clicRBS
Nova busca - outros

segurança

26 out07:22

VIDEO: imagens mostram autor da falsa bomba no bairro São Cristóvão

A Polícia Civil de Lajeado divulgou as imagens das câmeras de segurança do banco Sicredi do bairro São Cristóvão. No sábado, uma ameaça de bomba isolou ruas,  mobilizou dezenas de policiais civis e militares, socorristas, bombeiros e até uma equipe do Grupamento de Ações Táticas Especiais (Gate) de Porto Alegre.

As imagens mostram um homem branco, aparentemente jovem, vestindo moletom, óculos de sol e capuz. A ação durou menos de 20 segundos. Ele entra, larga o explosivo entre os caixas eletrônicos e sai rapidamente.

VEJA O VIDEO:

O autor ainda não foi identificado pela polícia, mas, se descoberto, deve responder processo por causar falso alarme. A pena prevista varia de quinze dias a seis meses de prisão.

- Queremos conversar com quem fez isso, ver qual foi o motivo – disse o delegado José Romaci Reis, responsável pela Polícia Civil de Lajeado.

Ontem Reis havia informado que o autor da ação não deveria ser penalizado.

- Na verdade não há crime nenhum por se tratar de um simulacro (imitação).  Se fosse uma bomba de verdade, seria diferente – afirmou Reis.

A ameaça de bomba mobilizou policiais e curiosos por quase cinco horas. Depois de uma ligação anônima durante a manhã, a suspeita de bomba só  foi descartada às 14h deste sábado, depois que o artefato foi destruído por uma Gate. O material, que imitava três bananas de dinamite ligadas por um fio a um celular, era feito de papelão, os fios não tinham conexão e o aparelho celular estava desligado.

O local em torno da agência ficou isolado desde as 9h, quando a Brigada Militar foi acionada. Desde a manhã, havia a suspeita de que o material era um simulacro, uma bomba falsa, mesmo assim o Gate foi acionado para fazer a remoção do artefato. Pelo menos 12 policiais do grupo especial e da Brigada Militar de Lajeado estiveram envolvidos na ocorrência.

No início da tarde, a área isolada à frente da agência foi ampliada para um raio de 200 metros e o andar acima do banco foi evacuado para a desativação do material. A possível bomba foi desativada dentro da agência, com um canhão disruptor, que utiliza água com forte pressão.

Comente aqui
19 out14:35

Laura Peixoto - Cadê a carta do Getúlio Vargas?

Na pracinha do chafariz, ou melhor, na praça Gaspar Silveira Martins, no Centro de Lajeado,  durante a greve dos carteiros, inacreditavelmente, sumiu a placa com a carta-testamento de Getulio Vargas.

A uma quadra do comando regional da Brigada Militar. E ninguém viu.

Tem gente que acusa os crackeiros. Será?

1 comentário
16 out17:40

Família de Marcel pretende enviar nova roupa de competição até quarta-feira

A família de Marcel Stürmer já comprou material para confeccionar uma nova roupa de apresentação para o atleta. Eles pretendem enviar a peça até quarta-feira para que Marcel possa usá-la na apresentação de domingo no Pan Americano do México.

— Não adianta reclamar do que aconteceu. Agora temos que ajudar ele da forma mais rápida possível — diz o irmão do patinador, Ismael Stürmer.

Ismael e os pais estavam no aeroporto onde iriam se despedir quando souberam que um assaltante levou o carro com malas e equipamentos do patinador gaúcho, na manhã deste domingo, zona norte de Porto Alegre. Oveículo foi encontrado, mas sem os pertences do patinador.

Logo depois de Marcel embarcar, no início da tarde, eles foram até um shopping e compraram as roupas. Mas as peças ainda precisam ser bordadas.

O maior problema, no entanto, é com os patins. Caso o equipamento roubado não seja encontrado, Marcel vai ter de competir com um par que nunca calçou, não moldado ao seu pé.

