trabalho, embora o empregador normalmente preste o devido socorro e atendimento, muitas vezes desleixa na apuração das causas do acidente. É um fato que somente volta a preocupar quando é surpreendido com uma ação judicial, muitas vezes longo tempo depois, quando o resgate dos fatos é mais difícil – explica Volken.

Segundo ele, o ideal sempre é fazer uma apuração imediata do fato, preferencialmente com reproduções fotográficas, levantamentos técnicos e tomada de depoimentos de testemunhas.

A orientação do setor jurídico do Sinduscom VT é que, além de cumprir rigorosamente as normas relativas à segurança e higiene no trabalho, ocorrendo algum acidente do trabalho, os empregadores pré-constituam provas para contrapor numa eventual futura ação, quer seja do trabalhador ou regressiva do INSS. Segundo Volken, a Procuradoria-Geral Federal tem uma cartilha para regrar a atuação dos seus procuradores, dando mostras de que está estruturada para buscar os ressarcimentos contra os empregadores que agirem com negligência na proteção contra acidentes do trabalho.

- Em nossa região existem diversas ações regressivas previdenciárias tramitando, com sério risco de condenações em valores elevados aos empresários negligentes – concluiu o advogado.


Comente aqui
18 set14:05

Palestra aborda formação de professores

A Univates realiza, no próximo dia 23 de setembro, a palestra “Professor em formação – tecendo possibilidades pedagógicas”, ministrada pelo professor mestre da Unisc Rudimar Serpa de Abreu. A atividade integra o I Seminário Institucional do Programa Institucional e Bolsas de Iniciação à Docência (PIBID) da Univates: Formação de Professores, Compromissos e Desafios da Educação.

A palestra abordará os atuais compromissos e desafios da educação, além de apresentar as ações do PIBID na Unisc. O evento ocorre, a partir das 20h, no auditório do Prédio 7 da Univates.

Inscrições podem ser efetuadas, até o dia do evento, pelo site www.univates.br/eventos. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3714-7000, ramal 5202, ou pelo e-mail pibid@univates.br.

Comente aqui