3 comentários

16 out14:31

Assaltante leva carro com equipamento que Marcel Stürmer vai usar no Pan

do Zero Hora.com

Um assaltante levou o carro com malas e equipamentos do patinador lajeadense Marcel Stürmer, na manhã deste domingo, zona norte de Porto Alegre. O atleta estava se preparando para ir ao Aeroporto Salgado Filho viajar para o México, onde participará do Pan-Americano, quando um homem armado abordou a treinadora, levando o veículo carregado.

O veículo foi encontrado na zona norte da Capital, mas os equipamentos não estavam dentro.

— Fui buscar o Marcel em casa para levá-lo ao aeroporto, quando de repente um rapaz abriu a minha porta e mandou eu sair. Ele levou o carro com malas, todo o equipamento, as roupas de competição e, inclusive, minha bolsa com todos os documentos — disse a treinadora Jaqueline Nonnenmacher, que também é de Lajeado.

O assalto ocorreu por volta das 11h10min na Rua Portugal, no bairro Higienópolis, onde mora o atleta. O veículo roubado é uma Eco Sport 2008 dourada, com placas IQO 0051, de Lajeado.

Em entrevista por telefone, da sala de embarque do aeroporto, Marcel lamentou o roubo, disse estar levando novos patins para a competição, mas que terá pouco tempo para a adaptação.

— Um atleta leva em média dois a três meses para se adaptar aos patins, pois os equipamentos machucam muito os pés. Agora, vou ter apenas cinco dias, com quatro treinos de 30 minutos, para me adequar aos novos patins — afirmou Marcel.

Convocado para representar o Brasil na patinação masculina, o atleta vai em busca da terceira medalha de ouro consecutiva em Jogos Panamericanos.

— Por sorte, ele é um rapaz muito profissional e vai conseguir se adaptar aos patins e superar mais esse desafio — falou emocionada a treinadora.

O assaltou foi registrado na 9ª Delegacia de Polícia da Capital.

4 comentários
14 out17:00

Depois dos alunos, pais se formam no Proerd

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Campestre formou sua primeira turma do Projeto Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) para Pais. A turma, composta por 19 alunos, totalizou seis encontros, nos quais foram debatidos assuntos como a realidade das famílias de hoje,  prevenção à drogadição, além de mensagens sobre a valorização da vida. Normalmente, são os alunos que participam do programa, e não os pais.

O diretor da Emef, Renato Cuppini, ressaltou a importância do momento na parceria entre a escola as famílias, quando se busca uma formação para os pais e sua presença na escola.

- Este momento é importante para nossa escola, pois vocês, pais, aceitaram o convite e juntos debateram assuntos importantes que envolvem a família e questões fundamentais para a formação de seus filhos – firmou aos participantes.

Após a formatura, todos os presentes participaram de uma confraternização com suas famílias.

Comente aqui
16 set16:40

Ex-presidiários desenvolvem trabalho artesanal em projeto

.

Ao receber em seu gabinete, nesta sexta-feira a visita do diretor do Presídio Estadual de Lajeado, Luis Fernando Ferreira, e do presidente do Conselho da Comunidade de Assistência ao Preso no município, Miguel Feldens, a prefeita Carmen Regina Cardoso conheceu o trabalho artesanal feito por quatro ex-detentos do presídio assistidos pela ONG “Drogas Tô Fora”.

- É surpreendente a qualidade do trabalho feito por eles. Olha só a riqueza dos detalhes – afirmou Carmen, ao receber de presente um exemplar do jogo de xadrez confeccionado pelos ex-apenados.

Ao entregar o jogo à prefeita, Feldens explicou que os ex-apenados atendidos pela ONG recebem mensalmente um salário mínimo do Conselho da Comunidade de Assistência ao Preso.

- O conselho está patrocinando esta ideia. Compramos 10 jogos e estamos entregando aos nossos parceiros – afirmou Feldens.

Com verba oriunda da Secretaria de Indústria e Comércio (Smic), só em 2011, cerca de R$ 180 mil estão sendo investidos na oferta de cursos profissionalizantes, entre os quais, os cursos de Informática Básica, Pintor, Eletricista e Empreendedorismo destinados exclusivamente aos apenados.

- A principal terapia pra um apenado é a ocupacional – completou Feldens.

Interessados em encomendar um jogo de xadrez feito em madeira e pintado pelos ex-apenados, deve entrar em contato com Dailor Guerardt, pelo fone (51) 9812-6386.

Comente aqui
08 set17:50

Em reunião, órgãos aprovam ações da Alsepro

A Associação Lajeadense Pró-Segurança Pública (Alsepro) reuniu esta quinta-feira os órgãos de segurança de Lajeado na sede do Ministério Público estadual. O encontro teve como objetivo avaliar a atuação da entidade, que é integrada voluntariamente por representantes da comunidade.

Participaram Brigada Militar, Polícia Civil, Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) e Polícia Rodoviária Federal (PRF), além de integrantes de outras associações, o secretário municipal para Assuntos Extraordinários, Isidoro Fornari Neto, e os promotores de Justiça Sérgio Diefenbach e Pedro Porto.

A reunião começou com explanação do presidente da Alsepro, empresário Ito Lanius, sobre seu funcionamento.

- Trabalhamos para nos integrar ao máximo às atividades que promovam a segurança. Em abril de 2007 o Consepro movimentava cerca de R$ 5 mil por mês, em geral com verbas vindas da prefeitura. Hoje a movimentação é de R$ 25 mil, com recursos da prefeitura, do Banco SIM (confecção de carteiras de identidade) e de penas pecuniárias – totalizou.

- Buscamos nos tornar referência estadual em cidadania e segurança pública, promovendo inclusive a integração entre os órgãos.

O trabalho da associação é baseado em um planejamento estratégico organizado em 2008 e que foi criado a partir de análise de todos os envolvidos.

- Já realizamos 70% do planejamento, e alguns dos objetivos que não foram atingidos não competem somente à Alsepro, como a construção de um novo presídio – explicou Lanius.

Avaliações

Cada um dos representantes de órgãos falou sobre suas necessidades e avaliou a atuação da associação. Sem exceção, todos destacaram o bom serviço e aprovaram a atuação da Alsepro.

- Temos muito a agradecer, mas também temos muitas demandas. Entre elas a reforma de salas em nosso prédio – informou o comandante do 22º Batalhão de Polícia Militar (BPM), major César Augusto da Silva, que encerrou destacando a transparência com que a entidade trabalha.

A delegada regional de Polícia, Flávia Colossi Frey, lembrou que o Estado concede às polícias o básico para seu funcionamento, mas há necessidade de destinação de verbas para pequenas atividades e gastos.

- A associação é vital para nós, da Polícia Civil, hoje. Se não fosse por ela muitas delegacias da região iriam fechar – revelou.

Segundo Flávia a necessidade maior da 19ª Região Policial é o efetivo, e o número de agentes existente obriga a muitos municípios a atuarem somente com um servidor.

Diretor do Presídio Estadual de Lajeado, Luis Fernando Ferreira também usou a palavra para enaltecer a atuação da entidade, mas solicitou aumento nos investimentos oriundos da associação. Lembrou que a casa prisional tem realizado cursos profissionalizantes para apenados e reforçado a segurança do prédio com o dinheiro repassado pela Alsepro, com o apoio do Conselho da Comunidade e outros órgãos.

Ferreira diz que entre as necessidades enfrentadas pela penitenciária a maior é a carência de viaturas. São apenas duas para o atendimento e o transporte para audiências.

- A Alsepro é responsável na gestão de seus recursos e representa muito bem os órgãos de segurança – avaliou o comandante regional da Brigada Militar, tenente-coronel Antônio Scussel.

Ele lembrou que o Comando Regional de Polícia Ostensiva (CRPO) atende 38 cidades do Vale do Taquari e, com o auxílio da associação, conseguiu implantar um sistema-piloto de monitoramento de viaturas.

Prefeitura e MP

Representante da prefeitura de Lajeado no encontro, Fornari também destacou o esforço da entidade em atender os pleitos.

- Temos que dar cada vez mais incentivos a ações vindas da comunidade, atacar a drogadição, buscar alternativas para algumas questões que envolvam o Estado mas que precisam de ações locais, como a construção do novo presídio.

O promotor Sérgio Diefenbach lembrou que a Alsepro é uma entidade gerida de forma imparcial, neutra, com grande representatividade. E reforçou que, entre suas ações, a associação consegue atender até mesmo demandas que seriam de responsabilidade do poder público – como o Projeto Adolescente Legal, que oferta a crianças carentes a oportunidade de praticarem esportes em horários contrários aos da escola.

Ele sugeriu algumas melhorias, como em relação a metas e a criação de um cronogramas de ações, que serão discutidas no próximo encontro mensal da entidade.

- Para nós a Alsepro é motivo de orgulho, uma associação com administração isenta. Mas ela não pode se tornar um substituto do poder público – alertou.

A resposta para os pleitos dos órgãos de segurança ao pedido de aumento de verbas deverá ser dada em algumas semanas. A diretoria analisará o encaminhamento de recursos e poderá, inclusive, passar a receber uma verba maior da prefeitura municipal.

___________________________________________

Fonte: assessoria de imprensa da Alsepro

Comente aqui
07 set15:29

Alsepro reúne órgãos de segurança na quinta-feira

Ocorre quinta-feira, a partir das 8h, na sede do Ministério Público, o encontro da Associação Lajeadense Pró-Segurança Pública (Alsepro) com órgãos de segurança da região.

Deverão participar promotores de Justiça, além da diretoria da entidade e representantes da Brigada Militar, Polícia Civil, Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), Polícia Rodoviária Federal e Instituto-Geral de Perícias (IGP).

O objetivo da reunião será avaliar a atuação da associação nas suas atividades-fim, como investimentos em melhorias, estrutura, reforma e mão-de-obra dos órgãos.

Comente aqui
31 ago10:16

Polícia captura foragido suspeito de assaltos

Policiais do Pelotão De Operações Especiais (POE), da Brigada Militar de Lajeado, capturam ontem, por voltas das 11h, um foragido do sistema semi-aberto do Presídio Estadual de Lajeado desde o dia 21 de março. Lindomar Camargo, conhecido como Véio, de 34 anos,é considerado pela polícia um dos assaltantes mais mais agressivos e violentos da região, pela maneira que age em seus ataques.

Um dos responsáveis por inúmeros assaltos em casa comerciais em Lajeado, conforme a polícia, Lindomar é apontado como o responsável pelo tiro que acertou a perna do proprietário de uma joalheria no Centro de Lajeado, em março.

Ele foi encaminhado à delegacia, onde foi efetuado o registro de sua captura, e depois devolvido ao presídio.

Comente aqui
30 ago15:46

Seminário de Trânsito dos Vales em Santa Cruz do Sul

Especialistas em trânsito reúnem-se no dias 1º e 2 de setembro, na Sala de Convenções da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), para o Seminário de Trânsito dos Vales.

Promovido pelo Curso Técnico em Trânsito Cepru/Unisc, o evento enfatizará os cinco pilares da Década de Ação pela Segurança no Trânsito. O Detran é um dos apoiadores do evento, e participa de dois painéis: Gestão eficiente e capacitada, com o Diretor Técnico, Ildo Mário Szinvelski; e Educação para o Trânsito, com os pedagogos Maximilian Gomes e Fernanda Ellwanger.

O seminário tem como público-alvo os municípios dos Vales do Rio Pardo, Taquari e Centro-Serra. O objetivo é capacitar os gestores de trânsito para alcançar o objetivo estabelecido pela ONU para o período 2011-2020: reduzir em 50% as vítimas de acidentes de trânsito. O vice-governador Beto Grill, que é também coordenador do Comitê Estadual de Mobilização pelo Trânsito Seguro, fará a abertura dos trabalhos.

Entre os painelistas estão, ainda, o especialista em programas de segurança no trânsito, J. Pedro Corrêa; o presidente da Frente Parlamentar Estadual em Defesa do Trânsito Seguro, Miki Breier; o presidente do Movimento Gaúcho para o Trânsito Seguro (MGTS), Ricardo Schiavon; entre outros especialistas e autoridades de trânsito.

Programação e inscrições no site da Unisc.

Comente aqui